História Love? - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags 5 Seconds Of Summer, 5sos, Amizade, Luke Hemmings, Romance
Visualizações 134
Palavras 1.078
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse capitulo é curto porquê é um epilogo, ele se passa mais ou menos 10 anos depois do pedido de namoro de luke a Maya (que é o 'final' da historia). Espero que gostem ♥

Capítulo 30 - Trinta


Maya Carter 

 

Eu amo o meu trabalho, mas ficar longe de casa é a pior parte. Nesse fim de semana tive um evento muito importante em outra cidade, era de uma marca que eu sou embaixadora e não podia faltar. O evento foi incrível e eu me diverti bastante, mas estar chegando em casa é muito melhor. 

Assim que abri a porta ouvi vozes vindo da cozinha. Era dia de ação de graças então eu já sabia que ia encontrar a casa cheia com os meus amigos preparando o jantar. Essa já se tornou uma tradição desde que Luke e eu nos mudamos pra cá e é uma das minhas favoritas.  

Fechei a porta, deixei a minha bolsa na sala e fui até a cozinha 

— Olá pessoas – Falei chamando a atenção de todos. 

— Oi amor – Luke disse se levantando e vindo me dá um beijo.  

— Cadê as crianças? - Perguntei já sentindo saudade dos meus pequenos.  

— Estão lá fora com o Mike – Madison respondeu. 

— Porque deixaram as crianças com o Mike? 

— Ele tem que treinar né - Bel disse apontando pra sua barriga, ela estava gravida de 4 meses e eu não via a hora do meu sobrinho ou sobrinha nascer.  

— Ahh, sua barriga cresceu – Falei me aproximando dela e passando a mão na barriga. 

— Você só ficou fora por dois dias, minha barriga tá igual. 

— Mas o bom humor foi embora né? - Respondi indo até o Calum e o Ash dar um abraço neles – Vou ir ver os meus filhos e o meu afilhado porque estou morrendo de saudade – Falei indo na direção do jardim dos fundos. 

— Volta pra ajudar – Madison gritou e eu apenas ignorei.  

Quando cheguei no jardim Michael e as crianças estavam fazendo uma guerra com arminhas de água. Gabriel estava sentado no meio todo molhado rindo enquanto os dois maiores corriam atrás do Mike atirando água nele, meu cunhado tentava devolver os jatos de água, mas não estava sendo muito bem-sucedido e eu acabei rindo da cena. 

— Mamãe chegou – Julia disse assim que me viu e correu na minha direção. A nossa primogênita tem 4 anos e é a cara do Luke, os mesmos olhos azuis, mesmo cabelo loiro e mesmo amor por música, ainda não descobri nada que ela tenha puxado de mim.  

— Madrinha – Matheus gritou e também correu até mim. Ele tem 5 anos e é filho da Madison e do Calum. Quando eles se assumiram foi uma surpresa pra todo mundo, mas depois que a Madison explicou a parte que não sabíamos da história tudo fez muito sentido. Matheus veio depois de 2 anos de namoro e eles acabaram terminando pouco antes dele completar 3 anos. Levou um tempo, mas hoje em dia eles conseguem ter uma relação amigável.  

Me abaixei e eles me abraçaram, acabei me molhando bastante, mas não tinha problema.  

— Oi meus amores, senti saudade. 

— A gente também - Minha filha disse.  

Quando nos soltamos vi o Gabriel tentando correr na minha direção, mas o meu caçula tinha aprendido a andar a pouco tempo e caiu no chão. Michael o pegou no colo e trouxe até mim.  

— Oi meu neném, sentiu saudade da mamãe? - Falei pegando ele no colo. Ele balbuciou "mama" algumas vezes e eu o enchi de beijos.  

— Como foi a viagem cunhada?  

— Foi boa graças a Deus, e você? Treinando já? 

— É, daqui a pouco o meu tá correndo aqui junto com esses pirralhos. 

— Não vejo a hora de conhecer meu sobrinho ou sobrinha. 

— Eu também, queria pelo menos saber o sexo, mas sua irmã quer surpresa – Ele disse revirando os olhos e eu ri.  

Ficamos a tarde inteira no quintal junto com as crianças enquanto os outros preparavam o jantar.  

 

 

*** 

 

Estavam todos sentados na mesa enorme conversando e rindo enquanto comiam o jantar e eu comecei a pensar sobre o que eu era grata nesse dia de ações de graças, cheguei à conclusão que mesmo que os anos se passem eu sempre serei grata por ter aquelas pessoas ali na minha vida.  

Sou grata por Calum. Por ele ser um tio incrível para os meus filhos, um ótimo pai paro o meu afilhado e um amigo maravilhoso. Sou grata por ele nunca ter desistido da banda mesmo quando as coisas ficaram difíceis e por fazer os outros enxergarem que desistir não era uma opção.  

Sou grata pelo Ashton. Por ele ter se tornado o meu melhor amigo e por sempre me dá os conselhos que eu preciso ouvir. Por ser padrinho do meu filho e fazer um ótimo trabalho não só cuidando e amando ele, mas também a Julia.   

Sou grata pelo Michael. Por ser um marido maravilhoso pra minha irmã mais nova e se dedicar tanto a faze-la feliz. Por ser um amigo pra todos os momentos e a qualquer hora. Por cuidar e amar a minha filha como se fosse filha dele, mesmo sendo apenas o padrinho. 

Sou grata pela Bel. Por todos esses anos e todas as coisas que passamos juntas. Por muitas vezes  cuidar de mim como uma mãe, quando a nossa não estava ligando. Por ser minha amiga além de irmã. Por ser uma tia incrível para os meus filhos e uma madrinha maravilhosa pra Julia.  

Sou grata pela Madison. Por cada conselho, puxão de orelha, conversa, abraço. Por cada dia de todos esses anos de amizade e por nunca desistir de mim. Por ser a melhor amiga que eu poderia ter e por ser a melhor madrinha que um garotinho de um ano poderia ter. Por me deixar ser uma segunda mãe para o seu filho.  

Sou grata pelo Luke. Por sermos amigos desde criança. Por me beijar na festa de fim de verão muitos anos atrás. Por passa de meu melhor amigo ao grande amor da minha vida. Por todos esses anos juntos. Por todas as declarações de amor. Por todas as músicas escritas sobre nós dois. Por ter me dado as crianças mais maravilhosas do mundo. Por ser apenas ele.  

Sou grata pelos meus filhos, pelo meu afilhado e pelo meu sobrinho ou sobrinha que ainda vai nascer. Sou grata por ter escolhido essas pessoas sentadas na mesa pra serem a minha família e por nunca desistimos uns dos outros mesmo que o caminho não tenha sido dos mais fáceis.  

E por último, mas não menos importante, sou grata por você que acompanhou a minha história com o Luke até aqui, que sorriu, que se emocionou, que torceu e que gostou.  

Obrigada. 


Notas Finais


E chegou ao fim :(
Eu realmente espero muito que vocês tenham gostado. Obrigada todos que acompanharam até aqui, pelos favoritos e pelos comentários. Eu amo vocês ♥

Se você só acompanha essa fanfic minha, da uma olhada nas outras, eu vou amar te ver por lá também ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...