História Love Between The Dead - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Andrew Lincoln, Katherine McNamara, Supernatural, The Walking Dead
Personagens Abraham Ford, Carl Grimes, Daryl Dixon, Dean Winchester, Glenn Rhee, Maggie Greene, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Sam Winchester
Tags Abraham Ford, Katherine Mcnamara, Love Between The Dead, Rick Grimes, The Walking Dead
Visualizações 258
Palavras 2.466
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Só digo quatro coisinhas rápidas...

☆Textão Nas Notas Finais!

☆Ouçam Say you won't let go-James Arthur ou Sign of the Times-Harry Styles.

☆Obrigado por tudo amores.

☆Memórias vão estar em itálico e vão ter esse sinal "XXX"

NOTAS FINAIS HEIN!

Capítulo 35 - Epílogo-New Age.


 "Esse não é o fim…é apenas o começo de uma nova era."

1 anos depois…

*Alice pov's On*

Como descrever o que aconteceu em um ano?

Bem vamos começar,hoje é o aniversário de Abraham,meu filho hoje faria um ano,meu menininho!

Quando Rick e eu descobrimos o que seria a felicidade foi imensa e algumas semanas depois Alyson anunciou sua grávidez,ela teria um menininho,Nate Espinosa Dixon.

Rick e eu casamos,uma pequena cerimônia feita pelo Padre Gabriel,eu me lembro até hoje como foi..

                           XXX

"—Eu estou mesmo bonita?-perguntei olhando-me a última vez no espelho.

Me virei,para Maggie, Michonne, Alyson,Octavia e Jane,elas sorriram pra mim.

—Está a noiva mais linda,se Rick dizer não,ele é um grande imbecil-falou Alyson.

—Aly tem razão,o vestido destacou sua barriga,foi um milagre a gente ter achado esse vestido tão lindo-falou Octavia.

—Está ótima,agora acho que podemos ir,seu cabelo já está pronto,acho que já podemos ir não é mesmo noiva desesperada?-debochou Maggie.

Sorri e assenti,eu não conseguia descrever mais nada,tudo estava prefeito e incrível,Abraham estaria orgulhoso eu sei que estaria.

Saímos de casa e fomos até a pequena capela de Alexandria,Dean e Sam estavam a minha espera,eles me levariam até o altar,minhas amáveis amigas acenaram e entraram,sorri e segurei no braço de Sam e Dean,meu buquê era simples mas era lindo.

—Não vão me deixar certo?-perguntei aos dois.

Eles sorriram.

—Nunca-falaram juntos.

Sorri emocionada,Dean abriu a pequena porta e nós entramos,todos nossos amigos estavam lá,Jesus estava com Ren seu namorado e seu irmão Austin, Jane havia se juntado a Gus e Lily,Maggie estava com Hershel no colo,ela sorria e eu sorri de volta, Mich estava com Lydia que segurava a pequena Samantha,filha de Sam e Mich,Alyson estava com Nate e Daryl,eles estavam felizes,Octavia e Lincoln estavam felizes,todos estavam bem.

Olhei para frente e lá estava ele,estava lindo,Rick sorria de forma radiante,um sorriso que fez meu coração acelerar,suas roupas não eram bem ternos, eram basicamente suas roupas normais,calça jeans e a camiseta de botões e seus sapatos,mesmo assim estava ótimo.

Sam,Dean e eu chegamos ao altar,Rick segurou minha mão carinhosamente e sorriu.

—Então Grimes,dois avisos-Dean falou.

Rick os olhou questionador.

—Primeiro:Se você a machucar a nossa irmãzinha nós vamos te caçar até o inferno e te matar-Sam falou.

—Segundo,esse vai te ajudar,se ela te acordar a noite com desejos de grávidas,faça o que ela está te pedindo,só pra não apanhar,eu tenho experiência própria-Dean olhou Maggie que acenou sorrindo.

Rick e riu e assentiu.

—Bom,vamos deixar os noivos se casarem-Dean falou e se afastou junto de Sam.

Nos viramos para o Padre Gabriel,ele falava várias e várias coisas,eu sei que isso vai parecer muito errado,mas será que não dava já pra pular para a parte do beijo?

—Dá pra acelerar o processo?-perguntei impaciente.

Todos que estavam presentes deram risada da minha impaciência,revirei os olhos.

—Alice-Rick me repreendeu.

—O que? Não dá pra pular direto pra parte do felizes para sempre?-ironizei.

Ele riu e voltou a atenção para Gabriel que segurava a risada,o padre deu um jeitinho de agilizar as coisas então chegamos na parte do "aceito",por sorte todos disseram sim e finalmente a parte do beijo chegou,amém.

—Bom já que estamos todos de acordo,acho que o noivo já pode beijar a noiva-falou Gabriel sorrindo.

Sorri e lhe fiz um joinha,ele riu,senti braços envolverem minha cintura sorri e quebrei a distância que nos separava,foi um beijo calmo e intenso,a combinação perfeita.

—Agora estamos juntos mesmo."

                       XXX

Aquele dia havia sido tão especial,tivemos também o nascimento de Abraham,aquele dia sim foi uma grande confusão,mas nesse dia meu príncipe veio ao mundo e eu não me arrependo de nada.

                      XXX

"Minha barriga estava enorme,parecia que eu engoli uma gigante melancia,aliás quando Rick e Daryl voltarem das buscas,vou pedir a meu amado marido que me ache melancias,elas são deliciosas.

Carl e eu estávamos em casa,Judy estava brincando com o pequeno Hershel na casa de Maggie e Dean,que estavam passando um tempinho em Alexandria,Rick e Daryl estavam em uma busca e bem o resto do pessoal eu não sábia onde estava.

E bem eu já estava com 9 belos meses.

—Carl-chamei.

O menino apareceu e me sorriu.

—Oi?-perguntou.

—Pega uma maçã pra mim?-perguntei-lhe.

—Claro-ele sorriu.

—Obrigado anjinho-falei.

Ele me trouxe a maçã,agradeci novamente e fui comer,começei a sentir leves incômodos na barriga,pensei até que fossem chutes de Abraham,porém eles começaram a ficar mais intensos,me remexi incomodada,então senti um liquido escorrer pela minha perna.

Merda,a bolsa estourou.

—CARL-berrei.

O menino apareceu ofegante,deve ter descido as escadas correndo.

—Meu deus Alice o que está havendo?-pergntou desesperado.

Eu respirei ofegante,sabe filho acho que você poderia ter esperado mais um pouquinho.

—A-A bolsa,ela estourou e tá doendo pra caralho, me ajuda pelo amor de Deus-pedi nervosa.

Ele se aproximou sem saber o que fazer,veio mais uma contração,soltei um grito e apertei a mão de Carl com força,ele se remexeu mas ficou quieto.

—Chama alguém-pedi ofegante.

—Q-Quem?-ele perguntou gaguejando.

—Não sei,mas vai pedir ajuda logo,isso dói pra caramba-soltei sua mão.

Ele saiu correndo,e eu fiquei lá morrendo de dor, meu filho não escolheu uma hora boa para vir ao mundo,ele podia ter esperado mais algumas horinhas antes disso.

Passou-se um tempo e Carl voltou com Dean,ao ver meu estado o Winchester me ergueu nos braços e correu comigo pra enfermaria,ouvi Carl falar que havia chamado Rick e Daryl pelo rádio e que ambos estavam voltando.

Dean entrou na enfermaria feito furacão,ouvi Carl explicar a situação,enquanto isso eu ganhei mais uma contração,puxei a blusa de Dean a ponto de sair com um pequeno pedaço de tecido na mão,ele me olhou assustado e eu dei de ombros dolorida.

—Deitem ela aqui-Carson apontou para a maca.

Dean me colocou lá e ficou a meu lado,enquanto Carson colocava luvas descartáveis.

—Austin não está aqui,vou ter que fazer isso sozinho,Carl saia da sala-ordenou Carson

O menino assentiu e saiu,dessa vez eu soltei um grito,as dores estavam cada vez mais fortes,eu suava frio,caramba minha mãe passou por isso pra me por no mundo?

—Vamos começar isso,Alice seu parto vai ser normal,então peço que faça força para empurrar a criança pra fora-pediu ele.

Assenti e me esforcei bastante,reprimi um grito e agarrei o pulso de Dean,cadê o Rick? Ele está perdendo o nascimento do filho dele.

—Isso Alice muito bem,faça força-Carson pediu.

—Eu to tentando-resmunguei com muito esforço.

A porta foi praticamente escancarada,Rick estava lá com a face desesperada,assim que me viu sua expressão suavizou,ele se aproximou e Dean se afastou.

—Vamos Alice estamos quase lá-Carson encorajou.

—Entra no meu lugar pra sentir essa dor do caralho, eu to tentando-reclamei.

—Vamos meu anjo,você consegue-Rick murmurou.

Soltei mais um grito e depois,foi como se tudo tivesse sumido,um choro ecoou pela sala,nosso filho havia nascido.

—Meus parabéns Alice,é um menino saudável e ruivo igual a mãe-ele me entregou o bebê.

Carson mandou Rick lavar as mãos,eu observei meu filho mais e mais,minha criança.

—É tão lindo-Rick se sentou a meu lado emocionado.

—Tem seus olhos-comentei.

Era verdade,o bebê tinha lindos olhos azuis comparados a cor dos céus,era lindo,mas seus cabelos ruivos o entregavam.

—Os cabelos dele são tão ruivos quanto os seus, eu aposto que ele terá a mesma genialidade da mãe, eu vejo-ele murmurou perto do meu ouvido.

Sorri com s sensações que isso causou.

—Sim,mas terá a mesma calma que o pai,não pode puxar todo meu gênio-falei sorrindo.

Ele riu e acariciou a bochecha do nosso bebê.

—Bem vindo ao mundo Abraham Ford Grimes."

                       XXX

Meu neném hoje faria um ano,e para comemorar faremos um almoço aqui em Alexandria,Abraham estava a dormir e eu era a única acordada na casa, Rick,Carl e Judy ainda dormiam,então aproveitei a calmaria para preparar um café da manhã,hoje o dia será agitado,Maggie virá com Hershel,Enid,Dean e o pessoal de Hilltop,Jerry virá com o pessoal do Reino e ah claro,Shiva que havia ido pra lá também, Octavia viria com Lincoln e o pessoal de Tondc, tudo estava em perfeita harmonia.

Abraham estaria orgulhoso onde ele estiver eu sei que sim,eu sinto que sim,perdemos muitas pessoas pelo nosso caminho,pessoas que amávamos.

—Sabe você precisa parar de me largar sozinho toda manhã-braços cercaram minha cintura.

—Ora Grimes,você precisa acordar mais cedo as vezes sabe?-debochei virando para o mesmo.

—Então a culpa é minha?-perguntou.

—Claramente-respondi rindo.

Recebi um beijo caloroso,sorri e me sentei no balcão da pia,para ganhar uma altura,isso ajuda muito.

—E nossas amáveis crianças?-perguntei.

—Carl está dormindo,Abraham dorme que nem um anjo e Judy foi dormir tarde e continua dormindo feito outro anjinho-falou ele próximo a meu pescoço.

—Então temos muito tempo-falei.

—É nós temos-ele me beijou novamente.

O clima estava muito agradável,mas um pequeno choro atrapalhou,Abraham acordou e estava com fome pelo visto.

—Viu só? Não temos mais tempo,o que nos resta são as noites mesmo-desci do balcão e subi correndo.

Abraham se remexia inquieto no berço,sorri e o peguei no colo,me sentei e fui lhe dar de mamar,ele estava realmente faminto e suas mãozinhas pequenas beliscavam meu peito.

—Estava mesmo com fome filho-murmurei.

Rick apareceu na porta olhando a cena.

—Ele está com muita fome pelo visto-Rick observou divertido.

—É ele está me beliscando,provavelmente pelo meu atraso,eu virei um restaurante ambulante,ai Abraham-resmunguei quando ele me beliscou novamente.

Sorri abobada,o pequeno estava mesmo com fome e bravo pelo meu atraso.

—Culpe a seu pai e não a mim,ele que atrasa a mamãe,juro-falei rindo.

—Sua mãe que me larga sozinho na cama toda manhã,culpe a ela-Rick rebateu.

—Mamãe,papai-Judith apareceu com seus passos quase ajeitados.

A pequena estava já com dois anos e alguns meses,estava linda,seus cabelos loiros bem destacados e seus olhos verdes ganharam uma cor forte.

—Oi meu anjinho-beijei a testa da pequena.

—Oi filha-Rick ergueu a menininha nos braços.

Ela olhava o irmão amamentar,parecia querer colo também,apesar de já estar no colo do pai.

—Quer vir no meu colo?-perguntei e ela assentiu.

Ela largou o pai e veio correndo,a coloquei em meu colo também e ela abraçou meu pescoço.

—Bom dia mamãe-ela murmurou.

—Bom dia minha filhinha linda-falei e lhe dei outro beijo na testa.

—Onde ela estiver,ela está feliz por eles terem achado alguém boa o bastante-ouvi Rick falar.

Ele se referia a Lori,não me incomodava,era até bom,eu cuidaria dos filhos delas,não para substituí-la,mas sim para protegê-los.

—Reunião familiar e ninguém me chama? Me senti excluído-Carl apareceu sorrindo.

—Bom dia Carl-desejei sorrindo.

—Bom dia filho-Rick disse.

—Bom,hoje é aniversário do Abraham e nós temos um enorme almoço para organizar-falei me lavantando.

Rick foi dar banho em Abe e eu fui me arrumar, tomei um banho rápido e coloquei um vestido que batia até meu joelho,deixei meus cabelos soltos e coloquei uma sandália baixa,eu estava pronta.

Fui cuidar de Abraham para Rick e ir se arrumar, aproveitei e arruemei Judith também,meus dois anjinhos ficaram lindos.

—O pessoal está chegando Alice-Rick apareceu.

—Dá pra me ajudar? Toma leva o Abraham-pedi.

Ele pegou o pequeno no colo e foi descendo as escadas,ergui Judith e fiz o mesmo,na sala encontramos Maggie,Dean e Hershel,sorri para eles, Judith estava eufórica e foi abraçar o amigo,Rick os olhou enciumado.

—Eu acho que eles ainda são muito novos para ficar por ai se abraçando e andar de mãos dadas,não acham?-perguntou.

Começei a rir.

—Para de ciúmes,eles são amigos seu bobo ciumento-zombei.

Ele me olhou sério e eu ri mais ainda,abracei meu afilhado,Maggie e Dean,então seguimos para o lado de fora,quase todo mundo havia chegado próximo ao horário do almoço,colocaram uma grande mesa no jardim,todos sorriam e se divertiam,Jesus estava com Ren,os dois sorriam um para o outro,Eric e Aaron estavam na mesma situação,Rosita e Austin estavam juntos também,Lily e Nate corriam junto com Judith e Hershel,eles estavam lindos.

—Alice está linda-Octavia veio me abraçar.

—Oc,está linda também então quando veremos a mais nova menininha?-perguntei apontando para sua barriga.

—Em breve-ela sorriu.

Lincoln cumprimentava Rick,Daryl,Sam e Dean que conversavam sobre algum assunto,me aproximei.

Eles falavam sobre suas mulheres.

—Então quer dizer que eu sou muito brava Rick Grimes?-falei atrás dele.

Ele deu um pulo e me olhou assustado.

—Oi meu amor tudo bom?-ele perguntou se fingindo de inocente.

—Vai ver só,o que é teu tá guardado-falei séria.

—E Abraham?-ele perguntou.

—Com a madrinha dele-apontei para Maggie.

Abe dava gargalhadas enquanto Maggie brincava com ele,sorri ao ver a cena.

—Estão todos felizes-comentei sorrindo.

—Os tempos de guerra acabaram,agora nós precisamos apenas focar nos tempos felizes e nos zumbis que nos cercam lá fora-falou ele.

—É nós temos sim-falei assentindo.

—Hey,nós vamos poder nos alimentar ou não? Eu to com fome caramba-gritou Dean.

Nós rimos e seguimos até o pessoal que já estava a se acomodar na mesa,algumas comidas estavam espalhadas Sam segurava Samantha e Abraham no colo,sorri e fui buscar Abraham.

—Vem com a mamãe meu amor-murmurei o pegando no colo e fui me sentar na ponta da mesa ao lado de Rick.

Carl se encontrava com Judy e Enid a seu lado,Lydia estava com James um garoto que ela havia conhecido,Sam,Mich e Samantha estavam lado a lado,Lily,Jane e Gus estavam no mesmo tipo, Octavia e Lincoln sorriam abertamente era assim que tinha que ser.

—Eu quero propor um brinde-me levantei.

Todos me olharam sorridentes.

—Um brinde para aqueles que perdemos,para todas nossas vitórias e para os tempos bons que estão por vir-falei sorrindo.

—Um brinde família-Rick falou sorrindo.

Todos sorriram e brindaram,sorrimos felizes e animados,começamos a nos alimentar e o alimento de Abraham foi óbvio,ele não largou meu peito por nada no mundo e ainda acabou dormindo feito um anjo.

—Pode ficar com ele um instante?-pedi para Rick.

—Claro meu amor,mas porquê?-ele perguntou.

—Preciso fazer uma coisa,já volto-lhe dei um beijo e saí.

Fui até o cemitério e me aproximei do túmulo de Abraham,me sentei lá e encarei.

—Sabe irmão,hoje seu sobrinho faz um ano de vida, e faz um ano que eu o perdi,eu ainda não lidei com a dor,eu só me acostumei,espero que esteja feliz assim como eu estou,eu sinto sua falta e me pergunto como seria se você ainda estivesse vivo, teria dado chilique quando descobrisse meu casamento? Eu não sei,mas eu espero que esteja feliz meu irmão-falei chorando emocionada.

Ouvi passos atrás de mim e me virei sorri ao ver quem era.

—Oi Amor-falei sorrindo.

—Oi Anjo,vamos?-ele perguntou me ajudando a levantar.

—Vamos sim-assenti.

Olhei o túmulo de Abraham uma última vez e segui até o pessoal com Rick,sorri ao vê-los.

Uma nova era estava nascendo.

Nós estávamos felizes.

                    ☆☆☆

"O medo pode ser uma grande arma usada contra nós mesmos,mas eu digo uma coisa,supere eles, supere seus limites,viva feliz e não importa quantos obstáculos apareçam,aqueles que te amam vão estar lá para te ajudar e se existe algum Deus, provavelmente ele é uma figura imensamente incrível,pois nos ajuda nos nossos piores momentos,eu acredito que exista algum Deus,nossa luta não terminou,os mortos ainda vagam pela terra, mas o que importa é:eu não perdi as esperanças e até o último morto vagar sobre essa terra,eu vou lutar até o fim"-Alice Grimes Ford.

          The End.


Notas Finais


Bom eu quero agradecer por tudo meus anjos,confesso que vou sentir muitas e muitas saudades,da Alice e de vocês, obrigada por cada comentário,cada favorito,obrigado e bem esse não é o fim,infelizmente nós não teremos segunda temporada,sorry,mas ainda sim tá valendo meu carinho❣ Obrigada por tudo amores,obrigado mesmo!! Não sabem o quanto eu sou grata,eu os adoro muito!! E quem sabe vocês não sejam meus leitores lá em Savages,enfim obrigado por tudo,a Alice manda beijos também,obrigado amores muito obrigado e eu estou chorando muito!
Muitos e muitos beijos.
E aqui Love Between The Dead está oficialmente encerrada!
Sorry Qualquer errinho <3
Kisses...❣

Savages:
https://spiritfanfics.com/historia/savages-10777884


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...