História Love is love - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Olha quem o universo trouxe!
Tudo bem amores?

Capítulo 4 - Capítulo 4


 
  -amor a gente vai ou não?-. Margot me perguntou sobre algo, mas confesso que eu não conseguia parar de pensar em Alice então obviamente não escutei nada.
-oque?-. Perguntei tentando da a devida atenção que Margot queria.
-charlie eu sei que você tá pirando com essa história de irmã e tudo mais, só não faz nenhuma besteira por favor, eu e você fizemos planos e temos metas de vida-. Margot falava tentando mostrar que não estava Incomodada com essa situação.
 Ela é minha "alma gêmea" como diz meu pai, então eu sei que mudanças repentinas á apavoravam, pois tanto eu quanto ela somos organizadas, perfeccionistas e calculistas, era normal temos vários planos e metas programadas, e a chegada de Alice poderia muda várias coisas na minha vida e por consequência na de Margot.
-baby, relaxe eu não vou fazer nada imprudente-. Pelo menos era oque prentendia.
- tudo bem, vamos ou não para a piscina?-. Margot falou deixando de lado um pouco sua preocupação.
-vamos, mas você vai lavar o cabelo depois ou não vai dormir comigo-. Eu não sou a maior fã de piscina, Mas Margot ama então não ligo de acompanha-la, pois adoro vê-la se divertindo na água como uma criancinha.
Vamos meu amor-. E eu apenas me deixei ser arrastada por aquela ruiva entusiasmada.
                                Alice
-droga porque eu fiz aquilo? Com certeza estraguei tudo-. Meus pensamentos estavam confusos e me traíam me levando a praguejar-me por ter feito aquela cena com Beatrice, que dizer Charlotte minha irmã, então eu senti o cheiro suave  de amaciante emanar do travesseiro sobre o meu rosto, oque me tranquilizou um pouco, um pouco mesmo, porque logo aquela euforia tomou o meu corpo novamente, então me puz a andar enquanto tentava encaixar meus pensamentos.
-C'est elle! La femme que j'ai essayé de trouver (é ela! A mulher que venho tentando encontrar) a mulher que vem tirando meu sono durante um ano, como eu acabei sendo irmã dela? Que raiva, essa família com certeza me odiaria mais ainda se soubesse oque aconteceu, eu  seria a garota louca que corrompeu uma das moças perfeitas do clã Gardner.-. Eu falava sem ao menos me importar com o tom da minha voz, porém fui interrompida por batidas na porta, me recompuz e fui abri-la.
-oi Nicole, certo?-. Perguntei olhando para a menina morena dos olhos azuis escuro parada a minha frente, obviamente tem uns 16 anos e está no augi da sua beleza pude perceber.
-acertou, meu pai pediu que você fosse até ao quarto dele-. A garota falou, deu um sorriso simpático e foi embora sem deixar eu responder ou algo assim.
 Aparentemente, ela era uma das únicas que não fez tempestade em copo de água com a minha chegada, diferente da...  como é o nome? Ah! Isabela, essa garota ainda nem trocou duas palavras comigo e já decretou que me odeia, Não sei como aquele menino irmão gêmeo dela aguenta-. Conclui meus pensamentos, e logo tratei de me recompor de vez, pois minha mãe odiaria ver no estado de nervos que eu estava, depois de alguns minutos descido finalmente ir até ao quatro do moço que recentemente se tornou meu pai. 
Sabia que não ia se fácil me encaixar nessa família, Mas ser apaixonada por uma das Minhas  irmãs com certeza complicaria ainda mais.
-céus, oque eu faço?-. Afastei meus dilemas e bati na porta do senhor Carlos.
-entre por favor, vamos conversar um pouco-. O moço mais velho falou fazendo meu corpo todo congelar. Oque será que ela quer?.

 


Notas Finais


Com isso acho que já citei todos do clã Gardner. Bjus até aproxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...