1. Spirit Fanfics >
  2. Love Again >
  3. Reconquistar

História Love Again - Capítulo 13


Escrita por:


Capítulo 13 - Reconquistar


Fanfic / Fanfiction Love Again - Capítulo 13 - Reconquistar

I'm sorry for the time it's taking But I'ma make it worth the waiting And all this wrong love that I learned from Was just practice for the right one / Me desculpe pelo tempo que está demorando Mas vou fazer valer a espera E todo esse amor errado que eu aprendi Foi apenas prática para o caminho certo
 

Enganado, fracassado, o pior homem que existe. É assim que eu me sinto desde que todas as palavras da Anne me atingiram com força, me fazendo repensar todas as minhas atitudes até agora. Ela tem razão em exigir que eu prove meu amor por ela, eu so fiz coisas ruins. Quando estávamos juntos no passado eu deixei ela sozinha incontáveis vezes, ela chorou por minha causa incontáveis vezes e, depois de todo sofrimento que eu causei, a abandonei com uma desculpa esfarrapada, quando na verdade tudo que eu queria na era dizer o quanto eu a amava e queria jogar tudo pro alto e viver esse amor. Eu não devia deixar me influenciar por outras pessoas, mas foi exatamente o que eu fiz diversas vezes e por causa disso perdi coisas maravilhosas.
Nunca fui muito bom no quesito romance, mas se eu quiser ter a Anne de volta, vou ter que melhorar e me esforçar. Preciso de um plano. Ela sempre gostou de coisas simples, mas que tenham significado. Dar presentes pode dar a impressão de que eu quero de alguma forma comprar o amor dela. Acho que posso começar com o básico. Vou me aproximar, mostrar que me importo e que me preocupo com ela, apenas como amigo e aos poucos vou chegar onde quero.

Após algumas horas planejando notei que já havia amanhecido, mais uma noite em claro.
Levantei e me dirigi ao banheiro. Parei em frente ao espelho e notei algumas bolsas embaixo dos olhos, resultado de algumas noites mal dormidas. 
Me despi e segui para o chuveiro. Fechei os olhos e foquei na sensação de relaxamento que a água morna escorrendo pelos meus músculos proporciona. Momentos com a Anne no chuveiro começam a passar pela minha mente. Sempre que tomávamos banho juntos as coisas ficavam quentes. Ela adorava me provocar com toques e beijos pelo meu corpo e eu nunca fiz questão de me controlar. Desviei os meus pensamentos das lembranças ao sentir um calor familiar crescendo entre minhas pernas. 
Depois de terminar meu banho segui para a sala onde o Kal estava estirado no tapete.

-Oi garotão -me baixei a acariciei suas costas - vamos dar uma volta? - ele levantou rápido e correu na direção da porta o que me fez dar um riso fraco e pegar sua coleira.

Durante o passeio com o Kal eu percebi que o primeiro passo pra fazer as coisas darem certo com a Anne é demitir a Jane. Ela acompanhou minha carreira nos últimos anos e me ajudou muito, mas não posso mais ter perto de mim uma pessoa que fez o que ela fez.
Depois de almoçar fui até a casa dela. Algumas batidas na porta e ela atendeu com uma expressão de surpresa

- Henry? Nós não temos nada marcado hoje. Tá tudo bem?
- Eu quero conversar com você, é importante.
- Tudo bem. Entra - deixou a porta aberta, eu entrei e a segui até a sala onde ela se sentou
- Eu vou direto ao ponto…
- Não quer sentar? -me interrompeu e eu apenas neguei respirando fundo, criando coragem pro que eu preciso fazer.
- Jane, durante muitos anos você foi uma amiga e minha assistente pessoal. Mas depois de algumas descobertas que eu fiz… eu estou dispensando você. -a expressão dela mudou de calma pra furiosa e ela deu um pulo do sofá 
- Você tá me demitindo? Você só pode estar maluco Cavill!
- Eu não posso ter uma pessoa que não apoia minhas decisões da vida pessoal trabalhando comigo.
- Foi aquela garota, não foi? Ela tá enchendo sua cabeça com mentiras e fez você vir aqui dizer essas besteiras. Você precisa de mim. Sua carreira precisa de mim.
- Não. Você me ajudou, sim. Mas agora eu vou procurar outra assistente. Eu sinto muito que as coisas sejam assim, mas é o melhor pra todo mundo?
- E você vai fazer o que? Deixar sua carreira de lado e ir viver com aquela garota? -riu debochada e eu revirei os olhos - Você ta cometendo um erro. Não vai conseguir mais nenhum papel e vai desaparecer pra sempre da mídia porque tudo o que você conseguiu até hoje é graças a mim!
- A única maluca aqui é você Jane. Já chega. Você está fora da minha equipe e nós não temos nada pra conversar - dei as costas e fui saindo
- Você vai se arrepender muito disso Cavill -ignorei o comentário e sai dali.

Entrei no meu carro e respirei fundo algumas vezes tentando organizar meus pensamentos. Eu vou encontrar uma assistente melhor, mas depois vou me preocupar com isso. Dei uma olhada no relógio e notei que faltam alguns minutos pra Anne sair do trabalho. Sem pensar duas vezes me dirigi pra lá. 
Fiquei alguns minutos no carro tentando pensar no que dizer até que a vi sair. Ela estava linda, como sempre. Usando um vestido rosado que fica lindo na pele dela, os cabelos presos em um rabo de cavalo, destacando os traços do rosto dela, sorrindo. Como eu amo vê-la feliz.
Quando eu saí do carro notei que ela estava segurando um pequeno buquê de girassóis, a flor favorita dela, e saindo logo atrás, o antigo caso, se é que posso dizer assim. Peter. Senti meu sangue ferver ao ver os dois, conversando animados como se não houvesse mais ninguém ao redor. Caminhei na direção dos dois, determinado e eles só me notaram chegar quando eu falei.

- Oi Anne - notei que ela ficou tensa e virou devagar na minha direção, me olhando confusa
- Cavill? - o Peter se aproximou mais dela, enquanto me encarava sério 
- Desculpa aparecer sem avisar. Estou interrompendo? 
- Não, a gente só ta conversando. Você quer alguma coisa?
- Eu me lembro que você comentou que seu carro ta no conserto, achei que ia precisar de carona.
- Você ta com problemas no carro? - o Peter desviou o olhar de mim para ela
- Sim, o carro não queria pegar, começou a sair fumaça.
- Eu te levo pra casa então.
- Eu vim aqui pra isso Peter, pode deixar que eu levo ela
- Garanto que ela vai preferir que eu leve do que você, o babaca que só faz besteira
- Como é? - me aproximei dele - Você se acha melhor do que eu?
- No quesito não magoar ela eu garanto que sou muito melhor. Posso não ter todos esses músculos aí, mas pelo menos eu me preocupo com os sentimentos dela.
- Meninos, chega. Eu não quero carona de nenhum dos dois. Eu posso pegar um táxi ou um uber, tanto faz. Agora parem de agir como crianças. Peter, obrigada pelas flores, nos vemos amanhã. E Henry - ela me olhou - obrigada pela gentileza. Agora se me dão licença, tenho que ir - fiquei observando enquanto ela se distanciava 
- Você tinha que aparecer e estragar tudo não é Cavill? -voltei minha atenção pro Peter, sem muita paciência pra essa discussão. 
- Eu vou lutar por ela, não importa o que você diga ou o que faça. Eu não vou desistir, não vou abrir mão dela de novo. Se eu fosse você, desistiria enquanto ainda é cedo, depois vai ficar feio pra você.
- Vamos ver quanto tempo isso vai durar. Dou alguns dias pra você fazer outra besteira e perder ela de vez - dei um sorriso cínico e saiu.

Como se as coisas já não estivessem ótimas, agora tem esse cara querendo tirar a Anne de mim? 
Se eu correr ainda posso encontrar ela pelo caminho. Fui às pressas pro carro e comecei a procurar por ela nas ruas próximas. Avistei ela parada próxima a um farol, mexendo no celular. Aproximei o carro, parei na frente dela e abaixei o vidro, o que fez ela olhar e quando me viu ela suspirou

- Henry, eu disse que eu não…
- Eu sei - a interrompi - mas eu não podia deixar você pegar um táxi sabendo que sua casa fica no caminho pra minha. É só uma carona Anne - ela ficou me olhando por longos segundos e respirou fundo.
- Certo, você venceu. Mas não se acostuma - sorri quando ela entrou no carro
- Eu tenho uma novidade pra você - falei após alguns minutos de silêncio 
- Deixa eu adivinhar, você vai viajar pra algum lugar e nunca mais voltar?
- Não... Eu… demiti a Jane - olhei pra ela de canto e notei que ela ficou surpresa
- O que? É sério?
- Sim. Você abriu meus olhos pras coisas que ela fez e eu não quero ninguém controlando minha vida. Não podia deixar ela me atrapalhar mais.
- Não sei se é errado eu dizer um até que enfim, mas foi uma boa decisão 
- Eu sei. Agora as coisas vão começar a mudar pra mim. Eu não falei pra ninguém mas eu consegui o papel de Sherlock no filme da Enola Holmes e tô pra fazer um teste pra uma série da netflix e se tudo der certo, minha carreira vai se manter no auge.
- Isso é muito bom. Fico feliz por você, de verdade. Você merece isso.
- Obrigado - olhei rapidamente pra ela e sorri - seu apoio é importante pra mim - ela sorriu tímida e desviou o olhar pra fora.

Seguimos o restante do percurso em silêncio e poucos minutos depois já estávamos na frente do prédio dela.

- Está entregue - me virei pra ela
- Obrigada pela carona - ela se aproximou um pouco receosa e beijou minha bochecha. Eu fechei os olhos, aproveitando o contato suave. 
- Quer jantar comigo na sexta?
- O que você disse? - suspirei frustrado quando ela se afastou
- Jantar Anne. Quero jantar com você. Eu quero estar mais presente, quero fazer parte da sua vida. Quero ouvir sobre seu dia. Escutar suas histórias, cuidar de você é te amar. Eu vou lutar por você e pelo seu amor. - segurei a mão dela - vamos jantar na sexta.
- E-eu… já tenho um jantar marcado pra sexta - minha respiração ficou acelerada e eu olhei pra fora
- Com o Peter?
- Sim… ele me convidou hoje mais cedo
- Ótimo - bufei revirando os olhos - o que ele quer com você?
- O mesmo que você. Mas vou dizer o mesmo que disse pra ele, vamos jantar como amigos. Ele é meu amigo e… você também. Nada de segundas intenções.
- Tudo bem… então sai comigo no sábado? A gente pode fazer um programa legal - olhei pra ela esperançoso 
- Claro - sorriu e eu também - depois nos falamos. Obrigada de novo - piscou e saiu do carro. Fiquei olhando até ela entrar no prédio e sorri satisfeito.

Eu sei que vai ser uma conquista difícil especialmente por causa do Peter, que se acha melhor que eu. Mas por ela, vale a pena. Eu vou até o fim do mundo pra ter essa mulher



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...