1. Spirit Fanfics >
  2. LOVE OF MY LIFE ~ Fanfic Justin Bieber >
  3. Doing It Wrong

História LOVE OF MY LIFE ~ Fanfic Justin Bieber - Capítulo 66


Escrita por:


Notas do Autor


Olá goooooxtosas, tudo bem? Vamos lá! Sei que estou sumida daqui a muito tempo mesmo, mas quero explicar novamente que eu andei realmente sem tempo durante esses meses passados. Confesso que já pensei em várias vezes em desistir da Fanfic, mas obrigada a todas aquelas que sempre falam comigo pelo Instagram e dizem o quanto gostam, isso me fez perceber que não era pra eu parar de vez com a fic, isso que me fez querer continuar, saber que vocês estão aqui ainda acompanhando tudo e esperando ansiosas por mais outro capítulo dessa história! Obrigada mesmo a todas vocês. Vocês leitoras:::: tudo pra mim ❤️
Dessa vez não vou falar “Ah, gente me perdoem a demora e tal” porque eu sei que estou sujeita a errar novamente e se torna algo muito clichê sempre, mas eu peço encarecidamente que vocês me entendam, e saibam que eu não irei desistir da fic, jamais! Vocês são muito importantes pra mim. ❤️
Continuarei sim postando os capítulos, fiquem ligadas que o próximo está no forno.

É ISSO MINHAS PRINCESAXXXX!

Agora sem enrolação...tenham uma ótima leitura e desculpa qualquer erro ortográfico. Nos vemos nas notas finais!

Capítulo 66 - Doing It Wrong


Fanfic / Fanfiction LOVE OF MY LIFE ~ Fanfic Justin Bieber - Capítulo 66 - Doing It Wrong

 Você me faz perceber coisas que eu jamais entendi 

 Compreender o que eu sinto por você é estranho 

  Pois nem eu entendo o que sinto 

  Você faz parte do meu “eu”

 E o meu “eu” só faz sentido com você por perto 

  Me prometa não me deixar mais? 

  Me prometa que será pra sempre?

  O nosso pra sempre do nosso jeito




.....



Ligação On



- Alô? Quem está falando? –Falo um pouco baixo para não acordar Iam.


Percebo a pessoa ficar apenas em silêncio do outro lado, só dava pra perceber a respiração.


- Não vai dizer quem é? –Pergunto.


A pessoa ainda continuava em silêncio.


- Ok! Tenha uma ótima noite... –Quando ia desligar na mesma hora eu gelo com aquela voz que eu reconheceria do outro lado do mundo.


- Calma, meu amor... –Justin fala bem calmo do outro lado da linha, meu coração acelera no mesmo instante que ouço sua voz rouca, como pode? Como pode alguém pensar no outro e do nada acontecer isso? Conexões? Não sei explicar... Só sentia.



- Porque você está me ligando uma hora dessas, Bieber? –Pergunto.


- Eu sinto sua falta, Jenner... Muita falta! –Ele diz e no mesmo instante meu coração acelerou e eu fiquei sem saber o que responder, palavras fugiram no mesmo instante, pois aquilo era reciproco, eu também sentia falta dele, sei que é errado dizer isso, mas sentia muita falta... – E eu sei que você sente a minha... Eu sei que você ainda me ama, não negue para si mesma, eu te amo muito... 


- Por favor, não me ligue mais... –Peço.


- Será que não percebe que eu preciso de você? Será que não ver o quanto eu sinto sua falta...? –Ele pergunta.


- Você me perdeu, Justin. Me perdeu! Aceite isso. –Falo e percebo ele respirar fundo com o que eu disse.


- Não, eu não te perdi, enquanto você viver eu não a perdi. –Diz ele. 


Fico em silêncio alguns minutos, eu respirava fundo, meu coração estava muito acelerado por está ali falando com ele, eu sentia falta dele, sentia... e muita. 


- Não fique pensando muito, só volte para mim novamente. –Ele diz aquilo e eu continuei em silêncio. – Me encontre mais tarde na... –Eu o interrompo.


- Eu não irei, Bieber. –Falo curta.


- Sim, você irá! Eu preciso ouvir de seus lábios que você não me quer mais, preciso olhar nos seus olhos para saber da sinceridade que ele me mostrará, só assim estarei realmente satisfeito e saberei se é hora de desistir ou continuar tentando... –Ele diz aquilo e no mesmo instante eu respiro fundo, como seria viver sabendo que ele não me ama mais? Não que seja uma vangloria para eu ter dois homens me amando, mas ter o Bieber me amando era algo no qual eu achava precioso e único. A quem eu quero enganar? 


- Na mesma casa na qual... –Desligo o telefone mesmo instante sem o ouvir falar mais nada. O que eu faria? Não poderia ceder tão fácil, mas o problema era que eu também o queria.


Ligação Off




Naquele momento eu volto para cama aonde Iam estava ainda dormindo feito um anjo, sorrio por alguns segundos enquanto o observava. Ele era maravilhoso, eu realmente não o merecia, Iam é o cara certo, mas para a mulher errada, eu sei que tivemos algo muito intenso no passado, mas o que eu faria agora no presente? Estando o escolhendo? Deixaria para trás tudo que ainda sinto por Justin? É muito complicado isso, eu não queria deixa-lo, mas também não queria perder o Justin. O que eu faço? 

Em meio aos meus pensamentos eu acabo dormindo minutos depois, literalmente capotei. 



Acordei iria dar 11h30min AM, como eu conseguir dormir tanto? Observo no mesmo instante o quarto que está vazio e super em silêncio, a única coisa que fazia um pouco de som, era o vento que entrava pelas grandes janelas, as quais eu havia deixado abertas ontem à noite, o dia estava um pouco nublado, será que choveria? O vento era um pouco frio. O lado da cama estava sem ninguém, para onde Iam deve ter ido? Levanto-me e fecho as janelas do quarto e logo em seguida vou rumo ao banheiro para tomar um banho, pois logo em seguida iria para casa. Eu ainda continuava sem saber aonde Iam está, ele nem se quer deixou um bilhete.



....


Ao sair do banheiro já feito minhas higienes matinais eu vou até minha bolsa que estava em cima da poltrona, abro-a e pego uma peça de roupa que eu havia colocado dentro da mesma. Era um vestido bem básico, não fiz nada de especial no meu cabelo a não ser prendê-lo mesmo. Pego meu celular e o coloco dentro da minha bolsa, já que não havia nenhuma mensagem ou ligação do Iam, mas havia uma do... Justin?

Não me lembro de ter lido nenhuma mensagem dele, até porque todas as mensagens que já recebi do Bieber, eu apago logo em seguida, mas mostrava como se estivesse sido lida. A mensagem dizia o seguinte:


“Então amor, você não me deixou terminar de falar ontem a noite aonde deverá me encontrar, mas é na sua casa, a mesma casa na qual eu te pedi em namoro àquela noite, eu estarei te esperando. Você é minha! Eu te amo.”


MEU DEUS DO CÉU!!! NÃO PODE TER ACONTECIDO O QUE EU ESTOU PENSANDO. 

Pego minha bolsa e desço as escadas para ver se encontro Iam em casa, será que ele leu aquela mensagem? Não pode ter acontecido isso! Agora eu estou literalmente ferrada. Eu estava muito desesperada.



.....


Assim que desço as pressas eu observo a sala e meu coração acelerou no mesmo instante, lá estava Iam sentado no sofá que ficava de frente com a escada, ele parecia irritado ou chateado, não consigo explicar. Assim que percebe minha presença ele me encara e eu não consigo dizer nenhuma palavra, tudo havia sumido da minha mente, só meu coração que faltava sair pela boca.


- Você estava me enganando esse tempo inteiro? –Ele pergunta me olhando nos olhos, eu via a irritação ate nas suas palavras. 


- Iam, me escuta! Não é nada disso que você estar pensando, por favor. –Falo me aproximando dele.


- Você acha que sou o que para você fazer isso comigo, Kylie? –Ele pergunta e eu já percebo que ele está muito irritado, o mesmo alterou seu tom de voz.


- Amor, me deixa explicar. Não se irrite, por favor!  –Digo.


- Não me chame de amor, por favor e me poupe das suas explicações. Kylie, não há explicações! Eu vejo aquela mensagem no seu celular de outro homem e ainda por cima esse homem é o Justin, o seu ex, como você quer que eu fique? Me diz se é para eu ficar tranquilo diante dessa situação? –Ele cuspia as palavras e eu estava querendo chorar.


- Você não quer me deixar ao menos explicar tudo, me ouve, Iam! –Peço chegando perto dele e tentando segurar a sua mão e ele tira a mesma.


- Por favor, se afaste. –Ele pede.


- Você está me rejeitando? Até isso? Eu não posso mais encostar-se a você? –Pergunto.


- Você não me merece! Você brincou com o meu sentimento. –Ele cuspia ainda mais as palavras.


- Você nem se quer me dar à chance de te dizer tudo, você está me machucando com suas palavras, Iam. –Digo com os olhos marejados.


- Sai daqui, sai da minha casa, já que diz que estou a machucando, mas você me machucou mais. Eu preciso pensar! Você brincou comigo. Você acha isso certo? –Ele ainda diz aquilo e cada palavra me machucava ainda mais.


- Irei te pedir pela ultima vez, Iam. Me escuta, por favor! –Falo e as lágrimas já ousaram a cair. 


- Kylie, eu não quero conversar, será que não ver? Olha o que você fez, sabe Deus também o que você fez durante o tempo que eu estava fora. –Ele diz.


- Iam, eu te amo! –Falo sendo direta, eu o amava como já disse várias vezes, Iam é o cara perfeito, mas para ele eu sou a mulher errada, ele realmente merecia coisa melhor e eu havia estragado tudo.


- Kylie, por favor, eu te peço pelo amor que você disse que sente por mim, saia daqui agora, eu preciso ficar sozinho. –Ele diz e eu sinto que ele estava tentando manter-se calmo diante daquilo tudo


- Eu sei, eu não te mereço e você não me merece, desculpe! –Falo aquilo e saio às pressas da casa dele, ele continuou da mesma forma, não falou nada e nem ao menos olhou na minha cara. Aquilo seria um fim?


Eu tinha começado a chorar do lado de fora da casa, as suas palavras me machucaram muito também, mas o que havia feito? Para que merda eu fui dar ouvidos ainda ao Justin? Porque eu não seguir em frente de vez? Justin, Justin, Justin... Sempre Justin! Droga! Iam nem ao menos quis me ouvir, ele não me deixou explicar o real motivo daquela mensagem, ele tirou todas as conclusões que quis precipitadamente.


- Tudo bem, senhorita? –Um dos seus seguranças se aproxima de mim.


- Nada bem, poderia me levar para a minha casa? –Pergunto. 


- Claro, senhorita! Acabo de ter ordens do patrão para leva-la até a sua casa. –Ele diz e na mesma hora eu olhei para trás onde a porta estava totalmente fechada, mas o vi me observar pelas grandes janelas de vidro. Assim que Iam notou que eu o vi ele se retira no mesmo instante. Volto a atenção ao seu segurança.


- Sim, me leve embora, e agradeça depois ao seu patrão por mim. –Eu já havia enxugado minhas lágrimas e naquele momento eu sentia raiva, não sei explicar, mas só sentia algo ruim tomar conta de mim.


- Certo, senhorita! Me acompanhe, por favor. –Ele diz e eu o acompanho até o carro.



.....


Agradeço ao segurança de Iam assim que ele para em frente a minha mansão, no mesmo instante meus seguranças abrem os portões para mim.


- Bom dia, senhorita Kylie. –Diz Frederick comigo.


- Bom dia! –Falo e passo direto indo rumo à entrada, eu literalmente não estava de bom humor naquela manhã.


Assim que entro em casa avisto Kendall na sala, ela estava ligando à tv para assistir algo, ao me ver entrar em casa, ela me olha estranho e fala comigo.


- Você está péssima, cheia de olheiras, maninha. Andou chorando também? –Pergunta Kendall e logo sento no sofá da sala.


- Eu sei que sim, não dormir quase nada e sobre chorar, depende... –Digo e respiro fundo.


- Aconteceu alguma coisa? –Ela pergunta e eu fico em silêncio pensando sobre o que havia acontecido e o que eu faria naquele dia.


- Algumas coisas... Sinto que minha cabeça vai explodir! –Falo e coloco minhas mãos na testa, eu não sabia o que fazer diante daquilo tudo.


- Quer conversar? –Kendall pergunta já próxima a mim e se senta ao meu lado, eu a abraço.


- Eu não sei o que faço, Kendall.  –Falo desesperada e quase chorando novamente, eu tinha feito muita merda. 


- Tudo bem, maninha. Me conta desde o começo, por favor. Você sabe também que sou lerda. –Ela diz e eu sorrio querendo rir. 


- Isso aí, pelo menos você sorriu agora. Estou no caminho certo. –Ela diz.



Eu começo a contar tudo o que aconteceu, desde o aniversário do Justin aqui em casa.

.....



- Não acredito que você falou aquilo para a tal de Chantel. –Kendall começa a rir se referindo ao acontecido no aniversário.


- Kendall! –A repreendo.


- Ninguém mais estava suportando aquela vadia aqui, pior coisa que o Bieber fez foi trazê-la em pleno aniversário dele. –Ela diz.


- Deixa lá, o aniversário não era meu mesmo. –Digo.

- Graças a Deus não, por que se fosse eu já teria tirado ela pelos cabelos daqui de casa. –Ela diz e rimos.



- Sim, Kendall. Não quero saber de Justin e Chantel ou se você a tirava a força, eu preciso saber o que eu faço diante dessa situação toda. –Pergunto.


- Mana, para te falar a verdade... Nem eu sei o que fazer. –Ela diz rindo. – Nunca vivi em um triangulo amoroso antes não.  


- Me ajudou bastante. –Falo totalmente irônica e ela revira os olhos.


- Mas pense comigo aí, Iam era o cara que te conquistou muito, esteve com você quando Justin fez o que fez, por mais que eu não goste tanto dele, ele parece ser um cara top... 


- E...? 


- E eu acho que você deve ficar com Justin novamente dar para ele novamente e fazer tudo novamente. –Ela diz e começa a rir. 


- Velho, eu peço sua ajuda e você vai falar assim mesmo? –Pergunto me irritando.


- Ué, maninha. É porque eu não gosto muito do Iam, mas como eu disse pensa nas coisas que ele fez por você, cabe a você decidir algo pensando, afinal você conhece os dois como ninguém, não é mesmo? 


- Mas o problema é esse... Eu não decido mais nada relacionado a Iam, parece que acabou tudo, ele praticamente me expulsou de sua casa. –Digo.


- Aí mais um real motivo para eu não gostar dele.  –Ela diz.


- Eu não sei o que faço, você não me ajuda também. –Digo me estressando.


- Calma, eu já disse tudo que tinha para te falar, mas tem algo que serve sempre comigo nas minhas escolhas. –Ela diz.


- Diga! 


- Siga seu coração! Se Iam não quer você mais, tudo bem eu sei que ele era um cara incrível e varias outras qualidades, mas o que for pra ser será, quer esperar para ver? Espera! Mas lembre-se também que tem o Justin, sei que ele já arrancou muita coisa boa de você, eu já vi o jeito que você o olha. Sei que vocês se amam também! –Ela sorri e eu me mantive quieta a ouvindo. – Só pensa nas suas escolhas direito, independente do que você escolher, essa escolha foi feita do seu coração e ela pode afeta sim o futuro. –Ela diz e me olha.


- Obrigada, irmã. –Digo e sorrio concordando com tudo que ela havia dito.


- Está vendo aí que eu sei falar bonito, cara? –Ela diz e começas a rir, Kendall não tem jeito mesmo.


.....



Estava deitada na minha cama, eu havia acabado de acordar, tinha dormido o restante da manhã e quase a tarde inteira, não havia feito nada a não ser isso. 

Pego meu celular na tentativa de ver alguma novidade e não havia sinais de Iam, ele não me ligou mais e nem mandou nenhuma mensagem... Eu estava sentindo sua falta. 

Volto a ler aquela mensagem do Justin novamente: 


“Então amor, você não me deixou terminar de falar ontem a noite aonde deverá me encontrar, mas é na sua casa, a mesma casa na qual eu te pedi em namoro àquela noite, eu estarei te esperando. Você é minha! Eu te amo.”


Ao ler cada palavra escrita por ele, ao ler o “Você é minha” parece que ele estava ali naquele momento sussurrando no meu ouvido aquilo, como ele fazia de costume, me arrepio no mesmo instante só de pensar. Justin literalmente me tem em suas mãos, o que eu faria agora? Devo ir? E se eu não for, acaba de vez Kylie e Justin? 


Em meios aos meus pensamentos eu nem percebi as duas primeiras vezes meu celular começar a tocar, nem olhei no visor e só atendi. 



Ligação On


- Alô? –Pergunto assim que atendo aquela ligação e percebo alguém respirar fundo do outro lado da linha.



.....


Notas Finais


GENTEEEEEEEE EU SURTO JUNTO COM VOCÊS
Eu não admito esse término aí do Iam e Kylie, até que ano os dois juntos, Iam é tddddd de bom, mas Kylie faz muita burrada.

Me digam no comentário quem você acha que ligou pra ela?

Gostaram do cap?


Xoxo até o próximo capítulo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...