1. Spirit Fanfics >
  2. Love Obssession >
  3. Capítulo oito

História Love Obssession - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Perdão a demora meu amores, to passando por umas paradas e estou extremamente desanimada... mas por vocês eu continuar escrevendo, já disse que não vou deixar de terminar essa fic! Beijooossss

Capítulo 8 - Capítulo oito


Kira Dempsey 

_Posso comer agora?_ falei exausta. 

_Sim senhora._ a médica disse se retirando do meu quarto. 

Eu fiz exames de sangue, urina e fezes. Passei também pela ginecologista e nutricionista que foram bem gentis comigo. 

Me sentei para comer, estava com tanta fome. Vi frutas, sopa, torradas e suco, comecei a comer. 

_Bom dia._ Caitlin apareceu na porta._ Tudo certo com os exames? 

_Sim._ dei de ombros.

_Deve está cansada, né? Acordou tão cedo._ fiz que sim com a cabeça._ Então é bom descansar antes de saírmos, bom café. 

Sorri. Que estranho, uma hora implica comigo e na outra vem ver como eu estou. 

Autora Narrando 

_Posso falar com a senhora um instante?_Caitlin perguntou a ginecologista, ela afirmou._ Reparou algo de errado com Kira? Digo, algo diferente?_ sussurrou. 

_Diferente como?_ perguntou. 

_Gravidez?_ Caitlin perguntou olhando para os lados na garagem. 

_Perdão senhora, mas o preventivo não detecta gravidez, isso só na urina ou sangue, posso pedir pra fazerem exames com o sangue e urina que coletaram, se ela estiver grávida, os dois detectarão o hormônio gonadotrofina coriônica humana, é produzido pela placenta quando a mulher está grávida_ a médica disse abrindo a porta do carro. 

_Muito obrigada, pode mandar o resultado com os outros exames, mas por favor não fale nada sobre essa conversa com o Justin._ Caitlin disse receosa. 

_Certo. 

[...]

Já era tardezinha, faltava 1 hora e 30 minutos para as meninas viajarem, Kira estava em seu quarto dormindo, Caitlin estava terminando de ajeitar a sua mala. 

Ela sabia que teria que cuidar de Kira, era tudo muito arriscado e se algo acontecesse com a garota de novo por culpa dela, Justin a mataria. 

Se Kira estivesse grávida, ele a mataria. Ela era encarregada de tudo que entrava e saía na mansão, era a supervisora de Karen também, ela sabia que seria culpada e com razão. 

Por outro lado, crianças são benção, mas no momento seria um grande erro uma criança. Se os inimigos de Justin ficassem sabendo disso, se Karev soubesse dessa supôs gravidez, seria um caos maior. 

_Tudo certo?_ Justin a perguntou parado na porta do quarto. 

_Sim._ ela disse se jogando na cama._ Estou exausta, preciso de férias.

_Todos nós precisamos._ ele entrou e fechou a porta._ Foi ao quarto da Kira hoje?_ ele perguntou atento nela. 

_Ah... sim, queria saber se já estava tudo em ordem._ se sentou na cama. 

_Eu não sou idiota, Caitlin._ falou calmo._ Se estiver tramando alguma coisa, não será bom pra você._ disse saindo do quarto. 

Justin sabia que Caitlin não a odiava, mas a duas nunca foram tão próximas no passado e depois de tudo que aconteceu, Caitlin a culpava. Ele sabia que essa aproximação de Caitlin não era coisa boa. 

Desceu as escadas indo até a geladeira e pegou uma latinha de energético. 

Viu que a mesa estava pronta para o jantar e se sentiu para comer. Pensou em chamar Kira para comer com ele, mas depois do que ela disse ontem à tarde, ele saiu sem deixar explicações e não a viu mais

Flashback on

_Estou me apaixonando por você._ Kira disse o encarando. 

Ele a encarou, perplexo. Apaixonada? Por ele? Ele não sabia o que fazer, não tinha o que falar sobre isso, ela o pegou de surpresa. 

Ele beijou sua bochecha, a desceu do seu colo, depois pegou uma toalha e saiu do banheiro. 

_Vou pedir a Karen pra mandar alguém limpar a cama._ ele disse e saiu do quarto. 

Flashback off 

Ele estava arrependido da sua atitude, mas ele não sabia o que fazer. Como assim apaixonada por ele? Ele a fez tanto mal, tirou da virgindade sem ela querer, já a castigou tantas vezes sem motivos, a deixa trancada em uma casa sem viver, ele tirou sua vida com medo de perdê-la, como ela poderia está apaixonada por ele, de novo? 

Ele entendia que no passado, ela tinha motivos para se apaixonar por ele, mas depois de tudo o que aconteceu, da sua memória perdida, ele nunca imaginaria ter seu amor de volta assim tão de repente. Ele já estava tão acostumado em tê-la a força, que ouvir aquelas palavras da boca dela o fez repensar tudo o que ele tinha causado a ela e por isso ele estava sem coragem de falar com ela. 

Ele sabia que tinha gostado de ouvir aquilo, era importante pra ele que ela confiasse nele, então se ela está apaixonada, ela confia. Mas o momento não era apropriado pra dá espaço ao amor e nenhum romance, romance não faz mais o estilo dele, ela teria que entender. 

_Por que você está com essa cara de mosca morta?_ Chaz perguntou sentando ao lado dele na mesa. 

_Foi porque eu te vi._ ele sorriu falso e Chaz riu. 

_Eu sei que me ama._ Chaz disse convencido._Sério, o que foi? 

_Só estava pensando, a Caitlin anda querendo se aproximar da Kira assim do dia pra noite._ Justin disse incomodado.

_Talvez ela queira se aproximar já que vão viajar juntas daqui a alguns minutos._ ele deu de ombros. 

_Droga, preciso levar Kira ao aeroporto._ Justin disse se levantando. 

_Vou com você._Chaz falou indo atrás do amigo. 

Justin seguiu até o quarto dela enquanto Chaz foi até o dele. 

Abriu na porta e viu Kira ainda dormindo, foi até a cama. 

_Ei._ disse em seu ouvido mas ela não se mexeu._ Ei, precisamos ir agora._ disse de novo a balançando e ela abriu os olhos. 

Ela o olhou e uma onda de vergonha a invadiu quando lembrou do que tinha dito um dia antes. 

_Vou te esperar no carro._ ele disse e saiu do quarto. 

Kira saiu da cama ainda sonolenta, por incrível que pareça, ela não queria viajar, não sabia nem pra onde iria ainda. 

Foi até o closet, se livrou da roupa que estava antes e vestiu a que tinha separado: calça moletom preta não muito folgada, blusa azul marinho de manga curta  e um casaco preto caso sentisse frio, como Karen tinha avisado, nada chamativo. 

Sua mala já estava lá embaixo provavelmente no carro, ela iria com o Justin no carro e 4 seguranças disfarçados no outro. Concordaram em pegar um avião, jatinho atrairia atenção e eles queriam ser discretos no momento. 

Saiu do quarto e se encontrou com Chaz a caminho do quarto dela, ela sorriu. 

_Oi._ ela sorriu. 

_Oi florzinha._ Chaz falou, era o apelido que ele tinha dado a ela._ Está tudo bem?_ ela afirmou com a cabeça._ Ótimo, vamos. 

Desceram as escadas indo direto para garagem onde Caitlin os esperava junto aos seguranças, mas Justin ainda não estava lá. 

Entraram no carro, Chaz no bando do carona na frente, Caitlin e Kira atrás. 

Justin chegou depois de alguns minutos, entrou no carro sem dizer nada e deu partida. 

O caminho foi todo em silêncio, cada um distraído. Kira apreciava as casas isoladas pela janela, Caitlin cochilava, Chaz mexia no celular e Justin dirigia em silêncio. 

[...] 

Chegando no aeroporto, foram direto para o check in, apresentaram os documentos necessários, ambos verdadeiros, depois a atendente as entregaram os cartões de embarque com informações sobre o voo, necessário também para entrar no avião. Agora estavam esperando a hora de embarcar sentados nas cadeiras. 

Justin estava ao lado de Kira mexendo em seu celular enquanto ela mexia nas mãos inquieta, Chaz estava do outro lado e logo depois Caitlin. 

_Ansiosa?_ Chaz perguntou a Kira. 

_Um pouco, não sei pra onde vou._ disse quase em um sussurro. 

_Texas, USA._ ele respondeu e ela sorriu, não sabia muito sobre lá mas qualquer coisa pra se sentir mais livre valia. 

_Que legal._ ela respondeu animada. 

_Sim, vão ficar em Austin, uma cidade de lá._ Chaz sorriu._Como estamos em agosto, essa época é muito quente lá então aproveite a piscina._ ele viu Justin olhar de soslaio.

_Piscina?_ Kira perguntou animada.

_Sim. É tipo uma fazenda, lá tem muitos animais, você pode andar de cavalo tam...

_Não._ Justin interrompeu Chaz._ Não pode ir a piscina porque não sabe nadar, andar de cavalo também não, não quero que caia e se machuque._ ele disse rude. 

_Sim senhor._ ela disse tristonha. 

Chaz ficou quieto, sabia que não poderia se intrometer nisso na frente dela, conversaria com Justin depois. Essa super proteção dele a sufoca e Chaz sabe disso. 

[...] 

Chegou a hora do voo e as meninas embarcaram, primeira classe. 

A aeromoça dava às instituições para o voo tranquilo e Kira só conseguia pensar no Justin. Depois do que ela confessou, ele ficou fechado e distante, isso a deixou frustrada, ela realmente chegou a pensar que ele sentiria o mesmo. Percebeu que estava sendo uma idiota, pra ele sempre foi só sexo, ela sabia disso, mas tinha aquele “será”. 

_Se prepare para um voo de 7 horas._ Caitlin disse se ajeitando na poltrona, Kira suspirou._É bom dormir, quando chegarmos lá vai poder aproveitar um tempo longe dos olhos de águia do Justin.

_Eu gosto de ficar perto dele._ Kira disse na defensiva. 

_Eu sei, tolinha._ Caitlin a olhou com pena._ Tá estampado no seu rosto, meu amor. 

_Eu sou uma idiota, eu sei._ ela disse frustrada. 

_Não se culpe, você não teve opções, era ele ou ele._ Caitlin disse. 

O piloto anunciou a decolagem e todos ficaram quietos, inclusive elas. 

Caitlin aproveitou e se inclinou na poltrona pra dormir. Kira se encostou pra olhar pela janela perdida em seus pensamentos. Ela sabia que mesmo se tivesse opções, escolheria ele em todas. 

[...]

Justin havia chegado em casa a minutos atrás, estava na varanda do seu quarto apreciando o céu estrelado enquanto enxugava os fios curtos de seu cabelo que estava molhados por causa do banho de minutos atrás. 

_Entre._ disse quando ouviu batidas na porta, se virou pra ver quem era, Chaz. 

_Oi, cara._ ele disse se aproximando de Justin._Tudo na boa?

_Sim, por que não estaria?_ Justin perguntou confuso. 

_É a primeira vez que Kira está longe de você..._ ele disse se sentando na poltrona da varanda. 

_É..._ Justin disse preocupado._ Mas eu sei que vai ficar tudo bem, quando elas embarcarem, Jon irá buscá-la.

_Caitlin sabe disso?_ Chaz perguntou surpreso, nem mesmo ele sabia disso. 

_Não, e é melhor ficar assim. Pedi para ele virar amigo de Kira e distraí-la até isso tudo passar, não quero ela sobrecarregada com tudo isso._ele disse sentando ao lado do amigo. 

_Justin, isso é errado._Chaz disse irritado.

_Eu não me importo, Chaz._Justin disse rude._Eu vou fazer o que for pra mantê-la bem. 

_Ela é uma menina e daqui a uns meses fará 18 anos, se tornará uma mulher mas não só pela idade, ela já tem postura de uma e você devia começar a tratá-la dessa forma._ ele disse se levantando. 

_Eu não pedi a sua opinião. Kira é uma menina._Justin disse ficando de frente pra ele._ É a segunda vez que está repreendendo minhas ações por causa dela, o que há?_Chaz se calou._ Florzinha? Esse é o apelido dela?

_Não é nada demais._Chaz disse incomodado com o olhar possesso de seu amigo sobre ele. 

_Ah não? Se não é, por que está sem ação agora?_Justin disse se aproximando mais._Me chame de possessivo, de maníaco, de abusivo ou o que for, mas as minhas intenções com Kira são as mais puras e eu faço o que for pra mantê-la bem e perto de mim, não importa quem queira impedir isso, até mesmo você._ Justin disse olhando nos olhos dele. 

_Sabe que eu nunca faria... 

_Eu sei, eu sei._Justin disse e sorriu amigável._Só queria deixar bem claro que o que é meu, é meu._ ele disse e se afastou um pouco._ Mesmo que eu ainda não saiba como demonstrar da forma correta, mas eu vou aprender._ ele disse voltando a se sentar na poltrona.

_Eu sei que vai._ Chaz disse e sorriu sem mostrar os dentes._ Eu já vou indo, boa noite._ Chaz disse saindo do quarto.

Justin sabia que o sentimento que tinha por ela era extremamente sufocante, mas ele preferia assim, não queria perdê-la novamente...

[...]

7 horas depois 

Já estavam com suas malas em mãos esperando pelo carro que Caitlin chamou, um dos seguranças da casa estavam a caminho do aeroporto internacional de Austin. 

Um Ford F-150 preto parou na frente das duas. A porta do motorista foi aberta e um homem alto, de cabelos no ombros negros e barba saiu do carro de encontro as duas. 

_Olá, sou o Jon._ ele disse com a voz um pouco rouca olhando pra Kira. 

_Que ótimo_ Caitlin disse simples, mas estava surpresa._Por que demorou tanto? 

_Perdi a hora._ ele riu sem graça e coçou a cabeça e Caitlin revirou os olhos._ Vamos? 

Ele pegou as malas e levou até a traseira da picape, Caitlin entrou no banco do carona e Kira no bando de trás. 

 Logo ele entrou no carro e deu partida. O caminho foi tranquilo, bastante verde, animais, logo passamos pela cidade, prédios, muitas pessoas jovens e músicos. 

_Chegaram na época certa, Festival de música no centro da cidade, deveríamos ir._ Jon disse animado. 

_Musica country? Deve encher de adolescente._Caitlin fez careta, Kira se sentiu incomodada._Mas vamos, preciso me distrair também. 

E depois de um tempo, tudo era verde novamente. Chegaram em uma enorme casa rústica com um enorme jardim florido, havia um lago que fazia trilha até a casa com peixes, parecia mais um aquário no chão, com uma ponte em cima que levava até a parte da frente da casa. 

Kira estava encantada com a diversidade de flores que tinha, de rosas vermelhas á girassóis, tudo bem cuidado. Ela notou um segurança e ele assentiu para ela e abriu a grande porta de madeira, ela sorriu. 

O primeiro cômodo era a sala, com um enorme sofá cinza no centro dela, ficava de frente a uma chaleira e em cima da chaleira tinha uma televisão grande. Escadas que se encontravam e levavam até o andar de cima. Reparou um corredor e foi até ele, entrando na cozinha ilha, com vários armários ao redor, todos de madeira, uma geladeira de duas portas que mais parecia um guarda roupa grande

_Olá._ ela disse a empregada.

_Bom dia senhorita._ a empregada sorriu. 

_Kira._ ouviu Caitlin a chamando. 

Ela saiu da cozinha e percebeu que a voz veio do andar de cima e subiu em uma das escadas encontrando Caitlin no primeiro quarto. 

_Esse quarto é seu, eu ficarei no quarto ao lado._ Caitlin disse arrastando a sua mala pra fora do quarto junto com ela._ Pode desfazer as suas coisas se quiser, coloque-as no closet._Kira assentiu. 

Se ela ficaria uns dias ali, precisa se acomodar. Estava sentindo falta de Justin, queria ele ali com ela. Se sentiu boba por pensar nisso, mas estava preocupada com o que poderia acontecer com o plano deles, se ele não a queria por perto é porque teria perigo e mesmo com tudo que ele fez a ela, ela não queria perdê-lo. 

[...] 

O dia foi tranquilo, Kira ficou em seu quarto o dia todo lendo, não quis comer e Caitlin também não a obrigou a nada. Já era de madrugada, uma sexta feira. Kira estava acordada procurando algo pra assistir na televisão, daqui a algumas horas Justin encontraria o Oliver e ela tinha medo de que algo errado fosse acontecer, mas sabia que ele era inteligente e poderia lidar com qualquer situação. A sua ansiedade fez com que ela tivesse um ataque a algumas horas atrás, fazendo-a vomitar tudo que tinha comido no avião, depois disso ela perdeu a fome. 

Estava exausta mas não conseguia dormir, ela se sentia confusa com tudo isso. Estava preocupada com Justin e nunca imaginou se preocupar com ele, ela gostava dele mas não queria gostar, ela sabia que estava fazendo besteira, sabia que ele não queria nada com ela, será mesmo que ela está enganada? 

[...]

_Justin._ Ryan chamou seu amigo que dormia encostado na mesinha de centro da sala._Por que acordou tão cedo assim hein? 

_Sem sono._ disse esticando as costas. 

_Está preocupado?_Ryan perguntou preocupado, sabia que seu amigo estava diferente por esses tempos. 

_Pensativo._disse apenas. 

_Com o quê?_ perguntou mas seu amigo evitou falar._É a Kira?_Justin assentiu._Ela está bem, já falei com a Caitlin, ela está bem chateada porque você não avisou que Jon estaria lá. 

_É bom que ela superar as diferenças com ele._Justin disse exausto da birra dos dois a um tempo. 

_Sim, de fato._ Ryan riu._Depois que o plano ocorrer como deve, poderíamos ir para lá, tirar uns dias de folga. 

_Talvez._Justin disse pensando na ideia.

Não seria ruim, poderia ensinar Kira a cavalgar e apagar da mente dela a falta de resposta pra sua confissão no banheiro. 

_Sério, por que essa cara de paisagem?_Ryan disse achando graça. 

_Kira disse que está apaixonada por mim._Justin suspirou._Mas foi depois do sexo, depois que a tratei com carinho, foi na emoção. 

_Justin, você está surpreso com isso?_Ryan perguntou, indignado com a resposta positiva do seu amigo._ Está exposto no rosto dela, idiota. 

_Agora você sabe ler rostos?_Justin perguntou irônico. 

_Não adianta eu dizer, você tem que reparar sozinho._Ryan disse._Por favor, não parta o coração dela de novo. 

“Não vou” ele sussurrou pra ele, mesmo que soubesse o quão difícil seria, já que ele era um idiota, ele tentaria dar o seu melhor para ela.

Se levantou e foi até o seu quarto, tomou um banho, escovou os dentes e se vestiu. Desceu pra tomar café da manhã, já estava tudo organizado pro plano que ocorreria no final da tarde, veria alguma passagem para a noite, faria uma surpresa. 

_Bom dia raio de sol._Justin revirou os olhos com o comentário de Christian pra ele. 

_Vai tomar no cu, Chris._Justin disse e riu. 

_Também te amo._ ele disse debochado e Justin riu de novo._Iai, ansioso? Nunca mais uma adrenalina assim. 

Christian disse empolgado e Justin suspirou, sabia que isso poderia levar a vida de algum dos seus amigos, sua família, ele não suportaria perder sua segunda família como perdeu seus pais. 

_Estou sempre preparado._disse passando confiança pro seu amigo, Christian sorriu orgulhoso. 

_Esse é o meu garoto._Justin fez uma careta com o comentário do amigo. 

_Sr. Bieber, ligação para o senhor._Karen disse lhe entregando seu telefone. 

_Obrigada, Karen._ disse vendo quem era, Oliver._Alô._disse fazendo sinal pra Christian ficar quieto.

_Sim, está tudo certo pra hoje._Ryan chegou junto ao Chaz, os dois se sentaram na mesa e começaram a se servir em silêncio._Assim que estiver pra chegar eu irei te encontrar no local marcado, não quero levantar suspeita em público._Justin disse se encostando na cadeira._Me encontre no parque nas cataratas do Niágara, vá com roupas discretas e seus seguranças o mesmo. Até._finalizou a ligação.

_Ele confirmou, certo?_Ryan perguntou.

_Sim, até agora nenhum vestígio de que ele esteja suspeitando de algo._Justin disse.

_Será que o Karev veio?_Chaz perguntou receoso. 

_Duvido muito._Justin disse. 

_Que se foda o Karev, juntos somos mais que qualquer filho da puta que se acha esperto._Christian disse arrancando risadas dos amigos._Já vencemos essa, Kira e Caitlin estão bem, o nosso plano está impecável e com todo equipamento e monitoramento, nada passará despercebido._disse confiante.

_Caramba, você supera o Capitão América nos discursos._ Justin disse rindo.

_E você é tão chato._Christian disse emburrado. 

_Beleza, o Oliver vai vim de papinho de se aliar a você, crescerem juntos. Ele sabe que você é inteligente e não se passa fácil com as coisas._Chaz disse.

_Karev deve ter contado a ele tudo sobre você, você tem que ser você mesmo para que ele acredite que você não sabe de nada, ele vai querer provar que merece sua confiança._Ryan disse. 

_Então, eu vou questionar algumas coisas, testar eles em outras e dar um voto de confiança?_Justin perguntou. 

_Isso._Chaz disse._Mas não tão fácil, você vai pedir a ele algo em troca, pra se certificar de que ele está com boas intenções. 

_O que não está._Justin riu sem humor._Enquanto me enrola com o papo bem elaborado dele, Karev vai mandar seus cães pra procurar por Kira aqui quando perceber que eu levei Oliver para outro lugar. 

_Ele já sabe disso, Justin. Karev é inteligente e conhece sua forma de pensar._Chaz disse.

_Só dessa vez, porque foi necessário._Ryan defendeu seu amigo.

_Claro, mas quando ele perceber que fizemos ele de idiota, na próxima ele vai agir com brutalidade._Chaz alertou Justin. 

_E então estaremos prontos._Justin disse seguro. 

De todos, ele era o que mais sabia como Karev agiria. Faria o possível pra deixar Kira longe de tudo isso.

[...]

Kira Dempsey

_Bom dia flor do dia._despertei com a claridade em meu rosto._Sabe que horas são? Quase 13:00 horas da tarde. 

_Eu não consegui dormir de noite._disse me sentando e me encostando na cabeceira da cama. 

_Insônia? Vou pedir remédios para te ajudar a dormir._Caitlin disse chegando perto de mim. 

_Obrigada._ disse brincando com meus dedos das mãos. 

_O que está acontecendo?_perguntou curiosa. 

_Desde quando se importa?_cismei, ela nunca ligou. 

_Você está sobre minha responsabilidade._disse convincente. 

_Só estou preocupada com o Justin._falei a encarando.

_Querida, vaso ruim não quebra tão fácil assim._disse se sentando na cama._E o Justin é o pior vaso de todos, um vaso muito inteligente e habilidoso._disse segurando minha mão. 

Eu ri, ela riu. 

_É, você tem razão._ falei convencida. 

_Se ajeite e desça pra comer, deixei passar ontem mas hoje não vai rolar._ falou se levantando e saindo do quarto.

É, talvez ela não seja tão ruim como eu pensava. 

Me levantei e fui direto pro banheiro, fiz minha higiene, tomei um banho e fui até o closet. Peguei um vestido soltinho, o dia estava quente, depois desci direto pra cozinha mas não encontrei nada lá. 

_Bom dia senhorita, o café está na varanda de trás da casa, me acompanhe._ ela me levou até a parte dos fundos. 

Fantástico, um jardim extenso, com grama verde e fresca, várias cercas com cavalos, vacas, porcos e de longe eu vi um celeiro. 

_Bom dia._Jon disse sentado na mesa que estava na varanda._Dormiu bem? 

_Bom dia, não tive sono a noite._respondi amigável.

_É o clima? Um pouco difícil sair do frio pro calor._ele disse colocando o jornal na mesa. 

_Eu gosto, preciso de uma corzinha._sorri e me sentei com ele. 

_Diga isso ao Justin, ele vai adorar ver você seminua na frente de outras pessoas._Caitlin disse irônica, se sentou conosco._Mas como ele não está aqui..._ ela piscou o olho e eu me animei. 

[...]

Autora narrando

Justin já estava a caminho do parque para encontrar o Oliver, Ryan estava com ele. Justin decidiu ir em um carro somente com ele e Ryan, sem seguranças, mandou eles irem em outro carro. 

Durante o caminho eles ficaram calados, era algo importante e arriscado, estavam acostumados com aquilo mas sempre se concentrava pra que nada saísse do plano. 

 

Chegando ao parque, Justin avistou Oliver sentado sozinho em um banco e um pouco distante dele haviam dois seguranças, ambos trajados como Justin tinha pedido, discretos, roupas esportivas como se tivessem ido se exercitar, Oliver estava mais social, blusa simples, bermuda e um tênis simples, óculos escuros e um boné. 

_É agora ou nunca._ Ryan disse ao seu lado ainda dentro do carro. 

Sim, é agora ou nunca. Ambos saíram do carro.


Notas Finais


Jon é interpretado pelo nosso famoso e digníssimo: Christopher Catesby Harington, porém conhecido mais por Jon Snow, EU O AMOOOOOO!
Ainda essa semana estarei postando o nono capítulo, continuação desse! Sei que vocês não acreditam, mas eu realmente não quero matar vocês de curiosidade kkkkkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...