História Love and Lies - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Arthur Pendragon, Ban, Cain, Diane, Dreyfus, Elaine, Elizabeth Liones, Escanor, Gilthunder, Gowther, Griamor, Hendriksen, King, Margaret, Meliodas, Merlin, Personagens Originais, Veronica, Zaratras
Tags Hentai, Melizabeth, Nanatsu No Taizai, Romance
Visualizações 46
Palavras 1.040
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Piada ruim do dia:

Existem duas palavras que abrem muitas portas:

Puxe e empurre!

Boa leitura!

Capítulo 5 - Seguidor


Fecho os meus olhos e respiro fundo, abro meus olhos novamente e me assusto, quando vejo Meliodas me olhando.


-Já acordou?Ele pergunta com a voz ainda rouca.


-Oque eu estou fazendo aqui?.Pergunto me levantando da cama rapidamente e puchanco a camisa para baixo.


-Não lembra de nada?.Ele pergunta, se sentando na cama e esfregando os seus olhos.


-Diane e Elaine não chegaram ainda no seu apartamento, então você não tem como entrar, já que a chave está com Elaine.Ele se levanta e vem em minha direção.


-Como você sabe os nomes delas!?E também como sabe que as chaves estão com Elaine!?.Pergunto desesperada.


-Calma,calma não precisa se desesperar.Ele entra em seu closet.


-Como não!? Eu estava em uma boate ontem, e acordo na cama no meu vizinho!.Grito e corro até a cozinha, pego uma faca que estava em cima da mesa.


 Viro-me e Meliodas estava atrás de mim me olhando sério.Aponto a faca para ele que agarra meu pulso.


-O que você fez comigo!?.


-Eu não fiz nada com você, ainda... .Ele ri malicioso para mim.


-Eu vou embora!.Vou em direção a porta mais me lembro, que estou com uma camisa curta de mais.


-Aonde está o meu vestido?.Pergunto e vou em direção ao quarto, onde estava ouvindo assovios dele.


 Me irrito quando vejo ele o girando pela alça.


-Me devolve!.Grito, e vou em direção a ele.


-Não tô afim.Ele fala, brincando com a alça do meu vestido.


-O que você quer afinal!?Começo a ficar vermelha, quando vejo ele me olhando de cima a baixo.

-Eu quero você.Ele me responde me olhando maliciosamente.


Sinto meu rosto corar, mais aproveito a distração dele ao ouvir o seu celular tocar, e pego o meu vestido da mão dele.


 Corro para o banheiro e me tranco.Estou somente de sutiã e blusa, aonde está minha calcinha!?


Tiro a blusa que estava vestindo, e coloco o meu vestido.Saio do banheiro e Meliodas estava bem na minha frente girando minha calcinha em seus dedos.


-Você é retardado por acaso!?.Grito irritada.Ele começa a rir.


 Eu saio correndo, e destranco a porta e saio de seu apartamento, vou ao lado e começo a tocar a campainha.Tomara que as meninas tenham chegado!


Vejo Meliodas saindo de seu apartamento, aproveito que o elevador já estava aberto, e corro e entro nele, aperto para descer ao hall.


Ele está me seguindo?oque ele quer comigo?


 Saio do apartamento e saio correndo pelas ruas, as pessoas devem estar me achando uma louca.Entro em um beco sem saída, espero uns 5 minutos sentada no canto da parede.


 Me acalmo um pouco, e vou sair mais me esbarro em um homem de terno preto, ele aponta um arma para a minha cabeça.


-Shiii fique quietinha, e nada vai acontecer com você.


 Fico paralisada, estou tão nervosa que, sinto que meu coração vai pular pela boca.

  Minhas pernas começam a ficar trêmulas.


  De repente, vejo seu corpo ser empurrado para longe.Olho para aonde veio o empurrão, e me espanto quando vejo Meliodas, bem ali parado em minha frente.

-Por que você saiu correndo?.Ele pergunta, como se nada estivesse acontecendo ali.


-Você esta me seguindo!?.Pergunto irritada.


 Ele abriu a boca para me responder, mais foi interrompido quando desviou de um soco, do homem vestido de preto.


-Só um minuto.Ele começa a golpear o homem, que já estava começando a sangrar.


  Ele soca e chuta várias vezes o homem, o olho horrorizada pela cena que vendo.Ele para quando o homem desmaia, e o joga para longe.


  Suas mãos meladas de sangue, ele começou a limpar em sua blusa preta.


-Por que você saio correndo?.Ele pergunta novamente, como se não tivesse feito nada.


-Acho que me esqueci de te falar.Ele se aproxima de mim.


-Diane disse para eu tomar conta de você, enquanto ela estivesse fora.


-Como assim tomar conta de mim?.Pergunto indo para traz.


-Elizabeth, você é a filha do homem mais rico de lionês, várias pessoas estão de olho no dinheiro de seu pai.Ele explica e tira sua camisa preta, que para a minha surpresa estava com outra debaixo.


-Oque isso tem a ver com Diane?.


-Ela me pediu um "favorzinho" de eu cuidar de você enquanto ela não voltasse da boate.Ele termina de limpar o sangue de seu corpo, e joga a camisa no lixo.


-Quem é realmente você?.Pergunto curiosa.


-Sou seu vizinho, já se esqueceu?.Ele me responde com uma cara brincalhona.


-Vamos voltar, Diane ou Elaine já devem ter chegado.Ele ponhe a mão no bolso, e se vira para a saída do beco.

-E este homem?.Pergunto apontando para ele que esta todo arrebentado.


-Os comparsas dele devem vir busca-lo depois.Ele me olha de esguelha.


-Sigo ele que estava, andando calmamente pela rua, indo em direção ao prédio.


-Você poderia ter me contado antes, não desse jeito!.Falo o repreendendo.


-Que jeito?.Ele pergunta confuso.


-Me levando para o seu apartamento, e fazer aquelas coisas que fez com minhas roupas, e ainda flertando comigo!.Digo e ele se vira de repente me assustando.


-A parte que eu disse que te queria é verdade.Ele sorri malicioso, e se vira novamente voltando a caminhar.


  Sinto meu rosto ficar quente, fico ainda mais vermelha quando lembro que estou sem calcinha.


-O que foi?.Ele me pergunta despreocupado.


-Nada não!


  Chegamos ao prédio, e subimos no elevador. E subimos até no sétimo andar.Toco a campainha do apartamento e Meliodas vai em direção ao seu.Mas ele se vira em vem em direção a mim.


-Ah me esqueci de te entregar isso!.Ele me entrega minha calcinha, e entra rapidamente no seu apartamento sorrindo.


  Me sinto com muita raiva, mais ao mesmo tempo muito constrangimento.


-Mais que filho da Mãe!


  A porta se abre, revelando Diane enrolada em uma toalha, e secando os seus cabelos.Entro rapidamente no apartamento e a olho furiosa.


-Você já deve sab-.Ela é interrompida por mim.


-Diane!eu não acredito que você me deixou sozinha na boate!!.Grito e ela se assusta.


-Elie...você sabe que não estou falando disso.

Ela me olha séria.Quando Diane fica assim, é porque ela não esta mesmo de brincadeira.


-Você odiava quando seu pai colocava seguranças para te proteger.Ela me olha triste.


-Eu fiz uma coisa que você odeia Elie...


Ponho a mão em seus cabelos e começo a acaricialos.Ela me olha com os olhos cheios de lágrimas.


-Tudo bem Diane, você fez isso pensando em mim, mas por favor nunca mais faça isso, viu?.Falo dando um sorriso carinhoso.


-Me desculpa Elie eu não vou mais fazer isso, só se precisar é claro.Ela me olha risonha.


-Diane!.Grito com ela rindo, queria lembrar de minha infância com Diane, mais eu perdi minhas memórias.Como eu era naquela época?





Notas Finais


Até o próximo capitulo!

Nada a mais nada a menos, só tinha isso pra falar mesmo :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...