História Love and Hate - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Violetta
Personagens León Vargas, Violetta Castillo
Tags Leonetta
Visualizações 28
Palavras 1.178
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Amores,. tudo bem com vocês? Primeiro quero pedir desculpas a vocês pela a demora, a verdade é que a minha internet tá uma merda, tá praticamente impossível mexer na internet na minha casa e como tô na casa da minha tia e aqui a internet pegar bem tô aproveitando pra postar pra vocês. E segundo, tô com um novo crush e ele é impossível pra mim e então é aquela sofrência toda que vocês sabem né? Enfim, eu tô postando o capítulo na pressa e não deu tempo de revisar, então me desculpa amores ❤

Boa leitura!!! ❤😙❤

Capítulo 14 - "Onde está a Violetta?"


 FEDERICO

 

 Suspirei cansado ao perceber que eu, mais uma vez, errei o passo da coreografia de Uptown funk, já estava cansado e eu sempre errava nessa parte, a dança era simples e fácil de aprender, só que minha cabeça está em outro lugar, eu não consigo me concentrar em nada. Escutei o meu celular tocar e, assim que vi quem era, eu atendi.

 


 Ligação on:

 Federico: Benedizione madre.

 Mãe: Dio ti benedica mio figlio. - a voz dela parecia exausta e preocupada.

 Federico: O que aconteceu?

 Mãe: Lia é uma louca! Ele quer entrar em contato com Violetta, seja qual for o custo, todos nós tentamos explicar que tudo seria pior se ela o fizesse, mas ela não quer escutar ninguém!

 Federico: Ela ama a Violetta, mãe, você faria o mesmo se estivesse no lugar dela.

 Mãe: Não faria. - reclamou e eu sorri.

 Federico: Faria sim. - repliquei com o sorriso pendendo nos lábios.

 Mãe: Eu te liguei para que me aconcelhasse, não foi para você me julgar.-resmungou e eu ri fraco, me virei e vi Ludmila encostada no batente da porta com um sorriso no rosto.

 Federico: Eu tenho que desligar, mãe.

 Mãe: Tudo bem, eu te amo, filho.

 Federico: Eu também, arrivederci, madre.

 Mãe: Arrivederci, mio figlio.


  Ligação off

 


      -Amo quando você fala italiano.-falou Ludmila e o meu sorriso se aumentou.

 

 -Acho que é melhor eu falar em italiano com mais frequência.-falei e ela riu.

 

 

 

  [...]

 

 

 

 

   FRANCESCA

 

 -Será que podemos conversar, Diego?-perguntei ao me aproximar dele, que estava conversando com León.

 

 -Claro.-respondeu e León se despediu indo na direção de Lara, eu ainda não entendi direito, eu queria saber como é que o León consegue ser amigo dela.-O que quer falar comigo?

 

 -Sobre a...-ele me interrompeu.

 

 -A carta?-perguntou e eu assenti.-Que tal fazermos assim, nos encontramos hoje de 4 horas, lá na pedreira, e aí agente conversa.

 

 -Isso seria como um encontro?-perguntei com um sorriso malicioso no rosto ao qual ele retribuiu com um dar de ombros.

 

 -Se quiser colocar dessa maneira.-respondeu e eu arquei a sobrancelha.

 

 -Gosto de você.-falei na lata, ele passou a mão na nuca e eu ri ao ver ele enrubescer.

 

 -E-Eu...-eu o interrompi.

 

 -Deixa para gaguejar quando estivermos lá na pedreira.-sussurrei beijando sua bochecha.-Sândalo.-sussurrei me afastando devagar.

 

 -O quê?-perguntou confuso e eu sorri.

 

 -Você tem cheiro de sândalo.-respondi cruzando os braços.-Veio da Índia ou o quê?

 

 -Não, eu vim da Espanha.

 

 -Mas já chegou a visitar a Índia?

 

 -Uma vez, quando eu tinha 15 anos.

 

 -Jura?

 

 -É, eu viajei muito pelo mundo desde os 3 anos até os 16, conheci as ricas culturas do mundo.

 

 -O que mais gostou na Índia?

 

 -As festividades. Tem um festival chamado Navaratri, que significa nove noites, é um festival dedicado à devoção da divindade hindu Durga. Durante nove noite e dez dias, são honradas nove formas de devi (devi é o núcleo formador de cada deusa hindu). O décimo dia é geralmente denominado Dussehra ou Vijayadashami. O Navaratri é um dos principais festivais hindus e ele é celebrado por toda a Índia.-respondeu e eu fiquei de boca aberta por causa da tamanha facilidade com que ele falava aquelas palavras difíceis, ele viu meu rosto naquele estado e começou a rir.-O que foi?

 

 -Você soltou um dicionário de palavras em híndi como se fosse a coisa mais fácil do mundo, queria que eu fizesse que cara?-perguntei e ele riu.

 

 

 

 

  [...]

 

 

 


   LEÓN

 

 Encarei ela incrédulo, ela só podia estar de brincadeira. Deus, por favor, diga que isto é só uma miragem e que esta mulher não veio até aqui. Lara estava do meu lado e parecia não entender a cena. Respirei fundo mais uma vez e abri a boca para falar, só que nada saía, peguei meu celular, que estava no bolso da minha calça, comecei a digitar alguns números e ela pareceu confusa.

 

 -Para quem está lingando?-ela perguntou e eu pus o celular na orelha.

 

 -Psiquiatra, estou ficando louco, estou vendo coisas e falando com uma pessoa que nem deveria estar aqui, acho que eu sou esquizofrênico.-respondi, ela tomou o celular de minhas mãos e encerrou a chamada. É, eu tinha mesmo ligado para um psiquiatra.

 

 -León.-reclamou e eu a encarei furioso.

 

 -O que faz aqui, Lia? Você é maluca?!-exclamei irritado e ela suspirou.

 

 -Eu quero ver a minha filha e ninguém nesta porra de mundo vai me impedir, muito menos você!-rebateu exasperada.

 

 -Ei! Olha como fala com ele!-reclamou Lara já ficando irritada.

 

 -Eu se fosse você guardaria essa sua língua antes que eu a arranque com as minhas mãos.-ameaçou e Lara tentou ir para cima dela, mas eu a impedi.

 

 -Lara, é melhor você ficar quieta, porque ela pode, em um piscar de olhos, tornar essa ameaça em realidade, ela não é alguém com quem você possa discutir.-alertei segurando ela pela cintura.

 

 -Tá, mas você vai deixar ela falar desse jeito com você?-perguntou incrédula e Lia cruzou os braços, se olhar matasse...

 

 -Eu não posso fazer nada, ela é minha chefe e mãe da minha namorada.-respondi e Lara se virou para mim, confusa.

 

 -Como assim sua chefe, León?-perguntou com o cenho franzido e eu me dei conta da burrada que eu fiz, eu não podia dizer para ela que eu era da máfia.

 

 -Deus, eu tenho o genro mais idiota da face da Terra!-exclamou Lia olhando para o céu e eu fechei a cara.-Aproveita e escreve isso na sua testa, chama mais atenção.-falou agora olhando para mim.

 

 -Eu vou te levar até a Violetta, mas fique sabendo que se algo acontecer com ela por causa da sua aproximação, eu juro que te mato e não me importarei com as consequências.-murmurei para que só ela ouvisse.

 

 

 


  [...]

 

 

 

   VIOLETTA

 

 Peguei a minha toalha e fui dando passos lentos até o banheiro, hoje eu estava com muita preguiça, dormi a manhã inteira, só acordei agora, era duas hora da tarde. Abri a porta do banheiro e entrei, foi quando eu senti um pano cobrir minha boca e o meu nariz, me debati, tentando me soltar, mas eu não consegui, aos poucos meu corpo foi ficando mole e eu logo apaguei.

 

 

 

  [...]

 

 


   LEÓN

 

 Assim que eu cheguei na frente da cabana da Violetta, eu escutei as histéricas da Camila e da Francesca gritando ao mesmo tempo, franzi o cenho e abri a porta, sem bater, foi quando eu vi as caras delas, elas estavam preocupadas.

 

 -O que está acontecendo?-perguntamos eu e Lia ao mesmo tempo e as duas nos encararam com uma expressão preocupada, olhei em volta e nada da Violetta, olhei para a mão de Francesca, ela estava segurando uma folha com um desenho que eu não vi direito.-Mostra.-minha voz saiu com uma autoridade até então desconhecida por mim, ela levantou a folha e eu vi o simbolo da nossa máfia rival.-Onde está a Violetta?-perguntei com a voz estranhamente calma, elas não responderam.-ONDE ELA ESTÁ?!-gritei furioso e Francesca apenas balançou a cabeça.

 

 

 

 

 

  [...]


Notas Finais


Gostaram? Mas uma vez, desculpa pela demora e podem deixar que assim que puder, eu apareço novamente 💟♥
Beijinhos 😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...