1. Spirit Fanfics >
  2. Love of an Actor (2021). >
  3. Festa.

História Love of an Actor (2021). - Capítulo 23


Escrita por: Gpp9100

Notas do Autor


Esse cap ta fogo KADSKDSKADSKAD

Capítulo 23 - Festa.


  Bom, eu fui no quarto e coloquei uma meia calça branca bem linda. Depois eu coloquei uma saia de estudante curtinha, comecei a ver como eu ficava de vários ângulos até que no mais constrangedor a porta abriu e adivinha quem era… O MORDOMO!! Eu nunca tive tanta vergonha na minha vida. Deve ter durado menos de um segundo mas pra mim durou um século mas continuei me arrumando como se nada tivesse acontecido. 

  Depois de um tempinho (Que para o Hatsuki provavelmente durou uma eternidade) eu encontrei a melhor posição, fiquei de quatro pra porta e chamei ele.

 

-VEM HATSUKI! - Eu gritei e ele chegou mais rápido que o flash. - É só enfiar. - Eu quase não terminei de falar e ele já enfiou violentamente.

 

-Ah, que saudades… - Ele falou ofegante.

 

-Não foi nem um dia que a gente ficou sem transar. 

 

-Eu sinto sua falta a cada duas horas.

 

-E eu achando que você não ia gostar de eu vestido assim mas tá mais duro que nunca. 

 

-Eu gosto de você do jeito que você estiver e eu sempre vou gostar Atsumiki.

 

-Menos papo e mais ação. - Ele começou a enfiar mais violento ainda e nós começamos a gemer. - Ei amor. - Eu fiz ele parar. - Eu quero sofrer um pouco mais… - Peguei um anel peniano e coloquei no meu pênis. - Agora sim… você controla. - Ele voltou a enfiar e ligou o anel, já colocando-o no nível dois. Eu comecei a gemer mais alto e ele a enfiar mais rápido até não conseguir mais ficar de quatro, cai na cama mas mandei continuar. Ele colocou no nível sete e enfiava mais forte, aquele garoto sabe como brincar comigo. - Amor… acho que vou… - Ele nem me deixou terminar de falar e colocou no nível dez. Estávamos cada vez gemendo mais alto e mais ofegantes até que eu gozei e ele parou pra ter certeza se deveria continuar. - Pode continuar amor, eu estou amando. - Mas ele na verdade tinha parado pra pegar outro anel peniano, ele gostava de me ver naquele estado, ele colocou o anel no meu pênis e já deixou no nível máximo. Ele socava com tudo o que tinha até que eu gozei pela segunda vez e ele finalmente gozou. - Acho melhor pararmos por aqui mesmo, hoje foi um dia cansativo pra mim.

 

-E eu estou todo machucado por causa da briga na praça.

 

 Depois de tomarmos um banho eu dei a idéia de um posão com todo o mundo na casa do Hatsuki já que no dia posterior nós tínhamos a primeira gravação da nossa série. Chamamos geral e logo depois eles chegaram.

 

-Eu trouxe energético. - Anunciou a Ochako.

 

-E eu trouxe bebida de verdade. - Brincou Jéssica já jogando uma lata de cerveja pro Hatsuki.

 

-Bora por um funk ai. - Sugeriu Nicollas com a JBL.

 

-DEIXA QUE EU COLOCO. - A Ochako gritou e começou a correr, derrubando algumas coisas no chão. Quando eu menos vi a casa estava cheia de luz led e dava pra escutar a música até no cu do mundo.

 

-Gente, eu não to bem. Esse som tá me matando. - Disse a Izzy pegando as coisas pra ir embora.

 

-Nossa Matheus, tudo bem? - O Hatsuki perguntou e quanto eu vi o Matheus tava deitado no chão.

 

-Tá tudo bem, só vou ali me sentar um pouco que to meio tonto. - Ele respondeu bem devagar.

 

-Ih alá, já caiu. - Eu brinquei.

 

-CALA A BOCA LATINHA DE ENERGÉTICO.  -Ele se irritou.

 

-Aposto 20 reais que ele cai. - Falou o Nicolas vindo do fundo.

 

-Não olhem pessoal! - O Matheus começou a tossir até vomitar no chão.

 

-Isso que dá beber um monte do nada. Vão pro outro canto, deixem que eu cuido dele. - A Jéssica se voluntariou. 

 

-Matheus é muito fraco com bebida. - O Hatsuki disse.

 

-Verdade. - Nicolas concordou.

 

-É que ele não costuma beber né. - Lembrou Jéssica. 

 

  Um tempo se passou e nós continuamos a beber e dançar.

 

-Será que o Matheus tá bem? - O Tatsuki perguntou preocupado. - Ele tá demorando...

 

-Cuidado que ele tem namorada, viu Tat. - Eu brinquei.

 

-Aposto que a Ochako ta dando. - O Hatsuki riu.

 

-Eu vou ver ele, já volto. - E lá foi o Tatsuki ver o sexo da Ochako e do Matheus. Quando eu vi não tinha passado nem um segundo e o Tatsuki já tava de volta com a Ochako.

 

-Eai? - O Hatsuki perguntou.

 

-Ele tá descansando lá no quarto de hóspedes, ah e eu já limpei teu chão. - Ela respondeu.

 

-Eu jurava que tu tava dando pra ele. - O Hatsuki disse e todo o mundo começou a rir.

 

P.O.V - Hatsuki.

 

-Ei mano! Ele tem namorado! - Eu ouvi a Jéssica gritando e logo depois me virei pra ver quem era. - Que isso gente? - O Atsumiki tava beijando o Nicollas.

 

-Ah, ele não é o Hatsuki, mas eu jurava que… - O Atsumiki falou bebado.

 

-Tá doido Atsumiki? 

 

-Vocês são muito parecidos.

 

-Nada a ver. - A Jéssica e o Tatsuki discordaram.

 

-Cala a boca Jéssica! - O Atsumiki gritou olhando pro Tatsuki.

 

-E por que você ia me beijar? 

 

-Por que eu te amo. - Ele respondeu indo beijar a Jéssica.

 

-Eca! - A Jéssica empurrou ele.

 

-Vem aqui Atsumiki, você tá muito bebado. - Eu peguei ele no colo e fui levar ele pro quarto.

 

-Me larga Matheus!! Eu não quero nada contigo! - Ele começou a fazer o escandalo.

 

-Eu sou o Hatsuki.

 

-E por que eu deveria acreditar?

 

-Porque sou eu.

 

-EU SEI QUE É MENTIRA, ME SOLTA!! - Ele começou a balançar.

 

-EU SOU O HATSUKI CARALHO!! 

 

-PROVA.

 

-COMO?! - Eu perguntei e ele abaixou as minhas calças.

 

-Eita, é você mesmo. - Ficamos em silêncio nos encarando. - Vou deitar, tchau. - Ele simplesmente saiu e eu voltei pra sala.

 

-Belo pinto. - A Jéssica falou.

 

-Vou no banheiro. - O Tatsuki saiu correndo e voltou cinco minutos depois. - Gente, vocês nem acreditam… 

 

-O que foi?

 

-Eu achei o Atsumiki dormindo no banheiro. - Nós começamos a rir. - Ele disse que estava no quarto e achou que eu era o Hatsuki! - Nós rimos mais alto ainda.

 

-Eu vou lá pegar ele.

 

-Eu já deixei ele no quarto de vocês, não se preocupe.

 

-Ei mano, tá tudo bem? - A Jéssica perguntou enquanto corria atrás do Nicollas que estava se isolando.

 

-Que que deu no menino? - Eu perguntei pra ela quando vi a mesma voltando.

 

-Tá precisando de um espaço para respirar, logo logo ele volta. 

 

-Ata, beleza. - Quando eu terminei de falar só deu pra escutar um barulho de vômito, fomos lá ver e era sangue.

 

-PUTA QUE PARIU NICOLAS! - A Jéssica gritou correndo na direção dele.

 

-SAI DE PERTO! 

 

-Você tá bem man… - Ela foi interrompida com um tapa na cara.

 

-EU FALEI PRA SAIR DE PERTO PORRA!

 

-Ei! - O Tatsuki foi lá parar ele e eu puxei a Jéssica.

 

-Deixa ele gente, tá tudo bem.

 

-VAI EMBORA! - O Tatsuki começou a brigar com o Nicollas. - SAI DAQUI!

 

-A casa não é tua.

 

-O Hatsuki! - O Tat me chamou. - Vem aqui mostrar aonde fica a saída pra ele, por favor.

 

-Com todo o prazer. - Eu levei ele até a saída. - Quer que eu chame um taxi?

 

-Não precisa. - O Nicollas disse enquanto saia pela porta e a Jéssica foi atrás dele.

 

-Que cara babaca.

-Pois é. - Nós bebemos mais um pouco até que… - Eu acho que vou cair

 

-Voltei galera! Bora brincar de armário?

 

-Deixa eu ajudar o Hatsuki. - O Matheus me levou pro quarto e uns vinte minutos depois eu já tinha acordado de novo, fui atrás da galera e não demorou muito pra eu encontrar.

 

-Voltei galera!

 

-Bem na hora mor, nós íamos começar a brincar de armário mas acabamos nos distraindo e fazendo uma guerra de travesseiro, vamos começar agora.

 

-Como se brinca? - Eu perguntei.

 

-Bom… uma pessoa gira a garrafa e quem cair vai ter que ficar dentro do armário por 16 minutos. - O Atsumiki me explicou.

 

-Ata, amei! - Eu girei a garrafa e caiu…

 


Notas Finais


Quem será que caiu em?...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...