1. Spirit Fanfics >
  2. Love Akatsuki (Parte II ) >
  3. Capítulo 10: Final

História Love Akatsuki (Parte II ) - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


O último finalmente termino esta Fanfic e seus livros. Até no finalzinho para as despedidas.

Tenha uma boa leitura!

Capítulo 10 - Capítulo 10: Final


Pain correu na velocidade da luz, pegando uma táxi, ligou para Itachi ir correndo para a residência da azulada, e conseguiu chegar na mansão mas nao conseguiu salvar Konan.

Ela estava jogada no meio da sala com um ferimento na cabeça e sangue havia em sua volta. Pain desesperado tomou ela nos braços e em prantos, checou o batimentos dela.

Era zero.

Estava ainda quente, mas sem sinais vitais de vida.

Pain mordeu o lábio inferior tão forte que escorreu sangue deles. Agora ele sentia raiva e ódio.

Utakata apareceu com um taco de baseball em mãos pronto para atacar sua presa.

— Você nao fez isso.

Falou Pain, colocando sua amada no chão, para Utakata que ria sem parar.

— Pois é amor, é assim que funciona as coisas comigo, eu sou um sociopata se ninguem percebeu. Saio mais cedo de casa na sexta-feira para torturar meus clientes estúpidos, e agora minha esposa ja era. E depois será você, por nao aceitar meu pedido de amor.

Riu mais forte e Pain também. O moreno parou assustado.

O ruivo sorrindo cruzou os braços e sorriu.

— Do que esta rindo, estúpido? — Perguntou o moreno confuso.

— Você mexeu com o cara errado Utakata.

Disse tirando das mãos um canivete. Pain ja sabia de Utakata, não era novo, percebeu assim o moreno que saiu do apartamento dele.

Antigamente Pain era um assassino a sangue frio, ele entende como Utakata é. Mas isso não o tornou um sociopata. Era diferente.

Ele estava um pouco nervoso mas ficou mais ainda, por ver que Utakata tirou uma peixeira detrás de si e começou o atacar.

— Por que matou ela, Utakata? Ela era sua esposa!

Gritou Pain se desviando e em um golpe certeiro feriu o rosto do outro.

— Você é bom, o que foi no passado? Um assassino? Hahahahaha, Konan não é nada para mim, eu fingi este tempo todo a ama-la, eu conheço você Pain, ou melhor Yakiko, desde o tempo que tú matou meu pai Orochimaru. E amei sua forma nada sádica e cruel, foi onde me apaixonei. Casei com Konan e fingi ama-la para aproximar de você, mas enlouqueci assim que o vi novamente aqui em Paris.

Rápido e esperto, apertou Pain contra uma parece e feriu o ombro, o ruivo gritou de dor, pois a faca larga aprofundou a carne, escorrendo um líquido vermelho em seguida.

— Isso não vai ficar assim. Eu nunca te perdoarei pelo que você fez com a Konan!

Disse Pain, jogando a canivete no estômago do moreno, que retirou rindo, aquilo era cosquinhas para ele. Então Pain cheio de coragem, retirou a faca e continuou a lutar com o moreno.

Feriu e foi ferido muitas vezes, no final conseguiu socar a cara do outro e o desmaiou.

Com dificuldade arrastou-se até Konan e sentou-se encostando a cabeça na parede.

Pegou a cabeça da azulada e pôs no seu colo.

Tossiu e saiu sangue da sua boca. Ele estava no fim, sentindo-se fraco, mas o que importava para ele era que a mulher da sua vida estava ali, se fosse para eles morrerem seriam juntos.

Respirou e sentou o corpo em agonia, doendo e uma lágrima escorreu dos olhos, e mais uma e depois outras.

Apagou.

Acordou com uma luz na sua cara, tudo estava branco  e saltou derrepente da cama.

Viu todos ali, menos quem ele queria ver de verdade. Queria saber se ela ainda estava viva. Ela foi vitima pela segunda vez, e ele a salvou pela segunda vez também.

Fechou os olhos e todos faziam perguntas de como aquilo havia acontecido, no final o médico expulsou todo mundo e deu alta para ele, o mesmo estava bem, fazia cinco dias que estava ali desacordado, havia entrado em um coma, mas se recuperou fácil.

Assim que saiu do hospital, havia varias câmeras e repórteres curiosos, no final ele foi guardado e voltou para o hotel.

Ele nao esperava.

Assim que abriu a porta se deparou com Konan sentada na beirada da cama. Engoliu o seco.

— O-oque está fazendo aqui?

Disse piscando mais de uma vez para se assegurar que ela nao era um fantasma.

Ela sorriu gentilmente e corou.

— Eu vim me despedir, você vai para Londres amanhã de manhã.

Ele sorriu e se aproximou, sentiu o perfume doce de lavanda que ela exalava, queria se aproximar mais e toma-la para si.

— Sim, verdade, ja pode ir embora.

Disse em tom brincalhão, o que surpreendeu a azulada. Ele sorriu e analisou ela, estava ferida, mas era so um arranhão nos joelhos.

— Você está bem? — Disse aproximando mais e tocando a ferida. — Tem que colocar um gase aqui com algodão molhado no álcool, se nao inflama. — Ela mordeu o lábio inferior por causa dor, e levou as mãos no rosto de Pain o puxando para si. — O que está fazendo Kona..

Foi interrompido com um beijo que ela estava querendo dar nele desde o começo. O mesmo correspondeu o sentimento.

Se beijaram com saudades e paixão, mãos bobas deslizavam sobre os corpos, ate que Pain parou.

Ela o olhou suplicante e ele piscou e saiu de cima dela.

— O que foi Pain?

Disse ela frustada.

— Nada, Konan.

— Me fala agora! — Disse alterada, claro e com razão, quem beija naquele nível e depois abandona o barco desse jeito.

— É que nao podemos!

— E por que? — Ela disse caminhado até ele e tocou o peito do rapaz. — Você quer isso, eu sei, e estou pronta para recebê-lo.

Ele suspirou frustado. E verdade era que Konan nao sabia que ele devia desculpas para ela, a ida dele na Grécia era sobre isso, pedido de desculpas, mas ela sequer sabia que ele estivera lá.

— Eu sei, mas... preciso te contar uma coisa... — Disse tirando as mãos dela do seu peito. — A quase cinco anos atrás, eu era um idiota, te fiz sofrer e...Te magoei muito, eu peço perdão, nao quero mais te fazer isso, nao quero que você sofra por minha causa, Eu  Te Amo , mas nao podemos, ja foi o suficiente...

Ela pôs o dedo indicador nos lábios dele.

— Shiiiiii, fique quieto meu bem, eu ja sofri a minha dor, agora podemos ser felizes, você mudou, na vida temos que tentar se isso for para nós mesmos, como eu te amo e você me ama, somos feitos um para o outro, se eu me casar com outra pessoa que nao seja você estarei perdida, e agora que estamos livres, temos que aproveitar.

Ela largou o rapaz ali fascinado com ela e sorriu inteiramente.

Andou de.costas até a cama e tirou o tênis, abaixou a camisola deixando a mostra seus seios delineados e sua cintura moldurada.

— Me possua... — Disse sussurrando e sentou-se na cama na espera do amado. — Vem Pain.

Ele sentiu o arrepio tomar conta do corpo, se sentiu quente, ela estava mexendo com ele, como sempre, mas agora era real e ele ia fazer isso.

Aproximou e a tomou, a tocou com a lingua e explorou com as mãos, fez dela somente sua.

Quando teminaram estavam ofegantes, e Pain deitou-se ao lado dela, que envolveu-se nos braços dele. Nao era a primeira vez que faziam amor, mas era a primeira vez  sabiam do sentimento do outro, era a primeira vez que Konan estava em braços do amado. Demorou mas valeu a pena.

Utakata foi preso e Itachi foi testemunha, deu tudo certo.

Hidan e Kakuzo casaram depois de uns cinco meses daquele ano novo e Deidara e Sasori tiveram a felicidade de contemplar a pequena Ukata falar papai, erma muito felizes.

Kaguya e Zetsu deram a notícia que iam se casar no final do ano,  Itachi e Kisame conseguiram viajar para mais de vinte países graças as empresas, eles lucraram, Obito e Rin com Rine são felizes, um conto de fadas com alguns errinhos, pois nada é perfeito, mas é isso que torna este conto.de fadas mais perfeito de todos, pois ele é a realidade.

Konan se casou dentre alguns meses com Pain e um ano depois tiveram um filho, colocaram o nome de Nagato, em homenagem ao amigo falecido.

No final tudo deu bem, e as coisas sao assim, no momento parece estar errado, mas tem que tentar, nao pode desistir pois então você pode desistir de um sonho, ou da sua felicidade.

Tente. TENTE. Tente.


Nunca DESISTA. ISSO é o IMPORTANTE.


Notas Finais


Terminouuu! Finalmente né, todas as dúvidas aqui se encerram! Agora eu vou terminar de escrever um Sasusaku e depois um do pessoal de Konoha! Espero que gostaram! Beijoss 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...