História Love Killer (michaeng) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Red Velvet, TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Irene, Jihyo, Joy, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Personagens Originais, Sana, Seulgi, Tzuyu, Wendy, Yeri
Tags Dahmo, Michaeng, Nahyo, Satzu
Visualizações 125
Palavras 1.147
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Canibalismo, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AVISO IMPORTANTE : Esse capítulo contém assédio sexual. Se você não gosta não leia.

Capítulo 6 - O que eu fiz para você Irene?


 

Já era fim de tarde o sol se escondia atrás dos prédios e sua luz avermelhada mesclava-se com as nuvens brancas as deixando em um tom rosado em um lindo céu de fogo, era uma paisagem boa para se admirar e era exatamente o que Mina fazia naquele momento, a brisa leve do vento  espalhava seus fios negros por seu rosto e lhe causava alguns calafrios, a Myoui encontrava-se perdida em devaneios e grade parte deles giravam em torno de Chaeyoung e os outros eram pensamentos ruins que aviam acotecido no pouco tempo que estava na Coreia; o bullying, o desaparecimento de Sana, o relacionamento abusivo no qual Momo se encontrava entre outras coisas que Mina fazia de tudo para não deixar tudo isso afetar sua alto estima mas era quase impossível, a japonesa se pegava chorando quase todas as noites e já até pensará em acabar com todo aquele sofrimento mas a morena era fraca de mais para cometer tal ato por isso sempre mantinha uma batalha com sigo mesma para não cair em uma depressão maior do que a que já lhe atormentava, e o que mais lhe motivava no momento era a companhias, atenção e carinho que a Son lhe dava.

-Você está bem? -uma voz baixa soou pelo ambent quebrando o total silêncio no qual se encontrava a Myoui.

-Você sempre aparece do nada? -Mina soutou uma leve e baixa risada -Sim eu estou bem um pouco abalada pelo ocorrido com minhas amigas, mas bem.

-Que bom que está bem, e sim eu apareço do nada quando sinto que tem algo errado -a Son paçou seus braços ao redor da cintura da maior e apoiou seu queixo na curvatura do pescoço da mesma.

A morena mais velha suspirou, um simples abraço da mais nova avia sido o suficiente para esvaziar sua mente e trazer-lhe conforto e segurança, e era exatamente isso que Mina precisava, era inacreditável a maneira como Chaeyoung fazia os problemas desaparecerem. As duas ficaram mais um tempo ali em silêncio até começar a anoitecer.

-Está escurecendo, é melhor a gente ir -a pequena soutou Mina e se afastou.

-Chaeyoung eu queria pedir uma coisa é........ah! Esquece -a Son encarou a maior sorrindo a pequena já sabia o que Mina queria.

Chaeyoung se aproximou da outra segurou suas mãos e as guiou até seus ombros e segurou novamente a cintura da japonesa, a menor foi se aproximando da outra e selou seus lábios aos de Mina, a Son pediu passagem com a língua e  foi retribuida. Mina acariciava os cabelos da outra enquanto o beijo se tornava cada vez mais quente e nescessário para ambas.

-Quer que eu te acompanhe? -Chaeyoung perguntou cortando o beijo.

-Sim -a morena mais alta disse ainda de olhos fechados.

A duas morenas andavam a caminho de casa quando foram paradas.

-Olha se não é a nerd desprezível da escola Myoui Mina.

-Vadia -Chaeyoung respondeu.

-O que eu fiz para você Irene? Por que não me deixa em paz? -Mina pergunta sem espreção, dês de o dia que o Brian sumiu a Bae tem feito da vida de Mina um inferno.

-Você tá envolvida no sumiço do Brian.

-Eu não tive nada aver com o desaparecimento do seu namorado.

-Ex-namorado, eu estou com o Jungkook agora.

-Bem que me disseram que você era uma vagabunda e que todos os meninos da escola já te comeram -a Myoui disse e ressebeu um tapa em seu rosto que ficou marcado.

-NÃO ENCOSTA NELA -Chaeyoung finalmente se manifesta e vai para cima de Irene enchendo-lhe de socos.

-Chaeyoung para, isso só vai piorar as coisas -Mina disse baixo enquanto levava a Son para longe da Bae.

-Isso não acabou Myoui -Irene se levantou e saiu andando na sua postura de garota mimada que não ganhou o que queria.

-Vamos Chae.



















Mina estava sozinha em casa mexendo em seu celular, os pais da japonesa estavam em Busan em uma reunião. A morena lia algumas notícias quando ouviu uma batida na porta, levantou e foi ver quem era e ao abrir a porta deu de cara com Jungkook e Irene que agarraram a morena e a levaram até o quarto.

-O que vão fazer comigo? -Mina chorava em quanto os outros dois amarravam os pulsos de Japonesa na cama.

-Você vai aprender a não mexer com Bae Joohyun. Se você gritar as coisas vão ser bem piores.

A Bae e o Jeon vendaram Mina e rasgaram suas roupas, a Myoui chorava, seu coração batia em uma velocidade muito alta. Mina estava crente que iria ser estupada quando sentiu uma mão deslizando por sua coxa, a morena ouvia algumas risadas e derrepente sentiu suas pernas serem abertas e sua intima ficou esposta. Jungkook voutou a passar a mão e a unhar o corpo de Mina.

-P-para p-por f-favor -a japonesa disse com dificuldade por causa do choro e do desespero.

-Calada, pode parar Kook, aposto que todos da escola vão adorar essas fotos -Irene diz próximo ao ouvido de Mina.

-O-o q-que? -a Myoui perderá completamente o chão, "Irene não faria algo tão baixo assim" foi a única coisa que Mina consegui pensar -V-você não faria isso.

-Claro que farei e farei com prazer - a loira agarrou os cabelos de Mina e os puchou até aproximar novamente o ouvido da japonesa ao seus lábios -Eu vou colocar um descrição bem carinhosa na publicação. Vamos ver quem é a vadia da escola.



















No dia seguinte depois da aula Chaeyoung foi até a casa de Mina, a mais velha não tinha ido a escola e isso não era normal, assim que a Son chegou na casa já logo sentil que tinha algo erra, a pequena bateu na porta várias vezes mas ninguém atendeu então resolveu olhar pela janela e viu cacos de vidro espelhados no chão e parecia que já estavam ali a um tempo, Mina não era de deixar a casa bagunçada, Chaeyoung ficou preocupada e decidiu arrombar a porta.

A Son entrou na casa correndo e começou a procurar por Mina, encontrando-a no quarto.

A japonesa ainda estava amarrada e nua, Chaeyoung se aproximou e viu que Mina dormia, a menor olhou o corpo despido da maior e sentil seu pênis começar a ficar ereto e a se imaginar fodendo Mina, mas tratou de tirar esse pensamentos de sua mente e desamarrou a morena e a cobriu.

Mina se mexeu na cama e acordou em um pulo dando de cara com a Son escorada na porta.

-Chaeyoung não é o que você está pensan.....

-Eu sei que você nunca faria uma coisa assim -a japonesa suspirou aliviada -Quem fez isso com você?

-Irene e o namorado dela Jungkook. Você vai denunciar os dois?

-Vou -Chaeyoung desse e se sentou na cama.

-Chaeyoung ele não me estuprou, a Irene tirou várias fotos minhas e vai espalhar para a escola -Mina disse com lágrimas nos olhos e abraçou a menor.

Chaeyoung estava ficando sem paciência com Irene o fato de não poder simplesmente cortar a cabeça dela no meio era torturante.

Mas Jungkook era o próximo na lista e ele não vai escapar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...