História Love of a Werewolf - ( imagine ChanBaek) - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanbaek, Chanyeol, Exo
Visualizações 197
Palavras 1.328
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bla leitura amores😘💖

Capítulo 14 - A verdade


Fanfic / Fanfiction Love of a Werewolf - ( imagine ChanBaek) - Capítulo 14 - A verdade

- Então por que não diz isso olhando em meus olhos? - pergunto me aproximando do mesmo, Baek ia se afastando até encostar na parede vendo que não tinha mais saida - Diga Baek, olha nos meus olhos e diga que não sente nada por mim - levo minha mão até sua nuca e aproximo meu rosto do seu roçando bossos lábios ameaçando beija-lo. Ele me olha, podia sentir seu coração acelerado, o mesmo morde levemente seus lábios, parecia nervoso.

- E-Eu...

.*.*.*.

O mesmo não termina de falar, vejo seus olhos abaixarem para meus lábios, em questão de segundos Baek me puxa pela nuca quebrando aquele pouco espaço que tinha entre a gente.

Sabia que ele sente algo por mim, ele poderia ter me empurrado, me batido, mas não, ele me beijou. E claro, eu correspondi. Levei minhas mãos até sua cintura o puxando para mais perto, o que achei mais engraçado e ao mesmo tempo fofo era que ele estava na pontinha do pé. Baek sobe em meu colo entrelaçando suas pernas em torno de mim, desci meus beijos pelo seu pescoço vendo o mesmo arfar.

- Quer que eu pare? - pergunto parando com o que estava fazendo.

- N-Não... Eu quero Chany.

- Quer o que?

- Que me faça seu...

Sem perder muito tempo, ataquei seus lábios, o mesmo puxava meus fios de cabelo querendo mais contato. Fui com o mesmo ainda em meu colo até o quarto e o deitando delicadamente sobre a cama, sei que é sua primeira vez, então irei com calma, não quero machuca-lo. Na verdade essa também é minha primeira vez, estou meio nervoso.

Sinto suas pequenas mão adentrarem minha blusa e a puxar pra cima querendo tira-la, parei de beijar Baekhyun e o ajudei tirar minha blusa. Aproveitei e tirei a blusa que Baek usava tendo uma visão de seu corpo. Era tão pequeno, tão perfeito, tão delicado, tão meu.

Começo a dar selares, leves mordidas descendo pelo seu corpo, o mesmo soltava alguns gemidos baixo.

- C-Chany.

- Calma bebé... - volto a beija-lo.

Inverto as posições deixando o mesmo por cima. Baek começa a rebolar sobre meu membro me dando mais vontade de sentir dentro de si. O menor se afasta e com minha ajuda tiro nossas últimas peças de roupa, inverto as posições novamente dessa vez ficando por cima em meio suas pernas.

- C-Chany... E-Eu quero - diz meio timido - M-Mas estou com medo.

- Eu também - digo distribuindo selares pelo rosto do mesmo - Não quero machuca-lo.

- E-Eu... Confio em você.

Após tais palavras, peguei o lubrificante na comoda ao lado da cama... Como eu tenho isso? Achei no quarto do Lay... Passei o líquido em meu membro e me posicionei na entrada de Baek o penetrando lentamente para que não o machucasse.

- A-AAH... CHANY - o mesmo grita arqueando as costas e deixando uma lágrima cair.

- Calma meu amor, já passa - digo acariciando seu rosto enquanto esperava ele se acostumar.

Minutos depois sinto seu corpo se mexer em baixo de mim pedindo que eu prosseguisse, começo então com os movimentos leves escutando resmungos e gemidos baixos.

- T-Tão apertadinho Baek aah.

- Aawwn... Isso é tão bom Chany - se contorcia na cama - M-Mais rápido.

Começo a ir mais rápido o estocando forte e fundo fazendo com que Baek geme-se cada vez mais alto.

- Vire Baek - o mesmo faz o que eu peço ficando de costas para mim e volto a estoca-lo. Baek estava me levando a loucura, seus gemidos, seu corpo, suas nadegas gostosas de apertar, o mesmo chegava a revirar os olhos.

Fiz uma trilha de beijos pelas suas costas, sem parar com os movimentos, até sua boca lhe dando um beijo meio desajeitado pela posição em que estávamos. Pedi passagem com a língua e o mesmo cede, minha mão explorava cada parte de seu corpo. Ah! Como eu amo tanto esse garoto.

_________ Kris on _________

Essa casa estava uma paz sem Chanyeol, os ruídos que ele fazia de noite acabaram, está uma maravilha poder acordar e não olhar sua cara. Tadinho, ele deve estar sofrendo perdido em algum canto por ai, mas isso não é problema meu, por mim ele que morra sendo devorado por outras aberrações iguais a ele.

Eu estava em meu quarto jogado em minha cama até que escuto baterem na porta e entrarem, dei uma rapida olhada vendo que era Tao, meu irmão um ano mais novo do que eu.

- Até quando vai continuar com isso? - pergunta fechando a porta atrás de si.

- Isso o que?

- Com essa mentira, eu estava no banheiro aquele dia, escutei você ameaçando Baekhyun e sei que está fazendo isso para ver Chanyeol sofrer, ele ama Baek...

- Cuida da sua vida Zitao.

- Por que está fazendo isso? O que Chanyeol fez para você?

- Ele nasceu, é uma aberração... - digo em um tom mais alto - Por culpa dele nosso pai foi embora. Sabe o quanto eu sofri com isso? Você sabe que eu era muito apegado a ele...

- E você acha que fazer Chanyeol sofrer vai mudar alguma coisa? Vai trazer nosso pai de volta? Ele é tão inocente nessa história quanto você, não tem culpa de ter nascido assim, se ponha no lugar dele, como você ficaria se estivesse passando por tudo que Chanyeol passa? - por um lado ele tinha razão - E outra, se nosso pai se importasse pelo um pouco ele teria te levado junto com ele, já parou pra pensar nisso?

Eu não disse mais nada, apenas fiquei quieto pensando sobre isso, se ele gostasse de mim teria me levado junto com ele, mas não, ele foi embora me deixando aqui. Por algum motivo Baekhyun vem em meus pensamentos, esse tempo que ficamos juntos nesse namoro falso e forçado algo nele me chamou a atenção. Me sentei na cama rapidamente pensando na possibilidade de estar começando a gostar dele.

- Hyung? O que foi?

- Eu não sei, eu estava pensando no que me disse mas Baek veio em minha cabeça... Acho que estou começando a gostar dele - digo e Tao parece ficar surpreso.

- V-Você o que? - ele parecia meio nervoso.

- Tao, está tudo bem? - pergunto achando tudo isso estranho.

- S-Sim, está sim... Bom, eu... É... Só pense no que eu disse - diz e sai rapidamente do quarto me deixando sem entender seu nervosismo.

_______ Chanyeol on _______

Acho que já foram muitos orgasmos para uma primeira vez, Baek estava em cima de mim com a mão apoiada em meu peito enquanto cavalgava em meu membro, minhas mãos estava e sua cintura o ajudando com os movimentos.

- C-Chany e-eu... Aaawwn - ele chega ao seu limite sujando meu abdómen.

Não demora muito e também chego ao meu limite me desfazendo em Baek. O mesmo cai sobre mim tentando recuperar o fôlego e eu abraço seu pequeno corpo nos cobrindo com a coberta.

- Eu te amo tanto Baek... - digo acariciando seus cabelos - Não sabe o quanto doeu ver você com Kris.

- Me desculpe Chany... Mas não tive outra escolha - diz baixinho mas acabei escutando.

- Como assim? Não teve outra escolha?

- E-Esquece i-isso...

- O que está acontecendo Baekhyun? - peregunto o encarando.

Ele fica quieto por um tempo, seus olhos começam a marejar, o mesmo esconde seus rosto na curvatura de meu percoço, mas logo começa a falar.

- K-Kris disse que era para mim se afastar de você, e se eu não ficasse com ele, ele te entregaria para os caçadores, você seria morto na frente de toda a aldeia, era raro eles encontrarem um crinos, dariam tudo para ter a cabeça de um na parede de suas casas.

- Não acredito que ele fez isso - digo já irritado - Vou matar aquele infeliz.

- Não, por favor Chany... Não faça nada, isso vai acabar muito mal, não quero te perder.

- Está bem... - digo me ageitando na cama deixando Baek de costas ficando de conchinha. Fico acariciando seu rosto e pensando no que ele disse até que vejo que Baek dormia.

Mas aquele desgraçado do Kris vai se ver comigo.


Notas Finais


Esta ai o hot 🌚😂😂

Espero que tenham gostado 😘💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...