1. Spirit Fanfics >
  2. Love Again - JohnTen (NCT) >
  3. Twenty nine

História Love Again - JohnTen (NCT) - Capítulo 30


Escrita por: Yellow_Bird

Notas do Autor


➜Volteii✨🤭

➜Me desculpem se tiver algum erro❗

➜Tenham uma boa leitura💗

Capítulo 30 - Twenty nine


Fanfic / Fanfiction Love Again - JohnTen (NCT) - Capítulo 30 - Twenty nine

NO BANHEIRO


- merda - olho para o moletom e em seguida para o espelho 


 A porta do banheiro é aberta e me deparo com Ten


- você não precisava vir me ajudar - falo ainda olhando para o espelho


- a Wendy continuou insistindo e a Irene gritou " VAI LOGO PRA MERDA DO BANHEIRO" - imita a garota 


- já que está aqui, pode pegar a minha calça na sala de teatro - olho para baixo - percebi agora que ainda estou com a saia


- ah ok - Ten saiu correndo 



Alguns minutos depois


- aqui - Ten entregou a calça para mim


- obrigado - peguei e quando estava prestes a tirar a saia Ten me interrompeu


- o que você tá fazendo? 


- tirando a saia - falo 


- na minha frente?


- sim - começo a rir - qual é, somos homens não tem nada de errado em se trocar um na frente do outro


- é sério que você está falando isso?


- Ten - falo o nome dele para o mesmo parar de fazer perguntas


Enquanto tirava a saia percebi que Ten estava com o rosto virado pro lado evitando qualquer tipo de contato visual e suas orelhas estavam um pouco vermelhas


- segura isso pra mim - entrego a saia pra ele


Começo a vestir a calça e em seguida tiro o moletom sujo


- pode olhar pra mim e segure esse também


- virei cabide? - pergunta


- acho que sim - respondo e Ten começa a sorrir


- você é um idiota - ele começa a rir 


- eu sei - limpo meu rosto - prontinho, muito obrigado por ser meu cabide pessoal 


Pego as roupas e saímos do banheiro


- pode voltar para a mesa, eu vou ir depois - falo e Ten saiu do meu lado 



SALA DE TEATRO


Estava colocando as roupas sujas na mochila 


- ah não!!!


- que susto caralho! - coloco as mãos sobre o peito e olho para a porta - Seulgi, quer me matar do coração?


- por que não me deixou te ver de saia? - perguntou e se aproximou de mim


- ninguém mandou você chegar tarde - fecho a minha mochila 


- eu fiquei tão ansiosa e no fim não vi nadinha 


- para de drama - saímos da sala


- da próxima vez me avisa poxa 


- eu vou - aperto levemente as bochechas dela - caso esteja procurando o pessoal, eles estão no refeitório


- você não vai ir pra lá?


- não, não agora


- te vejo depois então - saiu andando em direção ao refeitório 



ENFERMAGEM


- Suzy - chamo o nome dela e bato na porta


- oh! Johnny - a mesma apareceu depois de alguns segundos - o que quer?


- posso ficar um pouco aqui? - pergunto


- claro - sorriu e deixou eu passar para dentro - posso saber o motivo ?


- motivo do quê? - deito na cama que tem lá


- Johnny, você sabe muito bem do que estou falando - Suzy senta em uma cadeira


- eu só quero um pouco de paz


- estão te deixando estressado?


- desde do momento que passei pelos portões da universidade - suspiro - já discuti com o Jaehyun, tive que fazer a Irene parar de chorar, levei banho de suco e chorei contando sobre os meus sentimentos para o Ten


- seus sentimentos para o Ten? - me olha com um sorrisinho na cara - eu sabia que vocês dois tinham algo a mais


- não é isso doida - falo - Ten e eu somos apenas amigos


- se você diz, mas que seria um casal bonito seria


- Suzy, para ok - falo - depois disso tudo - respiro fundo - só quero ficar no meu canto em silêncio


- para a sua sorte - se levanta - tenho que comer alguma coisa se não vou desmaiar a qualquer momento, ou seja, pode ficar aqui até eu voltar


- por que não posso ficar por muito tempo?


- Johnny, para de agir como se estivesse em um colégio - Suzy se aproximou da porta - já já eu volto e você vai ter que ir


Ela saiu e fechou a porta, fiquei olhando para o teto 


- o que será que Hyunbin está planejando pra mim? - falo - do jeito que tratei ele e depois de ter espancado a cara dele, pode ter certeza que vai ser algo extremo 


Estava prestes a fechar os olhos, mas isso não aconteceu porque a porta foi aberta


- já voltou? - pergunto e quando viro a minha cabeça para o lado vejo o Ten


- Johnny? O que faz aqui? - perguntou se aproximando de mim


- eu só queria relaxar um pouco e você?


- estou procurando a Suzy, a Irene está morrendo de cólica - explicou


- ah, ela acabou de sair, mas não vai demorar muito pra voltar - falo - senta aí 


- mas você não queria relaxar? É melhor eu ir


- Ten, senta logo na cadeira - começo a rir e ele se sentou - você acredita que a Suzy acha que tem algo rolando entre a gente


- tipo um relacionamento? - pergunta 


- sim - continuo rindo - o que fez ela chegar nessa conclusão?


- acho que é por você ser generoso com todo mundo 


- não entendi - olho para ele confuso


- você sendo generoso, atencioso e amável iria fazer com que eu me apaixonasse por você 


- e tá funcionando? - pergunto provocando


- claro que não - responde rindo


- você não sente seu corpo ficando quente quando falo contigo?


- não


- você não sente borboletas no estômago quando olha pra mim??


- não, e se tivesse borboletas no meu estômago, eu provavelmente estaria morto - fala levantando uma das sobrancelhas


- e quando...- me levanto da cama e ando até o Ten - e quando eu encosto em seu corpo, você não sente arrepio? - toco levemente nos ombros dele


- Johnny, para


- e se eu ficar próximo de você - fico na frente de Ten e me inclino um pouco para baixo deixando nossos rostos bem próximos - o que você sente?


- Johnny, eu disse para parar - me empurra 


- ok, ok - sento na cama e olho para ele - suas orelhas estão vermelhas, que fofo - jogo uma almofada nele


- cala a boca - Ten pegou e jogou em mim


- só estou brincando - me deito novamente - eu sei que não tem nada rolando entre a gente


- e quero que continuamos assim - fala - eu fiz uma promessa de não me relacionar com ninguém agora


- fiz uma promessa parecida - falo - eu disse que iria focar na universidade e só depois em relacionamento


- parece que estamos indo bem - sorriu


- sim - sorri também


De repente a porta é aberta


- voltei e agora vá embora - Suzy fala


- você já foi mais delicada 


- Ten, nem te vi - Suzy começou a sorrir e olhou para mim 


- Suzy para de pensar nisso - falo


- Ten, precisa do quê? - perguntou olhando para ele


- preciso de alguma coisa para cólica, é para a Irene


- ah sim - começa a procurar algo nas prateleiras - aqui - entrega para o Ten


Fechei os meus olhos 


- Johnny, eu disse para você ir embora 


- tá, já estou indo - me levantei e Ten começou a rir - está rindo porque não é com você - aperto levemente uma das orelhas dele - até outro dia Suzy


- você já foi?


- meu Deus, da próxima vez coloca uma placa NÃO ENTRE AQUI JOHNNY - falo 


- Johnny - a mulher disse meu nome em um tom de ameaça


- ok, tchau 


Ten aproveitou para me fazer companhia até o refeitório e quando avisto nossos amigos percebo que Jaehyun estava com eles 


- voltamos - falo e todo mundo me olhou com desespero


- vou indo - Jaehyun se levantou do banco


- ei! - grito e ele olha pra mim - não estou te expulsando


- eu pensei que não queria falar comigo


- não quero, não agora - me sento ao lado da Wendy - mas não quero ser o motivo de fazer com que você se afaste deles - aponto para todo mundo - então, senta no banco mas não troque uma palavra comigo


Depois desse clima tenso, Taeyong perguntou sobre nossos planos pro futuro e começamos a conversar sobre o que vamos fazer quando terminarmos a universidade.




Notas Finais


➜ até o próximo capítulo💗 e se cuidem, bjs😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...