História Louisa Parker (2 Temporada) - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Deadpool, Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Aranha, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton (Gavião Arqueiro), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Felicia Hardy (Gata Negra), Loki, May Parker, Natasha Romanoff, Nick Fury, Pantera Negra (T'Challa), Pepper Potts, Peter Parker (Homem-Aranha), Steve Rogers, Thor, Visão, Wade Willson (Deadpool)
Tags Drama, Heróis, Louisa Parker, Romance
Visualizações 168
Palavras 1.647
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Recadinho importante nas notas finais😉⚠️

Capítulo 18 - Passado?


Fanfic / Fanfiction Louisa Parker (2 Temporada) - Capítulo 18 - Passado?

 -Louisa POV 

 

Um ano atrás...

 

 _Tenho uma nítida visão do meu alvo... -Sussurrei com a mão no ponto do meu ouvido.

 _Ótimo... Conclua sua missão Louisa...

 “Que os jogos comecem...” -Pensei.

 Me levantei quase torcendo o pé com a droga daquele salto, estou usando um vestido vermelho tão curto que eu tenho certeza que se eu me abaixar da pra ver até meu útero, saltos pretos, batom vermelho e com meus longos cabelos castanhos soltos e ondulados, ando em direção ao meu alvo tentando não cair.

 _Uma cerveja por favor -Disse ao barmen.

 Pela minha visão periférica percebi que ele estava me olhando.

 _O que uma deusa como você faz em uma espelunca como essa? -Perguntou virando para mim com o braço apoiado no bar.

 _Ei! -Reclamou o barmen colocando a cerveja na minha frente.

 _Procurando por alguém... -Peguei a garrafa levando até a boca e a abrindo com os dentes.

 _Uau... Vejo que você tem uma ótima habilidade com a boca... Prazer, Wade Wilson.

 _Louisa... -Sussurrei pegando sua mão.

 _Que tal irmos para um lugar mais reservado Louisa? -Perguntou aproximando-se mais de mim.

 _Acho uma ótima ideia Wade...

 Fui andando na frente tendo certeza que ele estava olhando para a minha bunda naquele vestido apertado, fomos até um apartamento a algumas quadras dali.

 _Então Louisa... Quem você estava procurando? -Perguntou me colocando contra a parede de um jeito bem sexy.

 _Por você... -Sussurrei olhando em seus olhos e dando um sorriso sacana.

 Wade me puxou pela cintura e me beijou fortemente, assim que minhas mãos encostaram em sua nuca enrugada pude sentir o quanto ele me desejava naquele momento, suas mãos desceram para a minha bunda a apalpando, seus beijos quentes desceram para o meu pescoço fazendo um baixo gemido sair da minha garganta, senti sua mão passando por entre as minhas coxas.

 _Olha... Você é a primeira garota que eu saio que tem uma adaga na coxa. -Disse se afastando e me mostrando a adaga que estava na minha coxa. -Quem é você e o que você quer?

 _Louisa... E eu quero você! 

 Em um rápido movimento chutei seu peito fazendo ele cambalear para trás derrubando a adaga no chão, peguei a seringa com tranquilizantes que estava entre os meus seios e fui para cima dele, antes que eu pudesse me aproximar ele pegou uma arma que estava embaixo da mesa e apontou pra mim.

 _Quem te contratou? 

 _Eu trabalho pra Hydra.

 _Porra! Como me acharam? 

 _É fácil encontrar um abacate com pernas.

 _Originalidade passou longe hein!

 _Se vai atirar, atira logo! 

 _Seria machismo te matar ou seria machismo não te matar?! 

 _Espera... Só vou fazer uma coisa... -Enquanto ele apontava a arma pra mim me abaixei devagar e tirei aqueles saltos irritantes e as lentes de contato azuis que eu estava usando. -Bem melhor.

 _Os peito também são falsos? 

 _Não. -Disse rindo e pegando meus seios com as duas mãos. -Esses são de verdade, quer ver?

 _Quero... Não! Porra para de tentar me seduzir! -Ele ainda apontava aquela droga de arma pra mim.

 Revirei os olhos e usei meus poderes para jogar a arma pela janela deixando-o boquiaberto.

 _Chega. -Comecei a andar em sua direção.

 _Sai, não quero machucar você garota. -Disse enquanto dava alguns passos pra trás.

 _O que você fez pra Hydra querer tanto você? -Perguntei parando em sua frente.

 _Matei o cara que fez essa merda no meu rosto que por acaso trabalhava pra Hydra.

 Arranquei o ponto do meu ouvido e pisei para destruí-lo, Wade me olhava com cara de quem não estava entendendo absolutamente nada do que eu estava dizendo.

 _Olha, eu gosto da Hydra tanto quanto você, mas eu não tenho muita escolha... O que acha de nos ajudarmos?

 _Gostei da ideia... -Disse com um tom erótico colocando as mãos nos meus seios.

 _Se não tirar as mãos daí eu vou ser obrigada a corta-las.

 _Tudo bem... Só mais um pouquinho...

 _Temos um trato?

 _Sim...

 _Ótimo... -Em um rápido movimento peguei uma faca que estava em um coldre na minha coxa e cortei fora uma de suas mãos fazendo-o grunhir de dor.

 _Porra! Você tá louca?

 _Para de ser mulherzinha, eu sei que você se regenera... Além do mais eu avisei... -Me joguei no sofá enquanto ele pegava um pano para estancar o sangramento enquanto não se regenerava. 

 

Dias atuais...

 

 _Você?! 

 _Uau que recepção calorosa! -Só então me dei conta de que estava apenas de calcinha e uma camisa social aberta.

 _O que você quer Wade? -Perguntei revirando os olhos e abotoando apenas um botão na altura dos seios.

 _Espera... -Respirou fundo. -Esse cheiro é familiar... Você tava transando não tava? 

 _Cala a boca! -Fechei a porta para que ele não visse e nem acordasse o Bucky. -O que faz aqui? Tá me seguindo?

 _Eu te vi vindo pra cá e quis passar pra dizer um Oi... Quem sabe... -Wade colocou as mãos nos meus quadris e me puxou para mais perto dele. -Relembrar a última vez que nos vimos...

 _Foi bom não foi? -Me aproximei um pouco mais do rosto dele.

 _Poderia ser muito melhor...

 _Poderia... -Em um rápido movimento tirei sua mão do meu quadril, torci seu braço nas costas o imobilizando contra a parede. -O que você quer Wade?

 _Ei ei ei! Calma Louisa! 

 _Vou perguntar de novo... -Quebrei seu braço fazendo ele grunhir de dor. -O que você quer Wade?

 _Puta que pariu! O que você tem com a minha mão? 

 Revirei os olhos e soltei seu braço, em um movimento brusco Wade colocou ele no lugar.

 _Eu preciso da sua ajuda Lo. 

 _Agora é o Wade que eu conheço... Com o que?

 _Posso entrar? -Perguntou aprontando para a porta.

 _Não, desembucha.

 _Eu estou procurando um dos caras da Hydra e...

 _Ah pode parar por aí. Eu estou fugindo da Hydra.

 _De novo?

 _Pois é. -Respondi revirando os olhos. -Desculpe, mas não posso te ajudar com isso... O que você quer com esses caras de novo?

 _Eles sequestraram a Vanessa... 

 _Merda... Eu lamento Wade... 

 _Tudo bem, vou encontrá-la e acabar com a raça daquele filho da puta.

 _É assim que se fala! Agora boa noite.

 _Espera! -Ele segurou meu braço. -Você não quer dar uma volta? Podemos ir em uma lanchonete aqui perto...

 _Droga você sabe me convencer... Vou vestir uma roupa já volto. 

 Entrei e vesti uma das calças que eu havia comprado, peguei uma folha de papel e escrevi um bilhete para que o Bucky não ficasse preocupado se acordasse e eu não estivesse ali.

 _Vamos? -Perguntei saindo e fechando a porta atrás de mim.

 _Partiu gata. -Wade colocou o braço envolta do meu pescoço e seguimos até a lanchonete.

 Ambos pedimos um hambúrguer com fritas e refrigerante.

 _Você não faz ideia de quanto tempo fazia que eu não comia isso! -Disse levando uma batata até a boca.

 _Ah eu imagino... Como fugiu dessa vez?

 _Basicamente uma missão que falhou e eu aproveitei a oportunidade para fugir, mas em compensação estou fugindo da Hydra e da SHIELD agora.

 _Garota seu sobrenome é Problema! Certeza!

 _Não. -Disse rindo. -Aparentemente meu sobrenome é Parker.

 _Então descobriu quem são seus pais?

 _Sim, estou fugindo deles também, a Hydra não é conhecida por deixar pontas soltas sabe... Não quero que eles se machuque por minha causa... Como você com a Vanessa sabe.. -Percebi que sua feição mudou assim que toquei no nome dela. -Desculpe sei que deve estar mal por ela.

 _Nós meio que terminamos a alguns meses, mas os filhas da puta da Hydra não sabiam e sequestraram ela pra me atingir... Me sinto totalmente culpado..

 _Sei... -Wade pode ser durão, mas acaba tendo um coração de manteiga as vezes.

 _Bola no buraco! -Gritou do nada.

 _Que?

 _É disso que a gente precisa! O arcade ainda deve estar aberto... Vem! -Ele se levantou e me puxou em direção à saída.

 Não havia muitas pessoas lá, mas como sempre estava tudo iluminado com cores fortes e que piscavam sem parar. A primeira vez que estive nesse lugar foi com o Wade, ele sempre diz que é um dos lugares favoritos dele. Estamos jogando um jogo chamado “Bola no buraco”.

 _Por que não me impressiono de você ser bom nesse jogo? -Pergunto tomando um refrigerante enquanto observo ele arremessar uma bola, ele apenas me olhou com um olhar pervertido de sempre.

 _Sua vez! -Ele jogou a bola pra mim pegou meu copo.

 Arremessei a bola de costas que entrou perfeitamente no buraco.

 _Não vale usar os poderes! -Resmungou Wade.

 Me aproximei dele enquanto os tickets saiam da máquina, coloquei as mãos na mesa de hockey o fazendo se debruçar um pouco sobre ela, fiquei extremamente perto dele olhando em seus olhos.

 _Ninguém gosta de um mal perdedor Sr.Deadpool... -Sussurrei fazendo questão de deslizar cada sílaba pelo meus lábios.

 _Quente como sempre... -Disse bebendo um pouco de refri.

 _Você não faz ideia do quanto... -Peguei o copo de suas mãos e levei o canudo até a boca o sugando até sentir o gosto de refrigerante.

 _Porra... -Sussurrou Wade que a essa altura já estava com as mãos nos meus quadris, ele me puxou para perto dele fazendo nossas intimidades se eu encostarem. -Eu não moro longe daqui sabia... 

 _Chega de refri pra você. -Disse rindo me soltando de seus braços. -É melhor eu voltar agora, mas eu me diverti muito hoje.

 _Poderia se divertir mais ainda comigo...

 _Quem sabe outro dia. -Coloquei uma mão em seu ombro e depositei um beijo em seu rosto. -Nos vemos por aí Wade...

 Virei as costas e fui embora, podia sentir os olhos dele em cima de mim, mais precisamente em cima da minha bunda.

 _Você sempre vai olhar para a minha bunda quando eu ficar de costas? -Gritei sem olhar para ele.

 _É que é familiar! -Respondeu rindo, apenas mostrei o dedo do meio para ele.

 Joguei o resto de refrigerante em uma cesta de lixo e voltei para o quarto.


Notas Finais


Olá amores!
Aparentemente ninguém esperava ser o Wade na porta😬
Perguntinha, na verdade, votação!
Quem vocês querem como para romântico da Louisa:
( ) Bucky Barnes (Soldado Invernal)
( ) Wade Wilson (DeadPool)
( ) Thor Odin Son (Thor)
( ) Outro, Qual?

O voto de vocês é mto importante para a procedência da fic❤️
Bjão Nn esqueçam de dizer o que a acharam do nosso capítulo de hoje😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...