História Love Dream Camren AOB G!P - Capítulo 96


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony, Justin Bieber, Once Upon a Time, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Regina Mills (Rainha Malvada), Shawn Mendes
Visualizações 200
Palavras 1.134
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Sobrenatural, Suspense, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 96 - Ninguém tira ela mais de mim


Pov Lauren

Estava deitada aproveitado o friozinho que fazia, quando a porta do quarto é aberta e uma Lara sonolenta entra, coçando um dos olhinhos. Se aproxima da minha cama, e eu levanto a coberta para ela entrar e se deitar do meu lado. A ajudo a subir na cama e sinto seu corpinho se aconchegar em mim.

- Má. - Ela diz, me observando.

- Oi pequena. - Pergunto usando ela de travesseiro.

- Cadê a mamãe, ela não fez a minha dedeira. - Disse brava.

Abri um dos meus olhos, e vi que já passavam das dez.

- Nossa eu dormi. - Disse mas sem coragem alguma de levantar. - Cadê os seus irmãos?

- Estão tomando banho, a senhora tem que levar eles, e os primos para o futebol. - Ela diz, agora fazendo carinhos em meus cabelos.

- Hum... - Acho que acabou a soneca. - Digo levantando e pegando ela no colo.

- Que tal tomar um banho?

- De banheira? - Pergunta sorrindo sapeca.

- Se combinar não contar nada para a mamãe. - Digo trocando olhares com a pequena que acena animada.

- Vamos lá então.

( - )

- Você está atrasada bunda branca. - Dinah reclama quando eu estaciono a van, em frente à sua casa.

- Desculpa, eles são muito enrolados. - Aponto as crianças, não ia confessar que tinha dormido demais.

- Filhotes. - Chamou a Beyonce, Valentina e Enzo que vieram uniformizados.

- Cuide bem deles. - Ela diz voltando para dentro de casa.

- Mãe, a Sara podia dormir o fim de semana lá em casa. - Diz Lara, tentando me iludir com aquele rostinho lindo e os olhos verdes brilhantes.

- Preciso conversar com a sua mãe, mas de qualquer forma essa semana ela vai ficar conosco.

Estacionei o carro e todos descemos, entrando no clube que todas nos éramos associadas e nos revezávamos para traze-los aqui. Gastei todas as minhas energias e se possível fiquei mais apaixonada por cada um deles, enquanto eu estava brincando com eles, me sentia mais e mais ligada a minha família, eu sempre senti falta disso, de pertencer a algo.

( - )

Alguns dias depois

Pov Lauren

- Amor, vamos viajar? - Camila me pergunta enquanto eu voltava nua do banheiro para a cama.

- Para onde? - Perguntei deitando e sentindo seu corpo colar no meu.

- Surpresa. - Ela sorri com uma cara sapeca, e eu fico encarando seu rosto com medo.

- Hum, vai abusar do meu corpinho? - Pergunto tentando cobrir minhas partes, mas ela não deixa.

- Muito. - Ela diz me acariciando.

- Não gosto de surpresas. - Tento virar o jogo, mas ela me conhece muito bem, tocando em meu ponto fraco de forma suave.

- Aposto que essa vai adorar. - Ela fala em meu ouvido, virando seu corpo e sentando em meu quadril.

- As vezes eu acho que não te mereço. - Eu digo e ela para os movimentos olhando em meus olhos.

- Porque? - Pergunta fazendo carinhos em meus cabelos.

- Por tantas coisas... - Eu suspiro. - Por não lembrar de vocês, por não saber agir na maioria das situações, por não te conhecer tão bem quanto você me conhece, por ter medo de não ser o suficiente. - Eu digo e desvio o olhar.

( - )

Pov Camila

- Tá vendo isso aqui? - Pego sua mão e levo até o meu coração. - 
Ele só fica assim, perto de você. - Digo e me inclino roubando um beijo. - E isso aqui. - Levo sua mão ao meu sexo. - Só fica assim por você. - Digo espalhando minha lubrificação por seus dedos.

Ela me abraça apertado, transmitindo sem palavras tudo o que eu sabia que ela sentia.

- Amo você do jeitinho que você é. - Digo passando meu nariz em seu pescoço. - Esse seu jeito marrento, atrapalhado, amoroso, esquecido, cada detalhe por mínimo que seja, se vier de você, eu já amo. - A beijo de forma doce.

- É mesmo? O que mais? - Ela pergunta com um ar malicioso.

-Amo os seus ciúmes. - Ela faz careta e eu rio baixo. - O seu jeito safado, a sua cumplicidade com nossos filhos... - Encosto minha mão em seu membro o alisandoe vejo suas expressões mudarem.

- Ama quando eu faço isso? - Sua mão desce para o meu centro, enfiando dois dedos sem que eu espere.

- Ah! - Acabo gemendo baixo e em seguida, ela suga meu seio, que se inclinou em sua direção. - Amo. - Consigo dizer meio grogue de desejo.

- Eu te amo. - Ela diz me olhando nos olhos, e me beija.

Esse beijo começa carregado de sentimentos reprimidos, toma proporções maiores, sem que eu pudesse me controlar. Ela inverta nossas posições agora me colocando sob ela.

- Eu quero você. - Ela diz com a voz rouca de desejo, se possível me deixando mais molhada ainda.

- Eu já sou sua. - Digo observando seus olhos brilharem.

Suas mãos exploram meu corpo, atacando todos os pontos que ela já conhecia, e os que ela passou a descobrir também.

Não demora muito e sinto seu membro entrar devagar em meu canal. Ela era carinhosa, distribuindo beijos por todo o meu colo, lambendo e arranhando meu corpo, o mantendo aceso.

Eu estava entregue e ela sentia isso, aumentando ainda mais o nosso prazer, ela arranhava a cicatriz da marca, enquanto minhas mãos passeavam por seu corpo, em busca de liberar o prazer.

- Amor. - Ela encostou nossas testas.

- Goza vida. - Eu pedi sabendo que ela estava quase lá, e sentindo que meu centro não aguentaria muito tempo também.

Quando eu achava que não poderia aguentar mais as sensações de prazer, ela desceu sua mão, tocando meu clitóris e intensificando suas estocadas, me fazendo me derramar em prazer sob ela.

- Isso. - Ela dizia fora de si, quando eu involuntariamente a apertava com meus músculos.

- Goza! - Pedi gemendo em seu ouvido, e senti os jatos fortes saindo dela, me preenchendo.

Ela desabou em cima de mim, e eu senti seu peito batendo descontrolado em sincronia com o meu.

- Amo o cheiro que você exala. - Ela diz passando seu nariz em meu pescoço.

Começo a mexer devagar meu quadril em busca de mais contato, e sinto seu membro que estava amolecendo, se endurecer aos poucos, me fazendo sorrir, observando o suor, pingar de seu rosto.

- Camila. - Ela diz ofegante, sentindo seu corpo a trair, e começar a mexer os quadris.

- Shiii! - Digo e a calo com um beijo. - Me come. - Falo com a voz rouca. E é o suficiente, para arrancar dela mais alguns suspiros.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...