História Love and the London - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Uma típica nova iorquina


Fanfic / Fanfiction Love and the London - Capítulo 2 - Uma típica nova iorquina

~ RACHEL ON ~

Acordei com meu despertador tocando, eu estava deitada no sofá e acabei adormecendo - algo típico de Rachel -. Me levantei e tomei uma ducha rápida, coloquei um roupão de seda enquanto preparava meu café da manhã 
- gostou da nova casa, Cherrie? - acariciei a gata que se embolava entre minhas pernas, eu jamais mudaria de casa sem levar a Cherrie, uma gata persa branca de olhos azuis, sem dúvidas o meu xodó. Terminei de preparar meu smoothie de frutas vermelhas e minha tapioca com chia; devorei tudo em instantes e fui me arrumar para meu grande dia na faculdade, estava ansiosa. 
Coloquei uma saia xadrez branca e vermelha e um cropped branco de mangas compridas, coloquei também uma bota de cano curto e um sobretudo bege por cima de tudo, já que não se pode confiar no clima da Europa. Peguei meu material e as chaves de meu carro, dei um beijo em Cherrie e me dirigi a minha universidade. A manhã estava bonita, o sol estava fraco mas o céu estava de um azul maravilhoso, uma brisa fresca mexia minhas madeixas para lá e para cá; era até difícil de acreditar que estava em Londres, já que um clima desses não era usual. 
Estacionei na faculdade, estava lotada; desci apreensiva esperando fazer muitos amigos - o que não era meu forte -. Uma menina simpática veio conversar comigo 
- Olá, eu sou Katie - ela estendeu a mão simpática, sorri grata pela atitude 
- Rachel - apertei sua mão com força, desejando que ela fosse minha amiga, pois parecia ser uma menina excelente 
- você é caloura de quê? 
- de moda e você? - estávamos nos dirigindo até o ginásio que por sinal transbordava pessoas e música alta 
- eu sou de ciências econômicas - ela riu nervosa - talvez possamos ser amigas 
- eu adoraria ser sua amiga, Katie - ela sorriu e foi pegar uma bebida 

Katie parecia uma típica garota da Suíça, ou da Irlanda mas sem dúvidas ela era sueca; seus cabelos eram de um ruivo bem vibrante e eram encaracolados e ela tinha sardas e olhos azuis, era sem dúvidas muito simpática e um tanto insegura - se minha intuição não estiver errada -. Ela era tímida também e de um gosto super descolado, visto que vestia um jeans surrado, uma blusa de mangas de frio preta bem justa e que valorizava imensamente seus seios e um tênis plataforma branco, porém ela não combinava nada com moda, fazia muito o perfil de economia mesmo. 
Eu estava sozinha quando alguém chegou colocando a mão em minhas costas, me virei rapidamente e lá estava ele, o menino pelo qual eu era apaixonada quando criança e por coincidência meu melhor amigo, Josh Devine 
- Hey Josh - disse alegremente enquanto ele me abraçava lentamente - senti saudades suas 
- minha barbie girl - ele sussurrou em meu ouvido - senti muitas saudades suas, você nem imagina o quanto - Josh sempre gostou de flertar comigo, embora eu nunca retribuísse devido ao medo de deixarmos de sermos amigos, eu não aguentaria perdê - lo. Josh era meu vizinho desde que tínhamos 13 anos, seu pai era cardiologista e sua mãe uma gastrônoma de respaldo, ele viera para Londres dois anos mais cedo que eu por ser mais decidido em seus objetivos; era veterano de Direito, um dos mais gatos, se é que me permitem dizer 
- E ai Josh, não vai apresentar sua amiga ? - ouvi uma voz vindo de trás de mim, Josh me soltou no mesmo momento e deu um sorriso tímido 
- Essa é a Rachel meninos, éramos vizinhos - ele me apresentou a três meninos um tanto quando bonitos 
- uma típica nova - iorquina - um deles comentou me olhando de cima a baixo - eu sou o Troy, prazer em conhecê - la, Rachel -´ele beijou minha mão delicadamente, sorri em retribuição ao ato 
- o prazer é todo meu, Troy 
- esse seu cabelo é natural? digo, é de um louro muito intenso - dei uma risadinha pela pergunta, um tanto inusual quando vinda de um menino
- sim, ele é natural - ri entredentes e fui pegar um drinque 

 

Após uma festa um tanto animada estava me dirigindo até meu carro, um tanto distraída quando esbarro em alguém de sopetão, não pude evitar a queda 
- Oh meu Deus, me perdoe, não queria machucá - la - um menino muito bonito me ajudou a me levantar, seus olhos eram castanhos e grandes como duas amêndoas, ele tinha o cabelo igualmente castanho arrumado em um topete muito bem ajeitado. Usava calças jeans escuras, um adidas branco e uma blusa de mangas compridas branca que deixava seu abdômen definido muito bem a mostra 
- Não precisa se preocupar, eu acho que acabei bebendo uns drinques a mais - coloquei a mão na têmpora direita, envergonhada por já ter caído em público e o pior, com um homem muito gato
- Deixe - me lhe ajudar - ele me estendeu a mão gentilmente - eu sou o ......



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...