1. Spirit Fanfics >
  2. LOVE MAZE (JUNG HOSEOK) (JAY PARK) HOT >
  3. Eu aceito morar com você

História LOVE MAZE (JUNG HOSEOK) (JAY PARK) HOT - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Oii gente 💜
Demorei mas voltei com um capítulo quentinho pra vocês, não vou mentir eu estava um pouco sem ideias,mas mesmo assim resolvi fazer....
Então me perdoem sei que não está bom mas foi feito com muito carinho 💞🥰
Sem mais delongas 😘
BOA LEITURA ✨❤️

Capítulo 5 - Eu aceito morar com você


Fanfic / Fanfiction LOVE MAZE (JUNG HOSEOK) (JAY PARK) HOT - Capítulo 5 - Eu aceito morar com você

Depois de toda aquela cena,e de eu ter ficado em estado de choque,o hobi ficou comigo o resto da tarde, vimos Doramas, comemos muitas guloseimas e agora estávamos jogando conversa fora.

_ então eu sempre tive vontade de ter um cachorrinho mais meus pais nunca deixaram.

Jh-  eu também tenho muita vontade de ter um,quem sabe qualquer dia compramos um para nós dois, o que acha?(foto capa)

_ eu iria amar hobi.

Jh- eu estou amando ver você me chamando assim! 

Um sorriso maior do que ele já estava brota em seus lábios, e que sorriso, eu perco a noção do tempo quando ele sorri para mim.

Jh- s/n... Eu estava aqui pensando, você não pode ficar aqui sozinha, imagina se aqueles caras voltam, seus pais mau estão em casa! 

_ eu não tenho outro lugar hobi, eu não tenho família aqui! - falo triste

Jk- então... S/n você... quer morar comigo? - ele parecia está um pouco envergonhado.

_ que? É... IR MORAR COM VOCÊ? só nós dois? -Tenho certeza que minha boca estava em um belo formato de um O.

Ele passa a mão entre os cabelos parecia nervoso, mas mesmo assim sorriu para mim e se aproximou.

Jh- talvez se você quiser podemos morar com os meninos, pra mim qualquer opção que escolher eu vou aceitar, está ao seu lado é o que importa.

Esse garoto existe mesmo? Por que se existir eu sou muito sortuda. Se ele está querendo mecher com o meu coração está conseguindo facilmente, mas mesmo assim  eu estava confusa,eu não queria sair de casa e me preocupava muito com os meus pais,mesmo eles não ligando para mim.

_ j-hope eu não sei, sair de casa assim?Eu sei que posso me manter por que meus pais sempre me deram uma boa mesada,mais se acontecer alguma coisa com eles?

Ele se aproxima mais de mim e coloca suas mãos em meu rosto, pude sentir o calor das mesmas em minha pele.

Jh- eles te deram duas semanas certo? (Balanço a cabeça  concordando) então com certeza você está visada, eles sabem que mora aqui e qualquer hora que eles quiserem aparecer você estará vulnerável, não confio neles vai lá saber se eles não mudam de ideia e desistem de esperar duas semanas? Seus pais mau vivem em casa quando chegam é muito tarde e saem cedo, você sempre está sozinha,e eu não quero nem imaginar, mas se acontecer alguma coisa com você eu não vou me perdoar nunca.

J-hope falava e olhava em meus olhos,ele tinha razão,e eu não quero ficar sozinha aqui, mesmo sendo algo precipitado eu irei morar com ele.

_ hobi eu... Eu aceito morar com você, só não quero te envolver nisso, você mau me conheceu e ja vai se meter em confusão por minha causa. - abaixo minha cabeça e ele segura em meu queixo direcionando meu olhar para ele.

Jh- eu não sei como mas eu juro que eu vou te ajudar,  eu vou te proteger minha princesa, não vou te deixar sozinha nessa.

_ Obrigada por existir j-hope, eu não sei nem como te agradecer.  - abraço o mesmo rapidamente, e quando vou desfazendo o abraço me perco em seus olhos que também analisava os meus.

Ele passa seu polegar em meus lábios e lentamente vai se aproximando, fecho meus olhos anciosa por um beijo seu,até que sinto nossos lábios se tocarem. Ele inicia um beijo calmo mas cheio de luxúria, ele pede passagem com a língua e eu cedo, seguro em seu pescoço com uma mão, e com a outra  vou puxando de leve seus cabelos,ele segura firmemente minha cintura me trazendo para  mas perto de si, fazendo nossos corpos colarem um no outro, aquilo estava maravilhoso nossas línguas estavam na mesma sintonia, mas a falta de ar se fez presente e separamos nossos lábios,mas mesmo assim continuamos abraçados olhando um para o outro.

Jh- s/n eu..

O mesmo não termina de falar pois alguém toca a campainha.

_ quem será? Olho para ele assustada.

Jh- eu vou atender e você fica aqui.

_ mas hobi se for algum daqueles caras?  

Jh- já está decidido você fica aqui,eu já volto, se for algum daqueles caras eu tento atrasar eles enquanto voce corre.

_ não eu vou com você!

Jh- calma eu vou fazer assim, antes de abrir eu olho no olho mágico,e se for os caras eu volto pra cá e agente foge tá certo.

_ tá mas vem logo. - meu medo estava nítido.

 Ele me dá um selar demorado e vai até a porta.

Fiquei calada, mas  escuto o mesmo abrir a porta,eu estava morrendo de medo, até que  escuto uma voz famíliar e meu medo se vai, então me direciono até a sala encontrando o visitante.

Jh- o que você quer?

Jay- eu que pergunto o que você faz aqui?

Os dois se olhavam como se fossem se pegar na porrada naquele momento, então corri e fiquei entre os dois.

 _ por favor nada de brigas! Os Olhei atentamente  e eles pareciam duas crianças birrentas cruzando os braços com a cara feia.

_ Jay o que você veio fazer aqui? Agora eu direciona o meu olhar somente para o mesmo.

Jay_ eu precisava vim te ver, mas vejo que já está me superando né dona s/n, eu até pensei que você poderia estar triste como eu mas vejo que não, o único idiota sofrendo aqui sou eu.

Eu sabia que ele era mais que culpado por nosso término,mas eu ainda gostava dele e ver ele sofrer também doía em mim, eu consiguia ver os seus olhos marejados, realmente ele estava triste. Olhei para trás e vi  j-hope  observava tudo com atenção.

Jh- eu vou tomar um copo d'água.

Eu não entendi,mas acho que o J-hope não queria se envolver na conversa que eu iria ter com o Jay.

_  Jay eu não queria que fosse assim,mas você fez tudo isso acontecer, eu não quero  te ver sofrendo por mim , eu já tenho problemas demais, e  isso me dói, te ver assim me dói mas é melhor para nós dois.

Jay- você precisa de mim,mas do que imagina, s/n eu preciso te falar uma coisa,mas não sei se posso. - ele repita fundo e olha para o chão (foto capa)

_ como assim? (Chego mais perto do mesmo) _Jay o que você tem pra mim contar? 

Jay- eu.. há esquece é melhor você não saber.

_ Por favor, o que está acontecendo com você eu quero te ajudar. -tento chegar perto do mesmo mas ele se afasta.


Jay- desculpa pequena mas  eu tenho que ir. - ele parecia nervoso,passava a mão nos cabelos a todo instante.

_ Jay espera o que está acontecendo com você? 

Ele sai correndo da minha casa e eu fico parada na porta sem entender nada, o que será que está acontecendo? Ele nunca foi de muitos amigos e sempre foi um garoto problemático, eu sei que ele só confiava em mim e no JB, preciso falar com ele e saber o que ele sabe em relação ao Jay, eu sei que ele está escondendo alguma coisa e eu vou descobrir,eu tenho que ajudá-lo.

Jh- s/n?

_ há... Oi hobi - saio dos meus pensamentos e vou de encontro com o mesmo.

Jh- você está pensativa assim por causa do seu ex problematico? 

_ ele está escondendo alguma coisa,e isso está deixando ele mau.

Jh- eu escutei tudo e te garanto que estou mais confuso que você, mas você tem razão alguma coisa ele está escondendo.

_ pensei que não queria ver a nossa conversa. - começo a gargalhar.

Jh- ver eu não queria não mesmo, estava morrendo de vontade de esmurrar ele, então decidi me afastar,mas não deixaria de ouvir a conversa né kkkkk

 Ficamos sorrindo por um momento e logo depois fui arrumar minha mala para levar para a casa do moreno.

        [...]

P.v Jay Park

Saí correndo da casa da s/n, eu não poderia falar para ela sobre o meu pai, aliás eu sempre disse a ela que o mesmo morava longe,mas nisso eu não menti ele morava longe mesmo,mais voltou dinovo para cá, querendo se vingar dos pais da s/n.

Como eu descobri isso? Simples,escutei uma conversa dele com o Mark, eu não sei qual o motivo ele queria envolver a s)n nisso tudo,mas sei que meu pai é um grande traficante de drogas, ele pode até tentar fazer alguma coisa com meus ex sogros, nunca gostei deles mesmo, sempre deixaram a s/n ao deus dará.

Mas de uma coisa eu tenho certeza ele não tocará em um fio de cabelo da minha pequena.

Chego em casa e vou direto para o meu quarto pensando em descansar, mas dou logo de cara com a Lisa deitada em minha cama como se estivesse em casa.

_ o que pensa que está fazendo aqui?

Ls- estava te esperando, você não me procurou desde ontem.

Ela faz um bico e eu juro nunca tive tanta vontade de expulsar uma pessoa da minha casa a ponta pés.

_ lisa eu não quero conversar contigo,eu não quero está perto de você, já ficamos algumas vezes, mas você sabe que foi só coisa de momento.

Ls- não me diga que ainda está atrás da idiota da s/n? Fala sério Jay park nossas transas são quentes e deliciosas, tenho certeza que eu faço muito melhor que ela. -a mesma revira os olhos em tom de deboche.

 _ lisa as nossas transas não se comparam as vezes que delirei com a s/n em meus braços, seu corpo não se compara as curvas dela, e o melhor ela não é vulgar, e quer saber  quando fiquei com você eu imaginava ela ali comigo, não sei nem por que eu fiquei contigo sabia!?,eu acho que eu tinha raiva de mim mesmo por ser tão fascinado por uma garota só,e acabei fazendo a burrada de ficar contigo, e eu errei feio, ninguém vai conseguir o lugar dela no meu coração, NINGUÉM VOCE ME ENTENDEU!?, então por favor me esquece e me deixa em paz.

LS- mas Jay ela não....

_ VAI EMBORA DAQUI LISA ME DEIXA EM PAZ...

Empurro ela brutalmente para fora do meu quarto,e tranco a porta com força, eu não queria chorar mas as lágrimas insistiam em cair, eu iria recuperar a s/n de qualquer jeito ela tem que ser só minha e será.


Continua...





Notas Finais


Espero que gostem ❤️
Até o próximo capítulo 💜✨
Me desculpem qualquer erro 😘
Amo vcs😍❤️💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...