História Love Line- Saida Fanfic - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Got7, TWICE
Personagens BamBam, Chaeyoung, Dahyun, Jackson, JB, Jihyo, Jinyoung, Jungyeon, Mark, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu, Youngjae, Yugyeom
Tags Jeongmo, Jitzu, Michaeng, saida
Visualizações 136
Palavras 1.739
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Orange, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Preparem os seus lenços... Boa leitura!!!!

Capítulo 33 - Trinta e três


Fanfic / Fanfiction Love Line- Saida Fanfic - Capítulo 33 - Trinta e três

Dahyun POV

Tentei conversar com a Sana porém ela saiu correndo do colégio e não achei. Voltei pro colégio e as meninas me olharam estranho. Me sentei porém a Mina falou que era para eu ir atrás dela e não neguei. Peguei meu material e sai do colégio já pedindo um uber direto para a casa dela. Não demorou muito e logo cheguei, saí correndo do carro e apertei a campainha, ainda bem que não demoraram pra atender e foram rápidos. Entrei na casa e subi correndo para o quarto dela. Senti meu coração ficar a mil porém não pensei duas vezes e abri a porta. Vejo ela deitada de bruços na cama e chorando, me aproximo dela e levo minhas mãos as suas costas

Sana: quem é você? – ela se virou e percebeu que era eu – sai , sai daqui – falou pegando um travesseiro e tacando em mim –

Eu: Sana por favor para – senti meu sangue fervendo e ficar nervosa, segurei os pulsos dela e nos sentamos na cama ainda tentando me acalmar –

Sana: porque está aqui? Pensei que eu não fosse especial para você – falou entre os soluços –

Eu: você é sim especial para mim, eu fui apenas ajuda-la

Sana: então você não iria me ajudar?! – me questionou olhando diretamente aos meus olhos com os braços cruzados –

Eu: YA, iria sim, você é a melhor pessoa que eu encontrei na minha vida, em que sempre me faz feliz, me faz rir, apenas ver você sorrindo já melhora o meu dia – tentei segurar o meu choro porém não consegui e as lágrimas foram caindo de pouco a pouco – eu pensei que eu nunca iria achar alguém em que iria me amar do jeito que sou, depois de toda a merda que a Eunbi fez comigo pensei que nunca mais iria gostar de alguém porém você apareceu na minha vida e tudo mudou, em sempre penso em você, todo dia, você é o amor da minha vida que eu sempre estive procurando – falava algumas coisas entre os soluços – eu te amo Sana – ela sorriu de lado e deu um tapa leve no meu braço – Ya porque me bateu?

Sana: porque eu gosto de você, eu amo você – não pensei duas vezes e taquei um beijão nela levando minhas mãos em sua cabeça e sentindo nossas línguas fazerem uma sincronia, terminamos de beijar por falta de ar e abracei-a –

Eu: minha japonesa favorita – depositei um beijo em seu nariz fazendo ela sorrir e provavelmente fazendo eu sorrir junto –

Sana: Agora que veio até aqui, fica comigo, janta com nós – falou com uma voz manhosa e fazendo um biquinho, claro que não resisti e fiquei –

Ela se jogou na cama e fiz o mesmo. Passei minha mão em sua cabeça pensando em tudo que já passamos e o quanto eu a amo. Desde o dia que conheci ela, senti vários sentimentos bons e que a companhia dela me fazia muito bem. Quero dizer a companhia dela sempre me fez bem e fará para sempre. Voltei aos meus sentidos e ela quis estudar mais um pouco e ajudei-la pois estava com algumas dificuldades.

O tempo passou e já estava com a Mina e Momo na sala assistindo a um dorama que passava na TV. Logo nos chamaram e a janta seria peixe à milanesa. Percebi que a mesa não estava muito cheia e a Mina falou que seus pais estavam no hospital cuidando da avó. Começamos a degustar a comida e estava muito boa. Logo que terminei falei que não ficaria por muito tempo e já voltaria para a minha casa.

Nayeon POV

Tinha chegado em casa fazia alguns minutos e estava deitada na minha cama mexendo no celular. Fiquei um tempo mexendo no celular pois fiquei estudando quase a tarde inteira por causa da prova dessa semana. Logo escuto minha omma me chamando pois a janta estava pronta e desci as escadas indo em direção para a sala de estar. Quando cheguei percebi que minha omma tinha feito strogonoff e alegrou meu dia. Percebi que o JB não tinha chegado e meu appa até reclamou pois falou que ele ficou trabalhando mais e também não avisou. Começamos a comer e estava muito bom, pois o strogonoff da minha omma é um dos melhores.

Quando terminei a minha parte levei a cozinha e deixei na pia. Subi para o meu quarto e coloquei o meu pijama. Não pensei duas vezes e já deitei na cama cheio dos meus cobertores pois esses dias começou a esfriar mais. Liguei minha TV e deixei em um canal qualquer até que minha porta se abre e vejo o JB todo feliz vindo em minha direção e sentou na minha cama

Eu: e cada bater na porta? Esqueceu disso

JB: cala a boca Nayeon, você não acredita – falou com um sorriso no rosto sem se desmanchar em qualquer momento – o Youngjae aceitou, vamos nos casar

Eu: AAHH – gritei sem pensar – Parabéns Oppa – falei abraçando-o pois também fiquei muito feliz em receber essa notícia – mas vai ser quando?

JB: ano que vem mas não sabemos em qual mês

Eu: contou para os nossos pais?

JB: sim e eles ficaram muito felizes também

Conversamos mais por alguns minutos e logo ele deu boa noite e foi pro quarto dele. Desliguei a TV e fiquei mexendo no meu celular, quero dizer estava conversando com uma pessoa muito fofa. Não estou apaixonada, apenas conversa. Quando olho para o horário já passava da meia noite e fui dormir.

Mina POV

Acordei com o despertador e coloquei uma calça jeans com uma camiseta de unicórnio muito fofa. Peguei minha mochila e desci as escadas indo em direção para a cozinha pela procura do café da manhã. Fiz uma torrada e tomei meu suco de laranja. Percebo que a Momo ainda não tinha descido e até achei um pouco estranho pois quase sempre eu sou a última a aparecer. Logo ela apareceu e comeu a torrada dela rápido e entramos no carro. Me deitei no ombro da Sana e não falou nada. Olhei para a janela e percebi que estávamos chegando. Nos despedimos dos meus pais e entramos no colegial.

Subimos para a nossa sala e já nos deparamos com o pessoal da sala. Nos sentamos e logo o professor apareceu entregando as provas e o silencio predominou. Quando olho para a prova me deu um branco porém tentei me acalmar e fui lendo as perguntas com calma. Até que eu sabia algumas porém outras eu chutei pois eu não tinha a mínima ideia. Não demorei muito e quando terminei entreguei direto pro professor e sai da sala pois já iria começar o intervalo. Fui para a cantina e comprei um salgado para mim. Me sentei e fiquei esperando pelas meninas até que em um momento a Jihyo aparece e se senta comigo. Passou o tempo e já estávamos todas juntas discutindo sobre a prova

Dahyun: só uma pergunta que me deixou confusa

Eu: se uma pergunta a Dahyun não entendeu então não temos tantos problemas – quando falei isso todas riram e concordaram comigo –

Tzuyu: mas eu não achei tão difícil

Momo: verdade, só uma ou outra

Dahyun POV

Os dias se passaram e hoje seria o julgamento da Eunbi. Espero que ela vá pois se não for será pior para ela do jeito em que vamos nos encontrar. Tinha acabado de me arrumar e estava no meu quarto mexendo no meu celular até que alguém bate na minha porta e me chama. Percebi que era o Yugyeom e sai do quarto. Descemos as escadas e percebo a Dayoung com a cara fechada pois provavelmente ela queria ir porém meu appa achou melhor ela passar o dia na casa de uma amiga.

Dayoung: eu não posso ir mesmo omma?

Omma: melhor não, você vai se divertir com a sua amiga

Dayoung: então tá, é que eu queria ver a Eunbi indo pra prisão

Yugyeom: todo mundo quer ver isso Dayoung

Entramos no carro e coloquei algumas músicas da Taeyeon para relaxar um pouco. Primeiro deixamos a Dayoung na casa da amiga dela e depois fomos buscar o Bambam pois ele também é vítima do causo. Não demoramos muito e logo chegamos no local. Entramos e achamos a sala combinada. Quando entramos vi a Jeongyeon sentada em uma das cadeiras e fui correndo para abraçá-la

Jeongyeon: você me assustou

Eu: desculpa unnie, então ela vai vir né?

Jeongyeon: sim, o Jihoon falou para minha omma bater na porta dela e falar que teria um compromisso para a Eunbi, segundo minha omma falou que avisaria

Eu: entendi, acredita que a Dayoung queria vir para ver a Eunbi indo pra cadeia?!

Jeongyeon: acho que qualquer um queria ver essa cena

Ficamos conversando mais um pouco e depois fui cumprimentar a omma da Jeongyeon e o Jihoon. Logo percebemos a Eunbi entrar no local com uma reação que me fez rir muito. Ela tentou fugir porém os seguranças pegaram ela e colocaram ela a força em uma cadeira. O juiz começou a falar sobre o causo e ao tempo foi indo. Também mostrou as provas e a mãe da Eunbi tinha ido junto e fazia cada reação.

O tempo se passou e também fizeram um intervalo para descansar e também tinha um lanche. Percebi a mãe da Eunbi puxando ela para um canto e brigando com ela. Eu e a Jeongyeon apenas rimos. No final de tudo a Eunbi iria para a polícia e provavelmente pode ser presa. Quando ela escutou isso apenas me olhou com raiva e veio em minha direção correndo porém os seguranças seguraram ela

Eunbi: sua vadia – falou gritando comigo –

Eu: eu? Não sei da onde você tirou isso

Levaram ela até fora e nos retiramos do local também. Entramos no carro e olhei no meu celular já passava das 17 horas então decidimos ir comer em algum lugar. Paramos em uma cafetaria e cada um pediu o seu. Perguntei pra minha omma se podia convidar a Sana e deixou na boa. Não demorou muito e logo a Sana chegou no local e se sentou ao meu lado. Ela pediu um cappuccino e mais alguns salgados

Sana: e foi como o esperado hoje?

Eu: vamos dizer que sim

Bambam: espero nunca mais ver a Eunbi na minha vida

Eu: digo o mesmo

Yugyeom: também espero

Sana: e a Dayoung?

Appa: temos que buscá-la

Omma: sim depois que fomos terminar aqui, não se preocupe querido


Notas Finais


Desculpe qualquer erro pois revisei quase dormindo kkkk, nos vemos no próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...