1. Spirit Fanfics >
  2. Love of an eternity >
  3. Desconfiança e grito

História Love of an eternity - Capítulo 17


Escrita por: e haruno182


Notas do Autor


(Dani) AHHHHH, EU TÔ SURTANDO COM ESSA CAPA❤️❤️, eu amei mtoooooo, obg de vdd @Babiscg ficou incrível ❤️❤️

Capítulo 17 - Desconfiança e grito


Sakura on: 

Eu estou completamente atônita com o que Sasuke disse, tudo bem que minutos atrás eu concordei em falar com ele, porque eu sabia que ele podia mudar, mas não pensei que seria tão rápido assim, muito menos com um pedido de desculpas logo de cara! 

Raramente o Sasuke pede desculpas, isso foi uma grande surpresa pra mim, porém uma surpresa positiva. Finalmente o Sasuke mudou de atitude, isso me deixa muito feliz e aliviada. 

Bom, eu espero que ele esteja pedindo desculpas pelas suas atitudes ultimamente. E não por alguma outra coisa boba, mas mesmo que seja uma coisa boba, pelo menos é um bom começo.

Sakura - Desculpa pelo o que? 

Sasuke - Por ter sido um babaca, eu não devia ter insistido ficar junto de você, já sabendo que você não me amava mais, peço perdão por isso, e principalmente por ter continuado a insistir mesmo você estando namorando. Você me perdoa? E será que nós podemos voltar a ser amigos? (Pergunta com a cabeça baixa) 

Eu estava certa, ele está se desculpando por causa da insistência dele de ficar comigo! Estou tão feliz de ele finalmente ter mudado e entendido o quanto isso é ruim pra mim, para Indra e pra si próprio.

Sakura - É claro que perdoo, Sasuke! Você é como um irmão pra mim, e nós nunca deixamos de ser amigos.

Sasuke - Deixamos sim, depois que derrotamos a Akatsuki e vencemos a guerra, eu fui pra minha viagem de redenção, e por causa disso, nós nos distanciamos muito, e quando eu voltei, tive essa fixação por você o que nos distanciou mais ainda. Nós paramos de ser amigos há muito tempo, Sakura e hoje em dia sabemos tanto um do outro quanto um mero conhecido. Por isso peço pra que você me deixe me aproximar de você de novo, me deixe ser seu amigo novamente,  mesmo não sendo digno pra ser seu amigo.

Sakura - Sasuke, você tem razão na parte de que nós nos distanciamos, mas nunca é tarde pra pedir perdão e consertar os seus erros. E Sasuke, você é digno de minha amizade sim, eu não sou melhor que você e nem ninguém, os erros cometidos por você no passado, estão no passado, até porque quem nunca errou na vida? Tente focar no agora, tente ser uma pessoa melhor para não cometer os mesmos erros do passado. E não se culpe se você errar alguma hora, errar é humano, e acima de ninjas, nós somos pessoas. 

Quando acabo de falar Sasuke me puxa pra um abraço apertado, fiquei um tempo sem retribuir pelo susto, mas o abracei de volta. 

Depois de alguns segundos abraçados, ouço uma voz grossa atrás de mim, uma voz que eu nunca confundiria, é a voz de...... Indra! 

Indra - O QUE ESTÁ ACONTECENDO AQUI?! (Pergunta gritando)

Me separo de Sasuke e me viro pra Indra que nos olha irado. 

Indra on:

Os grupos foram escolhidos pra vigiar a aldeia e infelizmente caí com aquele desgraçado do Sasuke. Com certeza eu não vou conseguir me controlar se ele falar mais alguma merda, que se refira a Sakura. Até que não seria má idéia matar esse cara, o único problema é que a minha Sakura ficaria chateada, claro que também o resto da equipe e a Hokage também iam me encher o saco, mas eu não ligo pra nenhum deles, a única pessoa que me importa e já me importou na vida é a Sakura. 

E já que não quero a chatear, vou tentar me controlar ao máximo, enquanto estamos vigiando vila. 

Primeiro fomos para o Oeste da mesma, e não ocorreu nada de anormal, nem nenhum ataque, então fomos para o Norte da vila, que também não sofreu nenhum ataque e não tinha nada de estranho.

A única coisa que eu estou achando estranho é o Sasuke estar tanto tempo sem falar nenhuma merda.

Alguma coisa está muito errada nessa história e eu vou descobrir! 

Já estava de tarde, e estávamos, por um bom tempo vigiando pra ver se havia alguma ameaça, até que Kakashi se pronuncia. 

Kakashi - Pedi pra que todos os portadores do Sharingan formassem esse grupo, porque houve uns relatos de umas pessoas suspeitas passando por aqui, e preciso das habilidades do Sharingan para vermos se tem algum chakra estranho por perto. 

Sasuke - Tudo bem. 

Indra - Hunf, tanto faz. 

Ativei meu Sharingan e observei todo ao meu entorno e não vi nada. Apenas chakras de ninjas da própria vila, então desativei meu Sharingan e disse: 

Indra - Se tinha alguém suspeito aqui ele já foi embora.

Sasuke - Também não encontrei nada. 

Kakashi - Eu também não, mas Indra você não consegue sentir o chakra das pessoas a quilômetros de distância? 

Indra - É claro que consigo, só que eu tenho que conhecer o chakra que eu estou procurando pra conseguir rastrear ele.

Kakashi - Ok, entendi, já que não encontramos nenhum chakra suspeito, vamos continuar de vigia até a hora de voltar. 

Ficamos vigiando os arredores por muito tempo, mas não encontramos nada. O Sol já estava quase indo embora, e ainda estomos vigiando, eu estou muito entediado, e a única coisa que eu quero fazer agora é ver minha rosada, então eu digo: 

Indra - Já deu não é?! Não encontramos nada, e o Sol já está se pondo.

Kakashi - Realmente O Sol já está se pondo, é melhor voltarmos, já que não encontramos nenhuma ameaça, mas antes de irmos, quero conversar com você, Indra. Sasuke pode ir na frente. 

Bufo de frustração, eu só quero ficar com a minha Sakura nesse momento.

Sasuke começa a se afastar, até sair de minhas vistas, então me viro pra Kakashi. 

Indra - O que você quer falar comigo?

Kakashi - Indra, quero que você saiba que Konoha agora está em um momento pacífico com todas as outras aldeias, mas está pacífico demais, tirando o ataque que aconteceu a esta vila, não houve mais nada, e isso nunca acontece, até porque nos reinos mais pacíficos existem trevas, tem alguma coisa acontecendo que nós não sabemos, alguém ou um grupo de pessoas deve estar armando algo. Indra você viu alguma coisa estranha?

Indra - Não vi nada de anormal por aqui, a única coisa que está realmente estranho são os poucos ataques que estão havendo. 

Kakashi - Tudo bem então, mas precisamos ficar de olho, estou com um mal pressentimento. 

Indra - Possivelmente tem alguma coisa acontecendo pelas costas de Konoha. Mas por hora é melhor voltarmos, pensar nisso agora não nós levará em nada, investigamos melhor sobre isso depois. 

Kakashi - Sim, vamos. 

Começamos a andar em direção do hotel, e rapidamente chegamos, procuro Sakura com os olhos, mas a mesma não está lá. 

Vejo que sua equipe já está na entrada do hotel, mas ela não. Será que aconteceu alguma coisa?! 

Rastreio o chakra da Sakura, e percebo que ela não está muito longe daqui, mas ela está com.... O SASUKE?! 

O que caralhos ela está fazendo com o Sasuke?! 

Rapidamente me direciono até onde Sakura estava, e percebo que eles estavam conversando

Sakura - .... E não se culpe por errar, errar é humano, e acima de ninjas, nós somos pessoas. 

Quando Sakura termina de falar Sasuke a puxa pra um abraço. 

Eu não acredito que esse bastardo ousou tocar na Sakura, e ainda por cima ela correspondeu a porra do abraço!

Indra - O QUE ESTÁ ACONTECENDO AQUI?! (Pergunto irado) 

Sakura se afasta rapidamente de Sasuke, e olha pra mim, quando a mesma ia dizer algo a interrompo. 

Indra - Precisamos conversar. (Digo andando até Sakura, pegando em seu braço e nos teletransportado para o meu quarto)

Indra - O que caralhos estava acontecendo lá embaixo?! (Pergunto com muita raiva) 

Sakura - Se acalma Indra não aconteceu nada demais, o Sasuke me pediu desculpas por ter sido babaca comigo, e depois me deu um abraço só isso.

Me acalmo por saber que não aconteceu nada além disso, mas algo está errado, eu sei que Sakura está falando a verdade, até porque confio de olhos fechados nela, mas o Sasuke está apontando alguma coisa, até porque ele é a minha reencarnação, e eu sei que ele nunca pediria desculpas, apenas no último dos casos. 

Indra - Tem alguma coisa muito errada nessa história.

Sakura - Indra, eu sei que não confia no Sasuke, mas dá uma chance pra ele. Eu acho que ele finalmente, percebeu o que fez e está arrependido. 

Eu definitivamente não acredito que ele realmente esteja arrependido, sei que Sakura acredita que ele possa mudar, porque ela vê o lado bom de todo mundo. Inclusive o meu, mas ele é diferente, sei que Sasuke está tramando algo e eu vou descobrir. 

Indra - Não acredito muito que ele queira mudar, mas tudo bem. Só não o abrace mais, nem chegue muito perto dele, se não eu não respondo por mim.

Sakura - Tudo bem, meu ciumento! Contando que você não arrange confusão, tudo bem! (Diz sorrindo) 

Indra - Eu não arranjo confusão se o Uchiha não comentar nada sobre você, e nem se aproximar de você! E eu sou ciumento, mas você é minha! (Digo a puxando pela cintura e a beijando) 

Depois de um tempo nos beijando, Sakura separa o beijo e diz:

Sakura - Amor, apesar de eu amar te beijar e passar um tempo com você, nós temos que voltar, todos devem estar esperando pela gente. 

Indra - Humm, Ok, mas depois você não escapa! (Digo sorrindo maliciosamente pra minha rosada) 

Saímos do meu quarto, e quando estávamos indo para a entrada do hotel, ouço um grito muito alto. Olho pra Sakura que também me olha e  corremos pra ver quem tinha gritado, e se a pessoa precisa de ajuda

 

Continua.........


Notas Finais


(Dani) Obg por leremmmm, desculpa a demora❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...