História Love Me Like Before - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Austin & Ally
Tags Ally, Auslly, Austin, Raura
Visualizações 31
Palavras 2.187
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


não posso gastar muito tempo aqui, sorry!

Boa leitura!!💜📖

Capítulo 14 - I Love You!


- Olha se não é a senhorita sumida? - Hilary entrou de braços dados com Sophia na lanchonete assim que avistaram Allison. A mesma, que se encontrava conversando animadamente com Trish, se virou e sorriu.

- Oi gente! - Ally exclamou se levantando e abraçando as duas amigas. 

- Eu iria perguntar como se sente, mas você parece muito bem. - Sophia analisou a morena aliviada. Ally riu. Sophia sempre se portando como uma irmã mais velha.

- Por que será?... - Hilary ao lado ironizou com um sorriso divertido.

- A gente sentiu sua falta nas últimas 48 horas. - a morena mais velha abraçou Ally de lado.

- Mas eu mandei mensagens pra vocês o tempo todo. - Allison riu. Trish revirou os olhos e cruzou os braços perto dela. Ciúmes da melhor amiga? Sem dúvida. - Ah, meninas essa é a Trish, minha melhor amiga de Miami. - a morena inocentemente passou o braço ao redor da latina, que a encarou indignada. Melhor amiga apenas de Miami?! 

- É um prazer te conhecer Trish. A Ally sempre falou muito de você. - Sophia estendeu a mão simpática para a baixinha de cabelos encaracolados. A mesma soltou um mínimo sorriso e repetiu o gesto. Assim como com Hilary.

- Então... posso perguntar como anda o seu "relacionamento" com... - a loira gesticulou com as mãos com se dissesse "você sabe quem", assim que se sentou junto com as meninas. Ally abaixou a cabeça com as bochechas coradas e um sorriso de canto. - Vocês voltaram?!

- Hilary! - Sophia cutucou a amiga.

- Oi. Voltamos. - Austin chegou juntamente com Dez e Zack. O loiro se sentou ao lado de Ally e a deu um selinho.

- Como foi na entrevista? - a morena perguntou passando a mão pelos fios loiros do namorado.

- Muito bem, tirando perguntas e mais perguntas sobre o Justin. - respondeu repousando suas mãos sobre a mesa. 

- Hum... e perguntaram alguma coisa sobre nós? - Ally indagou fazendo Austin voltar seu olhar para ela.

- Vários fãs perguntaram se tínhamos reatado, e eu os falei que estamos resolvendo as coisas aos poucos. - o loiro piscou para Ally, que permaneceu confusa ao ouvir essa resposta. Por que Austin simplesmente não havia revelado que já estavam juntos?

- Ainda estamos aqui, só pra constar. - Zack ergueu a mão constrangido, interrompendo os olhares apaixonados do casal. As amigas de Ally ainda se sentiam intimidadas com tantas pessoas estranhas.

- Vocês vem para o show hoje a noite? - Dez perguntou para Hilary e Sophia. Ambas se entreolharam sorrindo.

- Claro, agora que os dois pombinhos estão de bem eu não vou perder a chance de ir a um show do Austin Moon! - Hilary exclamou arrancando risos de todos na mesa, principalmente de um loiro de olhos azuis.

- Eu tinha até esquecido que iria se apresentar hoje. - Ally disse a Austin enquanto segurava suas mãos.

- Se prepare, pois o show de hoje vai ser inesquecível. - piscou para a garota, que mantinha uma expressão curiosa em seu rosto. Austin apenas riu sem dizer mais nada e selou seus lábios.

- Aqui não, por favor. - Zack tampou os olhos de maneira brincalhona. 

- Sem querer ser muito intrometida, mas o que aconteceu com... o seu irmão? - Sophia perguntou hesitante a Austin após alguns segundo de silêncio. Todos voltaram seus olhares para o loiro, como se tivessem questionado a mesma coisa.

- Ele está no hospital, eu ainda não me comuniquei pra ter notícias dele. - Austin respondeu com a cabeça baixa. Ainda era estranho ter que pensar nisso.  

- Você já falou aos seus pais? - Ally ajeitou uma mecha de seu cabelo atrás da orelha. O garoto suspirou nervoso.

- Eu pretendia ligar pra eles depois do show, mas... com certeza já devem estar sabendo. 

- Eu vi um noticiário na televisão mais cedo, dizem que ele já acordou do coma. - Hilary comentou com um olhar preocupado. Todos a encararam curiosos. - Faz quase meia hora.

- O que mais disseram? - Dez questionou se apoiando sobre a mesa.

- Já estava quase acabando quando eu vi, mas se eu não me engano, os médicos informaram que ele foi atingido em cheio no pulmão. Por pouco ele não morreu. - a loira revelou deixando todos pasmos.

Austin respirou fundo, sem ter ideia ao certo do que pensar. Ninguém sabia, permaneceram em silêncio. Por mais que Justin merecesse por todo o mal que fez, ainda era seu irmão, tinha o seu sangue.

- Isso é... péssimo. - Zack se pronunciou após um instante. Nem ele próprio conseguia decifrar o sentido em que saiu a palavra "péssimo".

- Que bom que não aconteceu nada com vocês. - Trish comentou olhando para Austin e Ally, ambos sorriram minimamente em resposta. Allison apertou firme a mão do loiro, que a olhou em forma de proteção. Ele conseguia perceber que ela ainda sentia medo, e agora ainda mais por saber que Justin estava vivo.
***

O loiro abriu os olhos com dificuldade, a forte iluminação e dor ainda o incomodavam. Justin olhou ao redor. Os médicos haviam o injetado um soro após a cirurgia. Havia um grande curativo em seu peito direito, e a agulha de soro injetada em seu braço o dava agonia. 

Porém, o sentimento que mais o consumia no momento era ódio. Ódio de Jennifer, ódio de Austin e Ally, ódio de seus pais... naquele momento, de todos. Infelizmente, para Justin, no momento este era o único remédio que anestesiava toda a dor que sentia fisicamente. E com isso, sua sede por vingaça ia ficando cada vez maior. Nada o curaria mais do que realizá-la.

A porta do quarto foi aberta, revelando a mulher de cabelos castanhos e olhos esverdeados. Após a enfermeira ao seu lado se retirar, a mulher fechou a porta e se virou para o loiro, com um sorriso se formando em seus lábios.

- Ora, ora, ora... se não é o famoso Justin Moon. - ela caminhava em passos lentos até sua cama. - Que notícia mais inconveniente... porém, um tanto satisfatória. - ela demonstrava essa satisfação em sua própria expressão ao encarar Justin, notando a inacreditável semelhança entre ele e Austin.

- Como descobriu? - o garoto expressava neutralidade, e uma mínima desconfiança.

- Você é o assunto mais comentado no país! - a garota comentou em um tom de obvialidade.

- Droga...

- Ué, você conseguiu uma enorme fama da noite para o dia! Não era isso o que queria? - ela o provocava com um sorriso irônico. 

- O que quer aqui? - Justin perguntou sério. Ele nunca a tinha visto, mas a gande semelhança em seu rosto não deixava dúvidas.

- Durante muitos anos, nós dois perseguíamos o mesmo propósito... - ela soou com uma voz misteriosa deixando Justin confuso. - Desejamos nos vingar das mesmas pessoas... Não acha que já é hora de acabar de uma vez com isso?

- A Jennifer te contou alguma coisa?

- Ah, aquela tola não serviu nem pra conseguir um futuro descente... achou mesmo que ela te ajudaria a se vingar do Austin e da Ally? - ela se sentou na poltrona ao lado da cama de Justin. O mesmo a analisou por alguns instantes. Apesar da aparente semelhança do parentesco, ela pareceia muito mais esperta e determinada do que Jennifer.

- Aonde pensa em chegar? - perguntou arrancando outro sorriso maléfico da garota.

- Pensei que tinha deixado bem claro... Eu tenho várias cartas na manga que serão a chance perfeita para nos vingarmos. Se você estiver disposto a aceitar o acordo, claro.

- E quais seriam as suas condições? - Justin perguntou já com um sorriso de canto.

- Muito simples. Assim como você quer ocupar o lugar do Austin, eu quero ocupar o lugar da Ally, se é que me entende. - a garota se aproximou. Seu tom misterioso e sedutor já entregavam muito de sua personalidade. Com ceerteza ela seria uma aliada muito melhor do que Jennifer. - E o melhor de tudo, é que poderemos nos vingar de todos de uma só vez. Incluíndo a minha querida priminha. - ela se aproximava ainda mais, juntamente com o loiro que mantinha o mesmo sorriso cruél em seu rosto. Seus olhares repletos de maldade. 

Justin não hesitou nem um pouco ao ouvir que Jennifer também se prejudicaria com isso. A raiva e o rancor que tomavam conta do seu coração foram o suficiente para apagar todas as memórias boas que já viveu com sua melhor amiga. Que apartir de agora se tornara sua inimiga.

- Então, o que me diz? Estamos de acordo, Justin Moon? - a garota estendeu a mão. Sem pensar duas vezes, o desastre estava feito. Novamente.

 

- De acordo, Brooke Paige.

***

A temperatura de Seattle havia aumentado consideravelmente desde a nevasca no dia anterior. Porém, o frio de dois graus celsius era comum para as oito horas da noite nesta época do ano. 

Uma multidão de pessoas se encontravam reunidas no local onde Austin iria se apresentar daqui à alguns minutos. Hilary, Sophia e Allison foram as primeiras a chegar, conseguindo (obviamente) lugares exclusivos. Várias fãs de Austin prestaram muita atenção no fato de Ally estar comparecendo ao show. Algumas sorriam abertamente como se já tivessem adivinhado que o casal estava de volta, outras a encaravam com olhares superiores e de inveja, como se Ally não tivesse sido apenas a maior vítima de tudo o que aconteceu. Outras ainda pareciam nem saber o que pensar, completamente confusas por encontrarem alguém como Ally Dawson ali. Mas ela não se importava, ela estava aonde deveria estar.

A cada minuto que se passava, o local se encontrava ainda mais lotado de pessoas. Austin espiava de seu camarim completamente nervoso, focando apenas na única pessoa realmente importante para ele ali. 

- Austin. Tá na hora. - Henry anunciou descendo do palco, e o loiro imediatamente subiu até lá. Arrancando gritos eufóricos das quase trinta mil pessoas que haviam ali.

- Boa noite Seattle! - Austin falou no microfone encarando a enorme plateia que o assistia. - É realmente muito gratificante estar aqui de novo e poder me apresentar pra todos vocês. - ele hesitou por um instante e encarou Ally logo na primeira fila. A morena assentiu com um olhar reconfortante, como se dissesse "está tudo bem". Apenas olhar em seus olhos já o tranquilizava. O loiro soltou um mínimo sorriso e prosseguiu. - Como muitos já devem saber, ontem uma coisa horrível aconteceu comigo... e com... outras pessoas muito importantes pra mim. Foi muito difícil e doloroso de descobrir toda a verdade que foi revelada... Eu vi que muitos de vocês se preocuparam comigo e me apoiaram. E eu os agradeço por isso, do fundo do meu coração. Só quero dizer que agora as coisas estão melhores, e como uma forma de agradecer eu prometo fazer um show incrível pra vocês esta noite! - outro coro de gritos soou alto após Austin fazer uma pausa. - Mas, primeiro... eu preciso fazer uma coisa muito importante. - ele confessou enquanto todos permaneciam em silêncio. Allison o encarou com uma expressão confusa, e o garoto respirou fundo. - Tem uma pessoa que eu quero agradecer mais do que tudo. Uma pessoa que... por mais difícil que tenha sido me escutar, acabou ficando do meu lado. Uma pessoa que foi capaz de quase abrir mão da sua liberdade pra salvar a minha vida. Uma pessoa que eu amo completamente e incondicionalmente. - Austin pronunciava cada sílaba em tirar os olhos de Ally, que já se encontrava emocionada no meio da plateia. - Eu vou dedicar... não apenas esse show, mas tudo o que eu fizer a essa pessoa. E eu quero mostrar isso oficialmente para o mundo inteiro. De novo. - o loiro disse a última parte arrancando alguns risos da plateia. - Ally Dawson, pode subir aqui, por favor. - ao ouvir seu nome, os fãs de Austin foram a loucura, fazendo ambos sorrirem. Allison andou até o palco e parou em frente a Austin. Os dois não conseguiam esconder seus sorrisos, com seus corações batendo descompassadamente e seus olhos repletos de paixão. O loiro, quase sem conseguir respirar de tanto nervosismo, se ajoelhou na frente de Ally e segurou a mão da mesma. - Allison Marie Dawson... você aceita namorar comigo... pela terceira vez... mas desta vez, sem que nada, nem ninguém possa nos separar? - Ally arfou surpresa com a pergunta e colocou sua outra mão sobre a boca, sem controlar suas lágrimas de emoção. Então era por isso que Austin ainda não havia nos confirmado.

Sim. Eu aceito pela terceira vez e pra sempre! - a morena exclamou envolvendo seus braços ao redor do loiro. Os gritos e aplausos da plateia estavam quase ensurdecedores, mas eles estavam pouco ligando para isso.

- Eu amo você, Ally! - o garoto segurou seu rosto com as duas mãos encarando no fundo dos seus olhos. O amor estava nítido neles.

- Eu amo você também, meu loiro.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...