1. Spirit Fanfics >
  2. Louca Por Você (Jensoo-Jenlisa) G!P >
  3. Sorte que estou apaixonada.

História Louca Por Você (Jensoo-Jenlisa) G!P - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Sorte que estou apaixonada.


"Jennie"

Janeiro

Jisoo e eu decidimos começar um namoro tranquilo, mas excitante. Nada mudou de forma significativa na nossa relação. Estávamos agindo da mesma maneira que sempre agimos, só que agora andávamos de mãos dadas e nos beijávamos pelos corredores da escola, no carro dela, no sofá em frente à televisão. Nossos pais, de fato, tiveram "a conversa" com nós duas sobre "segurança", o que foi extremamente vexaminoso. Eles nem mesmo me deram a chance de dizer que não tínhamos feito nada além de nos beijar, ou que sexo ainda não fazia parte dos planos.

Pelo menos, não dos meus. Jisoo parecia fazer várias insinuações para mim, mas eu estava contente em continuar com as coisas do jeito que elas estavam. Eu gostava de beijar Jisoo. Eu gostava de ficar com ela no sofá. Mas acho que eu não queria que a nossa relação deixasse de ser amizade para se transformar em namoro, pelo o simples fato de que eu não queria mudar algo que era tão bom para mim.

Na realidade, lá no fundo, eu morria de medo. Acho que fiquei meio paranoica com todos aqueles filmes e séries, que eu havia assistido com a Chaeyoung e a Yoorim, que mostravam todas aquelas cenas de sexo. Eu tinha medo de que a realidade não atendesse às minhas expectativas. Claro que eu sabia que a TV e os filmes não retratam as coisas com muita fedelidade ou realismo. Nem o jeito que os atores se beijam nas telas é igual à vida real. Eu não conseguia explicar qual era a diferença, nem para mim mesma.

Também não podia dizer nada para Jisoo. Não tinha certeza se ela entenderia, e eu sabia que iria parecer bobo.

Eu sabia que a primeira vez de uma garota nem sempre é tão legal e que dói. Várias amigas minha da escola já tinham transado e me contado todos os detalhes. Chaeyoung, por exemplo. Arranjar aquele encontro com o Kai foi exatamente como esperado. Eles estão juntos desde aquele dia, e Chae apareceu aqui em casa certa noite, alegre, ruborizada, brilhando e lutando para não chorar.

Sentei com ela em minha cama e aumentei o volume da televisão para que o som de Teen Mom abafasse a nossa conversa. Esperei pacientemente até que ela se sentisse confortável para me contar, a Chae era assim: ela nunca falava até decidir o que exatamente iria dizer. Quando criança ela superou uma gagueira, e como consequência da fonoaudiologia, aprendeu a planejar cada palavra, cada frase, antes de começar a falar. As vezes era como se ela estivesse lendo um roteiro.

- Eu d-dormi com o Kai- disse por fim, e sim, ela ainda gaguejava de vez em quando, apenas quando estava em situações de extrema emoção.

Arregalei os olhos e a encarei. Chae estava com um meio sorriso no rosto, seus fios loiros escondia uma parte do seu rosto.

- Você o quê? É sério? Quando? Onde? Como foi?

- Foi tudo o que sempre ouvimos, Jennie. Maravilhoso, estranho, intenso e meio doloroso no início. É como se fosse uma pinçada, nada muito ruim, e depois é incrível. O Kai foi muito cuidadoso e gentil. Era a primeira vez dele também. Ele foi um amor. Só... não durou muito tempo. Não é como em True Blood, isso eu tenho certeza. Mas foi bom.

- Você sangrou?

- Sim, um pouquinho. A segunda vez foi ainda melhor.

- Você se sente diferente?

- Sim. Muito. Tipo é difícil de explicar como você vê tudo de maneira diferente. Fisicamente, não mudou muita coisa. Um pouco dolorida lá embaixo, mas só isso. Na minha cabeça, eu me sinto mais velha. Mais sábia. Sei lá é difícil de explicar.

- Você se sentia preparada?- ela demorou um pouco para responder.

- Acho que sim. Não sei. Digo, eu queria. Queria muito. Conversamos sobre o assunto, planejamos quando e onde. Saímos para jantar e foi muito romântico. Mas eu estava com medo. O Kai também estava, mas acho que menos que eu.- olhei para ela e vi que ela estava meio hesitante.

- Ele pressionou você, Chae?- ela olhou para o lado e depois pra mim de novo.

- Um pouco... mas eu não teria feito nada se tivesse com vontade. Talvez eu esperasse um pouco mais, se isso só dependesse de mim.- sorri docemente para a menina e acariciei sua bochecha tentando quebrar o clima estranho.

- Você se protegeu, certo?

Chaeyoung me olhou como se aquela pergunta fosse óbvia e jogou uma almofada na minha cara.

- É claro que sim, Jennie! Fui com a minha prima Sooyoung em uma ginecologista, e eu comecei a tomar pílulas. 

- Será que a sua prima pode me levar também?- ela olhou para mim.

- Posso pedir para ela se quiser mesmo. Mas espere até ter certeza do que quer, ok?

Concordei, ela respirou fundo algumas vezes, claro sinal que estava nervosa, a puxei para um abraço apertado, era a coisa que ela mais gostava.

- Você está bem?- sussurrei.

- Acho que sim. Só estou em choque. Digo, não acretido que fiz isso. Eu não sou mais virgem, Jen. Agora sou uma mulher.

- Você não estava pronta, não é?- como esperado, ela começou a chorar.

- N-Não. M-mas eu o amo, Jen. Amo muito. Eu o amo e não queria desapontá-lo. E-eu sabia que não dava mais para deixar pra depois, sabe?

- Como assim?

- Ah você sabe, Jennie. As vezes só ficar nos amassos não é o suficiente, a coisa vai ficando quente, e chega uma hora que aquilo é necessário.

- Acho que entendi. Ficar beijando a Jisoo está começando, de que só aquilo não é necessário.

- Então faça o que eu fiz. Converse a respeito.

Ficamos mais um tempo ali falando sobre tais coisas, que me parecia tão... calorosas, e ao mesmo tempo um pouco assustadora. Sabia que em alguma hora o meu dia com a Jisoo iria chegar.

...

Estávamos na estrada, com neve, muita neve em volta. Jisoo sabia dirigir na neve, mas acabou perdendo um pouco o controle fazendo seu camaro dar um cavalo de pau.

Nós duas estávamos ofegantes, as mãos de Jisoo agarravam o volante com força. E como sempre fazíamos, caímos em uma gargalhada alta e sincera. Até que os nossos olhares se cruzaram, e eu me permetir. Perdi o controle e me entreguei a ela. Como disse, os beijos não estava dando conta. Jisoo, como um relâmpago, me colocou em seu colo, meus dedos penetraram a gola da sua camisa e minhas mãos deslizaram sob a sua pele macia.

Os dedos dela se enroscaram por debaixo do meu casaco e da minha camisa, tocando com a palma de sua mão as minhas costas. Coloquei as mãos nas laterais do corpo dela, agarrando sua cintura fina, subindo até chegar em seus seios. Ela acompanhou o meu movimento, acariciando a minha barriga. Então o nosso beijo parou, apenas para ela tirar o meu casaco, e a minha blusa. Senti seus dedos perto da fechadura do meu sutiã e me arrepiei. E ela o tirou, prendendo o seu olhar naquele ponto. Inclinei um pouco para trás e encostei as costas no volante.

Ela hesitou. Eu queria que ela me tocasse.

Por fim, a mão de Jisoo deslizou pelas minhas costelas, até chegar em meus seios, explorando com seus dedos e os apertando com a sua mão quente. Ela sorriu de uma forma maliciosa.

- Nossa, como você é gostosa... queria ver você por inteira... mas não aqui. Eu quero você, Jennie. Não vou mentir.

Me senti um pouco envergonhada e então vesti minha blusa e o meu casaco também.

- Eu também quero você.

- Mas quero do seja do jeito certo. Quero que seja especial.

- E é por isso que eu amo você- sussurrei, sem pensar. Ela travou e arregalou os olhos.

- O quê?

Mordi meu lábio preocupada, mas não tinha mais o porque esconder a verdade.

- Eu...- fechei os olhos com força- Eu disse que é por isso que amo você. Eu amo. Eu amo você, Jisoo.

Ela sorriu e grudou nossas testas, tal ato me fez ficar mais calma e relaxada.

- Ainda não vou dizer. Não quero que pense que só estou dizendo isso porque você disse. Mas eu também.

- Você também?

- Sim.

Sorri para ela e me inclinei para beijá-la novamente.

- Ótimo. Você deveria me amar mesmo.

Não nos beijamos por tanto tempo quanto o de costume quando eu saí do carro. Agora eu sabia como era se deixar pelo calor do momento, mas também sabia que eu ainda não estava preparada. Acho que a Jisoo também não estava.


Notas Finais


Xablauuu
Oq acharam???
Desculpem qualquer erro e até mais!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...