História Love academy - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente.

Espero que gostem do capítulo


Boa leitura

Capítulo 11 - Tarde de amor


Fanfic / Fanfiction Love academy - Capítulo 11 - Tarde de amor

~Lucy pov~


Eu acordei sentindo algo em cima do meu peito, e logo a minha cabeça doeu por eu não ter dormido em cima de algo macio, já que eu estava dormindo no tapete da sala.


Eu olhei para a coisa que esta fazendo meu peito pesar e vi o Sting, ele é tão fofinho dormindo, ai que vontade de apertar!


Eu olhei um pouco em volta com cuidado para não acordar o Sting, e eu vi cenas que eu precisava tirar fotos para zuar meus amigos depois. A Erza estava agarradinha com o Jellal, a Levy estava deitada com a cabeça em cima do peito de Gajeel, e o Natsu estava alternando uma caminha com a cabeça em cima da coxa do Gajeel e as pernas em cima das costas da Erza, Juvia estava litetalmente deitada em cima de Gray, enquando o mesmo a abraçava.


Eu soltava risadas baixas por causa das posições dos meus amigos, eu queria tanto ter uma câmera agora, tanto para fotografar meus amigos para zuar depois, e tanto para fotografar a fofura que está o Sting em cima do meu seio agora.


Mas não tinha jeito, eu presisava levatar para fazer café para esses doidos, e felizmente, o Sting não acordou quando eu me levantei.


Eu fui em direção a cozinha para preparar o café, por sorte eu tinha biscoitos, bolachas, bolo e pão aqui, não precisaria cozinhar nada além do café.


Eu estava colocando a água quente no coador quando eu senti um braço forte rodear a minha cintura, eu já sabia quem era pelo cheiro de mel que ezalava da pessoa.


- Sting, eu quase derrubo a água quente - falei dando um pequeno sermão nele


- Eu poderia me acustumar com isso sabia? - ele me apertou mais em si - Você fazendo café de manhã, ai eu chego e te abraço por trás  


- Gostaria de me acustumar com isso também - sorri - Só que a gente vai trocar o papel também, já que você sabe fazer panquecas incríveis 


- Eu sei, até na cozinha eu sou incrível - ele fala e eu reviro os olhos - Mas enfim, não quero me gabar né - ele solta uma risadinha - Os outros estão dormindo de uma forma engraçada lá na sala


- Eu vi, queria ter tirado foto, mas não sei cadê o meu celular - falei rindo lembrando da pocissão de cada um


- O Gajeel vai matar o Natsu - o Sting fala - O Natsu está babando em cima da coxa do Gajeel 


- Sério? - eu ri e me virei para abraçar o Sting quando terminei de colocar a água no café - Eu realmente preciso tirar uma foto disso


- Fica para depois - depois o Sting me pegou no colo e me beijou, ele me colocou na bancada da cozinha e foi passeando as suas mãos sobre o meu corpo me tirando suspiros.


Eu me separei do beijo do Sting pela falta de ar, depois eu retomei o beijo com mais ferocidade, eu estava prestes a tirar a camisa de Sting quando eu ouvi um grito vindo da sala


- QUE MERDA É ESSA, NATSU? - ouvimos o grito de Gajeel, provavelmente ele acordou todos da sala e do bairro com esse grito


- PRECISA GRITAR PORRA? - a voz do Natsu foi ouvida - VOCÊ ME ASSUSTOU


- Eu acho que o Gajeel viu a poça de baba que o Natsu fez nele - sussurrei para o Sting rindo dos gritos deles


- CALEM A BOCA OS DOIS - o grito da Erza causou tremor até em mim, imagina nos dois - NÃO PODE NEM MAIS DORMIR EM PAZ NESSA DESGRAÇA 


- Tarde de mais para tirar as fotos Blondie - ele sussurrou para mim me dando um beijo na bochecha - Agora vamos aparecer lá para ver o que esta acontecendo 


Nós fomos até a sala e vimos uma situação cômica, o Gajeel e o Natsu estavam sentados com galos na cabeça, a Erza estava dando sermões nos dois, Jellal estava com uma cara de "será que estou em alagoinha?", Levy estava com uma carranca estampada no rosto pelo jeito de ser acordada, Juvia estava grudada em cima do Gray como um carrapato, Gray tentava de todos os jeitos tirar Juvia de cima de si.


Eu e Sting soltamos uma risada atraindo a atenção de todos eles para nós.


- Então o casal acordou antes e não quis acordar a gente? - Natsu cruzou os braços 


- Vocês poderiam ter evitado toda essa cena - Gajeel bufou


- Não poderiamos - Sting falou soltando uma risada - o Natsu já tinha babado em você antes da gente acordar


- E vocês estavam tão fofos dormindo... - falei com uma cara de deboche - Queria até tirar uma foto


- Se você tirasse eu iria fazer você engolir aquela merda - a Erza me ameaçou


- Não está mais aqui quem falou - levantei a mão em rendição 


- Gente... me aju...ajudem - ouvimos a voz sufocada de Gray. Mas quando olhamos para ele tivemos uma explosão de risadas. A Juvia apertava Gray contra si como se ele fosse um ursinho de pelúcia 


- Juvia, larga o Gray, você não quer matar ele né? - a Erza falou e a Juvia soltou ele tão rápido quando o Naruto correndo atrás do Sasuke


- Juvia não quer matar o meu Gray-sama - Juvia fala com lágrimas nos olhos - Juvia não aguentaria ficar sem Gray-sama


- Iiii, alá Gelinho, depois dessa até eu ficava com ela - o Natsu falou o provocando


- Cala essa merda que você chama de boca, foguinho - Gray foi provocado com sucesso 


- Vocês vão brigar mesmo? - a Erza se intromete na briga - Querem levar um soco?


- Na-não, Erza-sama - falaram juntos tirando risadas minhas e do Sting


- E Você Gajeel, para que gritar daquele jeito? - a Levy falou com uma cara brava que só a deixava mais fofa - Eu quase fiquei surda


- Desculpa Levy, é que o Natsu é um idiota - ele falou com uma cara arrependida


- Isso todo mundo sabe - ela falou e cruzou os braços. Depois nós ouvimos um "ei" ofendido vindo do Natsu


- Ok, vamos parar de discussões e vamos tomar café - falei vendo a cara feliz de algums seres quando eu pronunciei "café" - Tá tudo lá na mesa


Antes de eu perceber os cornos esfomeados foram correndo para a cozinha, caramba, a comida não vai sair correndo.


- NÃO ACABEM COM TUDO - gritei da sala - EU E O STING AINDA QUEREMOS COMER


- VEM LOGO ENTÃO - ouvi o grito do Natsu, ele parecia estar com a boca cheia de comida


- Eles são sempre assim com comida? - Sting falou e olhou assustado para mim


- Todos nós somos - falei antes de sair correndo para a cozinha - EU ESPERO QUE AINDA TENHA PÃO E MATEIGA, SE NÃO VOCÊS MORREM


Logo eu cheguei na cozinha peguei uma xícara coloquei café e leite, peguei bolacha de maizena e coloquei na xícara junto a o que estava bebendo, depois eu peguei pão e mateiga e me sentei para comer. 


Cada um estava sentando comendo o que preferia, depois eles foram cada um para a sua casa, menos o Sting, ele ficou aqui mesmo.


Nós ficamos assistindo um filme de ação, tal qual não sabia o nome, já que a gente só colocou e ficou se beijando, pelo menos a gente não estava num cinema fazendo isso.


Mas depois os beijos foram evoluindo, foi passando para carícias em lugares bem íntimos, beijos em outras partes do corpo. Antes da gente perceber já estavamos sem roupa em cima do sofá.


O Sting me dava chupões em lugares que só ele poderia ver, e só a gente saberia que estava ali, em compensação, eu fazia o mesmo.


O Sting me botou que quatro no sofá, seria o meu primeiro sexo anal, então ele tomou bastante cuidado, no começo doeu bastante, mas depois eu só sentia o prazer de ter o Sting dentro de mim.


Ele fazia movimentos de vai e vem rápidos. Na sala só era ouvido os nossos gemidos e o shok do nosso corpo se batendo um no outro.


 Depois nós acabanos chegando no nosso ápice, nos deitamos agarrados no sofá, estavamos suando, é realmente incrível qualquer coisa que o Sting faz.


- Eu já disse que você fica linda suada desse jeito? - ele falou colocando um fio de meu cabelo atrás da orelha


- Não, mas eu posso me acustumar - soltei uma risadinha - Te amo meu loiro


- Te amo minha loira - ele deu um beijo na minha testa


Depois nós adormecemos no sofá mesmo, estavamos cansados da tarde de amor que tivemos.


Eu espero ficar sempre com o Sting, ele é incrível, e me faz me sentir incrível.






Notas Finais


Eai, gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...