História Love Dream Camren AOB G!P - Capítulo 100


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony, Justin Bieber, Once Upon a Time, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Regina Mills (Rainha Malvada), Shawn Mendes
Visualizações 275
Palavras 1.127
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Sobrenatural, Suspense, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Para os meus bbs mais um

Capítulo 100 - Cada vez mais apaixonada


Pov Camila

- Amor, logo as meninas estarão chegando, já deixou o quarto de hóspedes arrumados? – Lauren me lembra, e eu arregalo os olhos.

- É verdade, ainda bem que você falou, vou pedir pra Regina me ajudar com isso. – Digo passando pela sala e encontrando os nossos filhos brincando com Enzo e Valentina.

- Cadê a Sara e a Bey? – Pergunto e eles apontam a árvore no jardim.

As duas garotas, andavam de mãos dadas, brincando pelo local.

- Eu já vi esse filme antes. – Digo negando com a cabeça. – Se a Sophia vê uma coisa dessas.

- Lara? – Lauren chama, nossa filha que observa as primas do lado de fora brincarem. – Porque não está com elas?

- Elas não me dão atenção, só ficam grudadas. – A pequena resmunga indo sentar com os irmãos.

- Ela sofre da mesma síndrome que você, ou da atenção ou ela pira. – Implico.

- Hum, você não reclama quando eu peço atenção. – Ela se aproxima me abraçando por trás e eu solto um suspiro.

- Eu reclamar? – Dou de ombros. – Nem sei o que é isso.

O telefone toca, e Lauren me solta, indo atender.

- É a Jane, elas estão lá fora, já volto. – Me deixa ali com as crianças e sai para buscar nossas amigas.

( - )

- Ele está tão grande. – Observo Lauren se derreter com o afilhado no colo.

- E levado, nem vou te contar o que eles quebraram dessa vez. – Jane resmunga, tentando dar a mamadeira para uma Alice que faz birra em seu colo.

- Se puxou a você, tenho pena da Maura. – Acabo implicando e vejo o sorriso no rosto de Lauren.

- Está vendo, até a Camz sabe. – Lauren diz para a amiga que revira os olhos.

- Vocês estão bem? – Maura questiona tirando a filha dos braços da esposa e por milagre a criança se acalma.

- Sim, melhor do que nunca. – Digo sorrindo sincera para as duas.

- Que bom, achei que precisaria colocar uns viagras no todinho da Lauren e amarra-la em cima da cama, para você conseguir fazer ela pensar direito na ideia do celibato. – Jane provoca.

- Rá Rá Rá. – Lauren diz irônica.

- O que? – A alfa diz fingindo inocência. – Mas é verdade, amiga, você deveria ver a sua cara de boba, me contando os detalhes... - 
Lauren a interrompe.

- Shiii! – Ela põem a mão na boca da amiga. – Não ouse me entregar. – Diz com voz de pânico.

- Eu quero saber. – Digo decidida.

- Nada demais. – Jane ri amarelo, e eu sei que elas me escondiam algo.

- Eu já ia esquecendo. – Jane retira uma pasta de sua mala. – Preciso que você me diga se reconhece esse homem.

Meu rosto fica pálido, ao reconhecer o homem na foto.

- Sei. – Digo ainda trêmula. – Porque? – Minha voz sai assustada.

Vejo as mulheres se entreolharem e depois Jane diz.

- Ele é o novo chefe da Jane, fez diversas perguntas sobre a Michelle, reabriu o caso dela, está "investigando" fundo a história, mas achamos que é muito suspeito, do nada reabrirem o caso. - Maura comenta.

- Ele perguntou o que exatamente? - Lauren diz.

- Queria dados sobre você, foi na minha casa para conversamos, perguntou se eu sabia onde você estava, se estava bem, com quem tinha contato.

- Não acredito. - Digo andando de um lado a outro. - Ele não pode depois de anos voltar e tentar nos a abalar dessa forma. - Digo me arrepiando com as lembranças ruins.

- Fique de olho, e aconselho vocês a contratarem seguranças, é importante que todos fiquem em alerta. - Jane pede preocupada.

- Eu também concordo. - Maura pontua.

- Quem é ele Camz? – Lauren questiona olhando em meus olhos.

- Acho melhor você sentar. – Indico o sofá, onde passamos a conversar.

( - )

Pov Narrador

Lauren e Camila passaram o resto da tarde com as amigas, colocando a saudades em dia e tentando assimilar o que elas descobriram.

- Você está tensa. – A alfa questionou apertando os ombros da menor.

- Sim, não consigo tirar a imagem da mente. – Ela confessa.

- Ele já foi pego uma vez, a segunda não será diferente. – Lauren tenta parecer confiante, mas por dentro está preocupada.

- Eu quero conversar com a Kristen, explicar a situação, pedir que ela fique mais ligada em tudo. – Camila diz, indo em direção a cozinha para tomar um copo de água.

- É verdade, eu preciso conversar realmente com a tal da Paloma. – Lauren diz pensativa, fazendo a ômega revirar os olhos.

- Já colocou os gêmeos na cama? – Camila pergunta observando o ar culpado da maior.

- Não. – Lauren diz a puxando para um abraço.

- Então vai lá. – Camila rouba um selinho e depois se afasta da esposa que some em direção ao quarto dos filhos.

Não era justo que depois de tudo, novamente viessem tentar separa-las.

( - )

- Má? – Kristen entra na sala procurando por suas mães.

- Aqui na cozinha. – Lauren grita, ouvindo em seguida os passos da filha pela casa.

A ômega entra no local, observando suas mães tomando café na companhia das amigas.

- Bom dia. – Salda e se senta para comer.

- Bom dia, que linda ela gravida. – Maura elogia.

- Obrigada. – A garota soa tímida. – Por falar nisso, mãe, você foi ameaçar a Paloma?

Todos os olhares se voltam para Lauren que para o garfo que iria levar até sua boca no meio do caminho.

- Eu? – Diz com um ar inocente. – Que eu saiba só tive uma conversa motivacional com ela. – Diz cínica.

- Mae! – A pequena ômega, diz tentando conter o riso. – Ela chegou em casa dizendo que você tinha ameaçado castrá-la.

Todas acabam rindo da situação.

- Ciumenta você em palmito. – Jane implica.

- Quem diria. – Maura entra na brincadeira.

- Não falem assim, ela é o meu bebe. – Se aproxima da filha a puxando para um abraço. – Aquela alfa é muito mole, até me pediu desculpas, quem pede desculpas por estar feliz com a sua mulher? – Lauren diz implicando.

- Quem está apavorada com uma alfa de quase quarenta anos, ameaçando sua integridade. – Jane pontua.

- Amor, deixe elas, já era mesmo. – Camila diz, sem se convencer com o drama da mais velha.

- Você deveria ficar do meu lado! – Lauren diz em tom indignado.

- Eu vou ser avó, nada mais justo do que aproveitamos isso, em vez de você ficar fritando a cabeça procurando ideias de como apavorar a menina. – Diz seria e a alfa se contem, sentando-se ao seu lado.

Depois de todo o assunto ser posto em dia, as mulheres se olham e dizem.

- Precisamos conversar com o Josh. – Camila diz recebendo o aceno em concordância de todas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...