1. Spirit Fanfics >
  2. Love Between Enemies - Jikook abo >
  3. Differences and confrontations

História Love Between Enemies - Jikook abo - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que estejam gostando!!

Capítulo 2 - Differences and confrontations


Fanfic / Fanfiction Love Between Enemies - Jikook abo - Capítulo 2 - Differences and confrontations

Eu estava tão desanimado, pois eu infelizmente-ou felizmente- perdi a garota que eu amava, bom, eu namorava uma bela dama ia fazer 2 anos e meio,nesse tempo, eu dei tudo de mim por ela, me "entreguei" de corpo e alma para esse amor, eu realmente me apaixonei,e pensava que ela sentia o mesmo, desdo começo do relacionamento, eu tive medo de contar para ela minha sexualidade, por que muitos odeiam a homossexualidade, e eu não era completamente gay, eu era bissexual, e por isso eu pensei que se contasse a ela, ela iria me amar e me aceitar de qualquer maneira, mais quando eu contei a ela no nosso aniversário de dois anos e meio, ela surtou, me xingou, chegou a tacar objetos em mim, foi aí que ela acabou soltando que tinha me traído, naquele momento eu me senti fraco, meu coração foi despedaçado pedaço por pedaço, era como parte de mim tivesse morrido, mesmo eu não tendo marcado a mesma, doía, doía como um inferno.

Me distanciei de meus pensamentos quanto sinto jungkook me abraçar com força

— Maninho, oque foi? Porque, está tão triste? Oque aconteceu? -Jungkook diz claramente preocupado pela minha falta de ânimo

— Ah Jungkook... -Retribuo seu abraço, o apertando contra mim, eu realmente precisava de alguém agora.— Bom, vem comigo, vem pro meu quarto, eu preciso contar isso para você, em um lugar mais reservado. -Digo, e ele concorda de leve,e assim fomos para meu quarto.

Ao chegar, tranco a porta, e olho para baixo envergonhado, e Jungkook me abraça novamente, me reconfortando com seus calorosos braços fortes, mesmo eu sendo mais alto e o mais velho, jungkook era maduro o suficiente para me fazer confiar nele mais do que em mim mesmo

— Jungkook, eu não sou hétero, não totalmente. -Digo meio receioso, tentando ao máximo ver as expressoes de jungkook, por medo que ele me rejeite também

— Como assim? Ei, sabe que pode me contar tudo, certo? -Ele diz claramente confuso, e beija minha testa como um jeito reconfortante

— Eu sei, eu sei Jungkook! É que, eu sou bissexual. Mas, isso é o abominável para nossos pais, e por isso nunca vou dizer, vou ficar calado! -Jungkook se afasta, e me olha ainda mais confuso.

— Namjoon, olha, eu vou te apoiar em todas as suas decisões, e estarei aqui para tudo, mas me conta como descobriu isso? -Ele dizia calmamente enquanto caminhava pelo quarto, até de sentar na cadeira de balanço, que tinha por ali

— Eu estava ficando com um garoto, porém era tão errado, mas tão gostoso. E fica mais errado ainda, se eu disser que é um dos príncipes Kim's! -Exclamo meio preoucupado, com a resposta do mesmo.

— Oi!? -Ele exclama alto, pude ver seus olhos arregalarem. — Como assim, um dos nossos rivais? - Ele diz calmo, mas ainda sim eu podia ver que ele estava se segurando para não me dar um belo de um soco na cara

Kim Seokjin on

— Vocês vão me julgar! E, faz um tempo isso, e eu estou com medo de contar! -Digo meio preoucupado, já quase roendo as minhas unhas, não muito longas

— Como assim? Como assim julgar? Jin, fala logo! Mas, que porra! -Taehyung exclama alto, já impaciente com a demora do irmão mais velho

Jimin da um tapa na nuca de Taehyung, e tampa a boca do mesmo, antes que ele dissesse mais alguma coisa.

— Fala, Jinie. -Jimin diz de um jeito calmo porém preoucupado

— Eu sou gay! Igual, os nossos pais sabe? -Digo, e Taehyung revira os olhos.

Ele tira a mão do Jimin da boca dele, e me olha sério, mas ainda sim feliz por mim, soltando um de seus lindos sorrisos quadrados.

— Tá, mas é só isso? Quero detalhes, como descobriu isso? -Ele diz, e os dois se aproximam de mim completamente curiosos, oque me fez corar só de lembrar

— Foi muito errado, mas tão bom! -Exclamo feliz. — Errado por ser com o... Com o... Com o Kim Namjoon! -Consegui dizer, mas só senti o tapa de Taehyung no meu braço, me fazendo ficar com um biquinho teimoso nos lábios

— Você é idiota!? Você é louco!? Você, tem algum problema!? Jin, você literalmente, está falando que está com o nosso rival, eles são nossos inimigos! -Ele diz bravo me olhando indignado

— Taehyung, calma caralho! -Jimin exclama bravo com Taehyung pelo mesmo ter gritado comigo — Você está com dois ao mesmo tempo, e você sabe, amor não se controla! Porra, se o Jin está feliz, deixa ele cacete! Nossos pais, só não vão poder saber! - jimin diz me defendendo, me fazendo sorrir orgulhoso

Pelo menos, eu não vou parar na guilhotina. Eu sou filho dos reis, e o filho mais velho deles! E Namjoon, é 1 ano e 2 meses mais velho, isso não importa muito, nao tamos tanta diferença de idade assim

Kim Namjoon on

Sim, depois de um bom tempo, Jungkook aceitou eu ter ficado com Seok. Aquilo foi tão bom que me faz salivar só de pensar, mas de alguma forma, ainda sei, que não sou completamente gay, por que atração por mulheres eu ainda sinto, mas depois que conheci Seokjin, nada nem ninguém supera aquele garoto, ele parece simplesmente ter sido esculpido a mão, sua beleza me impressiona cada vez mais

— Bom, nosso pai é bem pior, sabe disso. Nossa mãe, talvez aceite você ser bi, mas já o nosso pai... Jeon Seungri, é o próprio diabo na terra! -Jeon diz, e pega meu perfume espirrando um pouco em seu pulso e cheirando — Ótimo, vou utilizar esse perfume no baile. -Ele diz mudando completamente o assunto, e dá três tapinhas no meu ombro, sorrindo para mim

— E agora, sabe que eu estar triste, era por causa, que não posso ficar mais com ele. Eu saía de madrugada, e assim íamos até uma cabana, e ficávamos. Aquelas Foram, as melhores semanas da minha vida. -Me jogo na cama, enquanto digo sobre Seok, sem perceber eu estava sorrindo bobo para o teto em quanto pensava no mais novo — Ele é tão doce, tão gentil, tem um corpo tão bonito, o jeito que ele se fazia de difícil no começo, sua forma linda de pensar, tudo dele é extremamente perfeito jungkook -Começo a lembrar, de quando ficamos pela primeira vez, sorrindo como um idiota de um adolescente apaixonado

Bom ainda não me apresentei, sou Kim namjoon, Tenho 20 anos, e sou filho adotivo da Jeon Somi, e Jeon Seungri, reis de Asgardia.

Bom, não tem muito oque falar sobre mim. Só que sou bissexual, e sou Alfa, e sim sou lúpus, descobri que mais pais de sangue eram dois, alfas por isso tinha mais chances de terem um filho lúpus, e realmente tiveram.

Não gosto muito da minha aparência,mesmo todos dizendo o quanto seu era lindo e bla bla bla, mas me orgulho do meu corpo sarado, e escultural. Sinceramente, sobre mim, não a tantas coisas a se falar.

Saio de meus pensamentos, ao escutar Jeon saindo do quarto, por nossa mãe o ter chamado.

Meu pai entra no quarto, e fecha a porta com tudo. Me levanto, e faço sinal de reverência. Porém, sinto ele me puxar com força pela blusa preta que eu usava,

— Filho meu, nunca fique com outros homens, entendeu!? Entendeu, Kim Namjoon!? Na verdade, nem filho meu você é, sinceramente, nunca foi. Meu filho, se chama Jeon Jungkook, você é só um penetra de bosta, que só atrapalha minha vida. Jungkook seria o mais forte, se não fosse por voce! Você, é a decepção dessa família. Você, continua o mesmo filhote indefeso, seu merda. -Ele solta a minha blusa, depois de jogar tudo na minha cara , e sai do quarto, estremamente bravo

Me recusei a soltar uma lágrima que fosse, aquele homem não merecia uma lágrima sequer minha , eu apenas pulei da janela. Fui até o estábulo, peguei um dos cavalos do local , subo no mesmo e saio galopando. Saio bravo e entristecido do palácio, e vou em direção a uma praia, que não ficava muito longe.

Essa praia, ficava no limite dos reinos. Caso eu passasse, eu estaria dentro do reino de San Martin. E assim eu fiz, eu sabia que nessa praia Seok sempre vinha com seus irmãos. Vejo de longe os três, porém vi um dos irmãos nadando, enquanto o outro e Jin estavão meio longe, mas ainda sim vendo seu irmão nadar.

Chego perto dos mesmos, e os dois se assustam por causa da minha visita inesperada, Eu realmente não me importava com o que poderia acontecer, eu apenas queria ficar ao lado de Jin, Saio de cima de meu cavalo, e ele se deita na areia macia e branquinha.

Me sento ao lado de Jin, e o ponho no meu colo, e beijo seu ombro. O abraço forte como se apenas ele no mundo todo, fosse sugar todas as minhas mágoas, estar com ele me acalmava, me deixava eufórico porém calmo

O abraçava com força escondendo meu rosto nas curvas de seu pescoço

- Sério!? Eu vou ter que ficar de vela!? Cadê o Yoongi e Hosoek nessas horas? -Ao falar neles, os dois apareceram, do cu do mundo mais apareceram, e puxaram taehyung para um abraço apertado.

— Bom, aí estão eles! -Digo, e beijo o pescoço de Jin, acariciando suas coxas fartas, nao o deixando sair de meu colo.

O outro irmão que eu reconheci ser o Jimin, saí da água, e vem até nós se secando e logo vestindo sua blusa novamente,passando a nos observar já que era o único sozinho ali .

— Eu sou realmente o único, que está sem um par? Seus viados!, não que eu não seja, Poxa, eu tô sem ninguém, vocês são tão maus comigo! -Ele diz meio bravo e birrento, ficando extremamente fofo, em vez de bravo

— Miniie, calma, Namjoon tem a solução para isso, não é amor? -Jin diz, e me olha todo sorridente, aos meus olhos extremamente lindo.

Talvez, eu realmente tenha a solução, talvez eu possa fazer o Jimin, visitar o reino de Asgardia...

Eu disse talvez...

Contínua?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...