História Love in crime - Capítulo 1


Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Chefe Jim Hopper, Dustin Henderson, Eleven (Onze), Maxine "Max" Mayfield / "Madmax", Mike Wheeler, Will Byers
Tags Stranger Things
Visualizações 56
Palavras 1.574
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey guys, essa é minha primeira fanfic :3 e eu chamei a ícone @MillsWolfhard22 pra me ajudar a escrever fizemos esse capítulo com muito carinho pra vcs,espero que gostem :)❤

Capítulo 1 - O atentado.



Em casa, Millie acordava para mais um dia, era sábado e o dia seria especial para toda a família , ela já havia se formado só estava se especializando para um dia seguir os passos do pai, Millie se levantou e foi tomar um banho bem quente depois que terminou se banho colocou sua calça jeans e sua camiseta branca e passou uma maquiagem leve e escovou seus cabelos escuros na altura dos ombros, Millie havia terminado seu relacionamento com Jacob há pouco tempo, sentia falta dele claro mas não queria se prender a alguém que não a compreende. Ao descer para o café da manhã Mills encontrou seus pais e seus irmãos Paige e Charlie já sentados na mesa.
- Estávamos falando de você filha. - Falou Robert com a voz calma.
- Falando o que sobre mim pai? - Perguntou Millie dando um beijo na bochecha do pai.
- Que você será uma delegada maravilhosa quando ocupar o meu lugar. - Respondeu Robert trocando um sorriso com a filha.
- Eu concordo com seu pai, você está se preparando bem para isso e hoje terá a homenagem do seu pai não se esqueça.. - Falou Kelly pegando nas mãos do marido
- Não irei esquecer e até chamei a Sadie - Falou Millie pegando uma maçã
- Acho que tá na hora do delegado Brown se aposentar. - Brincou Charlie fazendo Millie e Kelly gargalharem.
- Hahaha que engraçadinho você Charlie , eu ainda estou em forma mas sinto que logo será hora de parar eu só não sei quando. - Falou Robert suspirando.
- E o tal do Finn pai, o senhor conseguiu alguma prova e a localização dele? - Perguntou Millie que imediatamente percebeu que a expressão do pai havia mudado.
- Falei algo errado? - Perguntou Millie mordendo o lábio inferior.
- Não filha, é que eu conheci os pais do Finn e não me sinto bem em prendê-lo. - Respondeu Robert cabisbaixo.
- Ele será um preso como qualquer outro pai, o dever é o senhor proteger Atlanta dele .- Falou Charlie recebendo olhares de reprovação da mãe e das irmãs.
- Não está mais aqui quem falou. - Falou Charlie evantando as mãos.
- Vocês são tudo para mim, quero que vocês me prometam que quando eu partir vão seguir suas vidas e não irão se prender a minha memória. - Falou Robert já pressentindo que algo ruim iria acontecer.
- Vira essa boca pra lá pai, não vai acontecer nada com você. - Falou Millie abraçando o pai.
- É mesmo meu velho, não fala essas coisas como se fosse despedida. - Falou Paige se juntando aos dois. Kelly e charlie  foram até eles e também os abraçou bem forte como se nunca mais fosse o abraçar.

 

 

- Nós te amamos meu amor. - Falou Kelly dando um beijo no marido.
- Eu também amo vocês. - Falou Robert já se emocionando. Os cinco ficaram ali abraçados por vários minutos como se fosse a última vez.




Depois do café, Millie foi com sua amiga Sadie ao shopping , comprar vestidos para a homenagem que a prefeito de Atlanta fará a seu pai.


- O que acha desse Mills?- Sadie perguntou estendendo um vestido vermelho que deixa as curvas a mostra. Millie sorriu e pegou o vestido colocando na frente de seu corpo olhando o reflexo no espelho.

- Incrível.- Sadie sorriu e bebeu um gole do champanhe.- Assim o Romeo vai babar.

Millie revira os olhos.


- O Romeo é apenas subordinado do meu pai e meu amigo de infância só isso.- Millie fala indo pagar o vestido.


- Mas ele te ama desde sempre. - Sadie a alertou. Millie levantou a sombrancelha e pegou a sacola rindo. As duas voltaram para a casa de Millie encontrando Kelly e Paige fazendo doces na cozinha.

- Que cheirinho bom tia.- Sadie falou indo pra cozinha e passando o dedo na mistura do bolo.

- Sadie !!- Kelly repreendeu aos risos.


- Desse jeito o bolo do meu pai vai ficar azedo.- Paige falou enquanto fazia a calda.

- Meu pai vai ficar muito feliz com essa homenagem,afinal merece muito.- Millie falou com orgulho do pai.


- Sim a cidade toda tem orgulho e consideração por ele.- Sadie falou abraçando a amiga. Todos estavam muito felizes sem imaginar o que estava por
vir.





Do outro lado  da cidade , Finn acordou com uma forte dor de cabeça , e olhou para os lados e viu sua " Namorada" Íris dormindo profundamente. Finn foi até o banheiro e lavou o rosto para despertar... Em seguida vestiu sua calça jeans e um casaco guardando sua arma assim que desceu as escadas se surpreendeu ao ver somente Ayla acordada.


- Olha olha,milagres acontecem você acordada cedo . - Finn falou com ironia.


- Me erra Finn.- Ayla respondeu irritada.

- Ou o Jack te expulsou da cama dele? - Perguntou Finn caindo na gargalhada.


- Vai ver se eu tô na esquina idiota. - Respondeu Ayla irritada.


- Mas é sério, eu tô morrendo de dor de cabeça e também tô ancioso pra ver o que o Noah tem a dizer sobre o delegado Brown . - Finn falou bebendo seu café .


- Eu também estou ansiosa pra isso acontecer, quem sabe hoje não é seu dia de sorte e você manda o delegado pro inferno - Ayla falou com um sorriso malicioso.


- Eu não sou um homem de sorte , eu faço a sorte acontecer e eu vou massacrar aquele delegado. - Finn falou decidido.

Ao olhar no pé da escada vê seu amigo, Noah descendo as escadas.


- Finalmente a gazela saltitante levantou. - Finn falou. Noah revira os olhos se sentando na mesa.

- Vai ter uma homenagem pra Robert Brown hoje a tarde, a chance perfeita pra você se livrar dele. Finn sorri malicioso aquilo era a chance perfeita .

- Ótimo, então vamos nos preparar pra mais tarde, não vou admitir falhas. - Finn falou em tom de ameaça. Ninguém de sua gangue sabia o motivo pra ele se livrar do delegado, mas o motivo que Finn tinha era familiar, ele culpava Robert por ter prejudicado seus pais no passado sem realmente ter certeza do que aconteceu.








As horas passaram rapidamente e Millie estava se arrumando com Sadie, a ansiedade batia em seu peito sem ela conseguir controlar, queria estar com seu pai num dos dias mais importantes pra ele.


- Millie fica quieta, senão eu não consigo terminar a trança - Sadie falou enquanto arrumava o cabelo da amiga.


- Eu tô anciosa não me julga. - Millie falou mordendo o lábio inferior . Sadie balançou a cabeça rindo e começou a fazer uma maquiagem na amiga.


- tchan tchan. - Sadie falou assim que terminou. Millie sorriu pois havia ficado incrível.


- Ficou ótima Sads, obrigada. - Millie agradeceu enquanto ajeitava o vestido . Sadie vestia um vestido azul da cor de seus olhos, cabelos trançados de lado as desciam as escadas conversando aos risos .


- Cadê o pai? - Millie perguntou assim que encontrou o irmão arrumando a gravata.


- Já foi, a mãe e a Paige também. - Charlie respondeu se apressando pra sair. - Vão vocês duas juntas .

- Vamos no meu carro, ta lá em casa mas a gente vai rapidinho .- Sadie falou pegando sua bolsa .

- Ótimo a gente ta emcima da hora já. - Millie falou aflita e saiu de casa junto com Sadie batendo a porta com a maior força.


- Millie calma, que da tempo. - Sadie falava enquanto as duas caminhavam.

- Não dá , eu tô uma pilha de nervos parece que é até eu que serei homenageada. - Millie falou aos risos , na correria acabou esbarrando em um rapaz de cabelos negros e cacheados, ele parecia estar tão apressado quanto ela, os dois se olharam e trocaram sorrisos.


- Desculpa não te vi. - Millie se desculpou sem graça.


- Tudo bem não tem problema. - O rapaz falou gentilmente. Sadie ficou parada e revirou os olhos.- Amiga a gente tá atrasada vamos logo. - Sadie falou puxando Millie que nem teve tempo de se despedir do rapaz.


- Sadie você é muito estraga prazeres. - Millie falou irritada. Sadie revirou os olhos e abriu seu carro - Fazer o que se estamos atrasadas. Millie entrou no carro da amiga revirando os olhos. As duas se conheciam desde a infância, jamais se desgrudaram uma da outra, o caminho para o centro da cidade especialmente na praça principal onde iria ocorrer a homenagem não foi tão longo assim, e praticamente a cidade toda estava ali , tudo bem organizado e enfeitado uma verdadeira maravilha. Ao sair do carro , Millie vai ao encontro da mãe e da irmã, que estavam sentadas na frente enquanto o irmão, estava com o pai no palco.


- Já vai começar? - Millie pergunta anciosa.


- Já sim o papai vai começar a falar. - Paige falou e Millie acenou para o pai .



- Preciso agradecer o apoio da minha esposa, dos meus filhos e principalmente da minha família que fazem de mim um homem melhor , obrigada eu amo vocês. - Robert falou recebendo o aplauso de todos, tudo estava tão perfeito e especial que ninguém ali queria que acabasse, mas um tiro certeiro mudaria tudo .


Notas Finais


Obrigada por lerem :)❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...