História Love Haters - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Black Pink, Bts, Drama, Kim Jisoo, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Mpreg, Namjin, Romance, Taeyoonseok, Vhope
Visualizações 100
Palavras 1.210
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieeee, minhas batatinhas! Demorei, não é? Desculpem-me por isso, de verdade. Acabei tendo aquelas semanas que não é possível prestar atenção em naaaada... Desculpem-me de novo <3

- NOTAS FINAIS -

Capítulo 32 - Blogs de Mães Jovens


Pov Kim Seokjin

- Jin? Por que você não está olhando para os meus olhos? Você parece estar fazendo de tudo para desviar o meu olhar. - Namjoon falou sério.

Eu não queria olhar para os seus olhos. Por alguma razão, eu sabia que eu iria despencar caso fizesse isso.

- Olhe para mim, Jin. - Pediu e eu não pude deixar de cumprir o seu pedido.

Quando finalmente levantei meu rosto e deixei que ele me visse, seus olhos ficaram arregalados. 

Estava preocupado.

Ele estava preocupado e eu sentia que eu havia sido a causa disso.

Toquei meu rosto até perceber que havia lágrimas pelo meu rosto. Enxuguei-as rápido e, quando iríamos falar alguma coisa, vozes altas foram ouvidas por nós. Quem é que fossem, estavam fazendo muito barulho e, se continuassem, iriam ser responsáveis por acordar minha mãe.

Namjoon se levantou para ir até lá e, quando eu fui fazer o mesmo, ele me parou.

- Jin, fique aqui. Eu mando essas crianças ficarem quietas. Você não pode se esforçar muito pelo bem do nosso bebê.

- Eu estou esperando um filho, não uma doença. Ainda estou no terceiro mês, posso muito bem caminhar, Namjoon hyung! - Rebati.

- Vai ser rápido, fique aqui. - Respondeu e saiu correndo.

Esperei alguns minutos e, logo, aquela gritaria já não existia. Estava até silencioso demais, sabendo que havia Taehyung em casa.

Olhei para a minha cama e vi os olhos grandes - iguais aos de Jungkoook hyung - de Jennie abertos, me olhando com curiosidade. Peguei ela no colo e fiquei fazendo carinho em seu corpinho pequeno.

- Sabe, Jennie... As coisas estão complicadas. Às vezes, eu só queria ter o seu tamanho para poder fugir das responsabilidades. Na verdade, nem era para eu ter elas, tenho apenas dezessete anos. - Falei para ela, mas foi como se estivesse falando sozinho. Era um pequeno desabafo.

- Nenê? - Perguntou ela com vozinha de sono.

- Sim, um nenê. Você foi a primeira que percebeu, sabia? - Falei e ela riu. - Eu não sei se estou pronto, Jen. Eu não sei. É tão confuso. Não só o bebê. É tudo muito confuso. Eu não sei mais nem o que eu mesmo sinto.

- Titi Ji... Papá. - Ela pediu, fazendo uma cara manhosa.

- Você quer seu papai ou quer comida? - Perguntei, mesmo sabendo que ela não responderia.

- Papá. - Pediu novamente.

- Tudo bem, vou te levar para o hyung para ver o que você quer. - Falei.

Levei a pequena até seu pai, que estava no sofá da sala, e, quando fui me aproximar dele para perguntar o que ela queria, a menina se agarrou fortemente - principalmente para um bebê - em minha camisa e fez o famoso agudo bebê, ou seja, aquele choro manhoso de bebê com sono. É o perfeito exemplo de sono que você nem pensa em reclamar um famoso "Nossa! Que bebê insuportável! Por isso que eu queria explodir eles nesses momentos..." e sabe o porquê disso? Porque você sabe que isso é apenas um choro fraco de bebê com soninho. Você se acostumou naturalmente a ter mais pena que ódio. Lindo, não é?

Me sinto um especialista em bebês.

Na verdade, Namjoon hyung não parou de ler aqueles blogs de mães jovens e, agora, quer me falar tudo o que descobre e lê. Eu nem sei como havia suportado tanto. Ele estava fazendo isso há quase dois meses!

Eu odeio blogs sobre a juventude de mães novas!

- Hyung, a Jennie estava pedindo por "papa". - Tentei fazer aspas com as mãos, mas percebi que a menina em meu colo cairia se eu fizesse isso. - Eu não sei o que fazer.

- Ela quer que você dê comida à ela, mais especificamente cenoura esmagada. - Respondeu com os olhos fechados, demonstrando tanto sono quanto sua filha.

Deixei Jennie no colo de seu pai após ela, finalmente, me soltar e fui para a cozinha. Botei as cenouras para cozinhar - depois de tirar a casca - e voltei rápido para continuar conversando com Kookie hyung.

- Como você sabe disso? - Perguntei perplexo, afinal, ele viu ela chorar por dois segundos e já tinha uma resposta pronta de exata do desejo de sua filha.

- Experiência. Depois de um tempo e dedicação à uma criança, você sabe até quando ela tem coceira no pé. - Falou simples.

- Humm... Legal. - Comentei. - Hyung, você sabe aonde estão Tae, Yoongi e o hyung?

- O Tae irá dormir fora para resolver alguns problemas. Não se preocupe, ele está em segurança. O Yoongi foi junto, afinal, ele deu carona... - Jungkook respondia sonolento.

- Como assim? Carona? O Yoongi não tem uns quinze anos só? Ele pode dirigir? - Perguntei perplexo.

- Poder não pode, mas o seu pai o ensinou há algum tempo. O pior é que esse moleque dirige melhor que eu. - Riu fraco.

- Eu posso confiar? - Perguntei desconfiado.

- Pode sim, você não precisa ser tão protetor com o Taehyung. Ele já é maduro o suficiente para saber o que quer e suas consequências. Tae não tem mais a inocência infantil natural, ele já é adolescente e sabe o que acontece na vida. Se não sabe, irá descobrir como qualquer pessoa.

- Tudo bem, vou ouvir as suas palavras, okay?

- Melhor.

- Onde está o Nam? - Perguntei após um momento silencioso.

- Saiu para tomar um ar. - Respondeu sonolento. - Ah! Que sono horrível. Acho melhor eu ir para casa agora se não eu durmo aqui.

- Eu vou ir também. - Falou Namjoon, entrando na sala. - Está ficando tarde e você tem que descansar. Sabe, amanhã você tem aula e, se faltar, não irá passar de ano, algo que seria um grande problema para nós. - Ele falou para mim. 

- Você não vai dormir comigo, hyung? - Como se não controlasse, as palavras saíram de meus lábios sem que eu percebesse. Tapei minha boca rapidamente com minhas mãos e arregalei meus olhos. 

Eu definitivamente não deveria ter falado aquilo.

- Falando desse jeito nem parece que vocês se odeiam há meses, parece mais que está sugerindo uma noite de sexo com palavras suaves. - Comentou Jungkook hyung, algo que gerou um tom mais rosado nas bochechas de Namjoon hyung e, provavelmente, meu nariz avermelhado pela vergonha. 

- Acho que é melhor você ficar aqui, não quero atrapalhar sua rotina. E, Jin, você precisa se focar mais nos estudos. Estamos quase no fim do ano, daqui a pouco você poderá se formar. - Falou Nam hyung. - Amanhã venho te visitar e essa semana já vamos para o ultrassom. Alimente-se corretamente, tudo bem? - Assenti. - Vou com o Kookie hyung para casa com o aplicativo de transporte, pode fechar a porta, por favor? - Pediu enquanto se dirigia até a porta com o hyung e sua filha dorminhoca.

- Até mais, Jinnie. Obrigado pelo suporte de hoje, eu não sei como teria sido sem vocês comigo. - Agradeceu Kookie hyung quase cem por cento dominado pelo sono. - Amo você. - Beijou minha bochecha e saiu com Namjoon hyung.

- Até logo... - Falei antes de fechar a porta.


Notas Finais


Vocês gostaram da ideia, então, aqui estou eu com o Q&A :3
- JIN
- NAMJOON
- JUNGKOOK
- JIMIN
- TAEHYUNG
- HOSEOK
- YOONGI
- MÃES DOS MENINOS
- OUTROS
- MANU (no causo, eu)

Grupo do Whats :
https://chat.whatsapp.com/1Vg9HEDbdE4DOyttRMN1Bm


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...