1. Spirit Fanfics >
  2. Love Me Now Or Let Me Go >
  3. Capítulo 33

História Love Me Now Or Let Me Go - Capítulo 1


Escrita por: ritaar13

Capítulo 1 - Capítulo 33


IMPORTANTE: LEIAM AS NOTAS FINAIS.

Olhei para trás e houve um acidente, dois carros bateram mesmo ao pé de nós, eu assustei-me imenso e dei por mim estava agarrada ao Ryan devido ao susto. A minha respiração estava acelerada e quando dei por mim estava bem junta ao Ryan, eu ia soltar-me mas foi tarde demais, senti alguém tossir o que me fez largá-lo imediatamente e encarar essa pessoa, era o Justin. Esta muito bem lixada.

Justin: O que vem a ser isto?
Ryan: Não é o que parece, mano...
Justin: Contigo falo depois. - Disse sem paciência - Tu vens comigo - Agarrou-me por um braço e colocou-me dentro do carro.

A viagem foi acompanhada por um silêncio que me incomodava, ele estava sempre a mexer a perna e com o maxilar travado, notava-se a raiva dele e eu estava cheia de medo. Eu sabia exactamente o que ia na cabeça dele, provavelmente ele está a pensar que eu o estava a trair com um dos seus melhores amigos, que baixo. Quem é que ele pensa que eu sou? Uma vadia? Parámos e eu estava com esperança que fosse em nossa casa, mas parámos no meio do nada, ali não havia qualquer movimento. Eu só estava a esperar o pior.

Justin: Anda. - Eu recusei a ajuda dele para me fazer sair do carro. - Pára de ser criança, Jasmine. Estou sem paciência.
Jasmine: Quem está sem porra de paciência sou eu, entendes? Mas que raio de atitude foi aquela? - Cuspi as palavras
Justin: Cala a boca, Jasmine. Tiras-me do sério! Eu estava com um pressentimento que ia correr alguma coisa mal e eu ouvi muito bem o teu telefonema, achas que sou burro, otário? Por quanto tempo é que achavas que me irias esconder o teu relacionamento com o Ryan?
Jasmine: Desculpa?! Mas tu enlouqueceste ou quê?!
Justin: EU NÃO ENLOUQUECI PORRA NENHUMA. - Disse raivoso - EU BEM VI VOCÊS ALI AGARRADOS QUASE A COMEREM-SE. AINDA TENS A LATA DE ME FAZER DE OTÁRIO DEPOIS DO QUE EU VI?! - Agarrou-me pelos pulsos.
Jasmine: LARGA-ME SEU ESTÚPIDO. ESTÁS A FAZER UMA TEMPESTADE NUM COPO DE ÁGUA. LARGA-ME ANTES QUE EU ME PASSE, JÁ!!!
Justin: E vais fazer o quê, princesinha? Não tens nada contra mim, n-a-d-a!
Jasmine: Eu grito, Justin. Eu juro que grito e ficas com a tua vida lixada para sempre se alguém me ouve.
Justin: Grita à vontade, vou adorar ver o show. Aqui ninguém nos ouve, não sei se reparaste mas estamos no meio do nada, donzela.
Jasmine: Metes-me nojo.
Justin: Disseste o quê?! Repete lá, que eu não ouvi bem.
Jasmine: METES-ME NOJO. É ISSO QUE QUERES OUVIR? ÓPTIMO. METES-ME NOJO.

Nesse momento ele puxou-me pelos cabelos e encostou-me ao carro. Começou a dar-me chapadas na cara, eu chorava e gritava mas como ele disse, era inútil, ninguém ouvia nada. Estava sozinha ali.

Justin POV.

Aquela míuda tira-me do sério porra. Quem é que ela pensa que é para gritar comigo e ainda dizer-me que eu lhe meto nojo? Ninguém lhe dá mais prazer que eu, ninguém. Nem aquele viado do Ryan, mas esse também vai apanhar, nem que seja a última coisa que eu faça. Ninguém toca na minha namorada, n-i-n-g-u-é-m.
Eu não sei o que se passou comigo, dei por mim a agarrar-lhe pelos cabelos e a dar-lhe chapadas na cara, eu ouvia os gritos dela a suplicar para que eu parasse, eu sentia as lágrimas quentes a escorrerem-lhe pelo rosto e a minha mãe já ardia, por isso imagino a cara dela. Quando realmente me apercebi do que estava a fazer e parei. Ela caiu de joelhos no chão com a mão na cara e a chorar imenso e aí apercebi-me da merda que tinha feito, eu não podia ter feito aquilo, não depois de tudo...

Justin: Desc...
Jasmine: Nem te atrevas. - Disse pausadamente - Nem te atrevas a dizer essa palavra que nem merece sair da tua boca. Sempre que dizes essa palavra é mais uma razão que me dás para te deixar.
Justin: Não, não... - Supliquei
Jasmine: Cala-te Justin! Cala-te! Estou farta disto, da nossa relação, estou farta de ti! Como pudeste pensar que eu te traí com o teu melhor amigo? Por quem me tomas? Por uma vadia que tu já comeste? Eu sei bem o que eras antes de nos conhecermos, Justin... Eu sei muito bem.
Justin: S-s-sabes? - Ela não podia saber, impossível.
Jasmine: Sim! Eras um mulherengo de primeira e sabe-se lá se ainda não o és.
Justin: Ah isso... - Suspirei de alívio, por momentos pensava que ela sabia dos negócios.
Jasmine: E achas pouco? Nunca mais metes o dedo em cima de mim, percebeste? NUNCA MAIS.

Jasmine POV.

Eu comecei a correr por ali até chegar à estadra, mal avistei um táxi chamei e mandei-o ir em direcção à minha casa com o Justin. Eu desta vez não iria fugir, iria simplesmente arranjar-me e ir divertir-me na discoteca, nem quero saber. Estou a um passo de ser solteira, estou farta disto tudo, não sei o que lhe deu. Neste momento só consigo sentir ódio por ele, nada mais.
Eu sei que estava muito provocante mas eu nem queria saber, estava perfeita para chatiar o Justin, porque sei perfeitamente que ele iria àquela discoteca porque é o que ele faz sempre quando se chateia. Fui de táxi até ao lugar e aquilo estava cheio, entrei e já havia rapazes a encarar os meus seios e tudo mais, senti-me uma vadia mas nem queria saber. Olhei em direcção a uns sofás e bingo, ali estava ele, sozinho, a beber uma cerveja. Ele ainda não me tinha visto, mas iria ver. Fui para o meio da pista (mesmo à frente dele) e comecei a dançar que nem uma louca. Olhei para o Justin e ele estava furioso, porque eu estava a dançar bem junto de um rapaz mas não o deixava tocar-me, há limites. Mas ele já estava a abusar e eu não estava a conseguir controlar a situação, estava a ficar aflita, mas fui salva.

Justin: Sai daqui, ainda não percebeste que ela não quer ser tocada? - Disse raivoso.
Rapaz: E quem és tu para vires aqui e mandares?
Justin: O namorado dela, por isso baza daqui.
Rapaz: Namorado? Então tenho que te dizer que a tua namorada é uma vadia e pêras.

O Justin nesse momento agarrou nele, encostou-o a uma parede e começou a bater-lhe com tanta força que até a mim me doía, ele começou a suplicar para que ele parasse e eu tive que os separar e tirar o Justin dali, e levei-o em direcção ao bar.

Jasmine: Estás louco?!
Justin: Tu é que estás louca! Vens assim vestida para uma discoteca logo depois de termos discutido.
Jasmine: Eu tenho que me recompor não é verdade.
Justin: Não é andares a mostrar ao mundo o que é meu.
Jasmine: O que ERA teu.
Justin: Jasmine... - Puxou-me para ele - Sabes tão bem quanto eu que vais sempre pertencer-me.
Jasmine: Acho que não.

Continua...


Notas Finais


Amores, eu tinha posto esta fanfic mas apagaram-na e nem sei porquê.
Vou começá-la a partir do último capítulo que postei.
Se quiserem ler o resto, basta irem aqui: http://testesdesignyeah.blogs.sapo.pt/3063.html
ASK DA JASMINE: http://ask.fm/jasminemarievluv
ASK DO JUSTIN: http://ask.fm/thejustindbiebs

Obrigada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...