1. Spirit Fanfics >
  2. Louca por Você - BTS Fanfic >
  3. " Febre "

História Louca por Você - BTS Fanfic - Capítulo 15


Escrita por:


Capítulo 15 - " Febre "


Eu não tinha conseguido resistir a ele. Eu disse que iríamos tentar.

Naquele Domingo passamos o dia todo juntos. Cozinhamos (Ele queria uma comida brasileira, e eu fiz feijoada, demorou mas ficou bem boa), caiu muito bem depois daquela bebedeira toda. Yoongi não apareceu para almoçar, disse que estava enjoado.

Depois que a nossa barriga não cabia mais nada de comida, nós resolvemos assistir a um filme. Eu coloquei O Grito. Taehyung com filmes de terror, era pior que o Yoongi, ele mais ficava com a cara escondida no meu pescoço que vendo o filme. Sem contar que era trapaceiro e ficava o tempo todo me beijando e me provocando então, perdemos praticamente o filme todo. Não que eu estivesse reclamando.

A noite os meninos começaram a chegar em casa e quando todos estavam ali pedimos comida para a janta. Novamente o Yoongi não apareceu e eu já estava ficando preocupada.

— Relaxa Sara. – Disse Hoseok – Ele sempre faz isso.

— Mas ele está sem comer o dia todo!

Comecei a protestar mas Taehyung me cortou segurando a minha mão.

— Quando ele estiver com fome ele desce, ele sabe onde é a cozinha, é adulto, não precisa bancar a mãe dele.

Eu não estava tentando bancar a “mãe” dele, ele era meu amigo, mas fiquei quieta e terminamos de jantar.
Eu subi para o quarto com Taehyung (ele disse que agora poderíamos dormir juntos, mas se eu precisasse ficar sozinha ele iria ficar no quarto de hóspedes. Claro que eu disse pra ele dormir ali comigo). Enquanto ele estava no banho, não aguentei. Eu precisava ver se o Yoongi estava bem e bati na porta do quarto dele.

Quando ele abriu a porta levei um susto.

— Yoongi? – Falei entrando no quarto – O que aconteceu?

Ele estava com os olhos vermelhos e cara de doente.

— Nada Sara – Ele resmungou sentando na cama – Não se preocupa, só estou com dor de cabeça.

Eu fechei a porta e sentei do lado dele colocando a mão na sua testa.

— Min Yoongi! Você está queimando!! – Eu empurrei ele para deitar no travesseiro – Fica aqui deitado que vou pegar remédio para você.

Fui até o banheiro dele e abri a porta do armário. Quase cai para trás com a quantidade de frascos de remédio que tinham ali. Entre vários tinha remédio para depressão, fobia social, síndrome do pânico... meus olhos encheram de lágrimas. Olhei para a cama e ele estava deitado de costas para mim. O que esses meninos passavam, eu nem poderia imaginar. Eu fiquei desconcertada com aquilo, mas não iria entrar no assunto com ele doente.

Peguei remédio para dor de cabeça e febre e voltei para o quarto. Ele estava dormindo, parecia tão inocente assim. Me lembrei da cena do banheiro na boate. De inocente ele não tem nada, pensei.

— Yoongi? – chamei e ele resmungou – Yoon, só toma o remédio e eu deixo você dormir.

— Fica aqui comigo – Ele resmungou de olhos fechados.

— Não posso ficar, senta para tomar o remédio, por favor.

Ele sentou na cama sonolento, e eu entreguei os remédios para ele enquanto o mesmo tomava sem tirar os olhos do meus.

— Você aceitou? – Ele perguntou de repente.

— Aceitei o que?

— Ser namorada do Taehyung.

— Yoon...

— Tudo bem, já entendi. Só não quero que você se magoe. Namorar algum de nós não vai ser fácil, nem pra você, nem para ele.

— Eu sei...

A porta do quarto se abriu e Taehyung colocou a cabeça para dentro.

— Sabia que você não ia sossegar. – Ele olhou para Yoongi e entrou no quarto franzindo a testa – Suga? O que houve?

— Tae, ele está ardendo em febre. Será que não é melhor chamar um médico?

— Não, por favor – Yoongi pediu – Já tomei o remédio, vou dormir e amanhã estarei melhor.

Eu e Taehyung nos entreolhamos.

— Tem certeza Yoon? – Eu perguntei pra ele, não queria deixar ele assim – Qualquer coisa você pode me chamar tá?

Ele assentiu com a cabeça, e nós saímos do quarto.

— Você se preocupa bastante com ele né? – Taehyung me perguntou enquanto voltávamos para o nosso quarto.

— Ele é meu amigo, e eu sou a única amiga dele fora vocês. É óbvio que me preocupo.

Ele assentiu e me puxou para a cama.

— Nossa primeira noite como namorados... – Ele me olhou fazendo uma carinha de safado, que fez com que eu subisse em cima dele e colasse nossos lábios. O resto vocês já sabem.

E gente???? Estão gostando? Se comentarem bastante trago outro capítulo hoje 🤭💜



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...