1. Spirit Fanfics >
  2. Love Alarm- Jeon Jungkook >
  3. Coração brilhante

História Love Alarm- Jeon Jungkook - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Oii, espero que gostem💜

Boa leitura!!

Capítulo 2 - Coração brilhante


Fanfic / Fanfiction Love Alarm- Jeon Jungkook - Capítulo 2 - Coração brilhante

Dia a noite a manhã, fique comigo no momento

Eu deixaria você saber, por que você não diz isso?

Nem percebeu, nenhum soco sobrou para rolar com

Você tem que me manter focado; você quer isso? Então diz

Dia a noite a manhã, fique comigo no momento

Eu deixaria você saber, por que você não diz isso?

Nem percebeu, nenhum soco sobrou para rolar com

Você tem que me manter focado; você quer isso? Então diz


 

A cada metro quadrado nas ruas era possível ver adolescentes com seus celulares nas mãos totalmente ansiosos. Afinal o love alarm acabou de ser lançado e todo mundo queria saber quem nutria sentimentos amorosos por você. Seria arriscado demais eu baixar o aplicativo, fazer o aparelho de Jeongguk tocar arruinaria tudo o que fiz para esconder essa paixão nos últimos anos. Por isso decidi apenas observar quais seriam os novos casais da escola.

—____! —Chae veio em minha direção com seu celular na mão. Até ela caiu nessa aplicativo? —Isso é muito legal, você tem ideia de que já temos três novos casais na nossa sala só com esse aplicativo. —Apenas sorri de lado e a vi ficar curiosa. —Vamos ligue o seu Love Alarm! —Apontou para o meu telefone que estava em minhas mãos e eu apenas Neguei. 

—Você sabe que eu não vou baixar isso… não quero fazer o Love Alarm dele tocar, e também prefiro que o meu não toque. Gosto de estar apaixonada platonicamente e se alguém fizer o meu aplicativo tocar, meus sentimentos ficaram bagunçados. —Ela revirou os olhos bufando. 

—Quando você estiver sozinha, ao menos tente. —Passou as suas mãos em meus ombros em forma de conselho. —Agora vamos para sala! 

Segurou em minhas mãos e seguimos até a classe de história, a primeira aula de hoje. Assim que entramos vimos Taehyung guardando nosso lugar, aliás eu ainda não falei sobre ele. 

Kim Taehyung foi meu primeiro amor colegial. Muito antes de conhecer Jeongguk eu já era apaixonada por Kim, que nunca soube e nem saberá de meus sentimentos amorosos. Hoje eu não sinto mais nada por ele, porém seria estranho se eu contar. Prefiro deixar nossa relação extremamente amigável do que desconfortável. 

—Olá Taehyung! —Chaeyoung disse de forma alegre e fez um high—five com o garoto. —Você já sabe do novo aplicativo… Love Alarm? —Ela levantou uma de suas sobrancelhas.

—Todos sabemos Chae. —Deu uma risada discreta. —Vocês baixaram? —Indagou de forma curiosa. 

—Bom, eu prefiro não baixar. Acho esse aplicativo muita forçação de barra. E além do mais não procuro ninguém por agora. —Ditei confiante e eles fingiram acreditar. A verdade é que eu queria fazer o Love Alarm de Jeon tocar, mas isso seria desconfortável para nós.

—Eu também preferi não baixar. Sabe, estou conformado com meus status amoroso, e não sei se sou capaz de namorar agora. Já vamos entrar para a faculdade! —Ditou confirmando. —Estou feliz do jeito que estou. —Piscou fofo.

—Ah vocês dois viu? Gente isso daqui —apontou para o celular— É super revolucionário. Tem o poder de tocar quando alguém que gosta de você passa perto. Vocês não gostaram? Podem falar… —Ditou com uma voz desanimada. 

—Claro que não Chaeyoung, o aplicativo é super diferente e jovial. Mas porque você liga tanto para a nossa opinião, sabe nós nem faremos diferença tendo ou não. —Falei dando de ombros. 

—Diga por você ____. Com certeza se eu baixar irá chover de notificações. —Ditou Taehyung convencido. 

Ficamos conversando distraídos e rindo de coisas bobas, até que uma pessoa passou pela porta da sala e meu coração disparou. Era Jungkook, meus olhos ficaram arregalados e minha respiração ficou completamente desregulada. Assim que o mesmo me viu, sua expressão se fechou completamente fazendo com que eu sentisse mais uma pontada em meu coração. Ele passou reto com seus olhos queimando sobre mim, não julgo pois compreendo sua raiva com minha pessoa. 

 

—O que significa isso? —Gguk olhou para mim furioso. ——Quem você pensa que é ___! Que droga, você parece uma criança que não tem maturidade para entender uma simples brincadeira. —Bufou e eu continuei parada, praticamente intacta e assustada. 

——Eu não gostei, tenho direito de me expressar seu idiota! —Senti lágrimas escorrerem pelo meu rosto. ——Para mim já deu tudo isso. —Peguei a minha bolsa e levantei—me vendo ele todo sujo de sorvete. ——Eu quero que você se lasque. 

Saí correndo da sorveteria com meu coração agitado, não sabia muito bem o que tinha acabado de fazer, mas enfim, eu fiz. 

 

Desci para o pátio para enfim sairmos um pouco daquela aula chata de matemática. Todo mundo estava com seus celular nas mãos esperando o mesmo apitar, todo mundo estava desesperado para ouvir o mesmo apitar, nem que seja por engano ou alguns segundos. 

—Olhe só está tocando! —Ouvi gritos histéricos provenientes do centro do pátio, quando olhei era Olívia e um pouco mais a sua frente estava Jeon com seu celular na mão e um sorriso enorme em seu rosto.

Todos começaram a olhar para a garota de cabelos compridos e loiros, ela era tão perfeita. Sua pele não tinha uma marca sequer de acne e ela era tão meiga e inteligente. Se fosse qualquer pessoa ninguém ligaria, mas pelo fato de ser Jeon e Olívia no meio pátio é óbvio que todos iriam olhar. 

—Você está vendo o que eu estou vendo? —Chaeyoung ditou ao meu lado dando leves cotoveladas em meu braço. —Me desculpa… vamos embora! 

—Não, Chae está tudo bem. Eu sabia que isso iria acontecer, não é porque eu gosto do Jeon que ele precisa retribuir. —Suspirei dando um leve sorriso para a mesma que retribuiu. —Não quero que ele sinta pressionado ou algo do tipo, o que eu fiz na sorveteria foi realmente errado. 

—Sim… mas eu queria muito ter visto. Convenhamos que foi demais, parece até coisa de filme. —Deu uma risada baixa. —Isso com certeza aconteceria no High School Musical. 

Paramos de falar quando vimos Olívia pulando nos braços de Jeon e eles se abraçaram rodopiando. Aquilo me causou uma tremenda inveja, estaria eu vivendo um filme clichê estadunidense? 

—Olívia você aceita ser minha namorada? —Gguk mostrou um anel numa caixa vermelha aveludada. —Por favor diz que sim. —Disse com as bochechas avermelhadas e tremeu suas mãos. 

—Mas é claro que sim! —Deu um pulinho de alegria e eu apenas abaixei minha cabeça saindo do pátio. 

Saí andando pela escola e parei quando cheguei na quadra de educação física, havia algumas meninas jogando basquete e eu sentei—me em um banco que ficava de frente para elas. 

Minha cabeça estava a mil, e eu me sentia realmente muito magoada mas compreendia o porquê de tudo aquilo. Jeon já se esqueceu de mim a muito tempo, eu apenas não superei nada do que aconteceu. 

Abri meu celular vendo diversas propagandas do Love Alarm e eu estava muito curiosa para saber como funcionava. Não irá tocar mesmo, olhei para todos os lados e percebi que não havia ninguém além de mim sentada no banco. 

Cliquei em baixar o aplicativo e minha internet móvel estava muito, assim baixando muito rápido. Abri o aplicativo e fiz todas as partes de configurações, até que uma tela com um coração abriu—se. Confesso, ele foi muito bem feito. Fiquei navegando um pouco e descobri algumas configurações diferentes, de formato e modelo. Desliguei meu aparelho e fiquei observando as meninas jogando, até que escutei ele apitar. Com certeza deve ser mensagem de Chaeyoung, ela não aguenta ficar muito tempo longe de mim na escola. Porém quando olhei era do Love Alarm, o coração estava apitando. 

 

“Olhei para o lado e vi ele. Espera, ele gosta de mim?”



 


Notas Finais


Favoritem e comentem. Acreditem, comentários impulsionam nosso trabalho pessoal!

Boa noite💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...