História Love is strange - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Enzo, Giuseppe Salvatore, Jeremy Gilbert, Matt Donovan, Rebekah Mikaelson, Sheila Bennett, Stefan Salvatore
Tags Bonenzo, Bonnie, Delena, Enzo, The Vampire Diaries, Tvd
Visualizações 101
Palavras 1.920
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um..♥️

Capítulo 21 - Novo acionista




PV Bonnie

Eu estava totalmente travada, não podia acreditar que ele estava mesmo aqui, ele não podia ser o novo acionista.

- Você está bem, Bonnie..? Parece nervosa..- Falou se aproximando.

- Fica longe de mim..- Exclamei me afastando.

- Oh, Bon.. não precisa ter medo de mim, eu sei que as coisas entre nós não terminaram muito bem..- Exclamou cinicamente, me fazendo soltar uma risada seca.

- As coisas entre nós..? Qual é o seu problema..? - Perguntei incrédula.

- Vai negar o que tivemos..? - Perguntou arqueando as sobrancelhas. Tive que me controlar ao máximo para não pular em seu pescoço, então apenas fechei os olhos e respirei fundo.

- Você é o novo acionista, não é..? Assine esses papéis por favor..- Exclamei jogando os papéis sobre a mesa.

- Pensei que seria recebido por um dos Salvatore..- Exclamou enquanto se sentava a mesa, para analisar os papéis.

- Damon está em uma reunião e Enzo está viajando, como sou assistente dele, fui enviada para recebê-lo..- Exclamei.

- Damon e Enzo, sem formalidades..? - Perguntou com um sorriso presunçoso.

- Só... Assine os papéis Kai..- Exclamei cruzando os braços. Ele sorriu, mas logo voltou sua atenção para a papelada.

- Prontinho.. - Exclamou estendendo os papéis. - Vai precisar de mim para mais alguma coisa..? - Perguntou com um pequeno sorriso no canto dos lábios.

- Não... Isso é tudo... Você já sabe onde é a saída..- Exclamei tomando os papéis de sua mão, então me virei e sai da sala rapidamente.

Eu podia sentir a dor esmagando meu peito, eu pensei que nunca mais voltaria a ver esse canalha. Todas as lembranças pareceram voltar de uma vez só, me sufocando com uma onda de dor, raiva e medo. Só de lembrar da sensação de suas mãos ásperas em minha pele, o peso de seu corpo sobre o meu, ou aquele cheiro de álcool quando ele se aproximava para sussurrar em meu ouvido... Me causavam nojo. Fora as outras lembranças mais sombrias e dolorosas que sua imagem me trazia... Meu corpo estremecia só de pensar. Não conseguia nem ao menos raciocinar direito, eu precisava sair dali. Então fui até a sala de Damon, que estava fazia, ele provavelmente ainda estava em reunião. Deixei a papelada sobre sua mesa e sai. Não só da sua sala... Mas dá empresa. Não conseguiria ficar lá sabendo que Kai também estava.

Havia uma pessoa que me entenderia, uma pessoa que talvez pudesse me explicar o que Kai fazia na cidade, ou pelo menos arrumar um jeito de manda-lo de volta para onde veio. Algumas horas depois, estava parada em frente a seu apartamento, apertando a campainha diversas vezes.

- Já estou indo...- A voz de Jeremy ecoou atrás da porta. Então ele abriu, totalmente confuso ao me ver. - Bonnie.. o que faz aqui..?

- Ele voltou... Kai está de volta, Jeremy..- Exclamei o empurrando e entrando em seu apartamento.

- O que..? Como assim está de volta..? Ele foi atrás de você..? - Perguntou franzindo o cenho.

- Não... Quer dizer... Ele é o novo acionista da empresa, mas eu não sei se isso é proposital ou não..- Falei suspirando. - Você teve algo a ver com isso..? - Perguntei franzindo o cenho.

- O que..? Claro que não, você acha que eu faria isso sabendo o que ele fez com você..? - Perguntou exasperado.

- Eu não duvidaria de mais nada vindo de você..- Exclamei.

- Você já esqueceu que fui eu quem te salvou dele aquela noite..? - Perguntou.

- Não, claro que não...- Exclamei passando a mão pelo rosto. - Eu só... Entrei em pânico quando o vi..

- Eu entendo... E fico feliz que tenha vindo falar comigo sobre isso..- Exclamou gentilmente.

- Não ache que você é importante, é apenas que... Você foi a primeira pessoa que veio em mente..- Falei.

- É claro... Você quer uma água..? Sentar um pouco para conversar..? - Perguntou fazendo sinal para o sofá.

- Não... Eu já vou... Eu só.. só queria pedir um favor..

- Claro.. qualquer coisa...

- Você fez ele sair da cidade na outra vez... Poderia fazer de novo..? - Perguntei.

- Bom, eu posso tentar... Mas nós tínhamos um bom motivo para ameaça-lo antes... Se ele estiver aqui para trabalho realmente, não há muito que eu possa fazer...- Exclamou.

- Tudo bem, eu entendo... Mas, obrigada, mesmo assim..- Exclamei abrindo a porta novamente.

- Bonnie... Toma cuidado, tá..? Pelo menos até entender o porquê dele estar aqui..- Falou se aproximando. - Saiba que você sempre pode contar comigo.. eu sei que nós temos muitos assuntos pendentes, mas quanto a isso, sempre estarei aqui para ajudar..- Exclamou.

- Eu sei, Jer...- Exclamei com um pequeno sorriso, então o abracei. Mesmo que eu ainda odeie o que ele fez comigo e com nossa relação, além de todas as outras coisas e o fato de as vezes ser um babaca.. não poderia negar que ele me ajudou muito e não tenho dúvidas que faria isso outra vez se fosse necessário. - Mas não se preocupe.. eu não estou sozinha..- Exclamei me afastando. Ele tinha um olhar confuso, então antes que ele pudesse fazer perguntas, sai de lá.

Eu voltei para casa, não tinha cabeça para trabalhar, muito menos sabendo que Kai estava lá. O caminho inteiro da casa de Jeremy até a minha, passei observando cada pessoa que se aproximava, cada carro que passava, com o peito apertado imaginando que poderia ser Kai. Voltei para o apartamento o mais rápido possível. Como já estava no fim da tarde, vovó não estranhou eu ter chegado mais cedo. Não queria que ela se preocupasse agora, muito menos depois da parada cardíaca que teve com a carta de despejo. Então não mencionei a volta de Kai, apenas a comprimentei e fui direto para meu quarto. Eu só queria tomar um banho, me jogar na cama e não sair de lá nunca mais. Me sentei na cama encarando o celular, eu queria tanto falar com Enzo.. ouvir sua voz, suas palavras doces... Estava com tanta saudade dele, mas do que queria admitir... Queria tanto que ele estivesse aqui agora. Eu realmente não posso ignorá-lo, e me arrependo de ter feito. Mas também não acho uma boa ideia ligar para ele, talvez esteja em uma reunião ou coisa do tipo, não quero atrapalhar. Eu preciso de um banho.. um banho quente e demorado, para tentar relaxar e esquecer um pouco dos problemas.






PV Enzo

Não aguento mais essa viagem, todas essas reuniões e eventos... Eu não nasci para isso, na verdade odeio isso. Já estava louco para voltar para cidade, para o hospital... E Bonnie. Sinto tanto sua falta, ainda mais agora que ela tem me ignorado. Eu sabia que ela iria se afastar, mas não tanto assim, ela não atende minhas ligações, nem responde minhas mensagens e isso está me enlouquecendo. Queria tanto que essa viagem acabasse logo, mas meu pai pediu para que ficasse mais dois dias.

Após voltar para o quarto de hotel, depois de mais uma reunião entediante, decidi ligar para Damon, talvez ele pudesse me dar notícias dela.

- Irmão, que milagre é esse..? - Perguntou do outro lado da linha.

- Oi para você também, Damon... Como estão as coisas por aí..?

- Estamos indo bem... Na verdade, acho que você não faz muita falta..- Exclamou divertido.

- Que bom, porque pretendo sair logo... Mas... eu queria saber da Bonnie, você a viu hoje..?

- Sim, eu até perguntei por você, mas ela disse que não tinham se falado... vocês brigaram..?

- Não, não brigamos... Eu acho..

- Hm.. isso é estranho, assim como o fato dela ter ido embora da empresa mais cedo, sem nem dizer nada, só deixou os papéis assinados pelo novo acionista e sumiu. Rebekah me questionou e eu disse que havia liberado ela, só para não dar problemas..

- Ela nunca fez isso... Tenho certeza que ela não sairia sem um bom motivo..- Exclamei.

- Se ela teve motivo eu não sei...

- Bom.. eu vou tentar falar com ela então..

- Tudo bem.. Eu já te avisei, não deixe ela escapar..- Exclamou.

- E eu já disse que não vou... Bem, até mais irmão...- Exclamei antes de desligar.

Porque Bonnie foi embora desse jeito..? Será que aconteceu alguma coisa com Sheila..? Uma coisa é certa, ela não faria sem motivos. Isso realmente aumentou minha preocupação, então disquei seu número, ainda um pouco relutante, já estava tarde e ela provavelmente já estaria dormindo, mas... Quem sabe agora ela não atenda. O telefone tocou algumas vezes, até pensei que fosse cair na caixa postal novamente, mas finalmente sua voz surgiu do outro lado.

- Enzo... Oi..- Sua voz parecia cansada, mas não deixou de aquecer meu coração.

- Oi, amor... Você está bem..?

- Sim, estou... E você..? Como está a viagem..?

- Entediante, para falar a verdade... Ainda mais que uma certa pessoa resolveu me ignorar.. minha única distração parou de atender minhas ligações..- Exclamei.

- É... Eu não me orgulho disso, desculpe..- Declarou suspirando.

- Você está realmente bem, Bonnie..?

- Sim.. eu só... Queria que estivesse aqui... Sinto sua falta...- Exclamou, não pude conter o sorriso bobo que surgiu em meu rosto. Mas eu podia sentir em sua voz que havia algo mais a incomodando, mas resolvi respeitar.

- Também sinto sua falta, amor.. você não faz ideia do quanto...

- Quando você volta..?

- Em dois dias... Meu pai pediu para que ficasse mais um pouco, ele conseguiu agendar mais algumas reuniões...

- Ah... Então você só volta no fim de semana..? - Perguntou desanimada.

- Infelizmente... Mas eu vou tentar adiantar o máximo que puder para voltar antes..

- Espero que consiga...

- Bom, eu falei com o Damon hoje... Ele disse que você saiu da empresa mais cedo, sem nem mesmo avisar... Aconteceu alguma coisa..? - Perguntei.

- Não.. é que... - Ela fez uma pausa, podia ouvir seus longos suspiros antes de continuar. - Eu não estava me sentindo muito bem, só isso... Mas eu já estou melhor, não se preocupe..

- Tem certeza..? - Insisti.

- Tenho.. eu só.. preciso descansar um pouco..

- Bom.. acho melhor eu te deixar dormir então..

- Não, não desliga..- Exclamou. - Eu quero conversar com você... Gosto de ouvir sua voz.. eu não estava conseguindo dormir mesmo..

- Tudo bem... Sobre o que quer conversar, amor..? - Perguntei me ajeitando na cama.

- Me conta tudo sobre a viagem.. até às reuniões entediantes... Qualquer coisa que distraía minha mente..

- Ok... Vou te contar todas as minhas aventuras aqui..- Exclamei ouvindo sua pequena risada... Só esse som já encheu meu coração, eu podia imaginar o grande e brilhante sorriso em seu rosto, aquele que fazia meu coração pular. Céus, eu estou enlouquecendo sem ela... E só fazem alguns dias que não nos vemos. Ouvir sua voz, suas risadas, só aumentava o desejo de tê-la em meus braços novamente.

Nós conversamos por horas, ou melhor.. eu falei a maior parte do tempo e Bonnie só ouvia concordando as vezes, até que ela parou de responder, só restando sua respiração compassada e suave... Ela havia dormido no telefone. Era bom saber que ela também sentia minha falta, que me queria por perto. Mas ela estava estranha.. não parecia muito bem, isso era óbvio, estava calada e sua voz falhava as vezes, como se tivesse chorado. Isso só aumentou ainda mais minha preocupação. Tinha algo acontecendo e eu sei que Bonnie não me contaria... Ela e esse lado super independente dela. Durante toda a ligação, só uma coisa passava por minha cabeça... Estava na hora de encerrar essa viagem.








Notas Finais


Espero que estejam gostando... :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...