1. Spirit Fanfics >
  2. Love Is Love (LGBT) >
  3. Capítulo 2

História Love Is Love (LGBT) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Gente, me desculpem, é sério skskks. Eu nunca escrevi história nenhuma, e tava com medo de continuar e ninguém gostar kkk. Mas eu também não sabia como continuar, e outra, tava passando por problemas bem ruins dentro de casa.
Mas me desculpem, vou tentar postar sem demorar 2 meses <3

Capítulo 2 - Capítulo 2


Pov. Ana

A aula finalmente havia acabado as 11:30, então liguei para minha mãe para saber se podia ir a casa de Bia e possivelmente dormir lá. 

Felizmente minha mãe deixou, mas ficou meio insegura em me deixar dormir lá, porque no dia seguinte teria aula, então ela ficava com receio da gente não acordar, mas não sei nem se vou conseguir dormir com uma beldade como Bia ao meu lado, acho melhor parar de pensar isso. 

Minha mãe ia passar pela tarde para deixar algumas roupas minhas na casa de Bia, como pijama, escova de dente, carregador, roupas, etc.

Estávamos indo a casa de Bia a pé, até que vimos um casal gay de mãos dadas. E logo pensei quão fofo era aquilo, pois em nossa cidade nunca tinha um gayzinho se quer.

--Bia

--Oi - Bia responde, voltando a Terra, ela estava com a cabeça nas nuvens.

--Olha lá que fofos - Dou uma olhada de lado para eles, Bia entende e logo olha.

--Fofos mesmo - Ela da uma risadinha nasal. Meu deus que olhos.

Para Ana, ela é sua amiga, isso é só por que ela é realmente bonita

(...)

Chegamos na casa dela, e não havia ninguém, apenas eu e ela. A casa dela sempre vou grande e bem decorada, seu quarto e de seus pais ficava no primeiro andar da casa, no térreo ficava a cozinha, banheiro, quarto de hóspedes, sala de TV e a sala de jantar.

Imagine aqueles móveis chiques, com cara de serem caros, pois então, assim era os móveis dela.

Subimos e fomos direto para seu quarto, o dia estava bem quente então ela ligou o ar. 

Sentei em uma cadeira em frente a sua penteadeira e comecei a mexer em meu celular. Em um movimento rápido Bia tira sua blusa da escola e fica apenas de calça e sutiã. Olho diretamente para seus peitos e sinto meu rosto esquentar, mas antes que ela visse que eu estava olhando para ela, eu voltei a mexer no celular.

Pov. Bianca

O dia estava bem quente, e o ar estava demorando de esfriar, tiro minha blusa da escola, e não sei o porque mas acho q a Ana olhou, e não foi para meu rosto. Pensei, e meu rosto fica um pouco vermelho.  

Coloco uma camisa larga, e depois tiro minha calça e boto um short. Ana fica com os olhos fixos em seu celular, parecendo que estava com medo de algo. Provavelmente com medo de olhar para minha linda bunda.

Depois de pegar cola, cartaz, tesoura,etc. Escuto a campainha tocar, deve ser a mãe de Ana com suas coisas.

 --Ei! - chamo Ana que parece estar viajando.

--Ah, oi - Como é lerdinha, mas amo mesmo assim.

--Acho que sua mãe ta na porta - falo me levantando e indo e direção a porta

--Não precisa descer não, deixa q eu vou lá - ela fala e se levanta também

--Mas eu quero ver a tia Sarah - Faz um tempinho que não a vejo

--Ta bom, então bora logo - Eu puxo a mão dela e então descemos. Chego na porta e então a destranco.

Depois da Sarah falar comigo e com a Ana, nos voltamos ao quarto e logo Ana coloca sua mochila com suas coisas atras da minha porta. 

Sento na cama, encostada na cabeceira, e fico vendo o instagram, desligo o celular e fico vendo ela pegar algumas roupas e quando estava quase saindo do quarto eu a chamei

--Ei - fiz uma cara de questionamento, porque ela tava saindo do quarto?

--Oi? - ela pergunta sem entender.

--Tu ta saindo do quarto porque baby? - pergunto .

--Pra me trocar, osh - Ela fala como se não soubesse oque eu queria .

--Larga de besteira e se troca aqui, eu em, nem parece que é minha amiga a tanto tempo. 

Falo, percebo que ela fica com uma cara meio envergonhada, e volto a mexer no celular, mas logo minha atenção se desvia e vai direto pro corpo de Ana, que está somente com uma calcinha e um top. M E U  D E U S, que corpo mais lindo, sem querer solto um:

--Eita - escapuliu, foi no automático

--Que foi doida? - Logo fico sem reação alguma

--N-nada não. - volto a mexer no celular rapidamente. Ana coloca uma regata e um short bem curto, mas será possível q a mãe dela traga uma peça tão curta assim? Rio mentalmente.

Descemos para almoçar mas havia ninguém que sabia fazer comida.

--Bia, a gente vai comer oque? - Ela pergunta abaixando um pouco de seu short curto.

--Sei lá, acho que vou fazer um macarrão instantâneo, que tal? - Pergunto olhando para  a mão dela tentando abaixar o short

--É, pode ser. 

 

 

*capítulo revisado*


Notas Finais


Gente é sério, não me odeiem <3
Vocês escutam girl in red?? ksks


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...