1. Spirit Fanfics >
  2. Love Between Two Worlds (Pjm - Mny) >
  3. 002

História Love Between Two Worlds (Pjm - Mny) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Apenas tenho a dizer por hoje boa leitura❤️❤️

Capítulo 4 - 002


Fanfic / Fanfiction Love Between Two Worlds (Pjm - Mny) - Capítulo 4 - 002

20:00 PM

Depois que aquele demônio me libertou, não o vi novamente.

Isso me deixava frustrado, eu queria saber o motivo dele ter me libertado, o que ele queria de mim? O que pretendia? Eu tinha tantas perguntas. Mas ele simplesmente me liberou e foi embora.

- Aaaaaaaaaaaa - Rolei sobre a nuvem. Estava quase na hora de começar meu outro turno de trabalho. Me levantei e caminhei ate Jungkook - Iai cookie- sorri - Bom dia afrontador - rolei os olhos, todos no céu ja sabia sobre o que eu tinha feito com o neto do pai, outro anjo viu e contou a super novidade - Poderia não me chamar assim, por favor?

- Sim sim, claro. Está saindo para fazer outro turno? - acento com a cabeça - Por falar nisso eu tenho que ir, até mais cookie - sai voando para baixo e fui para o primeiro da lista.

        ♪

O ultimo da lista era Suk, me pergunto porque me enviaram novamente.

Logo adentrei dentro da casa pela porta da frente. Seus pais estavam na sala brigando, eu neguei com a cabeça e joguei um pozinho branco fazendo os dois pararem e se tudo voltar ao normal. Voei ate as escadas e fui ao quarto do garoto - Suk? - sussurrei.

Era o quarto dele, pousei no chão do quarto, o quarto era grande, olhei para a esquerda e vi Suk em cima da janela. Coloquei a mão sobre a boca e voei apressadamente até o mesmo. Ele chorava, seus pensamentos eram negativos, sua aura triste.

Então, eu o abracei, impedindo - o de cometer o tal ato, ele chorou mais e voltou para dentro do quarto. Logo em seguida seus pais entraram no quarto e conversaram com ele, soltei um largo sorriso no rosto.

- Você estragou a diversão pequeno anjo bobo - virei a cabeça rapidamente, era um lado do quarto que tinha suas luzes apagadas - Quem é você? - senti seus passos se aproximarem e em questão de segundos senti uma respiração em meu pescoço - Seu salvador - voei rapidamente ate longe, como ele tinha chegado tão rápido atrás de mim? - O que faz aqui? Foi você quem o fez ter essa horrivel idéia?

- Se fosse minha, ele estava morto antes de você chegar - ele caminhou ate uma escrivaninha e se encostou nela colocando as mãos no bolso - Eu apenas vi o garoto prestes a se matar e vim assistir. Claro que também iria leva-lo a sua nova casa. Ja tinha mandado guardar um lugar para ele lá. Mas você foi ótimo para estragar tudo.

Mas que tremendo idiota.

- Hm entendo, é seu dever claro, como filho de Lúcifer - ele deu um sorriso mínimo - é assim que trata seu salvador? Estou decepcionado, deveria ter deixado arrancarem suas asas e depois ser posto numa bandeja todo cortado - arrepiei, então é assim que eles preparam os anjos para comer?

- Não se preocupe baixinho, não vou come-lo - fui até ele e o encarei - Não sou baixinho - me afastei, ele ainda mantinha seu sorriso mínimo no rosto - Mas obrigado por ter me ajudado

- Enfim, eu preciso ir. Até mais baixinho - ele caminhou ate a janela, e pulou. Eu parei um pouco e me joguei pela janela também indo atrás do demônio - ESPERE! - Gritei, mas foi uma má idéia, espíritos, demônios e até poucos anjos em serviço me olharam. O demônio que me olhava furioso, me puxou e abriu um portal.

Em poucos segundos eu estava em um lugar escuro, cheio de poeira e entulho. Era um hospital abandonado - O que é isso? Onde estamos? - voei desesperado - Se acalme, estamos seguros aqui, não existe nada além de nós e lixo nesse lugar velho. E então, o que quer de mim? - eu parei de voar e o vi vindo atrás de mim caminhando lentamente, a cada passo seu para frente, era um passo meu para trás e então ao chegar no final do espaço, o mesmo me prensou sobre a parede.

- Pediu para esperar, o que aconteceu, se apaixonou foi? Sabe que é proibido, mas eu posso te dar uma rápida de prazer - Ele foi ate meu pescoço e beijou, eu coloquei minhas mãos em seu peito e o empurrei - Eu quero respostas - ele bufou e sentou pela janela - Sobre o que exatamente?

Me mantive no mesmo lugar e fiz uma nuvem para me sentar - Porque me salvou? - ele suspirou - estava entediado.

- Não acho que explique que seu tédio venha a salvar um anjo

- Eu também não sei - o vi suspirar e olhar la pra fora, ele parecia estar falando a verdade - Ok, senhor demônio, vou deixa- lo em paz - me levantei pondo meus pés no chão - Min Yoongi - o olhei em dúvida - Eu me chamo Min Yoongi

- Oh. Eu sou Jimin, Park Jimin - ele sorriu pequeno e foi embora.


Notas Finais


Espero que tenham gostado :³
Sério gente, votem e comentem pq isso ajuda muito. Me deixa motivada em escrever. Bjos ❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...