1. Spirit Fanfics >
  2. Love Or Obsession. >
  3. Hells Angel.

História Love Or Obsession. - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


VOLTEI PESSOAL


ATENÇÃO !! : NO WATTPAD TEM FOTOS DAS PESSOAS,AQUI NÃO ENTÃO FALAREI QUEM É QUEM E QUERO QUE LEMBREM OK?

" PRINCIPEZINHO DA GANG " = JUSTIN BIEBER.
MULHER AO LADO DELE È = KATE KANE.
ACOMPANHANTE DE KARA É = ZAC EFRON.....MAIS NOVO TÁ?

LEMBREM DISSO PRA PODEREM IMAGINAR MELHOR.

ESPERO QUE GOSTEM E COMENTEM.

ATÉ A PRÓXIMA.

Capítulo 13 - Hells Angel.


Fanfic / Fanfiction Love Or Obsession. - Capítulo 13 - Hells Angel.

*************************

Espero que gostem do cap.

Não esqueçam de deixar seu comentário.

Contém cena de Ciúmes.

Boa Leitura !

Até mais.

******************************

 

POV LENA.

Minha mente vagava no vazio enquanto meu corpo se mexia por vontade própria andando calmamente em direção do prostíbulo conhecido como " Le Paradis " ( Significa " O Paraíso ). Lá seria onde eu encontraria alguém para mandar uma mensagem para o chefe dessa gang de bostas que estão me enchendo o saco a meses e finalmente colocaria um fim nessa porra.

- Você não foi convidada. - O segurança disse entrando em minha frente e eu levantei o olhar para o homem que devia ter uns dois metros e o olhei seriamente com um olhar vazio. Eu só queria matar uma pessoa,se o primeiro fosse ele? Ótimo. O homem engoliu em seco olhando para meu rosto e depois para trás de mim onde meus homens e Sam me acompanhavam e deu um passo para o lado dando me dando passagem. Covarde...mas sábio.

Adentrei o local que estava escuro,tinha somente luzes coloridas iluminando o local e muitos homens bebendo enquanto mulheres os serviam de várias maneiras diferentes,tudo normal para um prostíbulo,mas eu percebi muito bem que a maioria dos homens no local tinha o emblema da Gang tatuada no pescoço para que todos possam ver,então esse realmente era o lugar certo. Somente eu,Sam e Andréa adentramos o local de inicio,para não levantar suspeitas e pânico de cara,precisávamos checar a área antes.

- Ninguém sai e nem entra chefe,tá tudo cercado. - Sam sussurrou em meu ouvido por conta da musica enjoativa que tocava no local. Me acomodei na cadeira a frente da grande mesa de stripper individual e tirei três notas do bolso e entreguei a mulher que sorriu e se retirou em seguida,Sam ficou próxima a mesa para ficar de olho em mim enquanto Andréa se dirigiu ao bar um pouco distante de nós.

 

Observei com cautela as pessoas presentes na mesa,ainda tinha dois lugares vagos na mesa,me fazendo crer que estava reservada para alguém importante que chegaria em breve. Uma mulher de cabelo curto e tatuagens com roupas visivelmente caras ao lado de um garoto jovem,provavelmente ela era a responsável por ele ali,deveria ser filho de alguém importante ou até mesmo do chefe da gang,isso era bom. Ela me analisava enquanto eu observava todos na mesa conversando animadamente com mulheres ou entre si.

Tudo em minha volta estava calmo e eu estava pronta para agir,os homens lá fora não permitiria ninguém sair sem antes ser revistado e se tiver a tatuagem da gang será morto no ato,se esse garoto é mesmo filho do chefe da Gang,será de grande utilidade para mim por isso tenho que ser cautelosa para que ele saia dessa matança vivo. Minha maior preocupação no momento era a mulher ao lado dele,pelo jeito e vestimentas,com certeza era alguma assassina de alta classe,qualquer movimento em falso e eu poderia sair dali morta. O que me resta e aproveitar o show de stripper para que todos fiquem distraídos e deixar meus homens adentrarem o local como clientes normais até todos aqui estarem literalmente sem escapatória.

- Nós atrasamos um pouco,peço perdão. - Ouvi a voz muito bem conhecida por mim e olhei na direção em que a ouvi encontrando a dona de meu coração se sentando em uma das cadeiras vagas,vestindo um lindo e maravilhoso conjunto que realçava sua beleza,o conjunto e preto,parecia ser de couro e tinha cortes na coxa as deixando a amostra,além de deixar um de seus ombros a mostra,seu cabelo estava preso e bem penteado deixando seu pescoço realçado.Estava magnifica.

 

Mas o brilho em meu olhar sumiu quando um homem jovial e bem bonito por sinal estava atrás dela....a acompanhando. Ele logo tratou de se sentar ao seu lado com um sorriso que qualquer um teria ao estar ao lado de Kara,e falou algo que não fiz questão de entender,minha visão estava turva e a raiva fez meu coração errar a batida,meu peito inflou e eu tive que respirar fundo. Eu não sabia o que Kara fazia aqui,mas eu sabia que ela estava magoada por conta de mim e Katniss e aquele cara ao seu lado era a sua pequena vingança. Ciúmes corria livremente pelo meu corpo e chegava ao meu cérebro dizendo coisas horríveis sobre o que eu deveria fazer com o homem ao lado da minha Kara.

 

Minha calma foi embora no momento em que aquele homem se sentou ao lado dela como se eles se conhecessem a muito tempo,eu estava com raiva e com ciúmes. Ela poderia ter pelo menos esperado eu terminar a merda do meu serviço para depois vir com sua vingança. Meu olhar foi diretamente para Kara que me olhava enquanto bebia seu champanhe lentamente,pude ver ela piscar em minha direção e logo voltar a dar atenção ao futuro morto ao seu lado. Vi a mão do desgraçado se mover indo em direção a coxa exposta de Kara e repousando ali e ela deixou de bom grado. Respirei fundo e acenei para a mulher que passava a fazendo vir até mim.

- Um Whisky puro por favor. - Pedi para ela que acenou positivamente e saiu na direção do bar. Eu precisaria aguentar Kara com aquele homem até conseguir o que quero,depois o matava juntamente com todos os tatuados desse local. Meu sangue estava fervendo,eu estava com um calor descomunal,mas nenhuma gota de suor aparecia em mim. Eu estava vestida pra ocasião,um terno azul muito bem alinhado,batom vermelho e meu cabelo estava perfeitamente liso.

 

- Aqui está senhorita...- Uma mulher falou colocando o copo em cima da mesa bem a minha frente. - Aproveite o show. - Ela desejou dando um sorriso malicioso que eu prontamente ignorei levando meu olhar mais uma vez para Kara que agora conversava ao pé do ouvido com o seu maldito acompanhante.

Peguei o copo e engoli todo o liquido presente nele o devolvendo a mesa,duas mulheres subiram na mesa chamando minha atenção,as duas estavam vestidas socialmente,as mulheres são muito bonitas,não dava pra negar. Logo uma a iluminação da área vip diminuiu e uma batida sensual tomou conta do local. O show ia começar. Me posicionei melhor na cadeira e aproveitei para olhar na direção de Andréa disfarçadamente e ela prontamente acenou positivamente em minha direção,e isso me fez sorrir e voltar a olhar para as mulheres no palco que já estavam sem a parte de cima da roupa enquanto dançavam sensualmente. Uma me olhava fixamente,tentando me seduzir com o olhar,olhei para Kara que ignorava a situação continuando a conversar com o homem ao seu lado. Bufei e peguei uma nota do bolso e joguei na direção da mulher que sorriu e sensualizou no poste me olhando deixando claro que dançava para mim. Depois de alguns minutos de show,senti meu celular apitar e o tirei da calça aproveitando a distração alheia.

Mensagem On.

Sam : Tudo pronto chefe,aguardamos suas ordens !

Eu : Comece !

Mensagem off.

Prendi a respiração por um segundo e a soltei no momento em que meus homens que estavam andando como clientes normais a nossa volta,pararam e puxaram suas armas apontando para todos na mesa e para os seguranças a nossa volta,todos estavam na mira de alguma arma,menos eu.

- Que porra é essa ? - Um homem gritou alto enquanto as mulheres desceram da mesa começando a chorar e outros levantavam a mão na cabeça rendidos. Um tiro foi escutado e o jovem que suspeito ser principezinho da gang deu um pulo olhando aterrorizado para um canto atrás de mim.

- Quem se mexer morre ! - Falei alto fazendo todos da mesa olharem chocados para mim,cruzei calmamente as pernas. - Quem falar besteira...morre. - Continuei soltando um suspiro e pude ver pelo meu canto de olho Sam parar ao meu lado. - Quem não me obedecer....adivinha? - Perguntei me virando para Sam que sorriu.

- Morre. - Ela respondeu e eu estalei os dedos e apontei para ela abrindo um sorriso. Voltei a olhar para os outros presentes mas especificamente para o homem ao lado de Kara e sorri perigosamente para o homem que franziu o cenho e abriu um sorriso de lado.

- Acho que já chega desse show...- Ouvi a voz de Kara e a olhei vendo que ela olhava para meus homens com tédio. - O Show estavam bom...e ainda tenho um negócio para fechar...- Ela falou voltando a me olhar.

- E eu um pra terminar. - Retruquei visivelmente irritada por seu posicionamento e mais ainda por ela estar ali presente com aquele homem ao seu lado. O que ela pretendia afinal?

- A questão.....- Kara começou a dizer se levantando da cadeira dando um sorriso educado para o homem ao seu lado e depois olhando para mim novamente. - E que se você terminar o seu negócio...- Ela voltou a dizer e apontou para mim. - Irá foder o meu negócio....- Ela continuou apontando para ela mesma e isso me fez ficar confusa....ela sabia do por que eu estava ali?. Olhei pra mulher ao lado do principezinho e a vi sorrindo debochada para mim e finalmente entendi. Kara estava fazendo negócios com a Gang.

- Não pode fazer isso ! - Retruquei irritada e Kara revirou os olhos me deixando mais furiosa ainda. - Eles andam atacando meus carregamentos a um mês ! - Falei e Kara arregalou os olhos levemente e deu de ombros. - Não vai ameaçar a aliança entre nossas máfias por uma Gang,certo? - Perguntei a olhando irritada. Kara só podia estar de brincadeira com a minha cara.

- Lionel está ameaçando ela primeiro. - Kara respondeu ficando com uma feição fria e isso me fez olha-la ainda mais confusa. Kara parecia estar com uma raiva acumulada de meu pai e no fundo eu sei que tem haver com o que ele anda fazendo as escondidas. Realmente preciso me informar sobre isso. - Agora...se não se importa. - Ela disse abrindo um sorriso debochado e estalou os dedos e para a minha surpresa,raiva,frustração e fúria !. Todos os homens que eu julgava ser meus,viraram as armas em minha direção e na direção de Sam,Andréa e mais alguns homens. - Quero sair ilesa juntamente com meus companheiros.....- Ela disse apontando para a mulher,o principezinho e seu acompanhante de bosta. - Aposto que você também....

- Está apontando armas para mim? - Perguntei calmamente mas minha voz saiu mais rouca e sombria do que eu costumo me dirigir a ela. Isso pareceu afeta-la pois ela respirou fundo me olhando. - Se tem algo contra meu pai....não me acha uma boa aliada para ajuda-la? Acha que se aliar aos meus inimigos e uma boa ideia? Acha que virar minha inimiga e a melhor saída? - Fiz as perguntar que surgiram em minha mente e vi a feição de Kara suavizarem. - Saiba que não sou meu pai.....

- Sei que não...mas nem saber o que ele anda fazendo,você sabe ! - Ela respondeu calmamente me olhando profundamente. - Não quero inimizade com você,e realmente quero ter você como aliada....- Ela continuou e eu ri ironicamente. - A gang não irá mais perturbar você e faço questão de devolver o que...

- Devolver não é o suficiente ! - Falei irritada me levantando e batendo na mesa com força. - E questão de código ! Honra ! - Falei altamente enquanto Kara me olhava com uma feição neutra. - Acha que vou deixar eles baterem de frente comigo e saírem ilesos depois? Tá zoando comigo Kara? Eu sou a máfia ! Eles me atacaram em meu próprio território ! Eles tem que pagar. - Terminei me acalmando e a olhando com fúria. Eu não deixaria isso passar assim,esperei um mês para que eles parassem com os ataques,mas não posso ter mais um caminhão destruído,eles tem que aprender a lição.

- Está exagerando,tá parecendo uma louca. - O Principezinho da máfia disse chamando minha atenção para si. - Fizemos isso pra chamar a atenção do seu pai,Não a sua,imbecil ! - Ele falou e eu trinquei a mandíbula fortemente,minha vontade era de puxar a pistola e atirar nele. Mas bem na hora meu celular começou a tocar fazendo todos na sala se exaltarem um pouco. Enfiei a mão no bolso rapidamente,mas no segundo seguinte ouvi um tiro e meu ombro queimou feito o inferno a dor latejante feio depois. Vi Sam puxar sua Arma e mirar na mulher que me deu o tiro mas um homem pressionou a arma em sua cabeça.

- Que porra foi essa ! - O Grito de Kara cortou o local e eu continuei parada e fechei os olhos,respirando profundamente sentindo meu ombro doer e latejar.

- Ela ia...- A mulher começou a responder abaixando a arma e olhando para Kara.

- Atender a porra do telefone ! - Kara terminou a frase dela com fúria. Ignorei o que elas falavam e puxei o celular ignorando a dor com dificuldade e atendi vendo o nome de Lauren na tela.

- Tomei um tiro,bar de stripper " Le paradis " chame reforços. - Falei rapidamente e logo alguém tomou o celular de minha mão me fazendo rir.

- Vamos embora. - O Acompanhante de Kara falou pela primeira vez se levantando e voltando a vestir seu paletó olhando para Kara que me analisava.

- E...vai embora Kara. - Falei a olhando seriamente,senti uma pontada em meu ombro e coloquei a mão por cima pressionando em seguida. - Quero que se foda. - Falei irritada e me dirigi para a saída do local ignorando totalmente os homens armados que estavam ali presentes. Sai pela porta e caminhei apressadamente na direção de meu carro sabendo que como uma puta de uma mafiosa eu não poderia ir ao hospital para cuidar de meu ferimento,pra isso temos um médico familiar que me ajudaria com meu problema.

- Lena ! - Ouvi Kara me chamar,mas ignorei e continuei andando na direção do carro sem dar importância para seus chamados. - Hey ! - Kara puxou meu braço bom me fazendo virar para olha-la. - Não queria que tomasse o tiro,mas preciso da Gang trabalhando para mim....- Ela começou a explicar e eu só olhava para seu rosto sem nenhuma expressão. - Assim eu posso lucrar e fazer negócios através deles sem o seu pai ficar sabendo.....e quero sua ajuda para encobertar eles.......eles vão parar de atacar os seus carregamentos,mas preciso que esqueça isso para que possamos seguir em frente. - Ela falou colocando a mão por cima da minha que pressionava o ferimento de bala.

- Não quero saber disso agora Kara....- Falei baixo e retirei sua mão de mim e me dirigi para o carro. Abri a porta,mas Kara me impediu de adentrar o banco no motorista. - O que....

- Você não vai dirigir ! - Ela falou confiante adentrando o carro e fechando a porta do lado do motorista. Bufei e me dirigi ao lado do passageiro e adentrei me sentando no banco sem olhar para ela. - Que birrenta....- Kara falou colocando o seu celular em em seu colo e dando partida no carro. Vi seu celular acender mostrando que havia recebido uma mensagem,e li o nome Zac Efron no visor e a mensagem dizia. " Saímos sem problemas,te vejo mais tarde,bjs. ". Isso me fez respirar fundo e me virar para olhar a paisagem da janela tentando ignorar a dor insistente em meu ombro. - A bala saiu? - Ouvi Kara perguntar.

- Hurum...- Resmunguei a fazendo bufar e acelerar o carro. Minha vida parecia piorar a cada vez que eu respiro,é impressionante. Katniss está gravida,Kara tá com namoradinho,meu pai tá aprontando por de baixo do pano,vou ter que aturar uma gang de merda e ainda passar pano pra eles,e ainda aturar a mulher que eu amo com outro cara enquanto eu aturo a vadia da irmã dela me pedindo pra buscar pizza no meio da madrugada sendo que tenho plena certeza que o filho não é meu.

E uma bosta mesmo,mas eu faria questão de resolver essa merda nem que tenha que pagar uma fortuna pra fazer um teste de DNA antes daquela criança nasce.

E vai ser isso mesmo que eu vou fazer,e se o teste der negativo.....

Katniss que se cuide.

************************

Eai? O que acharam? Forte emoções,novela mexicana e assim mesmo.

Não se esqueçam de deixar o seu comentário viu.

Até a próxima.

 


 


Notas Finais


COMENTE O QUE ACHARAM E O QUE ESPERAM PARA O PRÓXIMO CAP.

ESPERO QUE TENHAM GOSTADO HIHI.

FORTES EMOÇÕES? NOVELA MEXICANA E ASSIM KKKKKK.

ATÉ A PRÓXIMA !!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...