História Louco Obsessivo - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Drama, Ficção Adolescente
Visualizações 20
Palavras 2.841
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei pessoas
Fiquei um bom tempo sem postar mas agora estou com essa capito para vocês
Posso dizer que agora sai
Peço desculpa pela demora .
Boa leitura 📖🍃

Capítulo 8 - Challenger


Fanfic / Fanfiction Louco Obsessivo - Capítulo 8 - Challenger

[...]

Já estava me arrumando para ir a casa de Jin . Hoje será um grande dia pra ele que sempre sonhou em ter o seu próprio restaurante .

A garota estava sentada no chão brincando com o relógio até que escuto a porta bater e ela rapidamente se esconde atrás das cortinas . Vou até a maçaneta girando e abrindo porta 

— Tae !! - cumprimento o ruivo com um leve abraço

— Olá Jimin! - Abre seu sorriso quadriculado — Que bom te ver novamente . Por que me chamou ?

— Ah , primeiro se sente - dou passagem para ele se sentar no sofá . -—Eu preciso de sua ajuda para olhar minha mão . Hoje mais cedo ela começou a sangrar e  tive que trocar a faixa e o esparadrapo .   Quero saber o motivo 

—Deixe-me ver . Normalmente quando ainda está recente o machucado as vezes sangra um pouco  - ele desenvolve a faixa de minha mão -—Aigo!! Parece que aquela pomada não está fazendo efeito . Já era para ao menos ter parado de sangrar . - Ele analisa e fica um pouco repreendido —Terei que indicar outra . Eu ainda não entendi por que ela não está ajudando . É uma das melhores em que tenho . - ele se vira para pegar um outra faixa -—Wo ? Quem é aquela ali ?

—Você consegue vê-la ?

—Sim. Quem não consegue ver uma garotinha ? O sol está dando reflexo na cortina que faz com ela que fique clara - Ele aponta para as mesm as —Mas por que ela está aqui ? - faz sinal para a mesma vir até ele

—Ee... Ela fica aqui comigo e para todo lugar em que vou .

—Como ? 

—Estou vendo ela desde manhã cedo . Ainda não entendi o porquê e não sei quem ela é direito . Apenas me disse algumas informações 

—Como você consegue me ver? -ela diz um pouco envergonhada .

—Vou te deixar curiosa pequena. - fala bagunçando alguns cabelos dela

— Ela também me deixa curioso . Eu já perguntei quem é ela mas essa malandrinha não me fala .

—Hum..- ele dá um pequeno sorriso de lado com uma face em seu rosto de que "sabia de algo" .

—Voce não vai me contar mesmo?!- ela faz uma cara manhosa

— Nananinanao . E nem adianta fazer essa carinha que eu sei muito bem lidar. - ele fala enquanto limpa minha mão com um pequeno algodão misturado com álcool em gel

—Aahh - ela cruza os braços e se senta no sofá .

—Eu ainda viu conhecer mais sobre ela . Não tão cedo , mas isso talvez possa ser possível

—E aí me conta as novidades . Como foi a festa em que você foi ? Não pude ir por que fui olhar a construção de meu escritório

—Mas você já está com escritório?!

— Ah sim. Estou evoluido de pouco em pouco.- fala em um tom empolgante

— Ata . Bom tenho uma novidade que tenho certeza que você vai gostar

— Conta conta !- ele se senta mais próximo de mim

— Ooo ...

—OOO??

—Yoongi

—Desembucha logo Jimin

— O Yoongi disse que gosta de você

— E o que?

— Ele gosta de você

— Você só pode estar de brincadeira

— Não estou não . Ontem na festa ele me contou

—  Quero detalhes - ele fala em um tom exigente mas engraçado

— Bom , ontem a noite dentro do salão de  festa estava abafado e eu resolvi sair para tomar um ar . Fiquei perto da fonte passando a mão na água . Estava tudo movimentando até que eu tinha visto ele vindo até mim . Ele perguntou o que eu estava fazendo e apenas respondi que estava tomando um ar . Já vou logo ao ponto. Eu perguntei a ele, um pouco envergonhado , se ele gostava de homems . Yoongi um pouco desajeitado falou que tem todas as mulheres a fazer de fazer sexo com ele

— Nossa me senti humilhado

— Não se sinta . O mesmo disse que se torna chato isso e não e muito chegado com isso  . Foi mais desajeitado ainda quando falou que quer alguém que queira sentimentos reais . Assim, ele sitou você mas não disse seu nome . Falou que quando você estava por aqui porque o Hoseok te contratou para cuidar dos pacientes ele começou a ter sentimentos , que gosta de seu sorriso . Isso logo me fez lembrar de você e eu perguntei a ele se era você mesmo . Ele disse que sim e eu , claro , fiquei surpreso .

— Eu-u ainda não estou acreditando-o

— Pode acreditar . Ele me pediu ajuda para poder se aproximar

—Então deve ser por isso que ele sempre me pediu para ir a sala dele ver como está sua disponibilidade para depois olhar sua pressão

— Agora que você percebeu isso ?- a garota fala meio sarcástica

— O que você sabe sobre isso ?

— Muita coisa - levanta do tapete dando um sorriso

—Pode me contar - Ele se aproxima da pequena

— Não

— Você vai

— Não vou

— Você vai sim - ele começa a correr atrás dela e fazer cócegas em sua barriga

— Jimin me salva !!- ela estende a mão

— Eu não - fico rindo da palhaçada de Taehyung e ela que chega até a chorar

— Eu conto , eu conto

— Tá bom

— Yoongi tem uma aura doce . O mesmo  tem bom sentimentos. Apesar dele ser um pouco carregado de rancor e tristeza - acontecimentos do passado - ele é um homem bom . Tem um coração enorme e quer dividi-lo com alguém . O que Park disse é verdade . De uma maneira mais simplificada , vamos se dizer que ele está preso em um cofre e não quer sair pois contém medo das consequências que estão por vim . Mas, alguém pode ajudar ele a decifrar o código para que o cofre  seja aberto . 

— Entendo

— Ele tem medo que esse alguém seja você , pois não quer machucar a ti . Então , o que posso dizer é que você se aproxime dele de pouco em pouco . Não tenho permissão nem liberdade para falar sobre o que aconteceu ou acontece na vida dele .

— Ah , claro - falou compreendido  — Mas farei o meu esforço - Ele se levanta pegando sua maleta  — Como farei isso ? Não sei , mas darei meu jeito

— Você pode ir na inauguração do restaurante de Jin hoje . Ele também estará presente .

—Ótimo ! Bom , terei que ir agora - olha em seu relógio —O pano  que passei vai te dar apoio  até que encontre a pomada e traga a tarde para você . Pelo que percebo está de saída

— Ah sim . Vou ajudar meu irmão

— Entendo . Tchau pequena - ele dá um abraço na mesma que retribui , despedindo de mim e logo fica ausente

—Ainda estou curiosa - faz em seu rosto uma expressão pensativa 

— Então terá que ficar curiosa - olho para ela que espicha língua e da as costas para mim

Vou até o quarto , pego um casaco escuro e meus pertences colocando-os no bolso da calça . Volto até a sala e pego também um boné que estava em cima da poltrona . Saio da casa me dirigindo até o elevador . Assim que o encontro aperto o botão direito e fico a espera . Observo algumas pessoas passam com papéis na mãos , outras com o celular e um café e assim muitas que vão para um lado e para o outro a fazeres. A porta se abre e encontro um homem virado de costas arrumando a gravata que me fez arrepiar todo o corpo . Abaixo mais o boné não dando muita visão de minha face , arrumando também o casaco . Entro no elevador e aperto o botão com certa força ao sentir que o mesmo virou e começou a ter um olhar repressivo sobre mim . Tento disfarçar e agir o mais normal o possível, mas é totalmente uma falha . Minhas costas se batem contra a parede sentindo a mãos fortes no meu ombro e meu boné e retirado fazendo ter a visão de Jungkook que morde um de seu lábios

— Bom Park Jimin , fique sabendo que mal começou . Eu te dei os avisos e informações mas você parece ser tão teimoso e orgulhoso  achando que simplesmente vai passar assim - tento escapar mas volto a ser preso sentindo agora seu corpo contra o meu —Tentar escapar e falha meu amor , aliás , já escapou . Não ache que ficará protegido por muito tempo até porque sei muito bem onde vai , foi , ou vai . Você é apenas meu - ele morde o lóbulo de minha orelha e desce para o pescoço dando chupões — Nesse jogo o criador sou  eu - sussurra quase rouco enquanto passa fortemente a mão em minha cintura

—Acontece que eu também sei jogar , e muito bem - dou empurrão nele que se bate e deito a correr pelo hall

Viro o rosto e por uma imagem que jurei não querer ter visto , percebo ele dando um sorriso de vingança e arrumando seu terno escuro . Dou uma sacudida no corpo e volto a andar até a saída

Jungkook on

Louco por ele é o que estou . Ter ele ao meu lado está sendo uma obsessão . Na verdade o que é isso ?

Obsessão

Apego exagerado a um sentimento ou a uma ideia desarrazoada.

Motivação irresistível para realizar um ato irracional; compulsão

Ver ele se virando contra mim me deixa mais do que louco . Louco de não poder tocar em seu rosto e saber que seus lábios rosados estarão aos meus , e que posso não ter mais isso . E nada pode me satisfazer do jeito que apenas ele saber fazer . Os gemidos de prazer no banho que faz todo meu corpo estremecer e os tapas na cama que faz minhas costas se arquearem de uma forma impressionante . Nenhum homem ou mulher consegue me ter como ele me tem quando estou perto de seu corpo .

Saio do elevador e vou até meu escritório . Entro no mesmo e vejo a secretária digitar algo no computador . Com certeza seria algo enviado por e-mail por algum empresário 

—Ah, ola senhor Jungkook

—Olá Woo . Tem alguma reunião marcada para hoje ?- vou até minha mesa pegando alguns papéis e colocando-os na maleta

— Não . Jung Hoseok apenas mandou avisar que a reunião dos administradores gerais será adiada para sexta-feira que vem .

—Está bem - fecho a mesma e vou até a porta - Caso alguém pergunte de mim apenas fale que tive que dar uma saída , hum?

— Sim senhor - a mesma amostra suas covinhas e volta para mesa a fazer suas obrigações .

Rápido , saio de fora do hall mas sou trombado com Hoseok  que me chama

— Jungkook ? Aonde vai ? - ele abre um sorriso a mim

— Irei precisar de sair por algumas horas , vai precisar de mim ?

— Ah não  . Espero você apenas para ir a inauguração do restaurante do SeokJin . Você tinha marcado presença

— Claro . Voltarei aqui em algumas horas hyung

— Está bom - fala sobretudo um pouco apressado —Até mais tarde

— Até - entro no carro e dou macha logo saindo e entrando nas ruas de Seul

Um pouco acelerado peço ao ajudante pessoal do carro   para ligar para Sehun

Alô Sehun ?

— Olha quem temos aqui senhor  Jung

—Tudo bem ?

—Ah claro e você chef? 

—Nao me chame de chef . Você é meu amigo a tempo - falo entre risos

— Eu trabalho para você . Como o chamaria ?

—Você me conhece muito bem para fazer essa pergunta 


— Então está bem . Última bolacha , porque me chamou ?

— Assim não vale . Esse apelido já não vai muito bem . Mas voltando , você  chegou onde queria . Vou precisar de sua ajuda

— Posso saber o motivo senhor Jungkook ?

— Vá até minha casa e saberá . E um assunto meio sério

— Você e seus mistérios . Estarei lá quando você chegar

- Certo

- Até logo - Desligo e volto a dirigir até parar em um sinal

Senti minha barriga roncar de fome , já que não tinha nem tomado café de manhã cedo . Corto o trajeto indo até um restaurante e rápido estaciono o carro e adentro no estabelecimento  . 

_Alguns minutos depois_

Depois de comer e tomar apenas um suco de limão gelado , volto ao carro e começo a dirigir novamente . 


—Voce não se contenta mesmo - a garota aparece no banco ao meu lado me fazendo assustar 

—Xoo garota do inferno- dou um suspiro tentando  recuperar o fôlego 

—Me respeita que não sou de lá não . Aliás , você está se arriscando de mais

—Aigo!! Você nem sabe o que estou passando

—Voce que pensa . Acha que eu não sei que não se contenta em ficar algumas horas sem tocar ao corpo de Park ... Não faço a mínima idéia . Que não tem ninguém que faça igual a ele - tenta me imitar só para fazer graça 

—Engraçado que adora ficar sabendo do que acontece né ?!- olho para ela que tem expressão de surpresa

—Se eu quisesse eu não estaria nem aqui dentro desse carro . Mas fazer o que se tenho a certeza que está com um pressentimento estranho e que também estou sentindo

Olho novamente para ela e fico um pouco meio sem palavras. Nem parei para pensar que ela sentia coisas . Ela e humana ? Não , não deve ser

E se você está achando que eu não consigo sentir as coisas está bem enganado . E não, está na cara que não sou um ser humano - ela sorri sarcasticamente 

Após percorrer algumas ruas e finalmente chegar próximo , já consigo ter a visão do automóvel de Sehun parado em frente ao portão . Deço do mesmo e vou até ele que faz o mesmo .

—Pelo visto cheguei primeiro

—Você sempre chega . Vem vamos entrar


Adentramos na casa , antes passando pelo jardim e Sehun que brinca com  alguns  cães . Sentamos na bancada e nos servimos com um copo de whisky gelado , virando todo o pequeno copo assim colocando mais um pouco

— O homem se calou ?

— Dei meu jeito . Foi até fácil

— Qual foi dessa vez ?

—Nada demais . Apenas apliquei por uma agulha um remédio para que ele dormisse e calasse a boca . Estava horrível ele gritando

—Nem quero imaginar . O posse de arma que iria vim para aqui foi cancelado ?

—Assim que você falou que era para cancelar eu rapidamente fui a agir. Ainda acho impressionante como você tem armas em casa e trabalha em uma empresa em que ajuda pessoas .

—Eu ajudo pessoas em que precisão de ajuda e apoio , agora aquelas que "pisam na bola" são tratadas do meu jeito . A maioria e ladrões e pessoas que são ordenadas a matar ou sequestrar alguém mais próximo de mim ou a minha pessoa . Você sabe disso

—E como sei -  se embebeda com  mais um pouco

—Agora o assunto principal . Vou precisar de você para que me acompanhe essa noite . Não estou tendo um boa sensação

—Apenas de mim ?

—Para as pessoas que vão desconfiarem , chame o Felix ,  Yuto, e o Baekhyun  . Eles são de confiança e são policiais . Pagarei a conta do jantar por vocês 

— Não não não !! Dessa vez eu pagarei , até porque quero ir . 

—Vai da sua decisão . Vou subir e ligar para eles e você pode pegar o que você ache preciso . 

Ele assente com a cabeça e sai . Vou até o quarto abrindo a porta e digitando o número . Felix atende , tendo uma conversa rápida e uma resposta breve : Estaremos  dispostos para essa noite 

Desligo o celular e vou até closet que se abre e dando visão de todas as fotos de Jimin . Suas curvas , olhos , abdômen e todo o corpo está dependurado em certo formato . Perto delas há algumas datas aleatórias de quando tirava fotos. Cada detalhe é estampado na parede branca . Sinto meu corpo começar a tremer de uma forma inevitável , lágrimas pelos rosto rolarem e minha cabeça girar . Vou até rumo a cama onde meus olhos ficam totalmente embaçados dando apenas visão de um vulto escuro e sentir meu corpo cair jogado contra a cama

O que está acontecendo ?


Notas Finais


Eita ... Como assim Jungkook ? Dormiu? E o que veremos
E o que vocês acham : E apenas uma garota com duas personalidades ou duas? Deixem nos comentários :)
Pantefletem pela pessoinha aqui e estarei totalmente agradecida pelo favorzão ♥♥
Espero que tenham gostado 💞


~Hobii☪


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...