1. Spirit Fanfics >
  2. Love in blue >
  3. Prologue

História Love in blue - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá! Estou me aventurando pelo universo de haikyuu pela primeira vez kkkk pensei nesse plot e escrevi o prólogo apenas como um teste. Pretendo continuar claro, mas enfim, é um mundo novo pra mim. Eu adoro essa lenda do hanahaki espero que curtam a fic tambem, ela vai ser um pouco triste de início, mas terá final feliz I promise
Boa leitura

Capítulo 1 - Prologue


Eu não queria florescer. Não dessa forma. Olhando o reflexo do meu rosto pálido no espelho senti quando o sangue em meus lábios começou a se misturar com o gosto salgado das lágrimas. As pequenas pétalas azuis sobre o mármore branco da pia me davam a certeza do que estava acontecendo. 

Hanahaki... Isso vai matar você! — A voz de Hinata alguns dias atrás voltou desesperada aos meus ouvidos. Lembro de dizer que não, não iria morrer. Mas ali estava eu, afogando-me em dor, no cheiro enjoativo da flor que o homem que amo adorava. O convite do casamento de Kuroo, tão delicado, completamente amassado entre meus dedos. 

Vai acabar logo. Pensei. mais um pouco... A quantidade de pétalas se intensificou, e agora respirar era praticamente impossível. 

Cai de joelhos no piso gelado, minhas mãos indo automaticamente em direção aos meus lábios ensanguentados numa tarefa falha de fazer parar. Não pararia, eu sabia disso. Não até que meu coração deixasse de bater, que o oxigênio fosse nulo, ou que ele voltasse atrás e mostrasse que era eu quem amava. Sorri minimamente com essa ideia deitando em posição fetal e abraçando meus joelhos, senti meus dedos fracos largando o papel do convite ao lado do meu corpo. 

— Kenma! — Por um instante ouvi sua voz me chamando, parecia desesperado, preocupado, como sempre ficava quando eu adoecia na infância. Ele sempre cuidou de mim, claro que pensaria nele neste momento. 

A memória do seu sorriso pareceu acalmar um pouco a dor dilacerante em meu peito. Se eu pudesse vê-lo uma última vez... Fecho os olhos com força desejando que ele apareça ali, completamente egoísta como sempre fui. Uma sombra surge diante dos meus olhos, um vulto apenas. E antes de apagar, a última coisa que vejo são olhos escuros marejados e lábios bonitos gritando meu nome.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...