História Love Me Like You Do (Ziam Mayne) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Josh Devine, Little Mix, Logan Lerman, One Direction, Zac Efron, Zayn Malik
Tags Gaysex, Larry, Nosh, Ziam
Visualizações 108
Palavras 3.274
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, Vamos Fingir Que Ainda É Quinta Ok? (DESCULPEM EU PELO ATRASO)
Nn Vou Falar Muito... Só Acho Que Vcs Vão Gostar.
Bjs Podem Ir Ler 😘❤

Capítulo 9 - The Revenge...


Fanfic / Fanfiction Love Me Like You Do (Ziam Mayne) - Capítulo 9 - The Revenge...

Josh POVS

Segunda-feira 01:00 PM

Estava na faculdade, até que deu a hora de almoçar, a hora de chamar Niall para sair, a hora que eu estou esperando a algumas semanas. Conheci Niall em agosto na festa de 18 anos do Liam, quer dizer eu já conhecia ele, mas nós nunca tinhamos trocado mais de três palavras.

Na festa de Liam, eu e Niall resolvemos ficar conversando já que Harry e Louis estavam se pegando e Zayn e Liam estavam não sei onde. Depois daquele dia nós passamos a conversar todos os dias por mensagem ou por Skype, e com isso eu acabei me deixando levar pelo tal sentimento; Paixão.

Niall é muito carinhoso comigo, ele também é com os outros garotos, mais comigo ele é bem carinhoso, por exemplo. Quando estamos sozinhos, ele fica me abraçando, beijando minhas bochechas diversas vezes, deita no meu colo, quando eu deito no dele, Horan fica afagando meus cabelos, quando vou em sua casa ele sempre faz alguma comida especial e etc. Mais ele só faz isso quando estamos sozinhos literalmente, certo dia a curiosidade foi tão grande que tive que perguntar por quê ele só faz essas coisas quando estamos sozinhos.

Quando perguntei ele ficou meio corado, mas depois respondeu; Disse que era porquê ele é timido e não gosta de que as pessoas achassem que nós estavamos namorando. Respeitei sua opinião, então agora eu passo mais tempo com ele sozinho.E quando estamos com companhia nós apenas ficamos um do lado do outro.



Sai da sala de aula com Ethan e Logan, os dois foram para o refeitório e eu fui pra um lugar mais calmo da faculdade, para ligar pro Niall. Acabei ficando atrás do refeitório mesmo e la não passava uma alma viva. Então ficava mais facil de falar com ele, peguei meu celular me encostei num muro que dava para o matagal da faculdade e liguei para o de olhos azuis. No quarto toque ele atendeu.

- Niall?

- O-oi Jo-josh...- Gaguejou quando percebi que estava falando com a boca cheia.

- Termina de comer isso logo Niall. - Falei rindo ouvindo o loiro tossir. - Isso que da falar de boca cheia. - Falei ainda rindo.

- Idiota, eu quase morri engasgado.

- Desculpa Nini. - Falei manhoso ouvindo-o suspirar.

- Hum... Pra que você ligou, meu bem? - Niall sempre me chamava de meu bem quando estava de bom humor. Logo ouvi vozes diferentes de fundo.

- Onde você está? - Perguntei curioso.

- Na casa do Louis. Vim conheci o primo dele que chegou hoje de Dublin. 

- Entendi. - Falei suspirando.

- E você onde está?

- Na faculdade... - Fiz uma pausa. - Niall?

- Oi?

- Vo-você q-quer sa-ir comigohojedepoisqueeusairdafaculdade? - A ultima parte falei tão rapido que não teve espaço para pontos, vírgulas, acentos ou espaços.

- Josh, eu não entendi nada fala de novo... e devagar por favor... - O irlandês falou rindo, me fazendo revirar os olhos, ainda bem que estavamos conversando pelo celular. Porque se fosse pessoalmente e ele tivesse visto eu revirar os olhos, me mataria pois odeia que eu revire os olhos pra ele.

- Você...  quer... sair... comigo depois que eu sair da faculdade? - Falei de uma vez e suspirei aliviado.De verdade, parecia que eu tinha tirado um peso das minhas costas.

- O-o que? Hã? C-claro, J-josh. - Gaguejou me fazendo sorrir extremamente largo.

- Ok. Eu passo na sua casa as sete tudo bem?

- Ok. Mais Josh.... - Fez uma pausa e o conhecendo como eu conheço tenho certeza do que ele iria perguntar. - Onde nós vamos? - Acertei.

- Primeiro nós vamos no Nando's... - Falei e ele me imterrompeu com um grito, sabia que aquele era o restaurante favorito de Niall, então nada mais justo do que leva-lo lá não é? -... e depois nós vamos ao cinema pode ser?

- Claro, vou contar os segundos até sete horas. - Falou tirando uma risada de mim. - O que foi Devine?

- Você vai contar os minutos pra me ver, ou para ir pro Nando's? - Perguntei quando cessei a risada. 

- Os dois.

- Entendi... - Fiz uma pausa. - Então sete horas eu estou na sua casa ok?

- Ok. Tchau Josh.

- Tchau Niall. - Desliguei o celular e fui para o refeitório almoçar.

- Josh, na se esqueça que sabado a gente vai pra uma balada no centro, depois que os garotos sairem do baile. - Logan falou quando cheguei no refeitório e me sentei na mesma mesa que eles.

- Depois da formatura deles né? - Perguntei.

- Sim, Niall, Zayn, Liam, Louis e Harry, vão nós encontrar lá naquela balada, no centro da cidade, que a gente foi semana passada.

- Ah ta, e por quê a gente não na formatura deles? - Perguntei pegando uma batata frita do prato de Ethan. 

- Eii. Isso é meu Devine. - Ele falou e bateu em minha mão para que a batata caisse de volta em seu prato, mais isso não aconteceu.

- Não da pra gente ir Josh, esqueceu que sábado de tarde a gente tem que vir aqui na faculdade, pra entregar o nosso TCC. - Logan falou e bati em minha testa ao me lembrar que ainda não havia termina o trabalho.

- Puta que pariu! - Exclamei e o casal me olhou confuso. - Eu ainda não terminei essa porra! E eles tinha que pedir essa merda justo no sabado? Ah vai se fuder. - Falei estressado enquanto Logan e Ethan me olhavam assustados.

- Calma cara, vai dar tudo certo. - Ethan disse e colocou a mão em meu ombro.

- É Josh, fica calmo, você está muito estressado, esses ultimos dias. - Dessa vez foi o Logan. Ultimamente eu andava mesmo muito estressado, por causa do Niall... Quer dizer, porque eu gosto do Niall, toda vez que penso naquele loiro minha mente fica parecendo um furacão. E agora com esse "encontro" a minha situação só iria piorar.

- Desculpa pessoal, eu só estou um pouco nervoso.- Falei passando as mãos repetidas vezes no rosto.

- Com o que Josh? Ou quer dizer... com quem? - Ethan falou dando risada. O fuzilei com os olhos. - Desculpa. - Abaixou a cabeça.

- Dessa vez passa baixinho. - Falei me levantando. Ethan era realmente baixinho do tamanho do Louis pra falar a verdade. - Vamos voltar pra sala.

Voltamos pra sala, quando chegamos la o professor já havia chegado.

Liam POVS

Eu estava totalmente confuso com o que estava acontecendo, o Zayn realmente conhece o primo do Louis?

- Eu não acredito que você é o primo do Louis, Zac. - Zayn falou indo abraçar o tal.

- E eu não acredito que é você cara. - Zac falou apertando Zayn em seus braços, eu apenas fiquei observando a cena.

- Vocês já se conhecem? - Louis, Harry e Jay perguntaram juntos, Niall apenas ria.

- Sim, nos conhecemos na escola a uns três anos antes de eu ter ido morar em Dublin. - Zac falou quando soltou Zayn do abraço, mais não tirava o olhar de cima dele.

- Que legal, então eu só preciso apresentar você para o Liam... Vem cá. - Louis falou e puxou Zac em minha direção, eu estava de braços cruzados e cara fechada, mais acho que Zayn não havia percebido isso. - Liam esse é o Zac. Zac esse é o Liam. - Louis falou e o castanho - Zac - estendeu a mão para que eu apertasse.

- Oi. - Falei seco apertando sua mão.

- Oii. - Zac falou sorridente e soltamos nossas mãos.

02:32 AM


Depois de um tempinho, eu fiquei sentado num canto da sala sozinho enquanto via Zayn e Zac conversando, Zac olhava profundamente nos olhos do meu futuro namorado - eu sou audacioso haha - logo percebi que Zac e Zayn tiveram alguma coisa no passado. Já não aguentando os olhares de Zac sobre Malik, resolvi chamar o moreno - Zayn - para conversar, me levantei e fui em direção aos dois.

- Zayn, podemos conversar? - Perguntei e vi Zayn e Zac me olharem confusos.

- Sim, Li. - Puxei ele até a cozinha que estava vazia, me encostei na pia e Zayn sentou em uma das cadeiras da mesa ficando de frente pra mim. - Fala Liam. - Fez sinal com a mão para que eu falasse. Suspirei e falei.

- Vocês tiveram alguma coisa não é? - Perguntei e Zayn me me olhou assustado.

- Por que você acha isso?

- Fala sério, Zayn eu vi o jeito que ele te olha. - Falei andando e ficando na frente dele.

- O que tem o jeito que ele me olha Liam? - O mais novo perguntou se levantando e assim ficamos poucos centímetros de distância.

- É o mesmo jeito que eu te olho, seu otario. - Xinguei ele, pois sabia que não iria ligar. Pois sabe que quando estou nervoso xingo até meus pais.

- Liam Payne, não começa com esse ciúmes idiota. - Quando ele falou meu sobrenome, sabia que daquela conversa não sairia coisa boa.

- Eu não estou com ciúmes Malik. - Falei cruzando os braços e indo mais com meu rosto mais pra frente, quase o beijando.

- Imagina se estivesse. - Zayn falou mais calmo e se sentou de novo na cadeira me fazendo bufar de raiva.

- Fala logo o que você teve com ele Zayn. - Falei me agachando em sua frente com as mãos apoiadas em seus joelhos. 

- Tá bom Liam... - Fez uma pausa. - Só não surta Ok? - Falou e assenti. - Eu conheci o Efron...

- Efron? - O interrompi.

- Zac, Zac Efron entendeu? - Assenti. - Deixa eu terminar agora. Eu o conheci a alguns anos na escola, e quando eu o conheci eu ainda não sabia da minha sexualidade. - Zayn falou enquanto eu me sentava em uma cadeira ao seu lado. - Um dia a gente veio pra uma excursão com a escola aqui em Londres, É nessa excursão a gente acabou "Ficando". - Engasguei com o ar, e ele fez aspas na palavra.

- Sabia que havia acon... - Colocou a mão na minha boca tampando-a.

- Deixa eu terminar James. Foi ai que eu descobri que sou gay. - Falou, encostando sua cabeça em meu ombro e entrelaçando nossas mãos deixando-as em meu colo. Zayn e eu ainda não éramos namorados, mais a única coisa que faltava para sermos era o pedido, porque pelas atitudes qualquer um diria que estavamos namorando. - Depois disso nós ficamos muito próximos, mais ele teve que se mudar para Dublin, e nós perdemos o contato. Fim.

- Como você consegui ficar tão calmo? - Perguntei olhando pra nossas mãos ainda entrelaçadas e dando um leve aperto enquanto Zayn tirou a cabeça do meu ombro e me olhou nos olhos.

- Porque eu tenho você, e você me acalma. - Falou sorrindo e deu um beijo na minha bochecha.

- Eu te amo Zayn. - Falei e coloquei meus braços envoltos da sua cintura com a minha mão livre apertando-o em meus braços.

- Eu te amo Liam. - Zayn falou voltando com sua cabeça para o meu ombro.

- Zayn? - O chamei.

- Hum? - Falou sem tirar a cabeça do meu ombro, e quando percebi ele estava de olhos fechados.

- Por que quando eu digo que te amo, você nunca diz "também te amo"? Você sempre diz "Eu te amo". - Perguntei, pois fazia um tempo que eu havia percebido isso.

- Porque eu acho que a palavra "também" não significa que eu ame você de verdade. Acho que a palavra "tambem" não representaria meu amor por você Liam. - Falou e eu sorri largo. - Promete pra mim que nunca vai dizer "também te amo" e sim, "Eu te amo"? - Falou alisando as costas da minha mão.

- Prometo. - Falei sincero.

Eu não quero nunca mais ficar longe de Zayn Malik, eu amo tanto esse garoto.

Harry POVS

6:00 PM

Já eram seis da tarde, e eu passei a tarde toda provocando o Louis, os garotos já haviam ido embora, menos Zac ele teria que dormir aqui na casa de Louis já que seus pais só viriam de Dublin amanhã.

- Harry, para. - Louis falou baixo quando sentiu que eu estava passando minhas mãos em sua barriga por baixo de sua camiseta enquanto jantavamos na mesa.

- O que foi Louis? - Jay perguntou e vi que ela e Zac nos olhavam confusos.

- Nada mãe. - Falou abaixando a cabeça enquanto eu ainda passava minhas mãos em sua barriga.

- Lou, posso dormir aqui hoje? - Falei em seu ouvido depois mordi o lóbulo de sua orelha vendo-o se arrepiar.

- Não. Pra você ficar me provocando como fez o dia inteiro. - Falou baixo.

- Eu prometo que não vou te provocar. - Falei e cruzei os dedos por trás das costas.

- Tá bom Curly. Mãe o Harry vai dormir aqui hoje ok? - Falou quando terminou de comer.

- Tá bom ele dormi no seu quarto e o Zac dormi no quarto de hóspedes pode ser Zac? - Johana falou olhando para Efron que agora estava mexendo no celular.

- Tá bom tia. - Falou sem nem tirar os olhos do celular.

- Então vou avisar meus pais. - Falei me levantando e Louis apertou minha bunda.

- Louis cadê os modos? - Jay falou e eu ri indo pra sala e ligando para meus pais, que depois de implorar muito deixaram eu dormir na casa do meu namorado/Futuro escravo sexual.

Quando cheguei na cozinha Louis me chamou para irmos pro seu quarto, quando chegamos la ele trancou a porta e me empurrou me fazendo cair deitado na cama.

- O que você está tramando Harry Styles? - Perguntou quando subiu no meu colo ficando de frente pra mim, me sentei com ele ainda em meu colo e comecei beijar seu pescoço.

- Nada Lou, o que eu estaria tramando? - Falei e dei um chupão em seu pescoço fazendo-o gemer e logo apareceu uma marca roxa ali naquele lugar.

- Não sei. Você ficou me provocando o dia inteiro. - Falou e coloquei minha mão dentro de sua calça massageando seu membro por cima de sua cueca ou boxer seja la o que ele estava usando. - Aa-ah... paraa... Haa-rry. - Gemeu.

- O que Louis? - Falei provocativo ainda massageando seu membro só que agora dando forte apertos e sentindo-o endurecer.

- Para de me provocar Hazza. - Falou jogando sua cabeça pra trás. Enverti as posições ficando por cima dele e comecei a rebolar em cima de seu pênis.

Depois de um tempo rebolando olhei pra sua calça e vi uma tenda enorme. Sai de cima dele e comecei tirar sua roupa Louis me ajudava no trabalho.

Quando ele estava totalmente nu, ataque seus lábios num beijo rápido, como estavamos em pé, me joguei na cama e ele caiu por cima de mim, me fazendo sentir sua ereção. HOJE EU NÃO VOU DAR MOLE PRA ELE.

Fiquei por cima dele de novo, e fiquei ameaçando a beija-lo mais não o fazia. Louis estava com as unhas curtas encravadas nas minhas costas, e confesso que estava doendo.

- Me beija logo Harry. - Louis falou colocando uma de suas mãos em minha nuca fazendo com que minha cabeça fosse pra frente encostasse meus lábios aos seus, mas separei os rapidamente.

- Você não está em posição de mandar em nada aqui então cala a boca e fica de costas. - Falei autoritário e ele fez o que mandei. - Sua mãe e seu primo já estão dormindo? - Perguntei quando comecei a beijar suas nádegas e fui subindo os beijos ate chegar a sua nuca.

- Minha mãe sim, o Zac eu não sei... Aa-ah... - Gemeu quando estalei um tempo fraco em sua bunda.

- Então você não vai poder fazer muito barulho baby. - Falei voltando minha atenção para sua bunda - extremamente grande.

- Tá b-bom, eu vou tentar. - Falou entre gemidos enquanto eu beijava suas nádegas.

- Chupa. - Falei colocando dois dedos em sua boca. Ele começou a chupar os dois dedos e comecei a sentir meu membro criar vida. HOJE NÃO, POR FAVOR, HOJE NÃO.

Quando terminou de chupar os dedos, fui até sua entrada e comecei a rodea-las com os mesmos. Louis abaixou sua cabeça afundando seu rosto no lençol para abafar seus gemidos.

- Va-ai logo c-com isso Ha... Oohh... - Gemeu quando o penetre com os dois dedos de uma vez sem aviso previo. 

Comecei a tesoura-lo enquanto Louis gemia coisas desconexas. Meu membro já estava latejando, e lembrando que ainda estava de roupa, a boxer parecia que iria rasgar a qualquer momento.

Depois de um tempo retirei meu dedo de dentro dele e o virei de frente pra mim.

- Você está fazendo muito barulho Louis. - Sussurrei em seu ouvido, quando senti sua mão tirando meu cinto. - Opa... Tira a mão dai. - Tirei sua mão e levei-a a cima de sua cabeça.

- Harry, para de graça. Você já está duro porra! - Falou alto, e coloquei minha mão em sua boca.

- Fala baixo, Boo... Sua mãe vai escutar. - Falei roçando meus lábios em seu pescoço.

Já cansado de tortura-lo e me torturar, sai de cima dele e tirei minha roupa, meu membro saltou pra fora. Olhei para Louis e este olhava para meu pênis atentamente enquanto mordia o lábio inferior.

Segurei meu membro, e comecei me masturbar num ritmo dolorosamente lento

- Você quer fazer isso amor? -- Perguntei apontando pro meu membro agora o massageando. - Você quer Louis?

- Vem aqui Harry. - Ficou sentado na ponta da cama, me puxou pela cintura me fazendo ficar no meio de suas pernas e abocanhou meu pênis sem aviso.

Suas mãos foram para minha bunda apertando-a entre seus dedos. Louis chupava com vontade enquanto eu gemia aceitavelmente alto, já estava sentindo meu ápice até que tirei meu membro de sua boca.

- Deixa eu montar em você? - Louis pediu e não tive como negar.

Sentei na cama com as pernas esticadas, Louis encaixou sua entrada em meu membro e deslizou até estar com ele todo dentro de si. Ficou um tempo parado até se acostumar com a dor.

Vi uma lágrima escorrendo em seu rosto, e beijei-a, coloquei minha mão em sua cintura e Louis comecei a cavalgar em cima de mim. 

- Aah... Baby Is-so... Amor... Ma-ais Rapi-pido... - Gemia alto esquecendo completamente que a mãe de Harry estava no quarto ao lado, quanto ao Zac, eu não estava nem ligando afinal ele também faz essas coisas.

- Ooh Harry... As-sim am-or? - Louis perguntou quando aumentou a velocidade de seus movimentos.

- Ooh... As-sim mes-mo. - Falava entre gemidos, enquanto retirava os olhos de tanto prazer. - Louis eu vou v-vir. - Louis aumentou mais ainda seus movimentos.

- V-vem Hazza! Pod-de vir baby. - Falou ainda cavalgando e beijando meu pescoço. Eu queria que ele vinhesse junto comigo então comecei a masturba-lo rapidamente.

- Aawwn... - Gemi alto quando gozei em seu interior. Continuei dentro dele que ainda cavalgada e ainda estava o masturbando.

- HAR-RY. - Gozou gemendo meu nome sujando nossos abdômens, parou de cavalgar lentamente. Sai de dentro dele e peguei uma toalha pra nos limpar.

Depois que limpei-nos deitei ao seu lado e Louis colocou sua cabeça em meu peito.

- Harry? - Louis me chamou depois sua apaguei o abajur.

- Hum?

- Eu prometo que nunca mais vou te provocar. - O menor falou fazendo círculos com o indicador na minha barriga.

- Ainda bem, eu não sei como aguentei ficar tanto tempo sem você . - Falei afagando seus cabelos e ele soltou uma risada nasal.

- Amanhã, o Zac vai fazer algum comentário sobre isso.

- Eu sei. Vamos dormir. Te amo Lou.  - Falei fechando os olhos.

- Também te amo Hazza. - Falou me dando um selinho e voltou com sua cabeça para meu peito.

- Boa noite amor.

- Boa noite meu anjo.

Assim adormecemos, sem nos  preocupar com a escola no dia seguinte ou com os provaveis comentarios de Zac.

Terça-feira 6:00 AM

... Continua


Notas Finais


Gente Gostaram Desse Lemon De Merda Larry Que Eu Fiz???
Nn Tenho Muito Oq Falar... Desculpem Os Erros Mais Eu Estou Morrendo De Sono Pra Revisar Isso Aii.
Obrigada Pelos Favs, Comentários e Views Amo Vcs Meus Xuxus...
Um Beijo E Até Domingo 😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...