História Love Me Right - Capítulo 10


Escrita por: e God_Jihyo

Postado
Categorias EXO, Mamamoo, Red Velvet, TWICE
Personagens D.O, Jihyo, Nayeon
Tags Comedia, Drama, Nahyo, Romance
Visualizações 138
Palavras 1.715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gnt, desculpa o atraso, eh q aconteceu um ngc chamado bloqueio criativo.
Aliás já ouviram a música Sleep Tight Good Night do TWICETAGRAM? Recomendo, eh ótima pra se ouvir em noites depressivas, ehisto.

Boa leitura ;)

Capítulo 10 - Sing For You


Fanfic / Fanfiction Love Me Right - Capítulo 10 - Sing For You

 Era tudo tão estranho. Nós estávamos namorando? Nayeon era lésbica? Ou ela só estava experimentando um pouco dos dois lados? Nayeon é ousada, não duvido nada de que ela faria isso.
- Jihyo - Nayeon desfez o abraço  e me olhou - Eu sinto que isso é tão errado, você é lésbica e eu estou fazendo tudo isso sem ter certeza da minha sexualidade, é que eu nunca gostei de ninguém, então não tenho certez...
- Não importa - falei a interrompendo - Vamos aproveitar um pouco, você tem tempo pra pensar nisso, eu te ajudo. - nesse ponto, eu só queria provar um pouco do gosto de Nayeon, mesmo que não seja para sempre.
- Está tudo bem pra você então? - ela perguntou.
- Claro que sim - falei - se você estiver apenas brincando e não querer nada comigo, eu posso partir pra outra e...
- Então você gosta de mim? - ela me perguntou ainda em cima de mim.
  Gelei.
- I-isso não importa agora, eu só quero ficar com v-você agora, sem compromisso sabe? - menti.
É claro que eu queria ser compromissada com Nayeon, mas eu não sabia se ela queria isso.
- Se você está dizendo... - Nayeon falou dando de ombros.
 Peguei em sua cintura, ela estava suando um pouco.
- Você não está com calor? - perguntei baixinho.
- Muito - ela falou - E-eu posso tirar a minha...
  O celular de Nayeon vibrou.
- Espere um pouco - Nayeon disse pegando o celular - Ah, Kyungsoo de novo. Acho que vou bloquear ele. - e assim fez.
- Que horas são? - perguntei.
- Meia noite e uma - ela falou - precisamos dormir.
- É - concordei. - Acha que consegue dormir sozinha hoje?
- Não - ela sorriu para mim, ri fraco.
- Apague a luz e vamos dormir então. - falei, e assim ela fez, logo se deitando do meu lado.
- Boa noite Nayeon - falei.
- Boa noite Jihyo - ela disse sorrindo. Me virei para a parede e Nayeon me abraçou, logo dormimos.
   Acordamos juntas no outro dia, nos arrumamos rapidamente e fomos para o refeitório.
- Bom dia gente - falei - Hoje eu não tô com vontade de ir pegar lanche, então passa tudo o que você tem aí Xiumin? - falei fazendo gestos de arma com as mãos para Xiumin, que me deu suas batatas fritas com ketchup.
  Todos estavam horrivelmente quietos naquela mesa, eles não paravam de olhar para mim e para Nayeon. Estava tão estranho.
- Gente... O que foi? - Nayeon perguntou - vocês estão tão quietos...
- Ei - Kyungsoo chamou - É verdade que vocês duas estão namorando? - ele nos olhou com um sorriso de canto meio malvado.
- Oi? - Nayeon cuspiu o suco dentro do copo - Quem te contou isso?
- Esses cartazes aqui - ele disse entregando um exemplar para Nayeon, me aproximei dela para ler :

  "Jihyo é uma gorda lésbica nojenta e Nayeon é apenas uma cobra que ilude Jihyo."

- I-isso é sério? - perguntei engolindo em seco.
- Está espalhado por todos os corredores, achei que vocês tinham visto. - ela disse friamente.
- Jihyo, não fomos nós que fizemos isso, eu passei a noite toda com a Irene no quarto, nós não espalhamos isso, a gente só tr...- Xiumin foi se desculpando.
- Cala a boca, caralho - Irene o repreendeu antes que ele terminasse a frase.
- Vocês sabem quem foi? - perguntei.
- Não - todos responderam em coro.
  Ficamos em silêncio. Olhei para Nayeon e ela me olhou.
- Sinto muito por isso - Nayeon falou baixo - Se eu descobrir quem foi, vamos dar um jeito nessa pessoa,juntas. - ela falou com firmeza.
- Obrigada - sorri.
   Ficamos em silêncio mais um pouco até o horário de ir para as salas, chegando lá, Moonbyul estava com outro exemplar daquele cartaz.
- Você viu isso? - Moonbyul me perguntou assim que cheguei - É tão ridículo, se eu descobrir quem foi a pessoa, nossa... Melhor eu ficar quieta. - ela parecia séria.
- Pois é... - suspirei e me sentei na mesa.
- Você não se sente mal? - ela me olhou.
- Eu não me importo - é claro que eu me importava.
- Sério? - ela perguntou duvidosa, tentei segurar o nó na minha garganta que surgiu de repente, mas eu não consegui.
- Eu tô mal sim - falei olhando para baixo secando algumas lágrimas - Moon, você contou pra alguém?

- NÃO - ela gritou e todos olharam para nós - quero dizer, eu não falei pra ninguém, juro!
- E se alguém tiver escutado a conversa de vocês duas? - uma garota apareceu acompanhada de sua amiga.
- Primeiro, quem são vocês? - perguntei, as duas riram.
- Solar e Momo, nunca ouviu falar? - a garota morena (eu acho que era Solar) ironizou.
- Pra falar a verdade, não. - falei.
- Ei, ei - Moonbyul cortou a conversa - Por que você chegou falando tudo isso?
- Estamos tentando ajudar, sabe? - a garota loira e de franja (provavelmente a tal da Momo) falou.
- Sei bem o tipo de ajuda que vocês dão... - Byul falou - Mas espera, Solar chegou perguntando se alguém havia escutado nossa conversa, então você sabe que falamos sobre isso em voz alta? E se foi por mensagem de texto? - ela perguntou com um sorriso malvado no rosto.
- Então você admite que realmente estavam falando sobre Jihyo ser lésbica? - Solar disse se apoiando na mesa.
- Essas conclusões são suas. - ela disse dando de ombros. - Agora vai sentar no colo Chen vai, a aula já tá começando - Moonbyul falou dando as costas para as duas.
- Obrigada por me ajudar - falei - você põe tanto medo nas pessoas que me assusta às vezes.
- Relaxa, nunca vou querer colocar medo em você - ela riu fraco - Estou aqui pra te ajudar.
- Quem são elas? - perguntei.
- Umas amigas da SeulGi, Solar é namorada do Chen, que trai ela com metade da universidade, na só ela não sabe - rimos baixinho. - Momo é uma zero à esquerda que deve ficar perto delas pra ter proteção, ninguém liga muito pra ela.
- Entendi, você conhece muita gente né? - falei me encostando na carteira.
- Eu posso te dizer que tenho minhas fontes. - ela disse sem me olhar. Misterioso? Talvez, Moonbyul é misteriosa por natureza.
  A aula passou rápido, Byul saiu antes de mim pois tinha que ir à biblioteca, então guardei meu material e fui andando calmamente pelos corredores.
  Eu estava amarrando meu sapato quando vi Chen abraçado com uma garota que eu não sabia quem era, coitada da Solar, tão nova e já tão corna.
  Aproveitei para prestar atenção nos corredores : estavam cheios daqueles cartazes, arranquei todos os possíveis e joguei no lixo, aquilo me dava vontade de chorar. O pior de tudo é que ninguém tem alguma prova, mas as pessoas ainda acreditam nisso.
- E aí, sapatona? - alguém me puxou pelo ombro, era o Chen - Eu sei o que você viu aqui nesse corredor. Fique quieta sobre isso okay?
- Está falando dos chifres que você tá colocando na Solar? O que eu vou ganhar se guardar segredo? - perguntei.
- Se você quiser sentir o prazer de transar com um homem ao invés de com uma mulher, estou aqui pra isso - ele riu - Brincadeira, você ganha minha confiança e, se quiser, você ganha o nome das pessoas que espalharam tudo isso.
- Tentador - falei.
- A parte de transar comigo? - ele perguntou sorrindo.
- Claro que não idiota, a parte da confiança e  etc. - ri fraco.
- Ah, claro - ele riu - Se quiser saber disso, vai ter que ganhar minha confiança primeiro. Eu posso confiar em você? - ele perguntou.
- Claro - falei o olhando nos olhos.
- Ótimo - ele disse e apertamos as mãos. - Tá, não sei como vou te dizer isso, mas...
- Chen? - a garota que estava nos amassos com Chen apareceu - Já resolveu com ela?
- Sim, relaxa - ele disse.
- Podemos ir então? Ótimo! - ela disse sem esperar resposta e foi embora com ele.
  Respirei fundo e segui em frente em direção ao meu dormitório, acabei encontrando Nayeon.
- Jihyo, tá tudo bem? - Nayeon perguntou me dando um abraço assim que cheguei.
- S-sim, eu acho - retribui o abraço, eu ainda não me acostumei com as carícias de Nayeon - Eu só preciso descansar um pouco.
- Ah, okay - ela disse - vou tomar um banho e já volto pra ficar contigo.
  Ela entrou no banheiro e eu me joguei na minha cama, algumas lágrimas caíram, mas eu tinha que lidar com aquilo, logo Chen me passava os nomes e tudo ia se resolver.
  Virei de lado e fechei os olhos, eu estava prestes à dormir quando sinto Nayeon do meu lado.
- Estou te atrapalhando? - ela perguntou.
- Não - falei me virando para olhar Nay.

- Sabe, quando eu estou triste eu gosto de cantar, sempre me anima. - ela falou - Eu posso cantar um pouco pra você? Talvez te ajude também.
- Claro que pode - falei - Que música você vai cantar?
- Espera um pouco - Nayeon deu um pulo da cama e foi embaixo de sua cama, de lá ela puxou um violão roxo. - Vou cantar uma música que sempre que eu ouço, penso em você - ela sorriu e se sentou em sua cama, se arrumando pra tocar.
- Qual? - sorri, então quer dizer que Nayeon pensava em mim quando ouvia música...
- One In A Million - ela falou - É minha música favorita, espero que você goste - ela falou e começou a cantar, sua voz era tão doce e afinada, assim como o violão.
 Ah Nayeon, por que tão angelical?
Eu não parava de sorrir enquanto ela cantava, mas eu estava com muito sono. A última coisa de que me lembro foi que ela me cobriu e eu dormi mais feliz depois disso.


Notas Finais


espero que tenham gostado. Vão ouvir a música que eu falei no início, é sério :v

Quero ver todo mundo dando view em Peek - A - Boo quando sair, sei q n tem nd a ver mas eu no meu papel de reveluv tenho eh q panfletar.

Ehisto, até mais o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...