1. Spirit Fanfics >
  2. Love Games >
  3. Dia que Bakugou assistiu Shrek (Especial)

História Love Games - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Aqui tem coragem XD
Com essa postagem tripla, coloco mais um capítulo de Love Games.

Capítulo 18 - Dia que Bakugou assistiu Shrek (Especial)


Fanfic / Fanfiction Love Games - Capítulo 18 - Dia que Bakugou assistiu Shrek (Especial)

Capítulo XVIII

 

Dia que Bakugou assistiu Shrek (Especial)

 

Tinha chegado na parte do resgaste da princesa, nossa tinha um dragão guardado o castelo em ruínas, que surpresa, deu um sorrisinho sarcástico. Espera o burro estava flertando com o dragão, ou dragoa? não sabia o feminino de dragão, mas dava pouco se lixando para esse fato. Espera de novo, a dragoa dava tanto bola para o burro, como esse animal era burro, mas burro do que um burro literalmente falando, concluiu.

A princesa era bonita, tão previsível, sorriu pegando mais salgadinhos. Deu uma gargalhada ao ver a ruiva dá uma bela surra naqueles homens sem mínimo de importância na história. Mas espera, se ela era tão forte, veloz e inteligente assim, por que raios ficou naquela torre durante todos, esperando a porra de um príncipe encantado? Pensou, colocando a mão no queixo. Era pura sacanagem, tinha que ter dado uma surra naquela dragoa burra, fugido dali princesa também podia meter porrada nos outros.

Chegou na parte do romance dos dois, outra coisa que o deixou surpreso, nossa muito surpreso. Passarem alguns minutos, então a princesinha ruiva tinha uma maldição? Se transforma em uma ogra, que conveniente, logo um ogro tinha se apaixonado por ela, que conveniente, não é mesmo, concluiu seu pensamento.

Finalmente ao fim, pensou se espreguiçando, como sempre o Shrek foi se declarar para sua amada bem no momento do casamento, podia ter escolhido uma horinha melhor companheiro então todos viveram felizes para sempre. Peraí, o vilazinho tinha sido comido pela dragoa burra, eles tinham acabado de dar um golpe de estado? Quem estavam governando a porra desse reino agora? Por que tinha uma festa depois de um assassinato, aqueles merdinhas tinha matado uma pessoa, e ainda estavam dançando e divertindo como se nada tivesse acontecido? Até ele não era tão filho da puta assim. Essas questões faziam a cabeça de Bakugou ferver, mas decidiu ignorar e continuou assistindo a sequência de Shrek, não poderia ficar pior, pensou bebendo o oitavo copo de refrigerante, depois passaria um bom tempo no banheiro pelo visto.

 

 

 Uma hora depois

- Puta que pariu, como o burro engravidou a dragoa, não tem nenhuma lógica nisso. – Então Bakugou parou sua fala. – Por que estou   pedindo lógica em um filme de criança? por acaso eu tenho algum problema mental, porra. – disse, puxando seus cabelos loiros, descrente da burrice que tinha dito.

 

  Algumas horas depois

- Que porra, desperdicei algumas horas da minha vida assistindo isso. – apontou o dedo para a tela da TV, como se pedindo uma defesa para desperdício de seu tempo, então se lembrou da palavras de Ochako: “Você tem essa posse de briguento com tudo e todos, mas sabe ser bem gentil quando quer.”

- Se eu sou Shrek. – apontou dedo para si mesmo. – Então quem é Uraraka nessa porra? – perguntou confuso.

Passou bons minutos refletindo sobre essa pergunta.

- Uraraka tem um jeito de princesa, mas obviamente muito mais bonita do que aquela ruivinha. – começou o seu raciocínio. – Tem um jeito divertido, mas não é irritante igual aquele burro.

- Moleque com quem você está falando?  Por que você está assistindo o Shrek?

Naquele exato minuto, Bakugou Mitsuki e Bakugou Masaru tinha entrando em casa, encontrando o filho em uma cena peculiar. Conversando sozinho, na mesinha da sala, uma coca cola pela metade, pacotes de salgadinhos vazios e uma bacia de pipoca, e a TV com a imagem do ogro verde.

Neste instante, Bakugou Katsuki preferia estar morto e enterrado a sete palmos da terra.


Notas Finais


Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...