1. Spirit Fanfics >
  2. Love Me Now Or Let Me Go >
  3. Capítulo 38

História Love Me Now Or Let Me Go - Capítulo 6


Escrita por: ritaar13

Capítulo 6 - Capítulo 38


- Jasmine, que porra é essa? Como é que você fez isso?

Isso ia dar merda, não sabia o que dizer. Justin não podia nem sonhar no que eu andava metida, essa coisa de capangas. Ele não pode nem sonhar que matei alguém.

- Não é nada de especial...

- Nada de especial? Você está gozando com a minha cara, garota? Tem mancha de sangue na sua calça e me diz que não é nada de especial? Você tem doença - Disse grosso

- Ah Justin, esquece isso...

- Você mudou, você mente pra mim constantemente. Eu bem disse que a sua conversa de ir a casa da Briana não me convenceu, eu fui na casa dela e a verdade é que você nem estava lá. Quer que eu pense o quê? Só há uma explicação Jasmine

- Nem se atreva, eu te amo mais que tudo nessa vida, faço tudo por você. Se não fosse assim eu já tinha deixado você já faz tempo Justin, eu já sofri muito nas suas mãos, você me trata mal, você aqui foi o único que mudou, não eu. Eu só me tornei mais forte. Eu se menti pra você tive minhas razões, mas não ando com outro homem, porque você é o único que consegue me fazer sentir amada, mesmo com seus defeitos.

- Estou cansado, vou dormir

Ele me deixou sozinha na sala e subiu até ao nosso quarto. Nem liguei ao facto de el ter ignorado todas as coisas linda que tinha acabado de dizer para ele, eu só queria que ele esquecesse a porra da mancha na minha calça que ia me denunciado por momentos. Fui lavar a calça para que não houvesse vestígios para a memória dele voltar.

Justin POV

Eu estava bravo com ela, ultimamente ela só sabe mentir. Não sei o que se passa com ela, ela que nem pense que esqueci o assunto da mancha na calça dela, eu vou descobrir sozinho que mancha era essa. Não ia tocar mais nesse assunto, porque ela ficou calada à procura de uma desculpa boba para me enrolar em mais uma mentira.

Cheguei ao quarto, tirei a minha camisola e a minha calça e deitei-me na nossa cama. Meu corpo estava sento e meu sangue bombeava rapidamente por causa da adrenalina que sentia dentro de mim, estava perto o dia do assalto ao armazém dos nossos inimigos. Não sentia medo, mas me afastei dessas coisas por um ano e era isso que eu amava fazer, era minha vida, e agora tenho minha vida de volta e vou aproveitar. Mas meus pensamentos foram interrompidos com a entrada de Jasmine em nosso quarto, ela era linda, era a minha mulher. Ela entrou no banheiro e poucos momentos depois saiu de lá apenas com uma camisa de noite que realçava os seus seios o que me fez ficar louco. Ela se deitou do meu lado e cruzou suas pernas no ar o que me deu a visão perfeita daquela deusa, que era só minha. Eu adorava o jeito dela: Lady na rua, bandida na cama.

Jasmine POV

Eu ia brincar com ele, ia provar ele. Eu precisava dele nesse momento, pra esquecer tudo, os capangas, todo esse infernos para que fui chamada e que ainda não entendi o porquê. Ele ignorava minhas provocações mas o volume do seu membro na sua cueca o denunciava.

- Me ignorando? - Quebrei o silêncio

- Não

- Então bebê? - Provoquei

- Você é esperta, vem toda gostosa para o meu lado depois de uma briga a pensar que um homem é de ferro né, mas vai sofrer as consequências

Jasmine POV

Justin ficou por cima de mim e selou nossos lábios, um beijo selvagem e muito necessitado nesse momento. Logo em seguida ele atacou meu pescoço e as suas mãos deixavam "estragos" em minha pele. Tanto ele como eu não aguentávamos mais, não dava pra fazer tortura um no outro. Ele tirou minha camisa de noite e se abocanhou meus seios, mas isso não durou muito tempo. Ele em seguida tirou a sua cueca e tirou minha calcinha e penetrou sem aviso prévio. Ele apoiou a sua cabeça no meu ombro e eu arranhava as suas costas fazendo com que ele desse leves mordidas em meu ombro. As suas entocadas ficaram mais fortes e mais rápidas até que senti uma faísca percorrer meu corpo e aí soube que tínhamos chegado ao nosso ápice. Ele se deitou do meu lado e as nossas respirações ecoavam em nosso quarto até que ele quebrou o silêncio.

- Eu te amo...

- Também te amo - E adormeci em seus braços

(...)

Justin estava muito estranho, se despediu à pressa e foi uma despedida demorada, não percebi foi tão estranho.

"Nunca esquece que eu te amo mais que tudo, Jasmine..."

Mas eu tinha que me arrumar, tinha de ir ao armazém ter com os capangas e treinar mais. Só rezo para não ter que matar mais nenhum cara, ter visto o sofrimento na cara daquele homem me fez sentir um monstro.

Justin POV

Me despedi da Jasmine como se fosse a última que ia ver minha mulher, não estou com medo, mas faz tempo que não faço esses assaltos, tenho receio que descubram a Jasmine e a usem para me atacar, ela é meu ponto fraco. Mas era tarde para pensar nessas coisas, estávamos na porta do armazém prontos pra atacar.

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado amores, alguma coisa falem cmg no twitter @ritaar13
ASK DA JASMINE: http://ask.fm/jasminemarievluv
ASK DO JUSTIN: http://ask.fm/thejustindbiebs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...