1. Spirit Fanfics >
  2. Love is love (Jori e Sam e Cat) >
  3. Capítulo IV

História Love is love (Jori e Sam e Cat) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura!
:)

Capítulo 4 - Capítulo IV


Fanfic / Fanfiction Love is love (Jori e Sam e Cat) - Capítulo 4 - Capítulo IV

Pov Tori

Então a senhorita mistério é da minha sala, interessante. Agora vou poder saber qual o nome dela.

— Alunos se sentem que a aula vai começar. — Droga! O professor tinha que chegar agora.

Me sento rapidamente, quando olho para o lado vejo minha irmã, ela está cheia de tinta, nossa mãe vai ficar brava demais.

Ela está com um garoto, ela é rápida no gatilho, só que não parece estar prestando atenção no que ele diz, está olhando um ponto fixo.

Quando olho também percebo que ela está observando a senhorita mistério que está aos beijos com um garoto.

Que ótimo!

Não sei porque, mas fico muito irritada com isso.

— Bom turma temos alunos novos, então quero que todos se apresentem. — diz bebendo um coco.

— Sikowitz não deveria ser só os calouros a se apresentarem? — um garoto com fantoche fala.

— Não, como eles vão saber os nomes dos veteranos? Eu quero que todos se apresentem. Voluntários? — pergunta.

O garoto que estava até agora aos beijos se levanta.

— Todo mundo já me conhece, então vou me apresentar só para as calouras, eu me chamo Beck, Beck Oliver, sou ator, muito bonito e depois da aula vocês podem pegar meu número é claro. — um macho escroto na sala confirmado, odeio esse tipo de gente.

Uma loira se levanta.

— Eu me chamo Samantha, sou caloura e gosto de comer, só isso que eu tenho pra falar mesmo. — gostei dela, pelo menos é sincera.

Uma garota com cabelos vermelhos se levanta, ela parece ser muito nova, será que ela tá na turma certa?

— Oi gente! Eu sou Cat Valentine! Meu nome significa gato em inglês e eu gosto de bichinhos de pelúcia, eu moro com a Sam, também gosto de cantar e... — meu Deus como ela consegue falar tão rápido? Eu já me perdi.

— Okay Cat. Eles já entenderam, calma. Bom eu sou o André, veterano e toco uns instrumentos por aí.

— Eu sou Nina, caloura e gosto de fazer algumas artes.

— Sou Robbie e este é o Rex, meu melhor amigo.

Decido me levantar.

— Oi gente eu sou... — começo a falar mas Sikowitz me interrompe.

— Nina você já falou de espaço para os outros.

— Na verdade eu sou a Tori, irmã gêmea da Nina, somos irmãs gêmeas não idênticas então é mais fácil diferenciar. E bom eu gosto de cantar é isso.

Me sento e logo vejo a senhorita mistério levantando.

— Sou a Jade. — e se senta, ela realmente é uma pessoa difícil.

Agora sei seu nome, Jade, nome lindo como a que o possui.

As apresentações continuam e depois começamos a aula.

— Bom eu vou passar uma atividade em dupla pra vocês, será sorteio. Vejamos...

Ele vai dizendo os nomes.

— Beck e Nina — boa sorte pra minha pobre irmã.

— André e Sam.

— Cat e Jessy — quem é Jessy? — Jade sua irmã vai aparecer?

— Hoje não. — então Jade tem uma irmã que estuda aqui, bom saber.

— Enfim, Tori e Jade. — uou, nem acredito que vou fazer um trabalho com ela, isso é muito o destino.

A aula segue, enquanto estou fazendo uma das atividades meu telefone toca.

O evento foi cancelado e irei viajar. Não faça nenhuma besteira, pois descobrirei e você sabe qldo que eu sou capaz. — L.D-V.

Uma mensagem de amor dessas... Pelo menos vou ficar um tempo livre.

A aula acaba, começo a arrumar minhas coisas.

— Ei recebeu a mensagem da mamãe? — Nina pergunta e eu assinto — Vou aproveitar pra sair com uns amigos meus, tudo bem para você?

— Claro, fique tranquila.

— Bom, vou indo pra cantina vou ver se o André me dá um pouco do seu lanche, fui! — ela sai correndo, fico rindo e volto a arrumar minhas a bolsa.

— Hey! — olho e vejo Jade.

— Oi! Não deveria estar na cantina?

— Quero saber como vamos fazer o trabalho primeiro, vai ser na sua casa ok?

— Acho melhor ir para sua. — minha mãe não gosta de pessoas longe imagina na própria casa dela.

— Tanto faz, me dê seu número que eu te mando o endereço.

Entrego a ela meu número, ela logo envia uma mensagem com o endereço.

— A gente pode começar hoje?

— Por mim está ótimo.

Ela se vira e começa a andar, eu ia segui-la mas minha visão começa a ficar turva, esqueci que não tinha comido.

Então tudo fica preto.

Quando dou por mim estou no chão, só que não aonde eu tinha apagado, parecia um depósito.

— Olha quem acordou! — essa voz...

— Jade? — pergunto confusa.

— A única. Iae, tá bem?

— Acho que sim, deve ter sido uma queda da pressão porque ainda não comi hoje.

— Irresponsável. — diz baixo.

— Que? — pergunto mesmo tendo escutado.

— Nada não. Toma esse suco aqui. — me entrega um suco bebo tudo rapidamente.

— Obrigada. — digo sincera.

— Relaxa, mas isso morre aqui okay? — seu tom de voz sempre muda, parece que ela se reprime por ter sido legal, vai entender.

— Eu ia falar o mesmo. — sorrio e ela também, mas disfarça se levantando.

— Ainda vamos fazer o trabalho?

— Vamos sim, 14:00 tô na sua casa.

— Ótimo, até mais Vega.

Como ela sabe meu sobrenome? Ela pode saber quem é minha mãe é claro...

Jade, misteriosa Jade...

A cada palavra, a cada gesto quero conhecer cada parte de você...


Notas Finais


Qualquer erro foi o corretor 🤷🏻‍♀️
Espero que gostem 😌
:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...