História Love Killer (michaeng) - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Red Velvet, TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Irene, Jihyo, Joy, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Personagens Originais, Sana, Seulgi, Tzuyu, Wendy, Yeri
Tags Dahmo, Michaeng, Nahyo, Satzu
Visualizações 307
Palavras 1.015
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Minha presa


Era uma manhã de sábado, a luz do sol batia na janela e era refletinda no rosto da Myoui que dormia serenamente até o som irritante do despertador tomar conta do ambiente, Mina levantou resmungando e desejando voutar no tempo só para bater na cara de quem tinha inventada aquela merda.

Mina desceu as escadas e se dirigiu ao banheiro para fez suas higienes pessoais. Como não tinha nada para fazer em casa, e Mina também tinha esquecido de comprar pó de café, a japonesa decidiu ir a uma cafeteria que abrirá alí perto.

A morena saiu de casa e não demorou muito para chegar a cafeteria ao entrar seu coração gelou ao ver que na última mesa no canto mais escuro do estabelecimento estava Chaeyoung a observando como se já soubesse que Mina estaria alí, a japonesa se sentou na mesa mais distante  que achou da Son e fez seu pedido.

Após pagar a conta a Myoui saiu do estabelecimento dando de cara com Jihyo.

-Jihyo, o que você está fazendo aqui?

-Depois que você me contou o lance das fotos eu decidi vir para a Coreia te dar apoio -Mina abraçou a mais velha.

-É tão bom ver você.

-É bom ver você também, mas agora eu quero conversar sobre a história das fotos e quero que me esplici tudo direito.

-podemos conversa no parque?

-Sim, vamos

Jihyo e Mina foram em direção ao parque,no meio do caminho a Myoui começou a ter a sensação de estar sendo seguida, ela já sabia quem estava a seguido, Mina sabia que a Son a perseguia e que era por isso Chaeyoung sempre aparecia quando a Japonesa precisava, e mesmo Mina sabendo que a pequena não queria machuca-la, ainda sim a morena tinha medo da baixinha, mas a japonesa não era a única que estava sentindo a presença da Son.

-Mina tem alguém seguindo a gente -Jihyo afirma seria

-Chaeyoung -disse quase em um sussurro.

-Quem é Chaeyoung?

-Não importa.

-Importa sim, você vai me dizer quem é Chaeyoung e o que ela fez para você -a Park segurou o pulso de Mina e saiu arrastando a mesma até o parque.

Chegaram no parque e Jihyo fez Mina contar tudo que acontece no dia em que sofreu assédio e invasão de privacidade.

-Agora fala sobre a tau Chaeyoung. O que de mau ela te fez?

-Ela não me fez nenhum mau, pelo contrário ela quer me proteger.

-Mas se ela quer te proteger por que ela não veio falar com a gente?

-Ela gosta de mim....

-Então ela ficou com ciúmes e ficou seguido a gente para ver se você e eu tinhamos algo -a mais velha riu.

-Não Jihyo ela sempre fica me seguindo, o Jungkook que me assediou, ele está morto -a Park arregalou os olhos -A Chaeyoung matou ele e o Brian, ela não quer me machucar mas o foto dela ser uma psicopata e obcecada por mim faz ela matar e machucar outras pessoas -a Myoui suspirou -Ela é perigosa, e eu gosto dela, ela me trás segurança, carinho e atenção mas ao mesmo tempo ela faz eu ter medo, e me sentir submissa.

A Park ficou em silêncio por alguns minutos não conseguia formular uma frase para confortar a mais nova, estava em cheque com o que avia ouvido.

-Mina você mesma disse "ela é perigosa" pensa no que está fazendo.

Jihyo se levantou e saiu do parque deixou a Myoui pensativa.

[...]






Nayeon observava todas as pessoas da boate, a Im procurava alguém rico para fazer seu trabalho, a castanho seduzia os(as) ricões(riconas) para poder rouba-los, Nayeon resolveu ir dançar um pouco e foi aí que a castanho viu uma morena bem vestida, a mesma estava sentada no balcão bebendo uma cerveja, a Im se aproximou e se sentou no banco ao lado da morena.

-O que uma gata como você está fazendo sozinha aí? -Nayeon pergunta se escorando no balcão.

-Eu não vim aki para pegar todu mundo -sorriu para a outra.

-Então por que veio?

-Eu não sei direito, mas acho que é preocupação.

-Com o que?

-Não posso falar.

-Tudo bem, mas não gosto de ver pessoas de baixo astral, vem vamos dançar -Nayeon levantou e puxou a morena com sigo -Ja ia esquecendo qual seu nome?

-Park Jihyo. E o seu.

-Im Nayeon.

A Im colocou as mãos da Park em sua cintura.

-E-eu não danço muito bem -a Park corou.

-Apenas me acompanhe -a castanho levou as mãos até os ombros da outra.

Nayeon começou a seguir o ritmo da música sendo seguida pela Park que ainda estava meio dura mas logo foi se soutando e logo a música romântica foi substituída por algo mais sexy, a Im começou a rebolar, o clima foi ficando quente e uma tensão sexual se fez presente nas duas mulheres que juntaram ainda mais seus corpos, as luzes fortes música alta e o calor confundiram os sentidos de Jihyo que quando finalmente os recuperou estava encostada na parede do banheiro aos beijos com a castanho.

-Eu não posso, eu tenho que ir.

-Não vai fugir não eu sei que você está gostando, eu estou sentindo sua ereção, aliás é bem grande o que você tem aí -Jihyo sorriu maliciosa.

-Você nem imagina.

[...]




O silêncio da madrugada consumia todos os cantos da cidade, era uma noite estrelada, Mina encontrava-se ainda acordada a japonesa não estava com sono então decidiu ficar na sala lendo um de seus livros.

-Vai ficar me evitando?

-Chaeyoung como você entrou? -Mina da um pulo no sofá, e a Son se aproximou.

-Responda minha pergunta!

-Eu não sei ainda, Jihyo disse que você é perigosa.

-Mas você gosta desse perigo que eu sei.

Chaeyoung se aproximou mais e ficou em cima da Myoui e tomou os lábios da mesma.

-Eu ouvi sua conversa com aquela garota, eu ouvi você disse que gosta de mim.

-Sai da minha casa ou eu chamo a polícia.

-Você não teria coragem.

-Talves eu tenha -Mina levou as mãos até o celular.

-Está querendo me enfrentar? -a Son sorriu e Mina estremeceu mas continuou firme -Eu gosto de presas que me enfrentam assim a minha vitória é mais doce.

-É se você não vencer? -Chaeyoung riu alto.

-Eu já venci, basta você aceitar, me deixar seborear o seu corpo e te ouvir gritar me nome.



"Você é minha presa e eu vou te caçar e te devorar Myoui Mina"



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...