História Love Me Like You Do - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Visão
Tags Feiticeira Escarlate, Os Vingadores, Visão
Visualizações 24
Palavras 1.397
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Penúltimo cap. gente
acompanhem minha nova história Universo M
beijos até o próx.

Capítulo 11 - When I See You Again


Vision Pov.

Dois dias, longos e pesados dois dias se passaram em uma viagem de Sokovia até Nova-York, peguei um vôo, de volta para o grande apartamento do senhor Stark, eu poderia ir ao seu encontro na sede dos Vingadores, mas ele achou melhor me encontrar em seu apartamento, estava subindo pelo elevador, enquanto o elevador passava andar por andar, tudo que eu pensava era em Wanda e em seu bem estar, como será que ela está? Será que ela me esperaria? Sou obrigado a afastar os pensamentos quando chego ao andar do senhor Stark, assim que as portas se abrem, vejo-o recostado no sofá, me olhando com uma cara nada boa.

-bom dia senhor Stark. –digo saindo do elevador, ouvindo suas portas se fecharem atrás de mim.

-bom dia? É serio? –pergunta franzindo a testa, logo arregalando brevemente os olhos.  –você sumiu foi pra Sokovia, por semanas, e quando eu ligo, descubro que você está com Wanda, sabe que se o governo fosse avisado, você poderia ser preso por se juntar á traidores? –falava com voz alta me olhando parecendo realmente zangados, apenas baixei o olhar e fiquei em silêncio. –Visão,  por que você fez isso? Não pensou nas consequências? –perguntou agora mais calmo.

-sim senhor. –levanto a cabeça o olhando. –pensei em todas as consequências, tanto que aqui.

Ele logo começou a andar de um lado para o outro, sussurrando palavras que eu não conseguia entender pelo baixo tom em sua voz.

-esteve com Steve e seus amigos todo esse tempo? –perguntou parando de andar, me encarando com um olhar acusativo.

-não. –ele relaxa os ombros fechando os olhos. –estive com Wanda, éramos apenas eu e ela. –logo ele abre os olhos me encarando com total choque.

-você e Wanda? Vocês estavam juntos.... ou juntos? –me olhou incrédulo e ficou mais incrédulo quando prevaleci quieto. –ah meu Deus, ela mexeu com sua mente? –perguntou com uma voz meio debochada e apenas o respondi com um tom sério.

-não senhor, mas não há dúvidas que há uma conexão entre a senhorita Maximoff e eu. –digo com um pequeno sorriso.

-o que eu faço com você? –perguntou, tirando do bolso seu celular e começando uma pequena vídeo chamada em forma de holograma. –sexta-feira, me ligue o secretário de defesa. –ordenou e rapidamente sinto um temor.

-sim senhor Stark. –sexta-feira o programa do senhor Stark começou a ligar e logo avisou. –o senhor secretário está em uma reunião e pediu para que aguardasse uns minutos. –avisou e logo sumiu, senhor Stark ficou me encarando e eu logo tomei coragem e comecei a falar.

-senhor Stark, gostaria de pedir para que não dizer nada sobre meu sumiço e sobre meu caso com a senhorita Maximoff. –pedi me aproximando demonstrando aflição.

-agora está pensando no seu bem? –perguntou com um olhar diferente.

-não penso no meu bem estar, senhor Stark, mas no dela. –lhe respondo com segurança, ele fica pensativo por alguns momentos e logo começa a falar.

-você gosta mesmo da bruxinha não é? –seu olhar era sério em mim.

-não, eu a amo, senhor Stark. –respondo com firmeza na voz. –voltei apenas para garantir que nenhum mal lhe seja feito, não impedi antes, mas impedirei agora e isso significa ter que jamais vê-la de novo, eu correrei o risco. –cada palavra dita por minha boca saiu com total convicção, antes que o senhor Stark pudesse dizer algo, sexta-feira anunciou a ligação com secretário de defesa, e logo um holograma se projetou entre nós dois.

-bom dia senhor Stark, queria me falar algo? –perguntou o secretário através do holograma.

-ah, sim, bom Visão retornou da missão que eu dei há algumas semanas, como esperado nenhum rastro de Steve Rogers ou dos criminosos, foi uma missão em vão. –diz ele e sinto um enorme alívio dentro de mim.

-bom, o governo continuará procurando, Visão bem vindo, lamento que sua viagem tenha sido um desperdício. –diz a mim e eu apenas aceno, logo o holograma se desfaz e eu encaro o senhor Stark agradecido.

-obrigado, senhor Stark. –sorrio levemente e ele também sorri.

-espero não me arrepender disso. –diz e sai me deixando ali na sala pensando em Wanda.

 

Wanda Pov.

No dia em que Visão partiu, para ficar ao lado de Stark, fiquei extremamente triste, mas não poderia fazer nada, pois Visão tinha razão, se fossemos presos jamais veríamos um ao outro novamente e sem falar que podíamos arriscar, Steve, Natasha o Sam. Assim que ele foi embora, Steve me pediu que mudasse urgentemente de lugar e eu acabei indo para o país de Gales, na verdade em uma pequena vila do país, pois assim seria seguro, Steve, Natasha e Sam vieram juntos comigo, logo eles souberam sobre meu relacionamento com o Visão e eles ficaram bem surpresos, Sam pra tentar aliviar minha tristeza fazia piada sobre como seria um bebê meu e o do Visão, eu até sorria as vezes, mas ainda estava triste pelo medo de não ver mais o meu amor novamente. Nas semanas que se passaram eu me perguntava se ele cumpriria sua promessa e voltaria para mim. Estava no quarto que Steve conseguiu para ficar instalada, apenas ficava deitada na cama, as vezes chorando, outras sonhando com Visão.

-Wanda? –Steve adentra o quarto e eu me levanto da cama ficando sentada.

-oi Stevie. –passo a mão por debaixo dos olhos, fungando baixinho.

-você não comeu, nada ontem e nem hoje. –diz se aproximando e se sentando na cama ao meu lado.

-não estou com fome, mas obrigada por se preocupar. –agradeço, forçando um simples sorriso.

-Visão, não ia querer você assim. –diz me olhando sério.

-eu sei, apenas sinto saudades. –digo sentindo uma lágrima se formar em meu olho esquerdo.

-sei como é que você se sente. –ele toca meu ombro me dando conforto. –agora vem, o Sam vai fazer frango com cebola frita. –diz rindo e eu rio involuntariamente.

-está bem, só me deixe lavar o rosto. –digo pensando em o quão horrível deve estar minha cara.

-ok. –ele me dá um curto abraço e sai do quarto.

Assim que ele sai, eu vou até o banheiro e lavo o rosto, que estava um pouco inchado, meus olhos um pouco avermelhados. Pego uma toalhinha e saio do banheiro secando o rosto e dou de cara com a Nat, sentanda na cama me olhando sorrindo.

-oi, Nat. –digo estranhando sua presença ali. –tudo bem? –Ela apenas pega um celular e o põe a minha frente.

-pra você. –diz com uma voz confiante como sempre.

-por que você... –ela me interrompe se levantando da cama.

-apenas mande uma mensagem e depois destrua, darei um jeito para que se encontrem em Edimburgo. –sorri de canto e sai.

Fiquei sem entender por um tempo, pego o telefone e logo na tela tinha um número e um nome de contato, arregalei os olhos de alegria ao ler... “Visão”.

 

Visão Pov.

Fiquei semanas, na sede dos Vingadores, em total desespero e tristeza, pedi que Stark rastreasse Wanda em Sokovia, mas a casa onde ela e eu estávamos, havia sido vendida á um casal, ela havia se movido e eu não tinha idéia de onde ela estava e nem como contatá-la, Tony me advertiu a ficar calmo e não demonstrar qualquer sentimento por medo de que alguém desconfiasse de algo e assim eu fiz, estava em meu antigo quarto meditando, melhor tentando meditar, pois Wanda não saia de minha cabeça. Logo um barulho começa a ecoar pelo quarto, e eu estranho, vou até a gaveta da cômoda e vejo de onde era a fonte do barulho, era o toque de um antigo celular que o Steve Rogers havia me dado, havia até esquecido dele.

-você tem uma mensagem. –digo em voz alta, aperto em “abrir mensagem e aos poucos vou lendo o que tinha”.

“Vis.... sou eu Wanda, assim que ler isso, saiba que estou bem, por favor não ligue de volta para o número pode ser arriscado, apenas, prometa que virá á Edimburgo, me encontrar meu amor, Natasha conseguirá arrumar tudo, estarei esperando... amor sua Wanda”.

Termino de ler aquilo e sinto uma enorme alegria, saber que Wanda estava bem me deixava feliz , agora só precisava convencer Stark, á não se opor a minha decisão de ir vê. Oh minha Wanda, eu poderei dizer o quanto a amo e o quanto senti sua falta quando eu ver você novamente.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...