História Louca Obsessão - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Adultério, Drama, Hot, One Direction, Romance
Visualizações 273
Palavras 1.740
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Ficção Adolescente, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii gente!
Espero que gostem!
Boa leitura!
*Capitulo não revisado*

Capítulo 36 - Teste de DNA


Fanfic / Fanfiction Louca Obsessão - Capítulo 36 - Teste de DNA

Assim que puxei o gatilho, Zayn também estava com  sua arma apontada em minha direção, mas, talvez por obra de Deus a arma do Harry estava descarregada.

- ESTÁ FICANDO LOUCA? Queria me matar é? – Zayn grita puxando a arma das minhas mãos.

- Me desculpa Zayn! – Dizia nervosa. – Eu fiquei com medo!

- E se essa merda estivesse carregada?! – Ele diz nervoso guardando sua arma na cintura. – Em porra? – Gritou. – Merda!

Eu não tive reação, estava assustada, meu coração estava disparado, eu poderia ter matado o Zayn, ter matado a cara que eu amo...

- Desculpe. – Disse baixinho abaixando minha cabeça, não controlando minhas lágrimas.

- Ah meu amor, desculpa! – Zayn disse se aproximando de mim me puxando para um abraço apertado. – Eu fiquei nervoso, tudo bem? Não devia ter gritado com você... Fiquei até orgulhoso, sabia? – Disse e rimos. – Agora sei que você sabe se proteger e nos proteger... – Sussurrou colando nossas testas, logo tomando meus lábios iniciando um beijo calmo.

- O que está acontecendo aí? Que gritaria foi essa? – Harry levanta rapidamente indo em nossa direção com a cara toda amassada.

- Você não vai acreditar! Minha sorte que isso não estava carregada. – Zayn disse jogando a arma em suas mãos.

Eu apenas fiquei observando Zayn contando tudo oque aconteceu, Harry estava bravo, mas ao menos tempo orgulhoso de mim pois ao invés de chamá-los correndo, desesperada, eu resolvi nos defender, mesmo se noção alguma do que eu estava fazendo.

(...)

Três semanas depois...

- Isso não é necessário. – Digo sentada ao lado de Zayn e Harry.

- É, nós queremos isso.

- Não, não queremos, vocês querem... – Digo um pouco alterada.

- Júlia, precisamos desse exame. Não quero viver com essa dúvida o resto da minha vida! – Zayn disse tentando me acalmar. Eu sabia que independente do resultado desse exame, eu iria perder um deles... E não era isso que eu queria...

- Harry? – Uma moça chamou assim que abriu uma porta de correr branca.

- Sim... Sou eu! – Harry levantou-se aparentemente apreensivo.

- Vamos? – Perguntou.

- Vamos? – Ele me encarou sério.

Eu apenas revirei os olhos e levantei passando em sua frente com a cara fechada. Eu realmente não queria saber quem era o pai. Até ontem estava decidido! Iriamos criar o nosso menino com muito amor e carinho. Mas do nada acordaram com o santo e cabeça para baixo e decidiram fazer essa merda de DNA. Eu nunca posso decidir nada, então... Aqui estamos.

Nossos dnas já haviam sidos coletados e estavam sendo comparados pelos especialista... O exame sairia em pouco minutos, pois o Harry já havia dado o seu “jeitinho”. Já tinha deixado tudo pronto. Hoje, saberíamos o resultado. Abriríamos na frente da mãe do Harry também, que por causa da minha gravidez, resolveu passar mais um tempo conosco. Até que estávamos nos dando bem, ela já tinha percebido que eu não sairia mais dali, não tinha mais jeito, estava presa a eles para o resto da minha vida. Literalmente. Estávamos só eu e Zayn na sala, Harry havia ido dar uma volta pela clínica. Ele estava tão nervoso quanto Zayn.  

- Está tudo bem? – Perguntei assim que percebi que Zayn estava distante, olhando para o nada.

- Eu quero muito que esse garoto seja meu... – Disse sorrindo fraco.

- Eu não queria esse exame. O filho é nosso. – Digo acariciando sua nuca levemente.

- Estou nervoso... – Disse respirando fundo.

- Calma... De qualquer forma ele é seu também... – Digo beijando seu rosto.

- Não Júlia... – Disse sorrindo de nervoso. – Se esse filho não for meu, eu vou sair daquela casa. Não quero ver a “família feliz”.

- Eu não vou deixar você ir embora. – Disse pegando sua mão rapidamente. – Eu preciso de você ao meu lado Zayn!

- Eu sei meu anjo... - Sorriu fraco beijando minha mão delicadamente. – Mas essa escolha não está em discussão. Já bati o martelo.

Eu já não sabia oque fazer, não queria perde-lo, mas também não queria perder o Harry! Estava dividida.

- O resultado ficou pronto. – Disse um loiro alto, muito bonito aliás.

- Obrigada... Já está tudo certinho? – Pergunto pegando o exame de suas mãos. Senti seus olhares para os meus seios que estavam maiores do que o normal justamente por causa da gravidez.

- Está sim, Harry fez questão de pagar adiantado. – Disse sorridente.

- Ah sim. Certo então, muito obrigada. – Zayn se intrometeu assim que reparou em nossas trocar de olhares.

- Tchau. – Digo sendo praticamente carregada pelo Zayn para fora daquela sala.

- Tchau! – Ouço-o gritar em despedida.

- Você não presta né dona Júlia! – Disse sem ao menos me olhar.

- Eu? Ele que olhou para os meus peitos... – Digo fazendo com que ele se virasse rapidamente para mim.

- O que ele fez? – Perguntou aparentemente irritado.

- Ciúmes? – Pergunto sorrindo sapeca. – Ele não teria medo de foder comigo assim, pode ter certeza... – Digo provocativa soltando nossas mãos caminhando em sua frente rebolando o quanto pude minha bunda.  

- Pare já com isso... E também de falar essas coisas... – Sussurrou se aproximando de mim.

- Tudo bem... Eu preciso ir ao banheiro, segure minha bolsa. – Digo sorrindo entrando no banheiro deixando Zayn parado no outro lado do corredor. Eu precisava de sexo, e estava disposta a fazer de tudo para deixa-lo louco! Eu estava me sendo segura em relação ao bebe, sei que fizéssemos com calma, não haveria perigo algum. Então... Entrei no banheiro, olhei em todas as portas e não tinha ninguém, estava sozinha, sem câmeras. Comecei tirando minha blusa, depois minha calça, com todo o cuidado do mundo minha sapatilha e logo depois meu sutiã, ficando totalmente nua. Arrumei meus cabelos em frente ao espelho, acariciei minha barriga, troquei algumas palavras com o meu filho e estava tudo certo. Pedi desculpas pelo oque estava por vir, mas a mamãe precisava.   

- ZAYN! – Gritei.

- Júlia? – Ouço ele me chamar logo em seguida. – O que houve? Está tudo bem?

- Não... – Digo sentando-me na pia lentamente. – Entra aqui rápido! – Digo tentando parecer nervosa.

Só fechei minha boca e ele entrou correndo, largando minha bolsa no chão. Assim que virou seu corpo em minha direção, sua expressão de preocupação mudou totalmente! Eu consegui ver o desejo em seus olhos.

- O que você está fazendo? – Ele pergunta me olhando dos pés à cabeça.

- O que você acha?

- Você está ficando louca, só pode! – Disse. – Alguém pode entrar!

- Não se você fechar a porta. – Disse mordendo meu lábio inferior de uma forma provocativa.

Zayn não diz nada, apenas vai até a porta, a tranca e começa a se aproximar de mim lentamente.

- O Harry vai nos matar! – Sussurrou beijando meu pescoço.

- Ele precisa saber? – Pergunto segurando firme seu queixo fazendo com que ele me encarasse. – Não né? – Digo selando nossos lábios rapidamente. – Não pense muito Zayn. - Digo por fim tomando seus lábios. Nosso beijo era rápido, com vontade, cheio de desejo! Suas mãos passeavam pelo meu corpo, assim como sua boca! Sinto sua língua quente passar pelos meus seios, mordendo-os de leve. Gemi baixo só ao sentir seu toque. Sua boca começou a descer pela minha barriga até chegar em minha intimidade, onde começou a me chupar bem devagar. Nessas alturas eu já estava segurando firme em seus cabelos e com a minha cabeça jogada para trás, gemendo baixo para ninguém ouvir. Sinto Zayn penetrar um dedo em mim, gemi. Logo o segundo.

- Zaa-yn... – Gemi arrastado. Eu precisava dele naquele momento.

Ele entendeu o recado e levantou colocando seus dedos em minha boca fazendo com que eu os chupasse, assim fiz...

Logo em seguida abri sua camisa, mostrando seu físico maravilhoso... Zayn estava totalmente duro e impaciente, então, nem fez questão de tirar sua roupa. Apenas abaixou sua calça jeans clara e sua boxer branca. Massageou algumas vezes seu membro e me beijou. Eu sabia exatamente oque estava por vir.

- Tudo bem? – Perguntou quase em um gemido passando em membro em toda a minha intimidade.

- Tudo, por favor anda logo com isso... – Sussurrei sentindo meu corpo tremer e alguns arrepios.

Lentamente Zayn começou a me penetrar, pude sentir cada centímetro do seu membro em mim, me ajeitei de uma forma mais confortável e passei minhas pernas em volta de sua cintura, fazendo com que ele me penetrasse por completo. Gemi algo arranhando forte suas costas fazendo com que ele gemesse de dor e prazer.

- Como eu estava com saudade disso... – Disse se movendo lentamente. Ele estava com medo de me machucar.

- Por... Favor... – Tentava dizer mais o prazer estava me consumindo. – Maais rápido Zayn! – Disse olhando no fundo dos seus olhos com os meus lábios entre abertos. Eu suplicava por mais! Mesmo com um certo receio, Zayn aumentou a velocidade me fazendo gemer alto e mais uma vez arranhar suas costas, sem dúvidas as marcas estariam lá no dia seguinte.

- Eu vou... – Ele iniciou quase sem fôlego dando investidas certeiras.

- Goza comigo então amor... – Sussurrei gemendo ao pé do seu ouvido fazendo com que Zayn finalizasse dentro de mim. Ele deu mais algumas estocadas e logo me fez gozar também.  

Ficamos em silêncio por alguns segundos, Zayn estava com seu rosto em meu pescoço, sua respiração acelerada como a minha, nossos corpos soados... Tudo oque eu precisava.

- Está tudo bem? – Perguntou depois de algum tempo.

- Está. – Digo fazendo um coque solto em meus cabelos sorrindo feito uma idiota.

- O que foi? – Perguntou ele me encarando confuso enquanto colocava sua roupa.

- Nada. Eu nem acredito que fizemos isso... – Disse e rimos.

- Não irá se repetir. Foi tudo uma soma. – Disse enquanto eu fechava os botões da sua camisa.

- Como assim?

- Nosso beijo hoje cedo, tomamos banho juntos, você me chupou e não terminou, ficou me provocando no carro... Tudo isso...

- Ah sim... Então eu consegui? – Perguntei selando nossos lábios.

- Conseguiu me tirar do sério você quer dizer...

- Isto mesmo. – Disse e rimos.

(...)

- Onde vocês estavam? – Harry perguntou assim que chegamos no estacionamento.

- Demorou para sair o resultado. – Zayn respondeu abrindo a porta de trás do carro para eu entrar.

- Tá, vamos logo. A mãe já está lá em casa nos esperando. – Disse impaciente. Assim que nós entramos no carro, Harry já deu partida no carro.

Ele não pode sonhar que eu e Zayn transamos no banheiro da clínica... Seria o fim de todos nós.


Notas Finais


E ai? Gostaram?
Podem me dar sugestões para o nome do "nosso" bebe! <3
Espero que tenham gostado!
Beijo no core e até o próximo! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...