1. Spirit Fanfics >
  2. Love Again >
  3. Capitulo 27

História Love Again - Capítulo 27


Escrita por:


Notas do Autor


Olá pessoal, Me desculpa a demora
Travei para escrever esse Cap

Obrigada aos favoritos e comentários

GENTE ESSE CAP TEM PEGAÇÃO VIU, CENAS DE NUDES TAMBÉM

Boa Leitura

Capítulo 27 - Capitulo 27


Fanfic / Fanfiction Love Again - Capítulo 27 - Capitulo 27

Kagome

Depois de arrumar minhas coisas fui até Shippou ver se estava tudo em ordem, ele fez questão de me mostrar tudo de novo que se encontrava no quarto e estava muito animado com a nova família que teríamos.

- mamãe o senhor Sesshoumaru agora é meu papai? – perguntou curioso sentado em sua nova cama com um livro em mãos.

- hm, eu conversei com ele é sim. Sesshoumaru agora é seu pai meu amor. – disse tocando em seus cabelos.

- então posso chama-lo de pai? – perguntou e eu assenti. – agora somos uma família, tenho um pai e uma irmã mais velha. Estou tão feliz. – disse sorrindo.

- que bom, mas agora algumas coisas vão mudar. Você não poderá mais entrar no meu quarto como antes, deve bater e esperar uma resposta. Também deve seguir as regras que a Rin lhe falou e não bagunçar. Acha que pode fazer isso? – perguntei e ele me olhou.

- a senhora ainda vai contar histórias e me por para dormir? – perguntou eu sorrir.

- é claro meu amor. Eu pretendo continuar a ficar com meu filho e agora você vai ter de me dividir com Rin, mas o amor que sinto por cada um nunca vai mudar. – disse acariciando seus cabelos.

- então eu vou seguir todas as regras, não vou entrar no seu quarto sem bater. Vou ser um bom irmãozinho e filho. – disse com um sorrisão.

- é assim que se fala. – disse o abraçando, me afastei e o olhei. – já terminou de arrumar as suas coisas? – perguntei.

- Sim. Está tudo arrumado a Rin me ajudou. – respondeu.

- ótimo, agora então vamos almoçar que você deve estar morrendo de fome. – foi só eu terminar se falar que pude ouvir a barriga de meu filho roncar.

Demos as mãos e saímos do quarto, no caminho nos deparamos com Sesshoumaru e Rin que saiam do quarto dela.

- vamos almoçar? – perguntou Sesshoumaru, assentimos e juntos descemos para a cozinha, nos sentamos e alguns funcionários nos serviram.

- e a Kaede? Não a veja já tem um tempo. – perguntei vendo meu filho começar a comer educadamente.

- ela está de folga por uns dias, ela precisava fazer alguns exames e descansar um pouco. Ela volta na segunda. – disse Sesshoumaru antes de começar a comer. Fiz o mesmo.

Terminamos o nosso almoço e quis ajudar com a louça mais os funcionários se recusaram e Sesshoumaru insistiu para não o fazer. Suspirei, seguimos para os fundo da casa aonde o jardim ficava e as crianças forma brincar.

- eu gostaria de poder ajudar na casa. Gosto de cozinhar. – disse baixo. Senti Sesshoumaru me abraçar.

- você não precisa se preocupar com isso, você já trabalha na empresa e chega cansada. Tudo o que você precisa fazer depois do trabalho e ver nossos filhos e passar um tempo íntimo comigo. – disse me apertando ainda mais a seu corpo.

- você realmente está tentado a me ter em sua cama. – disse baixo e corada.

- você já vai dormir lá hoje, mas não posso negar meu desejo por você. – disse e senti seus lábios em contato a meu pescoço me deixando arrepiada. – você gosta disso? – perguntou enquanto continuava com as carícias.

- por que pergunta se sabe que meu corpo está reagindo? – perguntei de volta me deliciando com aquelas carícias.

- é bom saber que seu corpo reage a meu toque. – disse em meu ouvido, me afastei um pouco dele e segui até as crianças para aproveitar o dia. A noite logo se aproximou e depois do jantar e das crianças ficarem cansadas a ponto de irem dormir, as ajudei a se acomodar e depois segui para o quarto.

Estava silencioso e como Sesshoumaru estava no escritório resolvi tomar um banho, entrei no banheiro com minha roupa em mãos e assim que fechei a porta atrás de mim travei. Sesshoumaru estava tomando banho, podia ver claramente cada gota d’água passar pelo seu corpo gostoso, ele se virou para mim me fazendo arregalar com a bela visão de seu membro.

- Kagome. – disse baixo, o olhei inserta.

- me desculpe. Achei que estaria no escritório ainda. – disse me virando de costas.

Sesshoumaru

Enquanto Kagome colocava as crianças para dormir, aproveitei para tomar um banho. Agora que tenho Kagome aqui as coisas parece que vão melhorar pelo menos eu espero, liguei o chuveiro após retirar toda a roupa e entrei.

Peguei o sabonete e deslizei por meu corpo já retirando a espuma em seguida, lavei meus cabelos e já quase terminando o banho me viro e vejo Kagome me olhando atentamente, seus olhos estavam fixos em meu membro e seu rosto vermelho me faziam deseja-la tanto.

- Kagome. – disse baixo, ela me olhou inserta.

- me desculpe. Achei que estaria no escritório ainda. – disse se virando de costas.

Sai do boxer do chuveiro e mesmo molhando todo o chão me aproximei dela e a abracei por trás molhando sua roupa.

- por que não se junta a mim? – pergunto com a voz rouca.

- eu não sei. Eu... – sua voz parou quando beijei seu pescoço.

- só um banho para conhecermos o corpo um do outro, não precisamos ir para os finalmente. – disse em seu ouvido, ela tremia e não sabia se era de excitação ou outra coisa.

- que se dane. – disse antes de largar suas coisas que caíram no chão e se virar para mim tomando meus lábios. Correspondia seu beijo é a puxei para junto a mim, a ergui fazendo enlaçar suas pernas em minha cintura e a coloquei sobre a pia.

- posso? – perguntei segurando a barra de sua camisa. Ela assentiu e puxei a peça para cima podendo ver seus seios médios cobertos pelo sutiã branco. – posso ver mais? – perguntei malicioso e ela me empurrou para longe e desceu da pia, em seguida retirou sua calça ficando apenas de lingerie branca e seguiu para o boxer entrando em baixo da água do chuveiro. Aquela mulher era uma tentação.

- se quer ver mais vai ter de vir aqui. – disse ficando de costas, talvez para esconder seu rosto completamente vermelho.

Me juntei a ela e a puxei para junto de meu corpo, tomei seus lábios em um beijo ardente e aproveitei para abrir o fecho de seu sutiã, ela me permitiu retirar a peça sem parar o beijo. Aos poucos fomos nós separando e pude a ver.

- tão bela. – disse olhando fixamente para seus seios, minhas mãos foram para sua calcinha. – posso ve-la inteiramente nua? – perguntei a olhando nos olhos.

- Sim. – disse fechando os olhos, sorri com seu jeito é retirei sua calcinha e me ergui a vendo toda nua a minha frente.

- você é uma mulher linda. – disse e a puxei para um beijo, nossas intimidades se tocaram nos fazendo gemer. – o meu controle não é muito bom. – disse em seu ouvido. Ela sorriu e me puxou para outro beijo, a ergui novamente para que circula-se suas pernas em minha cintura e a coloquei contra a parede.

- ainda não é o momento para isso. – disse baixo, ela também está perdendo o controle.

- quero tanto tê-la. – disse sentindo o calor de sua intimidade.

- vamos parar... por aqui... – pediu parando o beijo. – você disse que iríamos conhecer um ao outro mais não iríamos fazer aquilo. – disse corada. – não temos nem proteção. – disse sem me olhar.

- não sei se conseguirei me controlar por muito tempo, mas vou parar. Mesmo que eu tenha de ficar e tomar uma ducha bem fria. – disse a soltando e ela olhou para meu membro ereto pulsando por ela. Kagome ergue os olhos vermelha.

- me desculpe. Eu só não quero cometer nenhuma loucura, se e que é possível isso. – disse mordendo os lábios enquanto olhava para meu corpo. Sorri, ela me desejava.

- termine seu banho, depois de uma ducha fria me juntarem a você na cama. – disse e ela assentiu ficando de costas para mim é tomando seu banho, mas antes de terminar ela coloca no frio tomando uma ducha gelada, talvez para se acalmar também.


Notas Finais


Espero que tenham gostado

Kiseu😘😘😍😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...