História Love Changed Me - Capítulo 18


Escrita por:

Visualizações 87
Palavras 1.925
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem.
Boa leitura.

Capítulo 18 - O que tá acontecendo?


Fanfic / Fanfiction Love Changed Me - Capítulo 18 - O que tá acontecendo?

Karol- é.....(que merda, por que eu tinha que chamar logo o nome do meu irmão? Afs, agora tenho que dizer algo pro Rugge. Não me sinto confortável com esse assunto, mais sei que ele merece um explicação. Ele fica me olhando, intrigado.) - é meu irmão!

Rugge- seu irmão? 

Karol on. 

Escutamos a porta da frente abrir, duas vozes bem familiares tomam conta do ambiente. Fui salva por eles.Ruggero e eu nos levantamos e vamos até a sala, Valentina e o Agustín tão na sala em pé , com uma menina pequena.

Agustín- olha o que achamos no aeroporto.

Ruggero- que droga! Esqueci que ela ia chegar hoje .

Xxx- irmãozinho

Ruggero- Oi princesa.

Karol on

Fico observando os dois, a garotinha abraça o ruggero, depois ele pega ela no braço e olha pra mim.

Ruggero- Karol essa é minha irmãzinha Sofia, Sofia essa é a Karol, a minha namorada.

Karol - Oi Sofia, prazer em conhece-la. ( Chego perto dela , e logo ela se joga nos meus braços)

SOFIA- Olá , você é linda.

Karol- você também

Ruggero- ela gosta de você.(me volto pro Agustín e pra Valentina) - o que vocês tão fazendo aqui?

Valentina- nosso vôo foi cancelado, parece que o tempo não está bom pra onde íamos.

Agustín- então, resolvi vir pra cá, você não se importa se a gente ficar aqui no feriado né?

Ruggero- claro que não. Vai ser divertido, e meu pai vai adorar te ter aqui.

Valentina- tem certeza?

Ruggero- sim

Agus- Karol já não basta aguentar a gente na escola , vai ter que aguentar a gente aqui. (Ele fala rindo)

Karol- e eu achando que tava livre de vocês! (Reviro os olhos rindo)

(Todos riem)

Ruggero- e amigo obrigado por trazer ela.

Agus- por nada.

Ruggero- Vou mandar arrumar um quarto pra vocês .

Sofia- tô com fome

Ruggero- e da comida pra essa mocinha

Agus- vou com você.

Luna on.

Ruggero e o Agus saem da sala, com as malas e a pequena Sofia. A Valentina fica me encarando.

Valentina- então, vocês....

Karol- não...você só pensa nisso.

Valentina- e o que vocês fizeram desde de ontem? vocês são namorados oficialmente?

Karol- você tá muito curiosa. E sim somos.

Valentina- aí parabéns amiga.

Karol- obrigada sua doidinha.(ela me abraça)

Valentina- percebi você meio estranha quando cheguei.

Karol- por isso você pensou que eu e o ruggero tínhamos...

Valentina- sim, então o que foi?

Karol- você sabe que às vezes falo dormindo...eu chamei o nome do Mike enquanto eu dormia!

Valentina- que merda. Você teve que falar com o ruggero sobre o acidente?

Karol- pra minha sorte não, vocês chegaram bem na hora. E agradeço por isso amiga, não tô pronta pra falar sobre o Mike, ainda me trás muita dor.

Valentina- eu sei. (Eu abraço, eu sei como isso a machuca. Vou pedir pra o ruggero não tocar nesse assunto.)

Karol- obrigada. ( Desfazemos o abraço. Será que a Valentina sabe algo sobre a mãe do ruggero?) - Valu você sabe o que aconteceu com a mãe do ruggero?

Valentina- sim, sei. Ela morreu em um incêndio, foi horrível. Depois disso o ruggero saiu do colégio,e o Agustín logo em seguida.

Karol- faz muito tempo?

Valentina- uns 4 anos

Karol- eu ainda não tava aqui.

Valentina- não, você chegou uns 6 meses depois que eles foram embora. Bom o resto você já sabe.

Karol- não entendo, por que o Agustin também foi embora?

Valentina- por que a mãe do ruggero era tia do Agustín!

Karol- sério? Então eles são....

Valentina- primos. O Agustín deve ter sentido muito a perda da tia. 

Karol- eu imagino. Ele já falou com você sobre isso?

Valentina- não, acho que ele não gosta de tocar no assunto....

Karol on.

Estamos conversando , quando o ruggero e o Agustín vem descendo.

Ruggero - o que vocês tanto conversam?

Karol on.

Eu e a Valentina nos olhamos.

Valentina- sobre sapatos!

Karol- é sobre isso.

Ruggero- sério?

Valentina- você acha que a gente tá mentindo?

Ruggero- não, é só que é estranho ver a Karol conversando sobre isso

Valentina - tudo na vida tem uma primeira vez. Supera fofo

Agustín- essa daí convence qualquer pessoa a falar sobre o que ela quer.

Karol- sim. Cadê a Sofia?

Agus- dormiu.

Valentina- ela vai ficar aqui muito tempo?

Ruggero- não, só até depois de manhã, depois Lino vem buscar ela

Karol- Lino?( Vejo o ruggero meio estranho.)

Agustin- o irmão mais velho dele.

Karol- aaah.

Valentina- bom, eu tô com fome

Ruggero - a gente tava tomando café...(Valentina me interrompe)

Valentina- perfeito, vem vamos comer.

Ruggero on.

Valentina sai arrastando a Karol , me deixando com o Agustín. Elas tão estranhas.

Mais tarde...

Ruggero on.

Passamos o dia na piscina, rimos muito juntos. A noite resolvemos ver um filme, vamos todos pra sala de cinema

Ruggero- escolham o filme, eu vou pegar pipoca e algo pra bebermos.

Valentina - eu te ajudo.

Ruggero- tá

Karol- eu e agus escolhemos o filme.

Ruggero on

 A Valentina e eu vamos até a cozinha, pego suco na geladeira , desde de cedo ela me olha meio estranho.

Ruggero- tá bom, já chega!

Valentina- que foi?

Ruggero- você desde de cedo tá me olhando estranho,e não me deixou sozinho com a Karol por um segundo, o que tá acontecendo?

Valentina - nada. 

Ruggero - para de mentir, desde de cedo você me olha estranho e não me deixa um segundo sozinho com a Karol. Você tem algo contra mim ou o que?

Valentina- não tenho nada contra você. Eu só tava tentando evitar que você perguntasse a ela sobre Mike.

Ruggero- por que?

Valentina- assim como o assunto da sua mãe é delicado pra você, esse assunto também é pra Karol. (Ele me olha intrigado) - só por favor não pergunta nada pra ela sobre isso, é um assunto doloroso pra ela.

Ruggero- o que aconteceu?

Valentina- não sou eu que devo te contar sobre isso. Ela vai te falar quando tiver pronta.

Ruggero- tudo bem!

Valentina- obrigada

Ruggero- não agradeça, só não quero magoa-la.

Valentina- você tem feito bem pra ela. Acredite em mim

Ruggero- por que você diz isso?

Valentina- a Karol mudou desde que você chegou, ela tá voltando a ser ela mesmo. E tudo graças a você, você faz bem pra ela,fico feliz por isso. E acredite não tenho nada contra você. 

Ruggero- tá certo, e obrigada.

Valentina- vem vamos voltar.

Ruggero- tudo bem

Ruggero on.

Pegamos os sucos e as pipocas e voltamos pra onde os outros estão.A Karol fica me observando.

Ruggero- já escolheram o filme?

Agus- sim.

Karol- vocês demoraram.

Ruggero- é....( Vou falar mais a Valentina me interrompe)

Valentina- derrubei suco no chão, fomos limpar, por isso demoramos. Acho que sua falta de equilíbrio tá passando pra mim Kah.

Karol- vai ver no fundo você sempre foi desastrada.(percebo o ruggero me olhando, será que ele tá chateado comigo?, Chego perto dele passo meus braços em volta dele até meus dedos tocarem suas costas.)- tá tudo bem? 

Ruggero- sim ( a olho nos olhos e passo meus braços em volta dela)

Karol- tem certeza? Não tá chateado por mais cedo?

Ruggero- tenho, não, tá tudo bem.(dou um beijo na testa dela, e ela me abraça com força) - tá tudo bem minha pequena.

Karol on.

Assistimos o filme os quatro, depois Valentina e o Agustín sobem pra seus quartos, subo pra tomar um banho, o ruggero vai pro quarto dele. Quando saiu do banho encontro a Sofia sentada na minha cama segurando um livro. Assim que ela me vê , ela sorri.

Karol- Oi 

Sofia- Oi, será que você pode ler esse livrinho pra mim?

Karol- claro princesa. (Ela me entrega o livro, e pega na minha mão que está livre.

Sofia- lá no meu quarto!

Karol - tudo bem.

Karol on.

Entro no quarto da menininha,um quarto toda rosa, cheio de brinquedos, e algumas fotos da mãe do ruggero segurando um bebê. Sofia me leva até a cama dela, ela se senta e eu faço o mesmo!

Sofia- essa é minha historinha favorita.

Karol on.

Pego o livro e vejo a história da bela e  a fera.

Karol- que coincidência a minha também.

Sofia- me cobre?

Karol- claro. (Cubro a Sofia, ela segura na minha mão e sorri,começo a ler a história)

Ruggero on

Término de tomar banho, saiu do quarto, vou no quarto da Karol e ela não está lá. Resolvo ir olhar a Sofia, quando entro no quarto vejo alguém sentada na cama e a Sofia deitada, por um instante recordo de quando minha mãe lia pra ela, percebo que a pessoa sentada é a Karol, me encosto na parede e observo. Como se notasse minha presença ela se vira , seu olha encontra o meu.

Karol- a quanto tempo você tá aí?

Ruggero- não muito.

Sofia- você tá interrompendo a história.

Ruggero- desculpe. (A Sofia levanta e me puxa pra cama,a Karol ri, sofia deita e eu sento ao lado dela,ambos olhamos pra Karol) 

Sofia- agora continua Karol.

Ruggero- o que as moças estão lendo?

Karol- a bela e a fera.

Sofia- a minha história favorita.

Ruggero on.

A história que a mamãe lia pra ela, a Karol volta a ler e eu fico abservando, percebo que as vezes ela fica meio sem graça. Depois de algum tempo ela para olha pra mim, e depois pra Sofia.

Karol- parece que alguém pegou no sono.

Ruggero- sim.( Me levanto , Karol bota o livro na mesinha de cabeceira, dá um beijo na Sofia)

Karol- boa noite princesa, tenha bons sonhos.

Ruggero on.

Ela vem até mim, pego sua mão , quando vamos saindo do quarto vejo a Karol olhando pra um foto da minha mãe com a Sofia.

Ruggero- quando minha mãe faleceu, ela ia fazer um ano.

Karol- sinto muito.(me viro pra Sofia, pobre criança, perdeu a mãe tão cedo.)

Ruggero- ela foi quem menos teve chance de conhecer nossa mãe. Minha mãe costumava ler a bela e a fera pra ela.

Karol- por isso é a história favorita dela. (Pela primeira vez ele se abre sobre esse assunto)

Ruggero- sim, me surpreende ela lembrar, ela era muito nova quando tudo aconteceu.... vem vamos sair daqui.

Karol- tudo bem.(pego na mão dele, e saímos do quarto da Sofia. O ruggero me leva pro quarto dele.)

Ruggero- o que quer fazer?

Karol- deixa eu pensar. (Eu me aproximo dele e dou um selinho) - que tal isso?

Ruggero- acho uma boa ideia.(eu a beijo, ela passa a mão em volta do meu pescoço e eu boto minhas mãos na cintura dela, saio conduzindo ela até a cama enquanto nós beijamos, sento na cama e ela senta entre minhas pernas , a beijo com intensidade, minha mão vai subindo pelas costas dela por dentro da blusa dela. Até que alguém abre a porta, e nos separamos assustados. Quando olho, lá está a Sofia, parada olhando pra gente.)

Ruggero- você não devia está dormindo?

Sofia- eu tive um pesadelo, posso dormir aqui com vocês?

Ruggero- n....(a Karol me interrompe)

Karol- claro meu amor

Ruggero- é sério?

Karol -ela é só uma criança...vem Sofia.

Ruggero on.

A Karol se deita, a Sofia deitada entre mim e a Karol. A Karol fica fazendo cafuné nela e logo ela dormi.

Ruggero- você tem talento com crianças.

Karol- parece que sim. ( Ruggero deita , e segura minha mão, logo nos dois pegamos no sono.)

Pela manhã....

Karol on.

Acordo pela manhã, a Sofia não tá mais na cama, e nem o ruggero. Me sento na cama, quando derrepente o ruggero sai do banheiro com uma toalha enrolada na cintura. Olho pra ele e me perco em seus abdômen. Ele me olha e ri, sou tirada dos meus devaneios quando ele fala.

Ruggero- bom dia bela adormecida.

Karol- bom...bom...bom dia

Ruggero- que foi? (Falo me divertindo com a situação.)

Karol- você sabe o que é?

Ruggero- não sei

Karol- eu me distrai olhando pra você. 

Ruggero- não achei que você fosse levantar agora, por isso fui tomar banho.

Karol- tudo bem, afinal eu tô no seu quarto. Cadê a Sofia?

Ruggero- meu pai chegou de madrugada, e pegou ela a uns minutos atrás. 

Karol- ah sim. Quais os planos pra hoje?

Ruggero- não sei. Agus e a Valu sairam logo cedo.

Karol- então só somos eu e você hoje?(me distraiu de novo olhando pro seu corpo)

Ruggero- sim, algum problema?(percebo ela me olhando e me aproximo da cama)

Karol- não, nem um pouco.

Ruggero- vou me vestir.

Karol- por mim você podia passar o dia assim! (Solto sem querer)

Ruggero- aah é?







Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Boa leitura.
Obrigada por lerem.
Desculpem os erros de ortografia.

O que acharam? Continuo?

Aos poucos vou revelando sobre o passado dos dois!

PS: próximo capítulo tem...H....T🔥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...