1. Spirit Fanfics >
  2. Love for a demon >
  3. Conhecendo um novo mundo

História Love for a demon - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


•Gente, aqui estou eu trazendo uma fic nova! Espero que gostem! Aproveitem, desculpem os erros e boa leitura!!
💖💖

Capítulo 1 - Conhecendo um novo mundo


Fanfic / Fanfiction Love for a demon - Capítulo 1 - Conhecendo um novo mundo

JEON JUNGKOOK


Oi! Me chamo Jeon JungKook e tenho 22 anos, sou um anjo e filho de Deus, meio óbvio. Agora com os meus 22 anos completos eu posso ir para a Terra e viver lá como um normal, mas não posso me apaixonar. Nós anjos não podemos ter sentimentos nem emoções, mas tem um porém... A partir do momento que um anjo ou qualquer outro tipo de criatura passa a conviver na Terra com os humanos, nós passamos a ter sentimentos e emoções, começamos a sentir medo, alegria, tristeza e desejos. Podemos até nos apaixonar por humanos e isso é proibido. Mas felizmente antes de descermos para a Terra somos treinados para isso, desde pequenos somos treinados para não se apaixonar por ninguém e nem ter emoções ou sentimentos.

Estava caminhando lentamente pelas nuvens e olhando para baixo, observando a Terra, até que escuto meu pai me chamar. Vou voando até o mesmo, que estava em sua cadeira de ouro.


Jk: Sim pai? - disse pousando em sua frente.

Deus: JungKook meu filho, tenho uma coisa muito importante pra te dizer. - ele disse colocando seus cotovelos em seus joelhos e apoiando seu rosto em suas mãos. 

Jk: Diga!

Deus: Você terá que ir para a Terra, JungKook! Chegou a sua hora de aprender e conviver com os humanos.

Quando ele disse isso, comecei a fazer uma festa internamente, mas por fora eu estava me mantendo para não sair pulando feito um louco pelas nuvens.


Jk: Sim pai... Quando eu vou? - perguntei ancioso.

Deus: Amanhã! E lembre-se JungKook! Não se apaixone, ou você deixará de ser puro e passará a ser impuro e se tornará um pecador, e imagino que não queira isso não é?

Jk: Não senhor, jamais! - disse e abaixei a cabeça. Então ele sorriu.

Deus: Confio em você JungKook, você é o anjo mais bem treinado para esse tipo de coisa, por isso você vai mais cedo.

Jk: Sim... Senhor... - disse ainda com a cabeça baixa. Eu estava um pouco nervoso. E se eu perder o controle? E se eu acabar me apaixonando por alguém? Não quero ser impuro e muito menos pecador! Não vou me entregar.

Deus: Vá descansar JungKook, amanhã você partirá cedo! - ele disse e eu assenti, fui para o meu quarto dormir. Como ele disse, amanhã seria um dia cheio e eu precisava estar com a cabeça no lugar.






PARK JIMIN


Oi, me chamo Park Jimin, tenho 24 anos e sou filho do capeta. Não, você não leu errado, eu sou realmente filho do diabo, o futuro governante do inferno. Hoje estava andando e meu pai veio com uma conversa maluca de querer me mandar pra Terra pra "aprender" mais sobre os humanos. Eu achei a ideia uma idiotice, mas aí lembrei que tenho amigos lá, então depois disso resolvi aceitar. Estava no meu quarto quando ouço meu pai me chamar. Teleporto para sua frente.


Jm: Oque você quer? - pergunto de braços cruzados.

Demônio: Jimin, você já arrumou suas coisas para amanhã? - ele pergunta e eu assinto revirando os olhos. - Não revire os olhos pra mim, Park!

Jm: Você não me machucaria, até porque não tem coragem de matar o seu sucessor. Comandar esse inferno vai ser uma tortura eterna! 

Demônio: É isso que eu quero que você sinta, ódio, rancor, raiva e desgosto do seu pai! Quero que me odeie. E quando você for, quero que se lembre muito bem do que eu irei te dizer agora... Você está proibido de se apaixonar por qualquer humano existente ali, ou outro tipo de criatura presente.

Jm: Então quer dizer que existem outros tipos de criaturas na Terra? - pergunto de olhos arregalados e ele assente. - E que história é esse de se apaixonar? Que nojo pai! O senhor que me livre!

Demônio: Sim, ótimo! Agora vai dormir porque amanhã você vai cedo! - ele disse e eu bufei e me teleporto para o meu quarto. Amanhã vai ser um dia cheio, não quero nem ver.





•E então o amanhã chega e JungKook e Jimin são teleportados para a Terra. Assim que chegam, eles já aparecem em suas casas, onde eles vão morar até terminarem oque foram fazer ali. Estava de noite na Terra e frio, eles tinham roupas de seus tamanhos em suas casas e tudo oque iriam precisar para se manterem como os humanos naquele tempo. Seus corpos e mentes eram de humanos, mas suas almas não deixavam eles esquecem que eram anjo e demônio. Seus "pais" também os matricularam em faculdades para poderem se misturar mais com os humanos, eles começariam amanhã cedo.•




Jeon JungKook • 5:30 AM



Acordo com o som do meu despertador tocando. Não sei como os humanos conseguem conviver com esse treco todos os dias, é irritante demais. Ainda bem que lá no céu não tem isso. Mas voltando para fora dos meus pensamentos, eu preciso me arrumar logo. Vou até o banheiro e faço minhas higienes, depois tomo um banho e vou escolher uma roupa. Acabei escolhendo uma camisa branca de mangas curtas, uma calça preta rasgada nos joelhos, um tênis preto e branco e uma touca cinza. Quando menos tinha percebido eu tinha brincos nas minhas orelhas. Bom, isso não seria o certo um homen usar brincos, mas eu gostei das duas argolinhas nelas, achei... Diferente.

Então eu peguei oque eles chamam de "mochila" e sai do meu quarto. Desci as escadas e senti minha barriga roncar, estava com fome. Vasculhei a geladeira e o armário, acabei achando umas rosquinhas de chocolate. Nunca havia provado tamanha gostosura na minha vida! É uma delícia.

Peguei logo umas 7 e fui comendo. No caminho olhei o horário e vi que eram 6:30 ainda, então podia enrolar um pouco mais na rua. O dia estava amanhecendo ainda, mas era mais lindo ver o nascer do Sol aqui na Terra do que no céu. Senti a brisa fria da manhã colidir contra o meu rosto, tão boa...

Continuei andando até chegar na tal escola, era muito grande. Passo pelos portões de ferro pouco enferrujados e encaro aquelas pessoas me olhando, olhei para baixo porque estava com vergonha. 


??: Olá gatinho! - imediatamente olho para trás e vejo uma garota de cabelos rosados e uma franja segurando o meu braço. Não vou negar que ela era muito bonita.

Jk: Eh... Oi? 

??: Como se chama, amor? - ela disse colocando seus dois braços no meu pescoço.

Jk: M-Meu nome é JungKook! - disse totalmente nervoso com aquela situação.

??: Prazer JungKook, me chamo Lisa! - ela disse e mordeu o lábio inferior. Engoli em seco. Porque esse tipo de coisa só acontece comigo?

Jk: Ok... É um prazer te conhecer Lisa, mas eu preciso ir! - disse e peguei seus braços e os tirei do meu pescoço.

Lisa: Mas já, Gukkie? - ela disse e fez uma cara triste.

Jk: Olha, me desculpa mas você não pode me chamar assim. Eu nem te conheço e nem você me conhece! - disse e virei de costas e segui andando.

Estava andando por um corredor e percebo que há um bem escuro, resolvo ir lá. Porque? Porque eu sou idiota! 

Então adentro aquele corredor medonho e frio. Derrepente escuto alguém dizer...


??: Oque um mísero ser humano faz aqui, nesse corredor tão escuro? - ouço aquela voz que saiu rouca e grave. Me arrepiei ao escutá-la.

Jk: E-Eh... Me desculpa, eu vou ir... embora... - quando me virei para ir embora, tudo ficou mais escuro. Eu não enxergava nada, estava ficando com um pouco de medo. - Oque é isso?! Socorro!

??: Ei... Calma gatinho... - sinto alguém colocar suas duas mãos nos meus ombros. Depois disso consigo voltar a enxergar. Tinha um menino na minha frente, bonito até... Pera que?


Jk: Quem é você?! - disse e tentei me afastar, mas automaticamente apareceu uma parede atrás de mim.

??: Tem certeza de que quer saber o meu nome, ratinho? - ele me olha de uma forma pervertida. Engulo em seco.

Jk: F-Fala logo!! - disse e ele tampou a minha boca.

??: Não grite aqui, princesa! Alguém pode ouvir... - ele disse e sinto ele pegar no meu rosto.

Jk: Oque você tá... - disse e ele me fez olhar em seus olhos, não vou mentir eram lindos. Fiquei hipnotizado por aquelas duas orbes tão escuras quanto seus cabelos levemente bagunçados e com mechas vermelhas.

??: Gosta dos meus olhos, bebê? - ele disse e eu voltei para a realidade.

Jk: Oque? Não! Quer dizer, são lindos mas eu...

??: Ah, então você gosta? - ele disse e me olhou de uma forma provocativa. Engoli em seco e meu coração começou a bater mais rápido, oque é isso? 

Jk: Você quer fazer o favor de me soltar?! - pergunto tentando não tocar nele.

??: Se você quisesse que eu te soltasse, você já teria me empurrado ou coisa do tipo! - ele disse e desce uma de suas mãos para a minha cintura. Me arrepio com isso.

Jk: Por favor, me solta! - disse e olhei para baixo.

??: Vai embora sem querer saber o meu nome? - ele disse pegando em meu queixo e o levantando para si.

Jk: Tudo bem... Fala logo o seu nome! - disse ainda olhando em seus olhos.

??: Park Jimin, bebê! - ele disse e senti minhas bochechas queimarem. Oque está acontecendo comigo afinal?

Jk: Ok, agora eu posso ir? 

Jm: Claro... - ele disse e me soltou. - Só tome cuidado por aí... Anjinho... - ele disse e sumiu. Achei estranho ele me chamar de anjinho, tomara que ele não tenha desconfiado.

Voltei a andar pelos corredores daquela escola, tão gigante. Entro numa sala e vejo um garoto de cabelos marrons tocando uma flauta. Ele tocava a flauta muito bem, a música era maravilhosa. Eu ia fechar a porta e deixar ele lá, mas ouço alguém me chamar.


??: Ei espera! - o moreno me chama.

Jk: Hã... Oi? 

??: Como se chama? - o garoto de sorriso quadrado me pergunta.

Jk: Jeon JungKook e você? - pergunto e sorrio também.

??: Prazer Jeon, me chamo Kim Taehyung!

 










• CONTINUAAAAAAAAAAAAAAA!!!•


Notas Finais


•Até a próxima povooo!!!•
💖💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...