História Love Between Suicidal Angels - (Imagine Min Yoongi) - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Depressão
Visualizações 79
Palavras 2.073
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 22 - Invasão


Fanfic / Fanfiction Love Between Suicidal Angels - (Imagine Min Yoongi) - Capítulo 22 - Invasão


Eu já estava prestes a chegar em casa, o medo de minha tia não acreditar em mim era grande e me consumia por inteiro, mas o pinguinho de coragem parecia o suficiente naquele momento. 
 
O que será que ela vai falar? Qual vai ser sua reação? Ela vai acreditar? 
 
Várias perguntas invadiam minha mente, eu estava com medo, muito medo... 
 
E se não der certo? E se ele chegar na hora? E se ele tentar nos matar? Vai sim dar errado. Eu não vou falar! Eu.... eu não sei o que fazer!! 
 
Comecei a entrar em desespero, como eu faria isso? Eu não sei, mas eu não podia desistir, não agora. 
 
Mantenha a calma, vai dar certo. Ela vai acreditar em você sim. 
 
Respirei fundo e fui na direção da casa... Abri a porta e minha tia apareceu no batente da cozinha, ao ver que era eu, jogou o pano de prato na mesa e veio me abraçar, segurou meu rosto com as mão geladas e eu reclamei com um resmungo baixo, fomos até o sofá e nos sentamos. 
 
É agora ou... nunca  


Meu coração estava a mil, parecia ter dado um nó na garganta e os pensamentos de que daria tudo errado veio à tona 
 
S/tia- O que foi? Esta trêmula! Aconteceu algo grave? 
 
- E-eu... não sei se consigo falar. 
 
S/tia- Ei, saiba que eu estou aqui para ajudar, não para te julgar, ok? - a mais velha sorri mínimo 
  
- Bom, é que... eu preciso de água antes. 
 
S/tia- Eu pego querida, pode deixar 
 
Ela volta com o copo cheio e me entrega, eu estava tremendo, tinha medo do que poderia acontecer, porém ela é minha segunda mãe e eu devo falar isso 
 
Peguei o copo e dei um gole, respirei calma e deixei o copo no chão deixando meu olhar focado para baixo 
 
- Tudo começou quando meu corpo começou a se desenvolver, no caso cedo demais. Por mais que eu fosse uma criança ainda, eu percebia olhares do S/tio em mim, olhares anormais digamos assim, até que ele começou a passar a mão em mim e ... ele... - meus olhos lacrimejaram e o nó aparentou ficar mais forte - ele m-me... - não conseguia terminar de falar e senti as lágrimas descerem, a tia apenas me abraçou e eu me deixei levar, logo veio os soluços e ela tentou me acalmar... 
 
Já mais calma eu contei que ele avia me estuprado e o que aconteceu por eu ter saído de casa, ela entendeu minha parte mais ficou chateada por eu não ter contado antes 
 
S/tia- Desculpa por isso tudo meu amor, eu realmente nunca desconfiei. Vamos fazer um boletim de ocorrência e ele vai pagar pelo que fez. 
  
- Só de você acreditar em mim está ótimo tia, muito obrigada mesmo! 
 
Ela me deu mais um abraço que com certeza eu retribuí com mais força pra demonstrar o quão grata eu estava 
 
Iriamos sair de casa e ir na delegacia, provavelmente teria que fazer corpo de delito para ter toda a certeza, e como o sexo foi uma coisa forçada, provavelmente minha vagina estaria um pouco machucada ainda. 
 
Só sei que quero vingança! Por mais que não seja pelas minhas mãos, vai ser por outras, e eu espero do fundo do meu coração que ele sangre até a morte! 
  
... 
 
Na delegacia já haviamos feito tudo, eu fui para o hospital para ser examinada mas eu já teria voltado pra delegacia. 
 
Estava tudo entregue na mão da Polícia, cabe a ela ser justa. 
 
Peguei meu celular para ver as horas e vi algumas chamadas perdidas de um dos meninos, liguei pro Kookie e ele não demorou um segundo a atender 
  
. Ligação On . 
   
~ AMÉM IRMÃOS!! Você está bem anjo? 
 
~ Estou sim, e ... eu contei tudo a ela e ela entendeu super o motivo de eu ser tão antissocial e essas coisas, já viemos na delegacia, fiz o corpo de delito e está tudo resolvido. A Polícia vai estar indo em casa para prendê-lo, e caso não o ache vai estar fazendo as buscas! 
  
~ que ótimo tudo isso, apesar de que ser preso não seria um bom preço pra ele, queria algo pior! - vou ver se faço alguma coisa! 
 
- Jeon Jungkook, não se meta nisso, vai acabar dando rolo pra você. Sei que está com raiva, mas não precisa disso, ok? 
 
~ Tu sabe que não vai mudar minha opinião por nada nesse mundo, né?! 
 
~ Aigo... coelho tu é teimoso em, puta merda 
 
~ Ixii filha coelho da onde? 
  
- Seus dentes - sorrio ao lembrar do seu sorriso 
 
~ Deixa meu dente em paz menina, e pode ficar suave que ele vai ter a justiça que merece 
   
- Aish , ok teimoso , ok ! Bom avisa os meninos que tá tudo certo pra mim? 
 
~ Aviso sim, pode deixar 
 
- Bom... beijo, provavelmente nos falamos a noite, eu estou morta de sono e minha bateria está indo pro lixo 
   
~ Ok, quando acordar me liga ou manda mensagem 
 
~ Pode deixar 
 
. Ligação Off .
 
Eu e minha tia iriamos ficar em um hotel, já que a Polícia estava pra ir na casa fazer a apreensão, antes, teríamos que pegar algumas de nossas coisas pra levar ao local desejado. 
 
Voltamos pra casa e fizemos uma mala pequena pra levarmos, no caminho fomos em um restaurante e depois fomos pro hotel 
 
Chegando lá, vimos se tinha quarto disponível e blá blá blá. 
 
Cai morta na cama de solteiro e que cama macia em lugar chique! Fechei os olhos... 
 
- Opa, meu celular tem que carregar 
 
A bateria havia acabado, e já era 18 e pouco, demoramos umas 2 horas e meia depois que saímos da delegacia pra vir pra cá. 
 
Depois de conectar no carregador, me joguei novamente na cama ouvindo um leve xingamento de minha tia falando para eu parar de pular na cama e dei uma risada curta, me acomodei e dormi 
 
Bem simplista eu 
 
. SN Off . 
 
. Jungkook On . 
 

Eu realmente não iria deixar barato o que o pedófilo fez com a minha pequena. Não vai sair barato isso, nem fodendo 
 
Tá, eu sou todo boyzinho e pá, porém, eu também tenho meus contatos. 
 
Iria ligar para um tio meu que é Chefe de uma "Máfia" e tudo começa por aí 
 
. Ligação On . 
 
- Ei tio, preciso de um favor 
 
~ Fala garoto de ouro, do que precisa? 
  
- Preciso me comunicar com algum cara da prisão, de preferência o cara mais foda de lá, digamos assim 
 
~ Pra que tu quer falar com um presidiário? 
 
- Um filha da puta fez umas coisas com minha amiga e ele vai estar sendo preso hoje, provavelmente 
 
~ Não se meta muito em!! Qualquer coisa se der B.O pra você, pode mandar vir falar comigo 
 
- Ok ok! Mas como vou fazer pra falar com o cara? 
 
~ Bom, ele é meu amigo, isso pode facilitar as coisas mais nem tanto... eu pensei de você entrar na cadeia a noite de preferência enquanto um dos meus homens matam ou só prendem os guardas da vigia 
 
- Olha eu voto na segunda opção tá?! Não tem o porquê de sair matando todo mundo também né 
 
~ Pra mim tanto faz. Então, aí enquanto meus homens te dão cobertura você vai entrando e eu vou te passar o local certo de onde você vai, até chegar a cela 
  
- Tá, e a questão da grana? 
 
~ Que grana moleque? 
  
- Você acha mesmo que ele não vai pedir algo em troca não? 
 
~ Faz assim, fala que tu é meu sobrinho e que eu tô metido nesse seu bang aí, diz que eu vou estar planejando a fuga dele, mas só se ele cumprir o dever dele, entendeu? 
 
- Okk, precisamos resolver logo por que o cara vai entrar na prisão hoje, lembra? 
 
~ Ainda bem que eu já tenho o plano, só basta esclarecer tudo direito 
 
- Tá. Em questão do sistema do portão? 
 
~ Acho que vamos ter que fazer uma bagunça lá pra chamar a atenção dos guardas, enquanto os policias saem pra ver o que aconteceu, você e dois dos meus entram enquanto o portão está aberto e eles vão dando cobertura pra você. Pode ficar suave que os que entraram com você são um dos melhores que tenho 
 
- Que dê tudo certo então. 
 
~ Vê se não faz nenhuma merda lá em garoto! 
 
- Não vou. Obrigado pela ajuda. Onde a gente se encontra pra discutir tudo certinho? 
 
~ Em casa?  
   
- Não tem outro lugar melhor mesmo 
 
~ Beleza, nos encontramos daqui a pouco 
 
- Até 
 
. Ligação Off . 
  
- É agora que a parte boa começa 
 
Já estava tudo pronto. Eles iram forjar uma explosão no carro, depois entramos na prisão, Jhoan e Stanley iriam me dar cobertura enquanto eu vou até a cela, tudo na base da cautela 
 
Estávamos na casa do meu Tio, voltei pra casa para me trocar e então voltei novamente aqui. 
 
Estaríamos todos de preto e uma máscara... 
 
Jay- Lembram do plano, certo ? 
 
Jhoan, Stanley e eu concordamos. Iria 4 pessoas no carro, um cara pra dirigir e outro pra parte tecnológica, os outros entrariam comigo. Outro carro estaria sendo usado para a explosão e depois mais um cara viria buscar o que forjaria a explosão 
 
[...] 
 
Hora do plano! 
  
Paramos um pouco para trás da entrada e Mia, a fodona da tecnologia estava acessando as câmeras para desliga-las, como previsto, ela conseguiu. Eu e outros dois descemos ficando escondidos na parede lateral. 
 
O motorista ligou o carro e se afastou do local. 
Em 5 minutos os outros chegaram em frente a prisão e saíram do carro, correram até nós e disse para irmos um pouco mais para trás, por causa da pressão da explosão. 
 
Xxx- 3 minutos até a explosão - disse após olhar o relógio digital em seu pulso 
 
O barulho alto se foi ouvido e o fogo subindo. Outro barulho se fez presente na prisão mas logo parou. 
 
Os portões seriam abertos. 
 
Após ver os policias saírem e ir em direção do carro, fomos correndo sem fazer muito barulho e entramos no local, Jhoan foi até a sala de controle e provavelmente matou quem estava lá. Como os portões são abertos e fechados logo em seguida, Mia pegou o controle das coisas, ou seja, ninguém entra ninguém sai! 
 
Jhoan e Stanley colocou o silenciador na arma e foram na frente liberando caminho pra mim, fui observando os longos corredores que entravamos e achei a cela que queria. 
 
Enquanto falava com o cara, capangas de Jay ficavam de vigia 
 
- Ei você?! 
 
Xx- O que você quer? 
 
- Preciso de um favorzinho seu 
 
Xx- E por que eu faria um favor a uma pessoa que eu nem conheço e ainda mais sendo um moleque? 
  
- Eu sou o sobrinho do Jay. Preciso que você dê um trato no novato que entrará aqui hoje 
 
Xx- E o que eu ganho com isso? 
 
- Jay disse que se tu fizer tudo nos conformes ele te libera daqui. Disse que vai programar sua fuga, então é você que decide se quer ou não continuar nessa espelunca. 
 
Xx- Ok, faço porque confio na palavra do Jay 
 
- Resumindo, o cara é o tio da minha amiga e desde criança ela vem sofrendo estupro, quero que ele tenha uma morte lenta e dolorosa 
 
Xx- Hum, pode deixar o cara comigo 
 
- Obrigado.  
 
Xx- Nada! 
 
Tudo certo, chamei os dois e saímos 
  
Demos um toque pra Mia e ela abriu o portão pra gente, logo já estavam nosso motorista e o outro carro chegando... Entramos no veículo e partimos pra casa, tudo ocorreu bem então simplesmente iria ir direto pra casa. 
 
Chegando lá mandei mensagem pro meu tio avisando que deu tudo certo. Já iria dar meia noite, provavelmente S/N estaria acordada! 
 
Puts, esqueci de avisar o pessoal  


Mandei mensagem no grupo e disse que estava tudo bem com ela, mandei mensagem pra menor e fui tomar meu banho enquanto ela não respondia 
 
[...] 
 
Sai do banheiro secando o cabelo, e estava vestido com meu pijama, olhei o celular e nada, liguei pra ela e nada também, saco. 
 
- Quer ver que essa praga ainda tá dormindo?! 
 
Liguei mais uma vez e sem sucesso. 
 
Deixei uma mensagem falando pra ela me responder assim que acordasse, deixei o celular no criado, apaguei a luz e fui dormir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...