1. Spirit Fanfics >
  2. Love Lost >
  3. O jantar - parte 2

História Love Lost - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Olá amores; primeiramente gostaria de agradecer a Maila (bennettmood) pelos comentários💛
Bom, esse capítulo vai ser um dos pontos de virada da história, tendo bastante influência na nossa querida oc!!!! Vocês entenderão mais para frente, prometo. Tenham uma boa leitura!

Capítulo 11 - O jantar - parte 2


Fanfic / Fanfiction Love Lost - Capítulo 11 - O jantar - parte 2

"Eu odeio dizer isso a você, Damon, mas de acordo com Elijah, sua família não é tão fundadora desta cidade.” Disse Jenna enquanto despejou um pouco de vinho na taça do Salvatore.

Damon cantarolou em interesse, olhando para o Original. "Diga."

“Bem, como mencionei a Jenna anteriormente, uma facção de colonos migrou para Salem após os julgamentos de bruxas em 1690. Nos cem anos seguintes, eles desenvolveram essa comunidade onde poderiam se sentir seguros contra perseguições.” Explicou Elijah e eu travei na mesma hora, percebendo que ele estava falando da mesmo época em que conheceu Adeline. 

"Sim, mas não há provas concretas de que existam bruxas de Salem.” Apontou Andie e eu engoli a seco, tendo em plena consciência de que era real, pois a minha família descendia delas.

Damon sorriu, olhando para Elijah. “Andie é jornalista. Grande em fatos.”

Elijah exalou. “Bem, o folclore diz que houve essa onda de histeria anti-bruxa. Estourou no assentamento vizinho, então essas bruxas foram reunidas. Elas foram amarradas a estacas em um campo, juntas e queimadas. Alguns dizem que você podia ouvir os gritos a quilômetros de distância. Elas foram consumidas pelo fogo. Você poderia passar o...” Ele apontou para o molho de Jenna, que foi passado para ele.

Andie me encarou preocupada. “Ei, você está bem?”

“Estou. Desculpe, essa história me pegou um pouco desprevenida, mas estou bem.” Respondi forçando um sorriso e notei que Elijah me encarou, parecendo um pouco arrependido por ter percebido sua falta de tato. 

"Eu não repetiria isso para a Sociedade Histórica.” Jenna riu e eu voltei minha concentração para a conversa. 

"Isso está começando a soar um pouco como uma história de fantasma para mim." John disse do fim da mesa.

"Então, por que você quer saber a localização desses supostos massacres?" Damon perguntou a Elijah, ignorando John completamente.

"Você sabe...a curiosidade de um historiador saudável, é claro." Eu podia sentir que havia mais, mas continuei comendo.

"Claro." Damon concordou. Elijah olhou para Damon e eles se encararam por uns segundos. Depois disso, continuaram comendo e conversa fluiu leve durante o resto do jantar. 

Quando terminarmos, Damon se levantou. “Alguém se importaria com um pouco de conhaque? Eu tenho uma garrafa que guardo há séculos." Ele perguntou.

“Nenhum para mim, obrigado. Nove garrafas de vinho é o meu limite.” Alaric brincou. Todos se levantaram e eu vi Damon gesticulando para Andie com os olhos. Franzi as sobrancelhas e olhei entre eles.

"Os cavalheiros devem tomar suas bebidas na sala de estudos.” Sugeriu Andie.

 "Eu tenho que dizer que a comida foi quase tão maravilhosa quanto a companhia.” Disse Elijah enquanto se levantou, olhando para mim e depois enviou um sorriso para a jornalista.

"Eu gosto de você.” Ela respondeu.

Jenna entregou alguns pratos para John. “Você não é um cavalheiro, então faça-se útil. Hmm?" Ela disse. John forçou um sorriso antes de pegar o prato e saiu.

Damon e Elijah começaram a se afastar e eu os segui, suspeitando que o Salvatore estava tramando algo. Eles chegaram ao escritório e Damon se virou para mim.

"A última vez que verifiquei, você não é um cavalheiro." Ele disse olhando-me de cima a baixo.

"Engraçado." Olhei para ele. "Mas eu vou ficar." Ele suspirou. Eu vi Elijah olhar ao redor da sala enquanto Damon lhe preparava uma bebida.

“Então, deixe-me adivinhar. Além da pedra da lua, da doppelgänger, do leão, da bruxa e do guarda-roupa, você precisa encontrar esse cemitério de bruxas.” Damon zombou.

“Porque sinto como se estivéssemos tão próximos, Damon, vou lhe dizer que sim. Você sabe onde fica?" Elijah perguntou num tom sério. 

"Talvez. Diga-me por que é tão importante.” O Salvatore virou-se para entregar a Elijah um copo de uísque.

Ele pegou com um sorriso malicioso. "Não estamos tão próximos assim.” Elijah se virou e olhou para os livros. "É uma coleção e tanta que você tem aqui."

"Hmm.” Damon murmurou, de costas para nós novamente. 

“É engraçado os livros. Antes de existirem, as pessoas realmente tinham lembranças.” Comentou Elijah.

Eu vi que Damon ainda estava virado para a mesa e apertei os olhos, tentando ver o que ele estava fazendo. De repente, Andie e Alaric irromperam pelas portas, assustando-me. 

"Cavalheiros." Alaric se virou para mim. “E Beth. Esquecemos a sobremesa.” Elijah assentiu e entregou a Damon seu copo, que rapidamente o drenou. Ele caminhou até mim e estendeu sua mão para que eu a pegasse. 

"Elizabeth?" Sorri para ele e peguei. Ele me surpreendeu, girando-me e nos levou para fora da biblioteca juntos. Quando chegamos na sala, eu vi Jenna servindo uma xícara de café para John.

"Desculpem pessoal, a sobremesa está demorando mais do que eu pensei. Normalmente, eu só desembrulho a comida.” Jenna riu e voltou para a cozinha. Elijah e eu sentamos lado a lado.

"Então...eu sei que isso é uma coisa social, mas eu realmente gostaria de fazer mais algumas perguntas sobre o trabalho que você está fazendo aqui." Andie disse a Elijah, sentando-se em sua frente. 

"Eu adoraria responder." Ele acenou para ela.

"Ótimo, isso é ótimo." Andie disse animadamente. Eu vi Damon e Alaric entrando na sala, o primeiro sentou com uma carranca no rosto. "Ric, você me faria um favor e pegaria o caderno da minha bolsa?" Andie perguntou para ele.

"Elijah, John disse que ele é o pai de Elena?" Damon perguntou enquanto fingiu um sorriso.

"Sim, eu estou bem ciente disso."

"É claro que ela o odeia, então não há absolutamente nenhuma necessidade de mantê-lo na lista de espécies ameaçadas de extinção.” Disse Damon, olhando para John.

“Não Ric, está no bolso da frente. Quer saber? Com licença, pessoal. Desculpe.” Disse Andie enquanto se levantou para caminhar até Alaric.

"O que eu gostaria de saber, Elijah, é como você pretende matar Klaus?" John perguntou e eu notei que Elijah estava farto de tantas perguntas. 

“Senhores, há algumas coisas que provavelmente deveríamos esclarecer agora.” Ele olhou de John para Damon. “Eu permito que vocês vivam apenas para ficar de olho em Elena. Eu permito que ela permaneça em sua casa vivendo sua vida com os amigos, e ela faz, como uma cortesia. Se vocês se tornarem um problema, eu a afastarei e vocês nunca mais a verão.” Elijah os alertou e eu engoli saliva, nervosamente. 

Andie voltou, cortando a tensão no ar. Ela sentou e colocou o computador na mesa. "OK. Minha primeira pergunta é...quando você chegou ao Mystic...” Ela foi interrompida pelo grito de Elijah. 

Eu estalei a cabeça para ele e suspirei alto com a cena em que me deparei. Alaric esfaqueou Elijah com algum tipo de punhal e ele ficou cinza imediatamente. Eu entrei em choque, como todos os outros e Ric puxou a adaga e a colocou sobre a mesa.

"O que diabos você fez?!" Gritei com ele.

"Agora, se livre dele antes que Jenna volte com a sobremesa." Ele disse. Eu me virei para Elijah e senti meu coração batendo alto.

"Tudo certo." Damon concordou antes de caminhar para a cadeira de Elijah e levantá-lo. Ele saiu da sala e eu o segui logo atrás.

"O que diabos você fez Damon?!" Ele me ignorou e desceu as escadas para o porão. "Damon!"

"Eu o matei! Não confio no cara e, depois do que ouvimos sobre o sacrifício, você também não deveria.” Ele disse jogando-o no chão. Ele se virou para mim, agarrando-me pelos ombros e me virou para as escadas. "Agora, vamos voltar, Jenna sairá com a sobremesa em breve."

"Damon, não!" Tentei me desvencilhar das mãos dele, mas ele era forte demais. “Deixe-me ir! Me deixar ir!" Lutei um pouco mais e ele parou de andar.

“Ouça aqui, Elizabeth. Você vai ficar sentada e quieta durante a sobremesa, ou então eu vou amarrá-la e deixá-la em um quarto sozinha. Compreendeu?" Ele ameaçou. O olhei com raiva. 

"Eu te odeio." Com isso, subi as escadas. Em vez de ir para a sala de jantar, fui ao banheiro, encontrando Ric no caminho para lá.

"Beth..." Ele começou.

"Me deixe em paz." Eu rapidamente entrei no banheiro, fechando a porta atrás de mim. Assim que fiquei sozinha, um soluço escapou de minha boca. Eu rapidamente o cobri e chorei baixo. Ele estava morto. Elijah estava morto.

Depois de alguns minutos, finalmente consegui me recompor e saí do banheiro, os olhos inchados e o nariz vermelho. Pelo canto do olho, vi Damon caminhando rapidamente em direção à porta da frente.

"Onde você vai? Apunhalar mais pessoas pelas costas?” Perguntei rapidamente.

"Elijah não está morto." Meu olhos se arregalaram com isso. “Vá para casa, Beth." Com isso ele saiu da casa.

—————————————————

Eu estava consolando Bonnie. Depois que saí da mansão, os pensamentos a mil, encontrei minha prima chorando em casa. Aparentemente, Jonas, o pai de Luka e aliado de Elijah, havia a usado para descobrir o paradeiro de Elena. 

O bruxo estava possesso com Bonnie por ela ter invadido a mente de seu filho para descobrir mais sobre Klaus e ele acabou tirando os poderes de minha prima, como um aviso para que ela não se metesse mais com sua família. 

“Me desculpe, Beth.” Eu a olhei confusa. “Eu estou aqui chorando, mas você está bem? Eu sei que você e Elijah meio que tiveram um lance...”

“Estou bem.” A cortei rapidamente. “Não quero falar sobre Elijah. O que Elena e Stefan fizeram...eu entendo que eles queriam protegê-la, mas essa não era a maneira.” 

“Talvez seja melhor assim.” Bonnie comentou, apertando minha mão suavemente. “Eu sei que você ainda queria saber sobre sua vida passada, seus poderes e Klaus, mas Elijah era perigoso. Nós podemos tentar descobrir algo sobre laços de sangue nos grimórios da vovó.”

“Talvez...” Murmurei, a conversa que tive com o Original se repetindo em minha mente.

E eu? Você confia em mim?

Suponho que este jantar dirá.


Notas Finais


Fiquei arrasada juntinho com a Beth pelo Elijah💔
Odiei ter que “matar” ele nesse capítulo, mas foi necessário. Até o próximo capítulo! :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...