História LOVE AMONG THE DEMONS- imagine Jeon Jungkook - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook)
Visualizações 66
Palavras 3.760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, LGBT, Magia, Mistério, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


-Uau omma mais um capítulo? Obrigada
De nada morehs, menor q treix para vocês <3

Capítulo 13 - The book


Fanfic / Fanfiction LOVE AMONG THE DEMONS- imagine Jeon Jungkook - Capítulo 13 - The book

P.O.Vs Kim S/n

Eu realmente não entendo ele.

Jungkook saiu do quarto quase quebrando o chão com seus passos fortes. Me senti desidratada, seca, e triste. Mas na real eu não posso deixar que ele me afete, ele não é ninguém, não preciso agir como se a cada  segundo eu tivesse necessidade dele e se o cheiro dele é a questão toda eu tenho uma ideia.

Vou até o guarda roupa dele e pego uma camisa preta, levo até o nariz e puxo o ar sentindo o aroma amadeirado de cashmire. Essa é para eu levar por aí caso eu passe mal pronto, caso resolvido.  Fui até meu quarto e coloquei debaixo do meu travesseiro e desci novamente, eu me sentia ainda amargurada porque para todos os efeitos eu gostava dele e ouvir ele falar aquelas coisas me deixou realmente desanimada para qualquer coisa.

Antes de sair pela porta respirei fundo e forcei um sorriso, Jungkook estava sentado em uma cadeira e Jimin e Yoongi estavam abaixados na sua frente como se tentassem o consolar, vi Lisa e Jhennie brincando na piscina com o restante dos meninos. Bem, já que estavam todos se divertindo e eu não estou muito no clima vou para o outro lado do quintal para ficar um pouco sozinha.

Avistei um pequeno parquinho, havia balanços etc, me sentei no balanço para pensar melhor e sinceramente, eu tô tão magoada que não consigo nem pensar direito.

Vi o Yoongi vir até mim com o rosto inexpressivo, se sentou no banco ao lado e se balançou.

S/n: por que ele é assim?- perguntei baixo

Yoongi: ele sempre foi assim S/n, sempre explosivo demais, obsessivo demais. O que ele te falou? Te xingou?- assenti com a cabeça- você não devia deixar que essas coisas te afetem, pelo o que sei sobre você, você é incrível e nunca precisou demais ninguém para ser o que é hoje. Como você disse, Jungkook é meio mimado mesmo. Mas ele está pior desde  que você chegou, então acho que podemos culpar o lobo dele.

S/n: como assim?- perguntei desanimada

Yoogi: sabe, ele te contou sobre os alfas e alfas lúpus, não é? E deve ter falado que eles são togalemte impulsivos e estressados, totalmente quentes e irresponsáveis?

S/n: arram

Yoongi: eles se tornam insuportáveis na presença de um ômega, os hormônios ficam a flor da pele. O Jungkook parecer ser o único alfa lúpus existente, se torna mais único ainda pela parte Vampira dele. É praticamente impossível ele morrer. Bem a questão é, ele só não sabe reagir perto de você, você deixa ele fraco e vulnerável.

S/n: Yoongi? Você é um Alfa?

Yoongi: sim, eu sou.

S/n: porque não age como o Jungkook e o Youngjae? Você é sempre tão calmo. 

Yoongi:ah-coloca a mão na nuca e fita o chão - eu já havia conhecido alguém antes, uma ômega e ela era minha alma gêmea sabe, também é coisa de lobo..

S/n: coisa de lobo?

Yoongi: alma gêmea só acontece entre alfa e ômega. É bem mais profundo que a ligação normal, pois não pode ser quebrada e é para a vida toda. Ômegas só são capazes de se ligar desse jeito, e quando isso acontece, há um nível de intimidade, ou, ligação entre o casal gigante, do tipo um sentir o que o outro sente e etc. Esse tipo de ligação só acontece quando o alfa morde o pescoço do ômega no mesmo momento que ele está atando ele, ambos em heat, ou, rut... Ele te  explicou isso não é?

S/n: sim e eca! 

Yoongi: ele teve a mesma reação quando eu expliquei para ele, na verdade vocês tem muito haver um com o outro.

S/n: não mesmo, eu sou calma e o Jungkook é o Jungkook .

Yoongi: Ômegas são bem dóceis mesmo.

S/n: onde está a moça que você conheceu hoje?- Yoongi pareceu se lembrar de algo e a dor tornou conta de seu rosto - ela está casada?- coloquei a mão na boca- meu Deus, quem troca Min Yoongi por alguém?

Yoongi: mais ou menos mas ela está morta S/n.- meu queixo foi ao chão e senti por ele a dor.

S/n: meu deus, desculpa... eu não quis..

Yoongi: tudo bem.- ele se levantou para e passou a mão no calção como se estivesse limpando

S/n: Yoongi? Você ainda está conectado à ela?

Yoongi: a ligação é quebrada somente em caso de morte, a minha parte alfa não está mais conectada com ela, mas eu ainda a amo, e sempre vou amar.- ele se virou andando em direção aos outros meninos.

Logo vieram as meninas, vi que Lisa quase caiu ao passar perto do Yoongi, Jhennie riu e cochichou algo para  Lisa antes de se  sentarem nos balanços ao meu lado.

Jhennie: ai eu sei amiga, mas o Tae é muito fofo.- falou para Lisa que riu.- amiga o que foi aquilo com o aquele menino? Quase voei em cima dele.

S/n: er, apresento á você, Jeon Jungkook o senhor explosivo.

Jhennie: então aquele e o famoso Jungkook. Huuum, agora entendi por que não tinha tempo para responder uma mensagem. 

S/n: ele é totalmente irritante, pacóvio.

Lisa: aish, isso é por que não estudaram desde o prezinho na mesma sala que ele e o Yoyngjae, eles vivem em pé de guerra. É o inferno.

Jhennie: mas por que?

S/n: realmente, eu nunca perguntei isso á ninguém, você sabe?

Lisa: er, mais ou menos assim... Jungkook é um menino de ouro, tanto que os Hyungs dele chamam ele de "Golden maknae". Ele é saxofonista, ele é muito rápido em corridas  e ganhou todas as competições do Colégio. Ele tem uma carisma incrível, além de cantar e dançar ele faz rap e já compôs músicas  e as streams dele são de ficar com queixo caído.

Jhennie: tem mais? 

Lisa: por incrível que pareça sim. Ele desenha super bem, pinta e tudo mais, ele fez fotografia e é muito bom nisso Jungkook pratica taekwondo desde criança e já está na faixa preta. Aí amigas vocês querem mais coisas? Por que tem.

S/n: conta por favor.

Lisa: acho que está na hora do Jungkook ir para a Wikipédia. Bem, ouvi que ele é bom em arco e flecha. Um dia ele fez uma peça na escola e todos se emocionaram, então ele é um ator. além de ser bom em qualquer exercício físico

Jhennie: acabou?

Lisa: não, ele aprende as coisas muito rápido e tira as maiores notas da escola. E além de ter o visual de dar inveja nos meninos, ele consegue qualquer menina, qualquer mesmo. 

S/n: ta mas, o porque deles se odiarem?

Lisa: parece que o Jae  tem inveja do Jungkook, quem não tem não é?

S/n: mas isso seria motivo de eles ficarem querendo se matar á cada 5 segundos?

Lisa: eu não sei, talvez seja coisa de criança. Eles sempre foram assim.

S/n: Lisa, o Jungkook não estava para Europa?

Lisa: sim, mas estudei com ele desde o jardim até o terceiro do fundamental. Nós três.

Jhennie: por que você não é amiga dele?

Lisa: eu não sou desmiolada de ser amiga de um deles e ficar no meio dessa guerra idiota.- talvez eu seja.

S/n: essa coisa toda é por pura inveja?- levantei do balanço ficando de perfil para elas- Ah pelo amor de deus, sinceramente. Eu não acho que seja por isso, Jungkook me chamou de corajosa por ter apenas citado o nome do Youngjae na frente dele- ergui os pulsos e estavam roxeados- ele fez isso.

Lisa: também louca, tentou beijar o irmão dele.

S/n: isso é motivo para ele me agredir? Eu não devo nada á ele Lisa, se eu quiser ficar com qualquer um eu vou ficar. E se um dia eu quiser sair com o Jae? O que vai acontecer? Ele vai me matar? Por favor, Jungkook é abusivo demais.- os olhos das minas eram presos para algo atrás de mim e senti um cheiro um tanto quanto familiar.

Youngjae: então está interessada?- pulei com o susto e olhei para trás.- então podemos ir agora - ele sorria.

S/n: o que você está fazendo aqui Jae?- olhei para trás e sabia que Jungkook viria.- você tem que ir agora 

Youngjae: mas por que? Acabei de chegar. Não sou bem vindo?

S/n: Por mim você é muito bem vindo, pra comer, dormir e passar uns dias. Mas o..

Youngjae: O jungkook? Aaaah sim! Vocês meninas sempre manipuladas por ele. Todas iguais.

Lisa: iih lá vem- olhei para e ela e ela olhava o outro canto do quintal, Jungkook vem praticamente voando em direção à ele.

Jungkook: o que você faz aqui- me coloquei na frente do Jae para ele não dar mais nenhum passo. E ele me olhou. Me afastei do Youngjae empurrando Jungkook para frente - eu vou te matar, o que você ta fazendo aqui na minha casa? E ainda mais falando desse jeito com S/n.

Youngjae: vim fazer o que você não pode fazer  com ela- Jungkook tentou ir avançar mas eu o parei com as mãos no seu peitoral.- imagina o quanto vai ser bom Jeon, vou ter a chance que você jamais terá.

S/n: puta merda- meu sangue ferveu.- eu não vou mais aceitar qualquer palavra de rebaixamento que venha de você ou dele- falei me virando para Jae- primeiro, eu não sou manipulada por ele, ele vive aqui e não gosta de você então você deve respeitar isso, segundo eu não sou a porra de um objeto para vocês estarem falando assim de mim.- me virei para jungkook - e você? Como assim "e ainda mais falando desse jeito com a S/n?" Porra você ouviu o que você me disse no quarto? Aparentemente você não liga se eu morrer. Você não está em posição de bancar o certo, nenhum de vocês dois estão. E Jae, nao sei como você entrou aqui mas se você veio aqui so para provocar, Por favor vai embora.

Youngjae: não se preocupe, seu pai me deixou entrar. Vim ver ele, depois de tanto tempo.- ele passou por mim batento no ombro do Jungkook e eu o segurei para que não fosse atrás dele.

O meu pai?

S/n: para, já deu.- o puxei para longe das meninas e me deparei com o fim do Jardim, as árvores cobriam todo o território, era ventilado e sombreado.- eu não vou mais aceitar essas atitudes vindo de você, ok? Você não tem mais 15 anos Jungkook, você é um adulto e mesmo que você seja o mais novo você tem responsabilidade e responde por seus atos, mesmo que o Jin te trate como um bebê você não é, suas atitudes são ridículas e machistas, você é obsessivo e seu lado alfa não ajuda em nada. Você me ofendeu,mandou eu nunca mais chegar perto de você e disse que eu poderia morrer, depois veio querer me defender do Youngjae quando você fez a mesma coisa que ele. - ele me ouvia calado- Yoongi me explicou que é por conta dos hormônios mas você me agrediu - mostrei o pulso com hematomas e ele passou o dedo acariciando- isso não é jeito de tratar uma mulher Jungkook, isso é feio e inaceitável. Se eu fosse  sua namorada eu já teria terminado com você, por que você pode fazer mil coisas incríveis e que ninguém mais sabe, ser a pessoa mais linda desse mundo inteiro mas eu nunca iria aceitar ser agredida por alguém que disse um dia me amar.  Você não pode me mandar vestir roupas quando eu estou na piscina, não pode me restringir de falar com algum menino por mais que você não goste dele, não pode fazer isso com nenhuma mulher. Eu disse  para ele se retirar por que a casa é sua também mas eu não sou a casa Jungkook eu não sou um bem material. Eu sou um ser humano... ou mais ou menos. Eu tenho gostos, tenho querer, tenho amizades e nenhuma dessas coisas tem relação à você.

Jungkook:desculpa S/n, Eu explodi. Eu errei e eu realmente não tenho  direito nenhum de gritar, exigir ou qualquer coisa do tipo. Me desculpa - ele falava com a cabeça baixa massageando meu pulso.

S/n: estamos quites agora, eu também errei. E te perdoo, mas não faça isso novamente.- ele deu um beijo estalado no meu pulso e me olhou nos olhos- vamos voltar, tá mais calmo?

Jungkook: você serve para isso. - ele sorriu e se virou para voltar

S/n: ah Jungkook- ele se vira pra mim com o o rosto em harmonia- você ja foi no sótão?

Jungkook: um sótão? Da onde?

S/n: daqui do casarão, no terceiro piso.

Jungkook: Eu não sabia que tinha, por  que? Você foi?

Meu medo se concretizou. Se não era ele... quem era?

S/n: eu preciso conversar com vocês e os meninos depois, tem como eles dormirem aqui? Assim que as meninas forem dormir eu quero que vocês estejam na sala, tá bom?

Jungkook: aconteceu algo?

S/n: nada com o que se preocupar, não agora..

Tae: estão chamando os pombinhos para brincar de esconde-esconde- ele chega correndo e fala entre ofegos- vocês querem?

S/n: aish, quero sim. Vamos Jungkook.- segui o Tae e Jungkook veio em seguida. Parei ao lado do Jin que envolveu seu braço em meu ombro.

Jin: se resolveram?- perguntou sussurando com a boca encostada na minha cabeça.

S/n: até agora sim, mas sabe como ele é.

Jimin: é livre para se esconder  em qualquer lugar, menos dentro da casa e nos banheiros.- Jimin gritou.

Hobi: pode dentro da piscina?

Yoongi: você acabou de relevar seu lugar idiota.

Nam: eu não vou jogar.

S/n: aish, vamos sim. Todo mundo vai jogar sem restrição de ninguém.

Youngjae: até mesmo eu?- olhei para Jungkook que se aproximou mais de mim, mas parecia calmo.

S/n: sim até você. Todos nós ok? Quem vai contar?

Jungkook: O Tae não, ele é muito competitivo e sempre fica com raiva quando alguém ganha.

Jhennie: eu conto então. Vão rápido.

Todos correram para lugares opostos, não vi para onde eles foram. Parei em meio  ao quintal ouvindo de fundo Jhennie contar

S/n: merda, merda, merda. Não sei onde me esconder- mordi o lábio pensativa e corri para onde eu estava com Jungkook. 

A brisa úmida batia em meu rosto enquanto eu corria, uma folha de árvore caiu sob minha cabeça me tirando atenção fazendo-me tropeçar em uma raiz alta do gramado. Estava exatamente no ponto onde eu e Jungkook estávamos.

Jhennie: prontos ou não lá vou eu- soou distanciado

S/n : sou horrível nessas brincadeiras. - olhei para um arbusto que tinha atrás de muitas árvores quase impossível de notar e fui até ele para ficar atrás, mas o chão era bem mais profundo que todo o resto do quintal e teria que fazer um esforço para subir , calculei a possibilidade de quebrar o tornozelo e ouvi passos e pulei em um reflexo.

Me agachei e coloquei a mão na boca porque senti meu tornozelo doer, ouvi passos leves e delicados andar sob a grama de um lado para o outro.

Jhennie: eu não vou mais contar com vocês, vocês se escondem bem pra caralho e a porra desse quintal grande não ajuda- saiu cada vez mais fraco. Suspirei em alívio e sorri me sentindo vitoriosa.

Senti alguém pular atrás de mim e antes de verificar o chão cedeu e nós desabamos junto com ele, senti minha costa colidir com o chão nada macio e arquejei cerrando os lábios para não gritar de dor.

Meus ouvidos  zumbiam e tudo rodopia, escutei alguém me chamar ao longe e apertei os olhos pois não via nada além de turvos. Senti uma mão quente tocar meus ombros e me chacoalhar, eu já senti essa maciez antes, eu sei de quem é esse calor, eu reconheço essa voz, eu já desejei esse cheiro. Abri meus olhos e ele me olhava com os olhos esbugalhados.

Jungkook: S/n, desculpa.- me sentei com dificuldade com a mão na cabeça e o fitei, a dor era menor agora- você se machucou?- olhei ao redor e vi que estávamos em um banker. Haviam várias coisas, livros, um pequeno refrigerador, uma TV que parece ser do séculoXX- S/n? Se você não me responder eu vou surtar.

S/n: Jungkook, isso é um banker?- Jungkook olha ao redor e seu rosto se clareia ao erguer as sobrancelhas.

Jungkook: Siim, eu acho que sim- ele me ergue pelo braço e já não sinto mais nada- você está bem?- ele fungava e caçava o nariz com a costa da não 

S/n: considerando que cai de 2 metros de altura... sim. E a  rinite?

Jungkook: preciso sair daqui, mas Como você sabe que aqui tem 2 metros?

S/n: geralmente bankers precisam ter no mimino 2 metros de profundidade.

Jungkook: e como você sabe disso? Tem cara de ser meio - um espirro alto saiu - burra sabe.- bati em seu ombro e passei a olhar melhor o banker.

S/n: tem uma matéria na escola chamada história e bankers foram feitos para manter ocupantes a salvos da guerra, logo, estudamos guerras em história.

Jungkook: Ah faz um canal no YouTube sobre bankers então. Mas fazem em anónimo, ninguém vai querer ver essa sua cara de monstro de lama- Jungkook mexia as mãos no ar e eu revirei os olhos- coloca fotos minhas, aish melhor não. Vai distrair o estudos dele, porque sabe eu sou irresistível.

S/n: cala a boca Jungkook. Olha isso vem cá. O livro Malleus Maleficarum- passei a folhear o livro e a capa, as folhas, a escrita não eram nem deste nem do século passado.

Jungkook: Tá, o que que tem?

S/n: Jungkook. Existem bruxos?

Jungkook: O Jin Hyung e o Hobi são, por que? - peguei um livro e levei ao corpo o  prendendo com força.

S/n: eles vão querer de ver isso. 

Jungkook: Mas  por que?- ele tentou tocar e eu me esquivei

S/n: Jungkook esse livro foi escrito no século XV e serviu por cerca de trezentos anos, ele significa “O Martelo das Bruxas”, uma escolha de título quase literal, já que a obra ajudou a levar incontáveis mulheres pra forca e pra fogueira. Ele está todo em latim e surprise, eu sei latim. Parece que este foi escrito á mão, está vendo os respingos de tinta?- Jungkook se aproximou e assentiu com a cabeça passando a mão no nariz.- Precisamos ir lá para cima agora. - verifiquei o buraco e percebi que o alçapão estava disfarçado pela grama- precisamos de uma escada. 

Jungkook: Não precisamos não. - Jungkook pressionou os joelhos e deu um salto para fora do banker,- você precisa.

S/n: 2 metros, Você consegue pular 2 metros? me tira daqui Jungkook, anda.- ele ria de mim.

Jungkook: faz um feitiço e sai daí.- ele disse se apoiando no joelho.- bruxinha

S/n: você me paga Jeon, você vai ver. - olhei ao redor e vi uma bolsa de ombro bem velha e coloquei o livro dentro fitei Jungkook que sorria coçando o queixo como se esperasse para ver meu próximo passo. Não é possível que não tenha nada para subir, tudo que  sobe, desce e vice-versa, olhei mais fundo no do banker e vi uma porta, avancei e abri a porta, um depósito. Proucurei interruptor nas paredes mas não havia, dei um passo para frente e uma fina corda roçou de leve no meu cabelo, segurei e puxei a corda e a lampada ligou, ela falhava e quase desligou. Não julgo pois parece que ninguém vem aqui á séculos, literalmente, os móveis eram todos antigos e me sentia em um filme preto e branco de Charlie Chaplin. Avistei uma escada que estava comida por cupins e cheia de bolor e a carreguei até o á saída do banker, posicionei, peguei a bolsa colocando em meu ombro, subi uns degraus com cuidado e ao chegar na superfície encarei Jungkook e sorri vitóriosa,  Jungkook que sorria ainda mais- já disse que não preciso de home...- um degrau quebra e Jungkook segura meu pulso com rapidez me puxando para cima sem quase nenhum esforço

Jungkook: o que disse feminista?- Jungkook brincou mas parecia assustado.

S/n: cala a boca- Me levantei ficando de frente para o corpo coberto apenas por um calção preto, me virei para frente engolindo seco- me lembra de trazer uma escada da próxima vez. Agora vamos, os meninos devem estar nos proucurando.

Jungkook: Jin deve estar aos berros já, vamos.

Enquanto caminhávamos o cheiro dele se mistura com o cheiro da grama, inspirei o ar sem limitação e senti meu interior se contrair, Jungkook Pareceu me farejar e sorriu de lado.

S/n: você vai me falar o nome do seu perfume?- disse enquanto caminhávamos.

Jungkook:S/n.

S/n: hm- vimos todos os meninos em uma rodinha como se estivesse Armando um plano

Jungkook: desde que vi você pela primeira vez nunca usei perfume nenhum.- Jimin olhou para trás e todos vieram correndo.

S/n: que?

Jin: onde vocês estavam? Eu fiquei preocupado e essa bolsa?

Nam: isso é de tecido bem velho, muito mesmo, e não falo de 1960, é bem mais velho.

Jhennie: meu deus amiga, por que demoraram tanto? 

Lisa: você está bem?

Hobi: uaau, que bolsa bonita, me dá?

S/n: dou sim Hobi, o que me interessa é o que está dentro dela. E diz  despeito á 2 de vocês. Cade o Jae?- Jungkook me encarou parecendo incomodado 

Jin: ele teve que ir embora flor

Tae: ah só dois?

Jungkook: acho que ela vai contar para todos nós, não é S/n?

S/n: Hm- olhei para Lisa é Jhennie, não vou envolver elas, cheguei perto do Jungkook e fiquei na ponta dos pés mesmo assim ele se abaixou e quase encostei a boca em sua orelha cobrindo-a com uma mão e sussurei- Vou falar assim que elas dormirem, por isso vou dizer que só diz despeito á dois de vocês.

Olhei para o Jungkook e ele assentiu.

Jungkook: Ou não.

Jimin: e quem são?

S/n: vamos fazer uma brincadeira, na hora do jantar irei colocar um convite embaixo do travesseiro dos dois meninos, lá estará; local e hora. Tudo bem ?

Todos: sim

Lisa: vale para as meninas?

Jhennie: vou me sentir excluída.

S/n: desculpe meninas, mas é assuntos deles.

Jhennie: e por que você vai estar lá?

S/n: por que eu descobri anjo.

Lisa: aish, a noite vai ser chata então.

S/n: vocês dormem juntas e podem fazer o que quiser. MENOS sair do quarto. Agradeço, vou tomar banho e ir fazer a janta. Quem quer ajudar?- Jungkook, Jin levantam a mão.- certo, o resto pode fazer o que quiser.

Yoongi: posso ir dormir?

Jungkook: Claro hyung, mas tem que estar na mesa de jantar na hora

Yoongi entra sem mais nem menos.

S/n: ok, combinado.


Notas Finais


Uaaaau, nos sábados temos caps novos irraaa, agradeço se favoritar sz, mas agradeço só por vocês lerem, sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...