1. Spirit Fanfics >
  2. Love is The Key >
  3. Abrigo

História Love is The Key - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Abrigo


   Queria me manter presa em meus sonhos pelo resto da minha vida, mas eu não podia. Senti o sol bater no meu rosto, esquentando muito, eu deveria ter deitado embaixo de alguma árvore.

Me levantei contra minha vontade e comecei a caminhar como uma louca, procurando algo que eu não sabia o que era. Eu ia morrer perdida.

Caminhei mais algumas horas e senti meus pés formigando, meu corpo suando, sabia que iria precisar de um banho muito demorado, só não sabia onde faria isso. Estava tão dispersa em meus pensamentos que mal vi quando bati o dedo em uma pedra, fazendo um machucado no mesmo.

Olhei para meu dedo, que estava sangrando e continuei andando, mesmo com ele doendo a cada passo que eu dava, e por fim, avistei uma casa, não parecia tão longe.

Mesmo com os pés doendo, corri até a grande construção em minha frente e bati freneticamente na porta, que foi aberta rapidamente por uma senhora, que parecia ter uns 45 anos, no máximo.

Ela me avaliou por alguns segundos apenas, e fez uma cara de espanto e eu não entendi o motivo. Tudo bem que não é normal alguém bater na sua porta de manhã cedo, ou pelo menos eu acho que está cedo, já que não tenho relógio.

- Coitadinha! Você está toda machucada. Como se chama? - ela parecia realmente preocupada, depois de olhar meus pés e minha roupa toda suja de grama.

- Eu me chamo Cristy. Desculpa incomodar a senhora, é que eu queria saber se a senhora poderia me dar um copo de água - ela assentiu e fez sinal para que eu entrasse em sua casa. Ainda bem que era uma pessoa educada, senão já teria me colocado para correr, mas ao invés disso, ela me chamou pra entrar em sua casa.

Acompanhei ela até a cozinha de sua casa, o piso era de madeira, as paredes eram brancas, tinha uma bancada de concreto, ela parecia uma pessoa bem de vida.

- Me chamo Anne. O que aconteceu com você para estar nessa situação? - chegou perto de mim, trazendo consigo um copo de água que eu engoli imediatamente.

- Eu tropecei em uma pedra no caminho e dormi na rua, por isso a grama em minha roupa - olhei pra baixo, extremamente envergonhada. O que eu estou fazendo da minha vida?

- Mas você não parece ser uma menina de rua, por que estava dormindo na rua? - ela andou em direção a sala e eu a segui.

- Eu discuti com minha mãe - falei baixo, olhando assim parece besteira ter fugido, mas não aguentava mais um dia daquela forma - e não tenho ninguém a quem recorrer.

- Sua mãe é muito má ou isso foi drama? - engoli em seco, qual dos dois foi?

- Ela brigou comigo porque eu bati em algumas garotas na escola, mas elas fazem bullying comigo desde o fundamental - Anne sentou no sofá e me chamou para sentar também e eu neguei com a cabeça - vou sujar seu sofá se sentar nele.

- Deixe de bobagem, faz tempo que não tenho visitas em casa, preciso descontrair dessa rotina um pouco - fez sinal com a mão apontando para o sofá e eu me sentei, sentindo meu corpo relaxar completamente naquele sofá de couro.

- Obrigada, Anne. Estou maravilhada por ter encontrado alguém tão doce como a senhora, e não alguém que me expulse - rimos juntas e eu suspirei fundo.

- Quantos anos você tem? Parece muito nova! O que é isso que carrega ai? - apontou para o meu livro e eu entreguei ele para ela.

- Eu tenho 17 anos, daqui uns dias farei 18. Esse aqui é meu livro favorito, por isso trouxe ele, invés de trazer algo realmente útil - bufei estressada. Como eu sou tão burra.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...